Como usar Óleos Essenciais

Os óleos essenciais são essências puras e destiladas extraídas de frutas, cascas, galhos, folhas ou flores de uma planta. Eles são utilizados na aromaterapia para promover um bem-estar físico e emocional, podendo ser aplicados no corpo diluídos em água ou óleos de base, inalados através de difusores e combinados com outros ingredientes na criação de sprays. Continue lendo para aprender a utilizar os óleos essenciais.

Escolhendo óleos essenciais

  1. Considere a qualidade dos óleos antes de comprá-los. Como você os utilizará no corpo e na casa, é uma boa ideia optar por produtos de alta qualidade. Não há um padrão de qualidade seguido pelos fabricantes, então é necessário considerar alguns pontos antes de escolher qual comprar.
    • Você já ouviu falar da empresa ou utilizou os produtos dela antes? Compre apenas óleos essenciais de empresas confiáveis.
    • O preço do óleo é equivalente ao de outros produtos similares ou ele é muito mais barato? Tome cuidado com óleos baratos, pois eles podem não ser puros.
    • A embalagem lista o nome em latim das plantas utilizadas na confecção do óleo essencial ou o país de origem? Esses detalhes indicam que a empresa é confiável e importa-se em agradar consumidores bem informados.
    • A embalagem indica a pureza do óleo? Procure por produtos que contenham 100% de óleos essenciais e evite aqueles que contenham menos do que isso ou que não divulguem a porcentagem.
    • Qual o cheiro do produto? Caso ele não possua a fragrância esperada, ele pode não ser de boa qualidade.
    • A embalagem inclui indicações de cultivo orgânico ou de colheita de plantas selvagens? Caso contrário, é provável que as plantas utilizadas na confecção do óleo tenham sido produzidas em massa ou pulverizadas com pesticidas. Evite esse tipo de produto.
  2. Considere o quimiotipo do óleo antes de comprá-lo. Alguns produtores de óleos essenciais oferecem diversas variantes do mesmo produto. Esses tipos diferentes, chamados de quimiotipos, possuem leves variações na fragrância por conta do clima, do solo, do ambiente e de outros fatores durante o cultivo da planta. O benefício de escolher um quimiotipo específico é poder modificar a diluição do óleo.
    • Por exemplo, o óleo de manjericão possui dois quimiotipos primários, um com aroma adocicado e outro com aroma amadeirado.
  3. Considere a embalagem. Os óleos essenciais se degradam mais rapidamente quando expostos à luz e ao calor. Compre produtos com embalagens escuras (normalmente marrons) de vidro bem seladas. Evite comprar óleos que tenham sido abertos ou que pareçam ter sido expostos ao sol e ao calor..

Diluindo óleos essenciais para aplicação tópica

  1. Saiba que os óleos essenciais não devem ser ingeridos, pois alguns podem deixá-lo doente ou serem fatais. Esses óleos podem ser aplicados à pele com segurança, mas o ideal é que você os dilua antes.
  2. Determine o melhor tipo de aplicação para o propósito desejado. Esses óleos podem aplicados em conjunto com um óleo de base, diluídos em água para o uso em sprays ou misturados com outros agentes como sais de banho. Identifique o modo com o qual deseja utilizar o óleo antes de decidir como diluí-lo.
  3. Dilua os óleos essenciais em um óleo de base ou em água caso queira aplicá-lo diretamente na pele. Óleo de amêndoas, óleo de damasco, óleo de semente de uva, óleo de jojoba e óleo de abacate são ótimos óleos de base, pois não possuem odores fortes, o que faz com que não subjuguem ou entrem em conflito com os óleos essenciais. Você também pode diluir o produto em água. Antes de preparar a solução de óleo essencial, lembre-se de como planeja utilizá-la.
    • Para uma solução que será aplicada em uma área concentrada do corpo de um adulto, prepare uma solução de 3%-5%. Adicione de 3 a 5 gotas de óleo essencial para cada colher de chá de óleo de base ou água. Essa diluição é ideal para a aplicação de uma pequena quantidade de óleo nas têmporas ou pulsos.
    • Para uma solução que será aplicada em uma área considerável do corpo de um adulto, prepare uma solução de 1%. Adicione uma gota de óleo essencial para cada colher de chá de óleo de base ou água. Essa diluição é ideal para massagens ou para sprays corporais.
    • Se planeja utilizar o óleo essencial em um bebê, prepare uma solução fraca de 0,25%. Adicione uma gota de óleo essencial para cada 4 colheres de chá de óleo de base ou água.
    • Para utilizar óleos essenciais no banho, adicione de 3 a 5 gotas aos sais de banho ou à uma colher de chá de óleo de base e despeje a mistura na água. Misturar o óleo essencial com um óleo de base antes de adicioná-lo à água do banho evitará o contato direto com a pele, o que poderia causar irritações.
  4. Aplique óleos essenciais sem diluí-los. Alguns especialistas alegam que você nunca deve aplicar esses óleos na pele sem diluí-los, pois há um risco de sensibilização e irritação da epiderme. Entretanto, alguns estudos demonstram que a aplicação sem diluição pode ser útil em alguns casos, como no uso de óleo de melaleuca puro contra infecções fungais em unhas. Portanto, consulte um aromaterapeuta especialista antes de decidir aplicar um óleo essencial sem diluí-lo antes.

