Como Lidar Com o Sentimento de Rejeição

Ser excluído por um grupo de amigos é doloroso em qualquer idade. Mesmo que todo mundo experimente a rejeição às vezes, a exclusão pode fazer com que você se sinta solitário e triste. Existem várias coisas que você pode fazer para lidar com o sentimento de rejeição, como compreender por que você se sente de determinada maneira, motivar a si mesmo e conversar com seus amigos sobre seus sentimentos. Seus sentimentos são tão importantes quanto os de todos os outros. Continue lendo para saber mais sobre como lidar com esse sentimento de abandono.

Compreendendo os seus sentimentos

  1. Entenda por que a rejeição dói. Esse sentimento é geralmente o resultado de ser excluído ou rejeitado por um grupo de pessoas que você deseja que goste de você e o aceite. Você pode sentir-se assim por ter sido excluído ou rejeitado por um grupo de amigos ou colegas de trabalho. É normal sentir dor nessas situações porque todos nós precisamos de pertencimento no que diz respeito a um aspecto social. Nós somos seres sociais e, quando nossas necessidades não são atendidas, sentimos dor e tristeza. Mas não é porque é normal sentir dor quando você é rejeitado que isso vai doer menos, portanto, é importante desenvolver estratégias para lidar com a rejeição.
    • Pesquisas recentes apontam que o cérebro processa a dor da rejeição da mesma forma que processa a dor física, tal como a de ter um braço quebrado.
    • A rejeição social pode trazer sentimentos de raiva, ansiedade, depressão, tristeza e inveja.
    • Pesquisadores descobriram ainda que é doloroso ser rejeitado por grupos dos quais não gostamos!
  2. Lembre-se de que a rejeição é uma parte pequena da vida. Todo mundo se sente excluído de vez em quando. A menos que você tenha brigado com seus entes queridos ou os tenha magoado, é improvável que a rejeição seja uma ocorrência regular. Você pode sentir-se mais confortável sabendo que a rejeição que experimentou é temporária e que você não terá que se sentir assim o tempo todo.
  3. Seja realista. Às vezes podemos nos sentir excluídos sem ter uma boa razão para nos sentirmos assim. Para determinar se você deve sentir-se dessa maneira, é importante ser realista. Ser realista significa olhar para a situação de todos os ângulos. Considere todos os aspectos da situação, incluindo a si mesmo, os outros envolvidos e até mesmo o ambiente. Para ajudá-lo a ser mais realista, é útil fazer o seguinte:
    • Procure por provas de que você foi excluído. As provas sustentam os seus sentimentos?
    • Pergunte a si mesmo se houve outro motivo para alguém agir de uma forma que fez com que você se sentisse excluído. Talvez a pessoa tivesse outra coisa em mente, ou estivesse com pressa para chegar a algum lugar.
    • A minha percepção da situação tem como base minhas emoções ou o que realmente aconteceu?
    • Pergunte a uma pessoa imparcial se sua leitura da situação é precisa.
    • Presuma que os outros tenham as melhores intenções até ter provas contrárias.

Sentindo-se melhor

  1. Deixe a situação para trás. Quando tiver reconhecido seus sentimentos, tente superar a situação fazendo algo que melhore o seu humor. Prender-se ao que aconteceu ou como você se sentiu não vai fazer com que se sinta melhor, mas sim pior. Encontre outra coisa na qual se concentrar imediatamente. Por exemplo, você pode procurar algo de bom no momento ao escrever três coisas pelas quais é grato. Ou você pode distrair-se fazendo outra coisa de que goste. Por exemplo:
    • Se você sente que está preso em casa, enquanto seus amigos estão lá fora se divertindo, faça alguma coisa para se sentir bem. Tome um banho de espuma com suas velas perfumadas favoritas e um livro. Dê uma longa caminhada ou corrida ouvindo música. Vá ao centro da cidade fazer compras ou simplesmente procure lojas por conta própria. Independentemente do que você fizer, concentre-se em você e em se fazer feliz.
  2. Respire para acalmar-se. A rejeição pode ser bem desanimadora e você pode acabar sentindo-se carregado ou estressado como resultado. Pesquisas mostram que tirar alguns minutos para praticar uma respiração profunda pode reduzir o estresse e promover uma sensação de calma.
    • Para praticar a respiração profunda, inspire de forma lenta e profunda contando até cinco. Em seguida, segure a respiração contando até cinco novamente. Por fim, expire lentamente contando até cinco. Siga esse exercício com duas respirações de ritmo normal e em seguida repita a respiração profunda lenta.
    • Você também pode tentar ioga, meditação ou tai chi para ajudar a se sentir calmo.
  3. Tenha uma conversa interior para motivar a si mesmo depois de uma rejeição. A exclusão pode fazer com que você se sinta triste e se menospreze. A conversa interior positiva pode ajudá-lo a lutar contra esses sentimentos negativos e se sentir melhor após ter sido rejeitado. Depois de ser excluído, tire algum tempo para se olhar no espelho e diga algo motivacional a si mesmo. Você pode dizer tanto algo em que acredite sobre si mesmo como algo em que gostaria de acreditar sobre si mesmo. Alguns exemplos de afirmações positivas incluem:
    • “Sou uma pessoa divertida e interessante”.
    • “Sou um bom amigo”.
    • ”As pessoas gostam de mim”.
    • “As pessoas gostam de passar tempo comigo”.
  4. Cuide bem de si mesmo. Tal cuidado com si mesmo pode fazer com que você se sinta amado, em vez de rejeitado. Isso pode assumir diversas formas, porque pessoas diferentes se sentem cuidadas por meios diferentes. Alguns exemplos incluem preparar uma bela refeição para si, tomar um longo banho de espuma, trabalhar em um projeto que você ame ou assistir ao seu filme favorito. Você também deve tratar de cuidar bem de seu corpo. Ao fazer isso, você está enviando ao seu cérebro sinais de que merece ser cuidado. Dedique tempo suficiente às suas necessidades básicas de exercício, alimentação e sono.
    • Trace a meta de 30 minutos de exercício por dia.
    • Tenha uma dieta equilibrada de alimentos integrais saudáveis como frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras.
    • Durma oito horas por noite.

