Como Se Livrar do Mau Hálito

Existem muitos motivos para disfarçar o mau hálito (halitose), porém, se estiver cansado de soluções provisórias e quiser livrar-se dele de uma vez por todas, siga os seguintes passos à risca.

Ajustando sua higiene oral

  1. Escove os dentes regularmente. As duas principais fontes de mau hálito são bactérias e partículas de alimentos em decomposição. Existem diversos cantos e brechas da boca onde esses pequenos restos de alimentos "podres" podem ficar alojados.
    • Coloque um pouco de pasta de dente em uma escova com cerdas macias e segure a escova a um ângulo de 45 graus em relação à gengiva. Esfregue cada superfície dos dentes em movimentos curtos e suaves, tomando cuidado para não esfregar muito forte ou irritar a gengiva. A escovação, quando feita de forma correta, deverá levar em torno de três minutos.
    • Escove os dentes e enxágue a boca pelo menos duas vezes ao dia, e use o fio dental pelo menos uma vez ao dia.
    • Lembre-se de escovar todas as áreas da boca, incluindo gengivas e língua, e não somente os dentes.
  2. Limpe a língua. Limpar somente os dentes não é o suficiente. Como a língua é uma grande superfície e ela é coberta por protuberâncias e sulcos texturizados, ela abriga mais bactérias do que todo o resto da boca. Remover as bactérias da língua é um grande passo em direção à redução do mau hálito.
    • Você pode usar uma escova de língua ou simplesmente usar sua escova de dente normal com cerdas macias.
    • Esfregue a língua de trás para frente, enxaguando a boca entre as escovadas.
    • Se você tem um reflexo de engasgo sensível, escovar a língua pode agravar o problema. Leia o artigo Como Suprimir o Reflexo de Engasgo e veja algumas dicas.
  3. Use o fio dental diariamente. Usar o fio dental é tão importante para uma boa saúde bucal quanto escovar os dentes, e ainda mais importante para a redução do mau hálito. Faça disso um hábito, assim como a escovação.
    • No começo, as gengivas podem sangrar ao desprender pedaços de comida que estavam "presos" entre os dentes e a gengiva por sabe-se lá quanto tempo. Se tiver coragem, sinta o cheiro do fio dental após o uso. Você vai ver (ou cheirar) de onde vem o mau hálito.
  4. Use um enxaguante bucal. O enxaguante bucal ajuda a deixar a boca úmida e a prevenir o mau hálito.
    • Escolha um produto que contenha dióxido de cloro. Muitas das bactérias responsáveis pela halitose vivem no fundo da língua, longe demais para remover escovando ou esfregando. Felizmente, o bochecho com um enxaguante à base de dióxido de cloro pode neutralizar essas bactérias.
    • Tente enxaguar a boca com o enxaguante bucal antes e depois de escovar os dentes, passar o fio dental e escovar/raspar a língua. Isso vai garantir a neutralização de qualquer bactéria restante após o processo de limpeza.

