Como Treinar um Cão para Fazer Xixi Fora de Casa

Em cada quatro cães que são deixados pelos donos em abrigos, aproximadamente um é abandonado por questões de adaptação das necessidades ao lar. Felizmente, é muito fácil treinar um cão de qualquer idade, bastando ter paciência, persistência e compreensão por parte do dono. Aprender a treinar o cachorro para que ele faça xixi ao ar livre pode evitar o abandono e ainda deixar a família toda feliz.

Criando uma rotina para o cão

  1. Estipule horários para o cão fazer xixi. Ter uma rotina diária é importante para cães de qualquer idade, mas principalmente para os mais novos. Um filhote de um mês normalmente só consegue segurar a bexiga por uma hora, o que significa que os bem novinhos precisam sair a cada hora, e capacidade vai aumentando com os meses. É melhor estabelecer uma rotina o mais rápido possível para não haver nenhum problema.
    • Além de levar em conta a correlação entre o número de meses e o número de horas que o filhote consegue aguentar até sair, é importante também levá-lo para fora assim que amanhecer, durante ou após a hora de brincar e logo depois da alimentação ou da ingestão de bastante água. Nesse cálculo, também se leva em conta o máximo de tempo que o cão consegue segurar o xixi (isso é, à noite). Quando você for treinar o filhote para fazer as necessidades do lado de fora da casa, é importante dar uma pausa para ele fazer xixi a cada 20 a 30 minutos para acostumá-lo.
  2. Escolha um local para o cachorro usar como banheiro. Caso você leve o cão para passear ou caso ele seja deixado dentro de um cercado do lado de fora, é importante ter um local habitual onde ele possa urinar. Esse lugar pode ser uma árvore próxima à sua casa ou um determinado ponto no quintal. Seja qual for o local que o cão escolher, é sempre fundamental permitir que ele tenha acesso a tal ponto durante o treinamento.

Recompensando o bom comportamento

  1. Use um comando verbal nos passeios. Experimente associar um comando verbal com o lugar escolhido por ele para usar de banheiro ou com qualquer lugar por onde você passe logo após sair da casa. É possível dizer algo como: "vá ao banheiro" ou "faça xixi" toda vez que ele urinar nesse ponto. Com o tempo, o cão vai escutar esse comando e lembrar do ato de urinar associado a ele.
  2. Recompense o cachorro. Sempre que o animal seguir o comando de "vá ao banheiro" ao ser levado para fora, recompense-o imediatamente e dê um petisco até três segundos após o comportamento correto. É importante oferecer recompensas ou fazer elogios logo após o comportamento certo, pois os cães têm dificuldade em associar ações e recompensas se passar muito tempo.
  3. Reduza as guloseimas gradualmente. Conforme o cachorro for sendo treinado, você deve diminuir lentamente a frequência com que oferece petiscos depois que ele faz xixi, até retirá-los por completo. Os petiscos são importantes e úteis no início do treinamento, mas recompensar o cão com comida toda vez que ele se alivia não deve se tornar um hábito por toda a vida.

Treinando o cão para ficar na gaiola

  1. Escolha a gaiola certa. Acostumar o bicho de estimação a ficar em uma gaiola é um excelente método a ser incorporado simultaneamente ao treinamento anterior. Os cães veem a gaiola como uma espécie de esconderijo dentro de casa e nenhum cachorro vai querer sujar o seu esconderijo voluntariamente. No entanto, a gaiola não é uma solução simples. O treino exige tempo e paciência e você precisa saber ao certo se o animal está confortável lá dentro.
    • Há gaiolas feitas de materiais diferentes e em versões diferentes. Há as caixas de plástico que são normalmente utilizadas para o transporte e há as gaiolas de metal com dobradiças. Escolha o tipo mais apropriado para a sua necessidade e que não seja facilmente mastigado ou destruído pelo cachorro se essa for uma das preocupações.
    • Escolha o tamanho correto. A gaiola ideal deve ser grande o suficiente para um cão adulto ficar em pé, virar-se dentro dela e se deitar com as pernas estendidas. Caso ela seja muito grande, o cão pode designar um dos cantos como o banheiro. Caso ela seja muito pequena, o cachorro pode se sentir apertado e desconfortável.
    • Pergunte ao veterinário qual é o tamanho esperado do cão adulto caso o filhote pertença a uma raça que cresça mais. Assim, é possível comprar a gaiola adequada.
  2. Acostume o animal à gaiola aos poucos. Ele pode ficar traumatizado e com medo se você tentar colocá-lo dentro da caixa sem nenhuma apresentação apropriada. É melhor introduzi-lo lentamente, incentivando-o a explorar a gaiola com uma voz suave sempre que ele se aproximar do local.
    • Experimente deixar a porta da gaiola aberta e de vez em quando jogue um petisco dentro dela. Comece deixando os petiscos perto da porta e, aos poucos, ponha as guloseimas cada vez mais para dentro.
    • Deixe o cão explorar a caixa sempre que ele quiser. Deixe a porta aberta para que ele sinta que pode entrar lá quando bem entender.
  3. Comece a alimentá-lo dentro da gaiola. Depois que ele estiver tranquilo e acostumado a se aventurar dentro da nova caixa, você pode começar a alimentá-lo lá dentro. Desse modo, o cão passa a incorporar a gaiola na rotina diária.
    • Feche a porta da gaiola enquanto o cachorro estiver comendo. No início, é uma boa ideia abrir a porta assim que ele acabar de comer para que ele não se assuste. É possível aumentar gradualmente o tempo que a porta fica fechada, algo como de um a dois minutos todos os dias.
    • Não deixe o cachorro sair imediatamente se ele começar a resmungar, chorar ou latir. Espere até que ele pare para depois abrir a gaiola. Ele vai achar que basta latir para poder sair de lá caso você abra a porta na hora.
    • Assim que o cão se sentir confortável na gaiola fechada por aproximadamente meia hora sem nenhum incidente, é seguro começar a deixá-lo lá dentro quando você tiver que dar uma saída rápida e, além disso, é possível pensar na ideia de deixá-lo na gaiola durante a noite toda. Deve levar algumas semanas até que o bichinho se sinta tranquilo em ficar sozinho no ambiente.
  4. Comece a colocá-lo na caixa com frequência. Depois que o cão se mostrar capaz de ficar sozinho por períodos curtos de tempo, você pode começar a deixá-lo dentro da gaiola quando sair. É melhor colocar o cão na gaiola apenas quando você estiver pronto para sair. Caso contrário, ele pode ficar ansioso e não entender por que está trancado enquanto o dono ainda está em casa.
    • Não se esqueça de deixá-lo sair para se aliviar antes de fechá-lo na gaiola. Não deixar o cão ter um tempo adequado ao ar livre antes de colocá-lo na caixa pode aumentar as chances dele se acidentar quando você não estiver em casa.
    • Nunca use a gaiola como punição. O cachorro não deve associar o local com gritos ou com castigos. Desde que você continue a alimentá-lo lá, utilizando-a apenas para fins de treinamento (como impedir que o cão destrua a casa quando você sair), ele só deve ter associações positivas com a gaiola.