Lidando com a situação

  1. Reconheça seus sentimentos. Quando somos rejeitados, podemos tentar ignorar nossos sentimentos para evitar sentir a dor. Em vez de tentar ignorar como está se sentindo, permita que você se sinta mal por um tempo. Se você foi magoado fortemente e sente que precisa chorar, vá em frente. O reconhecimento dos seus sentimentos vai ajudar a seguir em frente e lidar com a rejeição.
    • Leve o tempo necessário para identificar o motivo pelo qual você se sente excluído, como se sente e por que isso faz com que se sinta assim. Por exemplo: “Eu me sinto rejeitado porque meus amigos foram a uma festa sem mim no fim de semana. Eu me sinto traído e triste porque isso me faz pensar que eles não gostam realmente de mim”.
    • Tente escrever sobre como você se sente em um diário. Se você não gosta de escrever, tente desenhar ou tocar música para refletir como se sente, pois isso também poderá ajudá-lo a reconhecer seus sentimentos e lidar com eles.
  2. Considere a possibilidade de contar a alguém o que aconteceu. Contar a um membro da família ou amigo que o apoia pode fazer com que você se sinta melhor e ajudará a expressar suas emoções. Isso também pode ajudar a confortar no sentido de que, mesmo que seus amigos façam com que se sinta excluído ou indesejado, as pessoas se preocupam com você. Se decidir conversar com alguém, escolha alguém solidário e que possa ouvi-lo. Escolher alguém que menospreze os seus sentimentos ou não ofereça um bom apoio pode fazer com que você se sinta pior.
  3. Converse com seus amigos sobre seus sentimentos. Outro meio muito importante de lidar com situações em que você se sente abandonado por seus amigos é contando a eles como se sente e perguntando sobre as razões para deixá-lo de fora. Mostre a eles que você se sentiu esquecido explicando qual foi a ocasião e por que você desejou que eles o tivessem chamado ou ficado com você em um evento. E também é importante perguntar a seus amigos educadamente por que a situação ocorreu de tal forma. Não suponha que eles sejam culpados por abandoná-lo. Só faça perguntas ponderadas que possam levar a um diálogo frutífero. Você pode dizer algo como:
    • “Eu me senti bem triste quando vocês foram andar de patins no último sábado e não me chamaram. Eu sei que estava cansado sexta à noite, mas estava disposto a fazer alguma coisa no sábado e só soube que vocês saíram quando ‘x’ me contou, então vi que vocês não me convidaram para ir também. Eu me senti excluído. Havia alguma razão para vocês não pensarem em me chamar também?”.
    • “Eu adorei a festa da semana passada, mas me senti abandonado quando você e ‘x’ saíram da conversa. O cara novo não estava interessado em falar comigo e, quando eu procurei por vocês dois, não consegui achá-los em lugar nenhum. Eu me senti bem excluído, porque eu não conhecia ninguém. Talvez você não tenha percebido que eu queria passar tempo com você e ‘x’ mais do que falar com o cara novo? Você percebeu que eu estava sozinho na festa?”.
  4. Escute abertamente as respostas dos seus amigos. Eles podem surpreender-se com o fato de você ter-se sentido esquecido. Eles podem dizer que sua recente doença, fim de namoro, visita, falta de dinheiro, controle dos pais ou o que quer que seja, foi a razão por trás da escolha de não o incluir. Use isso como uma oportunidade de esclarecer quaisquer suposições deles que possam ter causado a exclusão.
    • Seja honesto consigo mesmo. Você fez coisas para provocar tal reação em seus amigos? Por exemplo, você tem andado exigente, insistente ou não tem pensado nas necessidades deles ultimamente? Ou talvez você os tenha sobrecarregado um pouco. Essa pode ser a razão pela qual eles deram um tempo em primeiro lugar, para encontrar paz e espaço. Se esse for o caso, admita, peça desculpas e esteja determinado a fazer mudanças.