Mudando alguns hábitos

  1. Considere mascar chiclete. Qualquer chiclete pode ajudá-lo a combater o mau hálito porque a ação de mascar resulta na produção de saliva. Algumas gomas de mascar, no entanto, possuem melhores habilidades de combate ao mau hálito do que outras:
    • Os chicletes com sabor de canela parecem ser mais eficazes na redução da contagem de bactérias na boca.
    • Procure chicletes adoçados com xilitol (pois o açúcar só alimenta as bactérias, causando mais problemas de odor). O xilitol é um substituto ao açúcar que previne que a bactéria se replique na boca.
  2. Mantenha a boca úmida. Uma boca seca é uma boca com mau cheiro. Por isso o hálito é pior de manhã; nossa boca produz menos saliva enquanto dormimos. A saliva é inimiga do mau hálito não só porque ela remove bactérias e outras partículas, mas também porque ela possui antisséptico e enzimas que matam as bactérias.
    • Mascar chiclete estimula a produção de saliva (além de disfarçar o mau hálito). As balas de menta, por outro lado, não estimulam essa mesma produção de saliva.
    • Beba água. Bocheche a água entre os dentes de um lado para o outro. A água não só aumenta necessariamente a produção de saliva, mas ela lava a boca – e isso é muito bom. Acesse o artigo Como Beber Mais Água Todos os Dias.
    • A boca seca pode ser causada devido a alguns remédios ou condições médicas. Consulte um médico sobre a possibilidade de mudar de medicação ou como lidar com essa condição adjacente.
  3. Pare de fumar e mascar produtos à base de tabaco. Caso você precise de mais uma razão para parar com esse hábito perigoso, saiba que o tabaco é famoso por causar mau hálito.
    • O vício ao tabaco pode ser um hábito difícil de ser quebrado, então acesse este artigo bastante útil do wikiHow e veja algumas dicas e conselhos sobre esse assunto.
    • Em alguns casos, o mau hálito pode ser um sinal precoce de câncer oral causado pelo uso de produtos à base de tabaco. É de extrema importância que você pare de fumar e consulte um médico para avaliar essa condição bastante grave.

Mudando sua dieta

  1. Elimine alimentos que contenham um odor forte. O nosso corpo absorve o sabor e odor dos alimentos que comemos, sendo assim, alguns desses odores podem permanecer no nosso hálito por horas após termos ingerido o respectivo alimento. Considere eliminar esses alimentos da sua dieta, ou ao menos escovar os dentes após ingeri-los.
    • Os vegetais da família "Allium", como cebola, alho, alho-poró e cebolinha, têm um aroma forte bastante notório. O consumo desses alimentos ou de outros que são preparados com eles, como húmus ou curry, pode deixar o hálito com um aroma forte. Porém, eles possuem muitos benefícios à saúde. Então, em vez de simplesmente eliminá-los da dieta, tente limitar o consumo para ocasiões em que você pretende ficar sozinho depois da refeição, como um jantar em casa.
    • Saiba que até mesmo escovar os dentes pode não ser o suficiente para eliminar o cheio de alho cru ou outros aromas mais fortes. Na verdade, o corpo digere esses alimentos e o odor entra na corrente sanguínea e nos pulmões, retornando posteriormente em forma de mau hálito. Ao manter uma dieta rica nesses alimentos, reduzi-los (sem eliminá-los completamente) pode ajudar muito na prevenção do mau hálito.
  2. Elimine ou reduza o consumo de café e bebidas alcoólicas. Os compostos químicos dessas bebidas alteram o ambiente da boca, tornando-a mais favorável à proliferação de bactérias que causam o mau hálito.
    • Caso não consiga ou não queira parar de consumir essas bebidas, tente enxaguar bem a boca após ingeri-las com uma mistura de uma medida de bicarbonato de sódio para oito medidas de água, e depois escove os dentes cerca de meia hora depois.
    • Evite escovar os dentes logo após tomar o café ou bebida alcoólica (ou outras bebidas/comidas ácidas), pois o ácido contido nelas pode deixar os dentes vulneráveis à abrasão da escovação.
  3. Consuma alimentos ricos em carboidratos. Sabia que, se estiver em uma dieta de baixo carboidrato, você pode ter "hálito cetônico"? Em outras palavras, quando o corpo quebra a gordura em vez dos carboidratos para usá-la como energia, ele cria compostos químicos chamados de cetonas, algumas das quais são liberadas na boca. Infelizmente, as cetonas têm um cheiro muito ruim, e vão deixar o hálito ruim também. Se estiver nessa dieta ou qualquer outra que force o corpo a queimar gordura em vez de carboidrato, considere o consumo de alguns alimentos ricos em carboidratos, como maça ou banana.
    • Além disso, frutas ricas em vitamina C ajudam no combate de algumas bactérias que podem causar o mau hálito.
    • Isso também ocorre com qualquer pessoa que faça jejum, seja por motivos religiosos ou por serem anoréxicos. Se você for anoréxico, o mau hálito é apenas um motivo para que você pare de passar fome. Leia o artigo Como Superar a Vontade de Tornar-se Anoréxico(a).

