Como Dar Banho em um Recém‐Nascido

Um recém-nascido não precisa de banhos tão frequentes quanto bebês mais velhos, pois a pele dele resseca muito rapidamente. Além disso, se o umbigo (coto umbilical) ainda estiver presente, você não deve mergulhar a criança na água; um banho de esponja será suficiente. Na hora de dar banhos em recém-nascidos, é preciso tomar algumas precauções para evitar acidentes. Continue lendo para aprender.

Usando uma esponja

  1. Dê banho com uma esponja nas primeiras três semanas. Esse é o tempo que o coto umbilical leva para cair após o nascimento. A Associação Americana de Pediatras recomenda esperar até a queda do umbigo antes de mergulhar o recém-nascido na água. Nas primeiras semanas, dê apenas o banho de esponja.
    • Nesse período, a criança não precisa de banhos diários. Na verdade, a limpeza em excesso pode ser prejudicial para a pele. O rosto, o pescoço e a área coberta pela fralda são as únicas áreas que realmente precisam ser limpas. E a sujeira pode ser evitada com babadores e fraldas limpas. Dê banho apenas algumas vezes na semana.
    • Fale com o pediatra se o coto umbilical não cair após três semanas. Isso pode ser sinal de algum problema ou o umbigo precisa ser removido pelo médico.
  2. Separe os materiais. Você vai precisar de uma variedade de materiais para dar um banho de esponja no recém-nascido. Pegue tudo o que for necessário antes de começar.
    • Vá para um cômodo mais quente e que tenha uma superfície plana à disposição. Pode ser a bancada da cozinha ou do banheiro, por exemplo. Se o ambiente for quentinho o suficiente, uma manta forrada no chão já vai servir.
    • Pegue também uma toalha macia para deitar o bebê durante o banho.
    • Você também vai precisar de uma pia tampada ou uma banheira de plástico para colocar um pouco de água.
    • Também serão necessários uma toalhinha de rosto, algumas bolas de algodão, um sabonete infantil, alguns lenços umedecidos e uma fralda limpa.
  3. Comece o banho. Depois de separar todos os materiais necessários, é hora de colocar a mão na massa.
    • Sempre segure o bebê com uma das mãos. Como os recém-nascidos ainda não têm muito controle dos próprios movimentos, é preciso segurá-los para que não se machuquem.
    • Primeiro, tire a roupa do bebê e enrole-o em uma toalha. Deite a criança sobre uma manta ou toalha.
    • Comece pelo rostinho. Molhe a toalhinha e esprema o excesso de água. Não use sabonete para evitar que entre em contato com os olhos da criança. Passe a toalhinha pelo rosto do recém-nascido. Para limpar as pálpebras, use bolas de algodão também umedecidas com água. Use movimentos de dentro (perto do nariz) para fora.
    • No resto do corpinho do bebê, você também pode usar água pura. No entanto, se a criança estiver suja, use um sabonete específico para uso infantil. Lave bem todas as dobrinhas (embaixo dos braços e atrás das orelhas, por exemplo) e não se esqueça de limpar entre os dedos dos pés e das mãos.
    • O bebê precisa continuar enrolado na toalha. Ou seja, exponha apenas o local a ser lavado. A criança precisa se manter quentinha o tempo todo.