Utilizando óleos essenciais em remédios naturais

  1. Alivie dores de cabeça leves utilizando óleos essenciais. Dilua o óleo para o uso em uma área concentrada e aplique a solução na testa, nas têmporas e na parte de trás do pescoço. Massageie a solução na pele utilizando movimentos circulares suaves ao mesmo tempo em que inspira profundamente. Os melhores óleos para isso são:
    • Lavanda
    • Hortelã-pimenta
    • Gengibre
  2. Trate a acne com óleo de melaleuca. Os óleos essenciais são ótimas alternativas para os componentes químicos abrasivos encontrados nos medicamentos de combate à acne. Em um estudo, um gel de óleo de melaleuca com concentração de 5% foi tão eficaz no tratamento contra a acne quanto o peróxido de benzoíla (um ingrediente comum em pomadas contra acne).
    • Para criar um gel de óleo de melaleuca com concentração de 5%, adicione 5 gotas de óleo em uma colher de chá de gel de Aloe Vera. Misture bem e aplique na acne com as pontas dos dedos ou um cotonete. Guarde a solução em um recipiente hermeticamente fechado no refrigerador por até uma semana.
  3. Trate a insônia com óleos essenciais de lavanda, camomila romana e salva esclareia. Esses óleos não curarão a insônia ou a causa dela, mas eles podem ajudá-lo a cair no sono mais rapidamente e a permanecer dormindo até a hora de acordar. Os três melhores óleos essenciais para esse propósito são o de lavanda – para promover o relaxamento -, de camomila romana – um sedativo natural – e de salva esclareia – que contém propriedades narcóticas.
    • Adicione algumas gotas desses óleos em um vaporizador antes de deitar.
    • Adicione algumas gotas dos óleos em um banho de banheira noturno ou massageie as pernas e os pés com uma solução diluída antes de deitar.
    • Lembre-se de que alguns óleos essenciais, como os de alecrim, cipreste, toranja, limão e hortelã-pimenta, podem ser energizantes e estimulantes, logo, é melhor evitá-los antes de dormir.
  4. Alivie o estresse com óleos essenciais. O possível uso mais conhecidos desses óleos é promover o bem-estar através da redução do estresse e do encorajamento do relaxamento. Esses óleos afetam as emoções pois os receptores de odor do corpo se conectam ao sistema límbico do cérebro – a área responsável pelas emoções, pela memória e pela excitação sexual. Os 5 óleos essenciais mais eficazes para isso são:
    • A lavanda, cuja fragrância floral é calmante, terrosa e adocicada, é amada pelos efeitos relaxantes e de equilíbrio proporcionados em nível emocional e físico.
    • O óleo essencial de franquincenso, que contém um aroma reconfortante e exótico, é muito utilizado no alívio do estresse.
    • A rosa é um óleo essencial popular no alívio do estresse e que também ajuda com a depressão e a aflição.
    • O óleo essencial de camomila, principalmente a variedade romana, alivia o estresse causado pela ansiedade mental, além de ajudar com a paranoia e os sentimentos de hostilidade.
    • O óleo essencial de baunilha é conhecido por possuir qualidades terapêuticas. Muitas pessoas consideram seu aroma reconfortante – alguns aromaterapeutas alegam que isso ocorre pois a fragrância da baunilha é a mais próxima do odor e do sabor do leite materno. A baunilha induz a tranquilidade e estimula a clareza mental.
  5. Pare de roncar com óleo essencial de tomilho. Para utilizá-lo como tratamento para os roncos, crie uma solução para aplicação em área concentrada (de 3 a 5 gotas para cada colher de chá de óleo de base) e esfregue-a nas solas dos pés antes de dormir. Outros óleos que podem ser utilizados no lugar do de tomilho incluem os de cedro e manjerona.
  6. Repila insetos com óleo essencial de eucalipto de limão. A maioria dos repelentes industrializados são repletos de químicos sintetizados com odores desagradáveis e que podem irritar a pele. Uma solução forte de óleo de eucalipto de limão é uma alternativa excelente e cheirosa para afastar os insetos. Misture o óleo essencial com um óleo de base para aplicá-lo diretamente na pele ou coloque-o em um difusor próximo de uma janela aberta.
