Como Prender a Respiração Embaixo da Água

Prender a respiração por um bom tempo é fundamental para nadar grandes distâncias e, de quebra, ainda impressiona os amigos. Para praticar natação ou surf, é necessário ficar bastante tempo submerso e praticar técnicas de respiração o ajudará a desenvolver a resistência ideal.

Desenvolvendo a capacidade muscular

  1. Sente-se ou deite-se no chão. Encontre um lugar confortável e rígido para deitar ou sentar de joelhos. Para aprender a controlar a respiração corretamente, o melhor é começar praticando fora da água.
  2. Relaxe física e mentalmente. Concentre-se em limpar sua mente de preocupações e pensamentos desnecessários e mantenha-se ereto e imóvel, para desacelerar o coração. Quando o coração bate mais devagar, o corpo usa menos oxigênio.
    • O corpo precisa de oxigênio para funcionar e se mover e, quanto mais imóvel ficar, menos precisará dele.
    • Primeiro, pratique prender a respiração sem se mexer e só depois comece a incluir alguns movimentos simples, como andar; isso treinará seu corpo a conservar oxigênio por mais tempo, mergulhar e nadar com menos ar.
  3. Inspire lentamente usando o diafragma. Respire pela barriga, não pelo peito. O diafragma é um músculo acoplado à base dos pulmões, ajudando-o a expandir e absorver mais oxigênio.
    • Comece inspirando por cinco segundos e vá aumentando o tempo a cada inspiração. Isso alongará seus pulmões e aumentará sua capacidade de prender o ar.
    • Encher as bochechas de ar não ajuda em nada e ainda usa os músculos faciais, o que também gasta oxigênio.
  4. Expire de pouco em pouco. Enquanto estiver prendendo a respiração, solte um pouco de ar de vez em quando. O acúmulo de dióxido de carbono nos pulmões fará com que seu corpo tente soltar o ar todo de uma vez, mas controle-se.
    • Quando acabar, solte todo o ar restante até o último suspiro, para se livrar completamente do dióxido de carbono.
    • Essa substância é tóxica e pode causar desmaios, mas é o próprio corpo que a produz quando a respiração é impedida de alguma forma.
    • Quando você conseguir passar por esse espasmo, o baço se encarregará de liberar sangue com mais oxigênio na corrente sanguínea e se você conseguir passar dessa parte, poderá prender a respiração por ainda mais tempo.
  5. Inspire e expire novamente. Sempre que retomar a respiração, force-se a ir um pouco mais longe. Inspire e expire por dois minutos por vez, em um ritmo tranquilo e regular, treinando seu corpo a funcionar por mais tempo sem oxigênio.

Treinando submerso

  1. Respire como descrito acima várias vezes. Passe cinco minutos inspirando e expirando lentamente. Fique em pé ou sentado na parte rasa da piscina e relaxe o corpo.
  2. Vá para debaixo d'água lentamente. Respire fundo pela boca e afunde, mantendo a boca e o nariz tampados.
    • Se precisar, use a mão para fechar as narinas.
    • É importante ficar relaxado, pois prender a respiração dentro da água é mais arriscado do que fora dela.
  3. Volte à superfície lentamente. Quando chegar ao seu limite, empurre-se para cima e solte o ar restante assim que sair da água, para inspirar o mais rápido possível.
    • Dê-se uma pausa de dois a cinco minutos para respirar fundo antes de mergulhar novamente, restaurando o nível de oxigênio do seu corpo.
    • Caso sinta pânico em algum momento, relaxe e volte à superfície. O pânico pode fazer você respirar involuntariamente debaixo d'água, causando um afogamento.
  4. Comece a se movimentar quando se sentir mais à vontade. Mergulhar mais profundamente e nadar exigirão mais oxigênio, portanto não tente se forçar além de seus limites de uma vez.
    • Quando mergulhar, permaneça relaxado e tranquilo, para manter os batimentos cardíacos em um ritmo lento.
    • Nadar é o oposto disso; seus músculos usarão força para se mover com rapidez e isso acelerará seus batimentos cardíacos.
  5. Não use o tempo para medir sua evolução e sim a distância percorrida. Quando estiver acostumado a passar mais tempo sem ar, não se cronometre; isso o deixará mentalmente exausto. Prefira medir a distância que consegue percorrer na piscina, ou a profundidade a que chega antes de precisar de ar.
    • Peça para um amigo cronometrá-lo se realmente quiser saber seu tempo.

Praticando com segurança

  1. Tenha companhia para treinar. Praticar sozinho pode ser perigoso; se você desmaiar, engasgar ou qualquer coisa acontecer, você não poderá se ajudar. Procure alguém que saiba como aplicar reanimação cardiopulmonar (RCP) para o caso de uma emergência.
  2. Comece praticando na parte rasa. Assim, você poderá se erguer com facilidade se precisar. Tenha em mente que se mover dentro da água exigir mais energia e mais oxigênio do que fora.
  3. Ouça seu corpo. Se sua visão começar a apagar ou se você sentir tontura, saia da água imediatamente. Não arrisque sua segurança para ficar submerso por poucos segundos a mais.

Dicas

  • Procure fazer aulas de mergulho se quiser descer mais fundo e ficar submerso por mais tempo. Aprender com um profissional é sua melhor opção.
  • Pratique respirar dessa maneira diariamente para alongar os pulmões.
  • Use óculos de proteção se não estiver acostumado a ficar debaixo d'água de olhos abertos.

Materiais Necessários

  • Uma piscina
  • Um amigo que saiba fazer RCP.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.