Seguindo em frente

  1. Faça com que os outros se sintam incluídos. Às vezes a melhor maneira de superar a sensação de ser excluído durante uma conversa ou em um evento é fazendo com que outras pessoas se sintam acolhidas e incluídas. Isso ajuda a tirar o foco de como você se sente desconfortável ou machucado devido à situação e dá a você o poder de mudar ativamente sua experiência no evento. Você pode fazer os outros se sentirem incluídos das seguintes formas:
    • Sorria e cumprimente os outros
    • Inicie conversas
    • Faça perguntas sobre as pessoas e tente conhecê-las
    • Seja um bom ouvinte
    • Seja atencioso e gentil
    • Mostre interesse genuíno no que os outros têm a dizer
  2. Organize coisas para fazer com seus amigos. Se você acha que parte de ser excluído pode ser devido à sua própria situação (por exemplo, um horário de estudo pesado, longas horas de trabalho, responsabilidades de casa, compromissos relacionados a hobbies e esportes, etc.), ajude seus amigos dando sugestões que se encaixem em sua agenda. Sua tentativa de fazer planos e encontrá-los no meio do caminho será apreciada.
    • Se sua agenda corrida tem interferido nos encontros com seus amigos, chame um amigo para acompanhá-lo ao ir resolver coisas na rua ou para acompanhá-lo em algo que você faça todo dia, como ir à academia.
    • Dê o seu melhor para fazer planos com seus amigos, mas saiba quando parar de chamar alguém. Se os seus amigos recusarem suas sugestões diversas vezes, talvez eles não queiram continuar a amizade. Não continue chamando se os seus amigos sempre dizem não ou muitas vezes desistem de última hora.
  3. Decida se você precisa fazer novos amigos. Caso você seja sempre deixado de fora, você pode ter que aceitar que não pode contar com essas pessoas como amigos e tem de fazer alguns novos. Tome a decisão de encontrar pessoas que respeitem e se preocupem com você. Embora isso possa ser difícil, é uma escolha muito mais fácil do que ficar com pessoas que o colocam pra baixo ou o tratam como um capacho. Você merece muito mais do que isso.
    • Considere fazer voluntariado, entrar para um clube de pessoas que compartilhem seus interesses em sua região e ir a eventos regionais que o interessem. Cercar-se de pessoas que compartilhem seus interesses e paixões vai garantir que elas terão algumas coisas em comum com você, o que pode levar a novas amizades.

Dicas

  • Se um grupo de amigos com o qual você costumava ser muito conectado de repente começar a te excluir e reagir com hostilidade, descubra se alguém está falando de você pelas suas costas. Procure um amigo próximo e pergunte o que está sendo dito sobre você. Muitas vezes alguém malicioso pode destruir toda a vida social de uma pessoa com um rumor. Pode até ser uma mentira deslavada, algo de que você não se defende porque não consegue sequer se imaginar fazendo. Se isso acontecer, identifique o mentiroso. Espalhe a verdade, rastreie quem contou a mentira e por quê. Às vezes não se trata de algo que você fez, mas alguém está com ciúmes de você.
  • Se for excluído constantemente e não tiver uma rede de apoio de outros amigos e conhecidos com os quais passar tempo ou falar sobre essas coisas, procure aconselhamento. Um conselheiro treinado pode ajudá-lo a construir uma rede de apoio pessoal saudável e entender as coisas que podem estar bloqueando seu caminho. Às vezes, é necessária uma visão externa.
  • Se os seus amigos sempre fazem com que você se sinta excluído, a amizade não vale a pena.

Avisos

  • Não se apegue a pessoas que optam por te excluir como um meio de acabar a amizade ou dizer algo que elas têm receio ou medo de dizer abertamente. Muitas pessoas preferem terminar amizades só se afastando em vez de arriscar um confronto. Nem todas as amizades são para sempre, e é mais importante reconhecer a incompatibilidade pelo que ela é do que se culpar por ela ou se colocar para baixo. Vocês podem ter crescido e mudado para diferentes direções.
  • Não mencione a religião para estranhos ou pessoas que não compartilhem de sua religião. Deixe esse tópico para conversas amigáveis com pessoas que compartilhem do seu ponto de vista no geral.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.