Usando uma banheira ou pia

  1. Escolha o local do banho. Após a queda do coto umbilical, você poderá usar uma banheira plástica ou até mesmo a pia para dar banho no bebê. O importante é escolher o local mais seguro possível.
    • Há muitas banheiras plásticas no mercado feitas especificamente para essa tarefa. Você pode encontrá-las praticamente em qualquer loja. Outra dica é comprar uma banheira inflável e colocar dentro da pia ou banheira de porcelana.
    • Outra opção é forrar a pia com um tapete de borracha para evitar que o bebê fique escorregando.
    • Coloque água morna na banheira até ficar com uma altura de 5 ou 7,5 cm. Lembre-se de sempre continuar segurando o bebê com uma das mãos.
  2. Entenda a melhor maneira de segurar o bebê dentro da banheira. Isso é fundamental para manter a segurança do recém-nascido. É preciso que ele se sinta confortável, mas não se mexa muito.
    • Segure a criança com firmeza, mas não exagere. Evite deixá-lo incomodado.
    • Apoie a cabeça e o tórax do bebê com um dos braços e use a outra mão para dar o banho. A dica é passar a mão pelas costas da criança. Na hora de lavar as costas e as nádegas, vire o bebê para que ele possa se inclinar sobre o braço.
    • Uma alternativa moderna é comprar um assento para o recém-nascido. Você pode encontrar esse produto online. Contudo, mesmo com a ajuda do assento, você não deve soltar o bebê jamais.
  3. Dê o banho na criança. O processo todo não vai levar mais que 10 ou 15 minutos.
    • Antes de colocar o bebê na banheira, deixe-o vestindo apenas a fralda. Lave o rosto e os olhos da mesma maneira ensinada acima: esponja para o rosto e algodão para os olhos.
    • Em seguida, tire a fralda da criança. Se estiver suja, aproveite para limpar as nádegas do bebê antes de dar o banho. Coloque a criança dentro da banheira. Os pés devem ser os primeiros a tocarem na água.
    • Você pode usar a mão, uma esponja ou até mesmo uma toalhinha para dar banho no recém-nascido. Se quiser, use um sabonete infantil. Se a criança tiver uma pele seca, use um sabonete hidratante.
    • Durante o banho, jogue um pouco de água na criança para mantê-la aquecida.
    • Lavar a cabeça do bebê pode não ser necessário. No entanto, se os cabelos estiverem sujos ou se a criança sofrer de uma condição muito comum chamada de “dermatite seborreica infantil” (crosta láctea), dê uma lavada rápida nos fios. Passe o xampu na cabeça do bebê e depois enxágue com uma toalhinha ou colocando os cabelos do recém-nascido sob água corrente. Sempre coloque a mão na testa da criança para evitar que o sabão caia nos olhos dela.
    • Quando terminar o banho, tire o bebê da banheira e enrole-o em uma toalha. Seque a criança com delicadeza e vista-a com roupinhas limpas.

Aprendendo alguns cuidados a se tomar

  1. Verifique a temperatura da água. Isso é essencial para o banho de recém-nascidos. A temperatura ideal é importantíssima para manter a criança segura e confortável.
    • O melhor é colocar bastante água fria na banheira e depois completar com água quente. Depois, misture bem as duas para eliminar quaisquer pontos mais frios.
    • Uma dica bacana é comprar um termômetro para ter a certeza de que a água está na temperatura certa. A temperatura ideal gira em torno de 36,6 °C, ou seja, a temperatura normal do corpo humano. Na falta de um termômetro, use o cotovelo para testar a água.
    • Se a criança tiver acesso a alguma torneira durante o banho, não incentive o uso delas. Conforme for crescendo, o recém-nascido ficará forte o suficiente para abrir sozinho a torneira. Se a água for quente, ele poderá se queimar feio.
  2. Compre sabonetes e xampus adequados. Embora não seja necessário o uso de nenhum desses produtos, escolha apenas aqueles específicos para uso infantil.
    • Nunca use sabonetes perfumados. Poderão irritar ou ressecar a pele da criança.
    • Usar água pura é a melhor solução. Caso o uso de sabonete seja importante, prefira algo neutro, hidratante e feito para bebês.
    • Não é preciso passar hidratante na criança depois do banho. Só o fato de secar bem as dobrinhas já previne assaduras. Se precisar passar um produto desse tipo, compre algo hipoalergênico — o recém-nascido pode ter alergias ainda desconhecidas.
  3. Nunca deixe o bebê dentro de uma banheira sem supervisão. Mesmo que você precise se ausentar do cômodo por apenas alguns segundos, deixar a criança sozinho dentro da água é extremamente perigoso.
    • Sempre separe todos os materiais a serem utilizados antes de colocar a criança na banheira. Dessa forma, não vai precisar sair de perto para pegar o sabonete ou o xampu, por exemplo.
    • Se precisar sair de perto da banheira, tire o bebê da água primeiro. Lembre-se de que os recém-nascidos podem se afogar em apenas 3 cm de água. Deixar a criança sozinha dentro da banheira pode ter consequências trágicas.
    • Se estiver dando banho no recém-nascido em cima da bancada do banheiro, por exemplo, ele pode cair e se machucar feio.

Dicas

  • Não se preocupe se o bebê ficar agitado ou chorar durante os primeiros banhos. Isso é algo novo para ele.
  • Fale com o pediatra se, durante o banho, perceber quaisquer assaduras ou erupções na pele do bebê.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.