Como Fazer Flores com Lenço de Papel

Flores de lenço de papel possuem uma variedade de finalidades, como enfeite de presentes, decoração da casa ou adornos para vestidos. Elas são incrivelmente fáceis de se fazer e permitem bastante variedade. Experimente um dos métodos mostrados aqui para fazer as suas próprias flores de papel em casa.

Flores Grandes de Lenço de Papel

  1. Coloque cada folha perfeitamente em cima da outra. Se não estiverem perfeitas, tudo bem, mas tente deixá-las o mais exatas possível.
  2. Dobre todas elas no formato de uma sanfona, garantindo que cada dobra tenha cerca de 2,5 cm de largura.
  3. Dobre-as no meio, de uma ponta até a outra. Assim fica mais fácil desdobrá-las depois. Faça a dobra alternando a direção para que ela fique mais flexível.
  4. Coloque o arame. Pegue o arame verde, posicione na ponta dos lenços e deixe uma sobra pra amarrar.
  5. Grampeie. Segurando as duas partes juntas, grampeie o arame juntamente com a ponta dos lenços de papel pra fixá-los, deixando o suficiente para o caule.
  6. Faça o caule.Torça o arame para fazer o caule. Você pode decidir o comprimento dele e então cortar o que ficar sobrando. Se preferir, você pode deixar a flor sem caule, cortando o arame logo depois do ponto onde ele é torcido primeiro.
  7. Abra todas as folhas do papel de modo que nenhuma fique grudada na outra, tendo cuidado para não rasgar. Resumindo, você está abrindo o acordião que fez com o papel anteriormente.

Margarida Feita de Lenço de Papel

  1. Escolha o tipo de papel. Para este tipo de flor, é preciso usar papéis coloridos ou estampados: um tipo para as pétalas e outro para o miolo da flor. Para fazer uma margarida tradicional, use papel branco para as pétalas e amarelo para o miolo.
  2. Corte o papel. Para as pétalas, não é preciso cortar. O papel será aproveitado do jeito que vem da fábrica. Mas para o miolo, corte o papel em 4 partes iguais. Não é preciso ser exato, mas se você quiser um miolo menor, corte o papel mais curto. Para um miolo maior, corte um pedaço mais comprido. Pode-se sobrepor vários pedaços para que o miolo fique com mais volume.
  3. Acrescente textura ao miolo. Com a tesoura, faça vários cortes no sentido do comprimento do papel que ficará no miolo. Assim ele ficará com uma textura que lembra mais uma flor natural.
  4. Organize o papel. Coloque o papel em uma superfície plana com o papel para as pétalas em baixo e o papel para o miolo em cima. Eles devem ter a mesma largura e ter apenas o comprimento diferente. Coloque o papel mais curto no meio do papel mais comprido. O objetivo é ter dois pedaços de papel comprido representando as pétalas.
  5. Dobre o papel. Imagine estar fazendo um leque. Para fazer pétalas grandes e largas, faça dobras de 5 a 8 cm de largura. Para muitas pétalas pequenas, faça dobras de 2,5 cm ou menos. Continue dobrando até o final do papel.
  6. Coloque arame no meio. Enrole um pedaço de arame bem no meio do papel dobrado. Torça as duas pontas juntas para que o arame prenda o papel firmemente. Corte as sobras. O arame deve ficar firme sem dobrar ou apertar demais o papel.
  7. Corte as pontas. Corte o papel para as pétalas na forma de um semi-círculo. Ao desdobrar o papel, você terá várias pétalas em um formato bem mais natural do que pétalas quadradas, por exemplo.
  8. Desdobre o papel. Puxe as pontas do papel - tanto a parte que fica em cima como a que fica embaixo do arame. As duas pontas vão se unir, tomando a forma circular de uma flor. Puxe a parte do miolo para fora para dar a impressão de que o centro tem mais volume.
  9. Hora de exibir as margaridas. Amarre um pedaço de linha ou fita no meio do arame para prender suas flores a onde você quiser. Exiba a sua criatividade com as margarida na próxima festa!

Rosas Feitas de Lenço de Papel

  1. Escolha o papel. Para botões de rosa vermelhos, use tiras de papel cortadas de acordo. Para rosas maiores, use um papel crepe que lhe agrade. Pode-se usar qualquer cor, estampa ou textura desejada.
  2. Corte o papel. Será preciso trabalhar com tiras de papel com 5 a 121 cm de largura. Para rosas pequenas, tiras com menos de 30 cm bastam. Para rosas maiores, use tiras com mais de 30 cm de comprimento.
  3. Dobre o papel. Abra o papel e corte o meio. Depois, dobre cada metade que ficou no meio, no sentido do comprimento. Assim você terá pétalas com bordas mais suaves.
  4. Comece a rosa. Pegue uma das metades dobradas. A dobra ficará para cima. Comece a enrolar o papel dobrado, segurando a base para que ela fique um pouco mais fina do que o corpo da flor, lembrando um botão de rosa mesmo.
  5. Termine de fazer a flor. Continue enrolando o papel dobrado até o fim. Torça a base da flor e, com uma tesoura, corte a pontinha que ficou do papel em um formato arredondado para ficar mais natural.
  6. Coloque o arame. Enrole um pouco de arame para florista ao redor da base da flor. Você pode cortar o arame bem curto e prender a rosa em qualquer objeto ornamental. se preferir, pode deixar o arame comprido e usá-lo como um caule artificial. Curta as suas belas rosas feitas com papel!

Dicas

  • Você pode dar um toque final às flores com glitter.
  • Borrife perfume para fazer uma flor perfumada, ou coloque uma gota de essência no meio.
  • Experimente substituir o arame comum usado para prender o meio da flor por elásticos, linha ou arame usado para fechar sacos de pão.
  • Corte o papel em pedaços para fazer flores menores.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.