Como Identificar Uma Abelha Rainha

Uma abelha-rainha é a líder de uma colônia de abelhas e a mãe da maioria - ou até de todas - as abelhas-operárias e zangões. Uma abelha-rainha vive de 3 a 5 anos e, em seu ápice, pode botar 2.000 ovos por dia. Uma rainha saudável é necessária para a saúde da colmeia; quando ela envelhece ou morre, uma nova rainha deve ser escolhida, ou pelas abelhas ou por meios artificiais. Para manter suas colmeias, os apicultores precisam saber como identificar uma rainha, e marcá-la, após a identificação. Para identificar uma abelha-rainha por conta própria, veja o que você deve procurar.

Passos

  1. Procure por uma abelha maior que as outras, na colmeia. A maneira mais fácil de identificar a rainha é pelo tamanho. Rainhas que acasalaram com zangões são as maiores da colmeia, mais largas que as outras abelhas, enquanto as rainhas que ainda não acasalaram, ou rainhas virgens, são menores que as que já acasalaram, mas ainda assim, maiores que as operárias e zangões.
    • O tamanho maior da rainha, bem como sua habilidade de colocar ovos, se deve à ingestão de geleia real, que é secretada das glândulas na cabeça das abelhas-operárias jovens, e misturada com pólen, formando uma espécie de leite bem esbranquiçado. Todas as abelhas são alimentadas com geleia real por alguns dias, após chocarem, até atingirem a maturidade física. A geleia real não apenas permite que as rainhas possam maturar sexualmente, mas também a chegarem à maturidade mais cedo (em 16 dias, ao invés de 21 dias como as operárias) e contribui para estender seu tempo de vida.
    • Rainhas virgens são "educadas", caso a rainha que acasalou fique velha ou incapacitada. Elas também ficam separadas da rainha que acasalou e de outras rainhas virgens; se uma rainha virgem encontrar outra, elas irão tentar se matar.
  2. Procure por uma abelha com abdômen pontudo. O abdômen maior de um rainha é bem mais pontudo que das operárias e dos zangões.
  3. Use uma lente de aumento, procure por uma abelha sem farpa em seu ferrão. O ferrão das operárias possuem farpas; após ferroarem o alvo, a farpa puxa o ferrão do abdômen da abelha, matando-a. As rainhas, no entanto, não possuem farpas nos ferrões, permitindo que ferroem um alvo repetidamente.
  4. Procure por uma abelha que fica em pé com suas pernas bem alargadas e distantes. Isto é necessário devido ao seu maior tamanho, mantendo suas pernas bem distantes, permitindo-a que a rainha se mova rapidamente pela colmeia.
  5. Observe como as outras abelhas agem com subserviência em torno da rainha. Enquanto a rainha estiver saudável e produtiva, as operárias irão deferir a ela, saindo de seu caminho caindo ela se mover à frente e prestando atenção a ela quando estiver parada.

Dicas

  • A rainha comunica sua aptidão para liderar a colônia através de seus feromônios. Se os feromônios desaparecerem ou mudarem de alguma forma, as operárias irão eleger uma nova rainha e irão "demitir" a anterior, se juntando em volta da rainha e sufocando-a.
  • A geleia real é rica em proteínas e vitaminas B, sendo vendida como suplemento de dietas, em algumas ocasiões. Também já foi dada a porcos e galinhas, aumentando o tempo de vida destes animais em 30%, além de aumentar a habilidade das galinhas em botar ovos. A geleia real também é conhecida por curar feridas e retardar os efeitos da menopausa em algumas mulheres.
  • As rainhas acasalam apenas uma vez com um grupo de zangões, que possuem órgãos sexuais com farpas, como o ferrão das operárias, e que são retirados após o coito. Isso deixa a rainha fértil por toda sua vida, permitindo que ela "produza" operárias femininas e zangões masculinos. Uma rainha que não pode acasalar ainda pode botar ovos, mas apenas zangões poderão nascer.
  • Após serem identificadas, as rainhas são "etiquetadas" com uma pequena pincelada de tinta, para que os apicultores possam achá-las novamente. Os apicultores utilizam um código de cores para indicar quando a rainha foi introduzida à colônia: azul para anos que terminam com 0 ou 5, branco ou cinza para anos terminados com 1 ou 6, amarelo para anos que terminam em 2 ou 7, vermelho para anos que terminam em 3 ou 8, e verde para anos terminados com 4 ou 9. Os apicultores podem, também, grampear uma ou ambas asas da esquerda das rainhas que foram introduzidas em anos ímpares, e uma ou ambas asas da direita de rainhas introduzidas em anos pares.

Avisos

  • Uma abelha-rainha com asas grampeadas pode ser vista como "danificada" pelas abelhas-operárias, se as asas estiverem grampeadas muito próximas.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.