Sabendo quando procurar orientação médica

  1. Converse com um médico. Se o mau hálito persistir mesmo após seguir minuciosamente os passos descritos acima, você pode ter um problema médico que precisa ser tratado.
    • O mau hálito é um sinal de que há algo errado com o corpo. Se a alteração de seus hábitos higiênicos e alimentares não for suficiente para melhorar os sintomas da sua halitose, existem grandes chances de haver algum outro desequilíbrio, infecção ou doença responsável por ela.
  2. Veja se você tem pedras das amígdalas. Elas são pedaços de comida calcificados, muco e bactérias que ficaram presos nas amígdalas, e podem ser vistas como manchas brancas na garganta. As pessoas frequentemente as confundem com uma infecção na garganta, embora elas possam ser pequenas demais para serem vistas usando um espelho.
    • As pedras das amígdalas geralmente são inofensivas, mas causam o mau hálito. Ao encontrar pequenas manchas brancas nas amígdalas, tente esfregá-las suavemente com um cotonete (tome cuidado para não se engasgar ou esfregar muito forte). Se ela sair no cotonete e for um líquido ou pus, provavelmente é uma infecção das amígdalas; se ela não sair, ou se sair e for um pedaço sólido de uma substância branca, provavelmente é uma pedra da amígdala. Cheire para ter certeza.
    • Você também pode notar um gosto metálico na boca ou um sentimento de obstrução durante a deglutição.
  3. Veja se você tem cetoacidose diabética. Se você tem diabetes tipo 2, ela pode estar fazendo com que seu corpo queime gordura em vez de glicose, o que acaba liberando cetonas, um composto químico que resulta no mau hálito.
    • O mau hálito pode ser causado pela metformina, uma medicação para a diabetes tipo 2. Se você toma metformina, converse com seu médico sobre uma alternativa a esse medicamento.
  4. Considere outros possíveis responsáveis pelo mau hálito. Existe uma variedade de doenças que podem causar a halitose, como:
    • Trimetilaminuria. Quando nosso corpo não consegue quebrar um composto químico chamado trimetilamina, esse composto é liberado na saliva, causando o mau hálito. Além disso, ele também é liberado no suor, podendo até mesmo causar o odor corporal.
    • Infecções: vários tipos de infecções – como a sinusite e infecções de estômago – podem resultar no mau hálito. É importante que um médico verifique os sintomas não usuais, inclusive esse.
    • Doença ou falha renal: um gosto ou cheiro metálico ou cheiro de amônia no hálito pode indicar problemas graves com os rins. Procure um médico caso você sofra desse sintoma.

Dicas

  • Coma maçã ou cenoura entre as refeições para ajudar a remover alimentos presos entre os dentes.
  • Troque de escova de dentes a cada seis semanas para evitar o acúmulo de bactérias na superfície dela.

Avisos

  • "Bolsos fundos" se formarão ao redor da base dos dentes caso você não passe o fio dental regularmente. Isso gera um acúmulo de resíduos de comida e germes que causam o mau hálito e podem levar à abcessos (gengivas dolorosas e infeccionadas).
  • Tome cuidado com o chiclete à base de xilitol caso você tenha animais de estimação – ele pode ser tóxico aos cachorros.
  • Evite a "perda de dentes". Faça uma limpeza com um dentista profissional a cada seis meses. Isso previne o acumulo de tártaro, placa bacteriana nos dentes e outros minerais na saliva, que podem acumular e endurecer, formando a placa dentária. Além de comprometer os abcessos, esses depósitos de resíduos podem desgastar a região entre a gengiva e os dentes, fazendo com que eles caiam com o passar dos anos.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.