    • Para criar um repelente, combine 2 colheres de sopa de um óleo de base, 2 colheres de sopa de hamamélis, 50 gotas de óleo de eucalipto de limão, 10 gotas de óleo de lavanda, 10 gotas de óleo de cedro e 10 gotas de óleo de alecrim. Combine os ingredientes em uma garrafa spray pequena e agite bem antes de aplicar.
  7. Alivie dores de ouvido com óleos essenciais. A aplicação tópica de alguns óleos pode ajudar a diminuir as dores associadas às infecções de ouvido. A solução não deve ser aplicada diretamente no ouvido, mas sim ao longo do pescoço e atrás da orelha afetada.
    • O óleo essencial de melaleuca é uma das melhores opções para isso. Crie uma solução para aplicação em área concentrada (de 3 a 5 gotas para cada colher de chá de óleo de base) e massageie-a atrás das orelhas e no pescoço.
  8. Alivie a tontura associada à vertigem com óleos essenciais. O óleo de hortelã-pimenta é considerado o mais eficaz para isso. Ele é utilizado no tratamento de náusea e vertigem pois contém mentol, ésteres metílicos e mentona – os componentes responsáveis pela produção dos efeitos refrescantes e revigorantes da hortelã-pimenta. Quando a tontura atacar, aplique algumas gotas de óleo de hortelã-pimenta em um algodão ou lenço e inale-o. Outros óleos que aliviam a tontura incluem:
    • Cipreste
    • Manjericão
    • Salva esclareia
    • Murta
    • Lavanda
    • Gengibre
    • Rosa
    • Alecrim
    • Tangerina
  9. Alivie queimaduras de sol com óleos essenciais. Alguns desses óleos são utilizados há séculos no tratamento dessas queimaduras pois contém propriedades anti-inflamatórias e de alívio da dor. Os melhores óleos para isso são o de lavanda, de helichrysum, de rosa e uma mistura de diversos óleos essenciais. Misture-os com um pouco de gel de Aloe vera (uma gota de óleo para cada colher de chá de gel) e espalhe diretamente na queimadura.
    • Você também pode criar um spray combinando:
      • 1 copo + uma colher de sopa de suco de Aloe Vera
      • 1/4 de copo de óleo de coco
      • 1 colher de chá de vitamina E
      • 8 gotas de óleo essencial de lavanda
      • 8 gotas de óleo essencial de melaleuca
      • 8 gotas de óleo essencial de camomila romana
    • Combine todos os ingredientes em uma garrafa spray de vidro e agite bem.
  10. Trate lesões pequenas com óleos essenciais. Os óleos de lavanda, melaleuca, eucalipto, hortelã-pimenta e muitos outros podem ser utilizados no tratamento de cortes, queimaduras e picadas de insetos graças às propriedades antibióticas que possuem. Limpe a lesão e verifique se ela não está mais sangrando antes de aplicar uma solução de 2% a 3% do óleo essencial (de 2 a 3 gotas para cada colher de chá de óleo de base).
    • Aplique o óleo topicamente de 2 a 5 vezes por dia até que a lesão seja cicatrizada. Sele o óleo na pele aplicando uma compressa fria na região, o que também aliviará sangramentos e inchaços.
  11. Utilize óleo de hortelã-pimenta para aliviar a irritação estomacal. Você provavelmente já ouviu falar que o chá de hortelã-pimenta pode aliviar um estômago irritado. Do mesmo modo, o óleo essencial da planta pode ser utilizado no alívio de náuseas e problemas digestivos. Crie uma solução para aplicação em uma área considerável (de 3 a 5 gotas para cada colher de chá de óleo de base) e esfregue-a no abdômen.
    • Você também pode utilizar óleo de gengibre, de noz-moscada e de hortelã para esse propósito.
    • Aplicar uma compressa quente na região após o uso do óleo pode aliviar dores e desconfortos.
    • Diversas pesquisas descobriram que a ingestão do óleo de hortelã-pimenta também pode ser eficaz contra os sintomas da síndrome do intestino irritado.
  12. Alivie a congestão sinusal com óleo de eucalipto. Esse óleo ajuda a abrir os seios da face e a aliviar as passagens nasais, sendo muito utilizado no combate da congestão associada a resfriados e alergias comuns.
    • Para utilizar o óleo de eucalipto como descongestionante tópico, misture de 3 a 5 gotas dele para cada colher de chá de óleo de base. Aplique uma pequena quantidade da solução debaixo do nariz e esfregue um pouco no peito.
    • Caso a congestão seja grave, adicione algumas gotas de óleo de eucalipto a um umidificador ou difusor de fragrâncias.