Lidando com acidentes

  1. Não puna o cachorro em caso de acidentes. O cão inevitavelmente vai passar por acidentes ocasionais, mesmo depois de ter aprendido a fazer xixi no local certo. É normal que isso aconteça com frequência durante o processo de treinamento. É importante lembrar que o cão não teve a intenção de fazer xixi no lugar errado e que ele vai acabar aprendendo a não tornar isso um hábito.
    • NÃO grite com o cachorro e nem esfregue o focinho dele no chão quando ele tiver aprontado. Essa atitude não vai ajudá-lo a aprender com os erros e pode fazer com que ele fique com medo de você. Admita acidentes de percurso e seja paciente com o seu bichinho de estimação.
  2. Se você perceber que ele vai fazer xixi no lugar errado dentro de casa, interrompa-o. Toda vez que você perceber que o cão vai urinar dentro de casa, faça um barulho para assustá-lo, como bater palmas ou dizer "para fora". Em seguida, leve-o para fora e o elogie assim que ele terminar de fazer xixi no quintal.
  3. Limpe o local do acidente completamente. Os cães têm um olfato muito apurado e podem associar um local onde urinaram antes a um lugar aceitável para usar de banheiro caso o cheiro não tenha sido retirado de modo adequado. Isso pode ser ainda mais problemático com os cães mais novinhos. Use um limpador enzimático para remover todos os odores após acidentes dentro de casa.
    • É possível usar acidentes dentro da casa como ferramentas de treinamento caso haja um quintal. Toda vez que você for limpar um acidente dentro de casa, leve o papel toalha encharcado de urina para o lugar que o cão costuma usar de banheiro na área externa. Deixe o papel toalha no chão do lado de fora da casa, usando uma pedra ou um pedaço de pau para mantê-lo no lugar. Depois que o cão cheirar a urina presente no papel, ele vai associar o lugar a um banheiro. Assim que ele aprender essa lição e começar a se aliviar novamente no quintal, você pode remover o papel toalha sujo.
  4. Identifique possíveis problemas. Se cão estiver apresentando dificuldades para parar de fazer xixi dentro de casa, é possível que ele esteja sofrendo com algum problema físico ou emocional. Consulte um veterinário para descobrir se ele tem algum dos seguintes problemas:
    • Infecção no trato urinário (ITU).
    • Preferência por certas superfícies (desejo de evacuar em determinados tipos de superfícies ou texturas).
    • Ansiedade/medo de sair.
    • Ansiedade de separação.
    • Demarcação de território da casa e de objetos.
    • Xixi por submissão ou excitação.

Dicas

  • O treinamento para ensinar a fazer xixi pode ser mais demorado no caso de alguns cães, mas é possível treinar animais de qualquer idade. Seja paciente e incentive/elogie o bom comportamento.
  • Pode ser preciso passear com o cachorro com mais frequência se ele ainda estiver fazendo xixi dentro de casa. Caso ele não se alivie em um passeio de dez minutos, experimente voltar para casa, mas não tire a coleira. Em seguida, saia para dar uma outra caminhada depois de dez a 15 minutos. Repita o procedimento até que ele consiga fazer xixi fora de casa.
  • Pode ser que você não esteja supervisionando o cão adequadamente caso haja vários pontos onde ele fez xixi pela casa.
  • Se o cachorro estiver urinando dentro da gaiola, pode ser que ela seja muito grande ou talvez você não esteja deixando o animal ficar do lado de fora o suficiente.
  • Converse com o veterinário se você suspeitar que o cão possa ter alguma doença que cause excesso de xixi ou de fezes. Depois de descartar doenças, pode ser necessário falar com um instrutor ou um especialista em comportamento canino para resolver o problema.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.