Utilizando óleos essenciais para refrescar ambientes

  1. Coloque algumas gotas de óleo essencial em um difusor para deixar um ambiente cheirando bem. Adicione algumas gotas de óleo essencial em uma tigela d'água e coloque-a sobre um difusor. Acenda a vela do difusor para que a fragrância seja liberada no ar do cômodo.
    • Você também pode utilizar um difusor de palitos para dispersar o odor do óleo essencial.
  2. Despeje um pouco de óleo essencial em uma vela. Acenda a vela e aguarde alguns minutos para que ela derreta um pouco. Apague o pavio e adicione algumas gotas de óleo essencial na cera derretida antes de reacender a vela. Tome cuidado para não derramar os óleos no pavio, pois eles são inflamáveis.
  3. Coloque algumas gotas de óleo em água quente. Se você não possui difusores ou velas em casa, encha uma tigela com água fervente e adicione algumas gotas de óleo essencial. O vapor soprará o aroma do óleo pelo cômodo. Tome cuidado para manter o recipiente fora do alcance de animais e crianças.
  4. Utilize óleos essenciais para criar um spray de cheiro. Encha uma garrafa spray com 50 ml de água destilada e 50 ml de vodca ou hamamélis. Adicione então de 30 a 40 gotas de óleo essencial (você pode misturar diversos óleos, se assim desejar) e agite bem. Borrife o spray no ar, em móveis e em lençóis, mas evite superfícies polidas.
  5. Adicione 2 gotas de óleos essenciais em almofadas e travesseiros. Você sentirá o aroma dos óleos sempre que sentar e apoiar a cabeça. Se teme que isso danifique o tecido, coloque o óleo em uma bola de algodão e guarde-a dentro da fronha.
  6. Crie um spray de limpeza com óleos essenciais. Como esses óleos possuem propriedades antibacterianas, eles podem ser utilizados na criação de sprays de limpeza multiuso. É possível utilizar esse produto para limpar superfícies não porosas como pisos, vidros e plásticos. Em uma garrafa spray, misture os seguintes ingredientes e agite bem.
    • 1/2 copo de vinagre branco ou hamamélis
    • 1/2 copo d'água
    • 15-20 gotas de um óleo essencial (melaleuca, lavanda, limão e hortelã-pimenta são ótimas opções)
    • Algumas gotas de detergente líquido (opcional)
  7. Crie folhas amaciantes com óleos essenciais. Corte uma camiseta de algodão velha em quadrados de 10 cm. Sempre que for utilizar a secadora, adicione algumas gotas de óleo essencial no quadrado de tecido e coloque-o junto das roupas molhadas. Execute o ciclo de secagem normalmente e lave os quadrados após alguns usos.
  8. Procure por outros modos de utilizar os óleos essenciais para refrescar a casa. Pesquise ou invente novos modos de aplicá-los para deixar a casa cheirosa. Essas são algumas possibilidades a se considerar:
    • Adicione 3 gotas de óleos essenciais em incensos e acenda-os normalmente.
    • Adicione algumas gotas de óleos essenciais em produtos sem fragrância como cremes, sabões e espumas para aproveitar o aroma dos óleos no dia-a-dia.
    • Adicione algumas gotas de óleos essenciais no saco do aspirador de pó antes de ligá-lo. Conforme aspira a casa, o óleo será dispersado através da sucção, liberando o odor no ar.

Dicas

  • Se está interessado em aprender mais sobre os usos dos óleos essenciais e da aromaterapia, considere fazer um curso sobre o assunto. O site da Associação Brasileira de Aromaterapia e Aromatologia possui uma lista de escolas e cursos à distância sobre o tema.

Avisos

  • Tome cuidado ao utilizar difusores, velas, fósforos e isqueiros.
  • Alguns óleos podem ser aplicados topicamente com segurança, mas podem ser letais se ingeridos.
  • Tome cuidado ao manusear óleos essenciais, pois eles são altamente inflamáveis e podem danificar a pele.
  • Consulte um aromaterapeuta licenciado antes de utilizar óleos essenciais.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.