Como Saber Quando Trocar os Pneus do Carro

Você já se perguntou quando substituir seus pneus gastos? A performance deles é essencial para a segurança, o desempenho e a eficiência do veículo. Nos EUA, por exemplo, o Departamento Nacional de Trânsito estima que cerca de 200 fatalidades anuais podem ser causadas por falhas nos pneus. A maioria deles é feita para fornecer uma performance semelhante ao longo da vida útil; entretanto, em algum momento, eles começam a perder a capacidade em termos de tração e habilidade de frear. Seguem algumas dicas que ajudarão você a decidir se é hora de comprar um novo conjunto e evitar gastar mais do que o necessário.

Passos

  1. Entenda que a função primária das bandas de rodagem do pneu é desviar a água abaixo dele para melhorar a tração e evitar a aquaplanagem nas estradas molhadas. Os pneus tornam-se instáveis quando estão gastos, e depois que a banda diminui para 1,6 mm, o item não é mais seguro.
  2. Observe o padrão das bandas de rodagem. Todos os pneus vendidos no mundo têm o que é chamado de barras de desgaste, pequenas pontes que se formam entre as bandas de rodagem. Observe o padrão das bandas e você verá o começo dessas barras se formando entre elas ou passando ao longo dos pneus. Conforme ocorre o desgaste, essas barras ficarão niveladas com a banda de rodagem do pneu. Nesse ponto, é hora de substitui-lo.
  3. Verifique a banda de rodagem usando o teste da moeda. Pegue uma moeda de R$ 1,00 e coloque-a no centro da banda, na parte mais grossa do pneu.
    • Se puder ver a parte dourada da moeda quase toda, substitua os pneus imediatamente.
    • Caso consiga ver um pouco da parte dourada, é hora de ir comprar pneus novos.
    • Se não conseguir ver a parte dourada da moeda, ou seja, se a moeda entrar o suficiente para que a banda de rodagem tenha pelo menos a profundidade da parte dourada, ainda não é necessário trocar os pneus.
  4. Use um paquímetro ou um indicador da profundidade das bandas de rodagem. Você pode usar uma ferramenta especial ou um paquímetro para medir as bandas de rodagem do pneu. Caso não tenha um, o paquímetro é barato nas lojas de autopeças e fácil de usar.
    • Você pode encontrar um medidor de bandas de pneu para download online.
    • Como alternativa, pode ser mais fácil ir ao borracheiro local e pedir para ele verificar para você. Ele provavelmente o fará de graça, se você for um cliente regular.
  5. Conheça as exigências legais. Os pneus gastos devem ser substituídos por uma questão de bom senso para garantir a segurança, mas também há exigências legais para se trocar pneus gastos. No Brasil, não há menção específica aos pneus carecas no Código de Trânsito, porém o artigo 230 considera infração dirigir um veículo "em mau estado de conservação, comprometendo a segurança", caso em que pode ser incluso o ato de dirigir com pneus nesse estado.
  6. Preste atenção em qualquer desgaste irregular das bandas. Ele pode indicar desalinhamento das rodas, necessidade de rotação dos pneus ou ambos. O desgaste irregular sinaliza a necessidade de levar o carro para manutenção.
    • Se o desgaste desigual for muito grande ou os pneus se desgastarem muito mais rápido do que o esperado, peça para uma borracharia competente verificar sua suspensão e corrigi-la conforme a necessidade antes de substituir os pneus. O alinhamento inadequado ou partes da suspensão gastas podem diminuir drasticamente a vida útil do pneu.
    • É uma boa ideia rotacionar os pneus da frente para trás em partes. Remova os dois pneus da frente e mova-os para a parte de trás, e vice-versa.
  7. Procure por inchaços ou "bolhas" na lateral. Um inchaço lateral indica que o quadro interno rígido do pneu foi danificado e rachado, permitindo que a pressão do ar chegue às camadas externas flexíveis. Tal dano poderia ser causado por um buraco na estrada ou por descer uma guia, ou ainda por andar com baixa pressão nos pneus. Continuar a dirigir com um pneu que tem um inchaço na lateral é perigoso. A integridade estrutural dele foi bastante reduzida, aumentando muito a chance de uma falha súbita ou de explosão em velocidades de estrada, o que poderia causar um acidente sério. Quaisquer pneus com inchaços na lateral devem ser substituídos imediatamente, não importa o estado das bandas de rodagem.
  8. Substitua os pneus pelo menos a cada seis anos. Se não tiver certeza, o tempo mínimo de substituição recomendado é de seis anos, não importa o uso, com dez anos sendo a vida útil máxima dos pneus. Verifique o manual do proprietário para obter recomendações específicas relacionadas a seu carro e sempre prefira pecar pelo excesso de cautela do que pela falta, se achar que seu veículo está com pneus de mais de seis anos.
  9. Note uma vibração no volante. Se seus pneus estiverem gastos de modo irregular, você poderá sentir uma vibração no volante quando estiver dirigindo. Os pneus provavelmente precisam ser rebalanceados. Se mesmo assim a vibração continuar, o pneu provavelmente está danificado.
    • As vibrações também podem ser causadas por pneus que pareçam curvados para dentro. Ela ocorre quando eles não foram rotacionados com regularidade.
  10. Veja se há ressecamento. Se você vir pequenas rachaduras em todo o pneu, a borracha está se desmanchando. Os pneus ressecados podem se separar da cinta de aço, causando danos ao exterior do carro.

Dicas

  • Mantenha os pneus na calibragem correta.
  • Teste todos os pneus e, se possível, substitua todos ao mesmo tempo. Pneus descombinados não fornecerão a mesma segurança, performance e eficiência de um conjunto igual.
  • A idade do pneu é contada desde a data de produção, não desde a venda, pois eles se deterioram ainda no armazenamento.
  • Nos carros de tração 4 x 4 ou integral, você deve substituir todos os quatro pneus se for recomendado no manual de manutenção. As diferenças no diâmetro do pneu, mesmo que causadas por desgaste diferente das bandas de rodagem, podem danificar os diferenciais para sempre.
  • Nos EUA, a classificação na lateral dos pneus indica a taxa de desgaste relativo deles. Quanto maior o número, mais tempo deve levar até que o pneu se desgaste.
  • Os pneus não se desgastam de modo perfeitamente uniforme, portanto insira a moeda em vários pontos deles. Geralmente, o desgaste ocorre mais por dentro, porém os pneus cheios demais se desgastarão mais no meio.
  • Se você vir desgaste irregular em um pneu dianteiro, é possível que ele não esteja alinhado. Leve o carro para uma manutenção e faça a rotação dos pneus para trás, se possível (alguns veículos usam tamanhos diferentes para pneus dianteiros e traseiros). Os pneus de trás deverão estar bem, e os irregulares passados para trás começarão a se corrigir.
  • Nos climas mais quentes, os pneus envelhecem mais cedo.
  • Uma boa prática é rotacionar os pneus substituindo os dianteiros pelos traseiros, especialmente em veículos com tração 2 x 2.

Avisos

  • A possibilidade de aquaplanar aumenta nos pneus carecas, e o risco se eleva conforme o pneu se desgasta, mesmo que ele ainda não esteja completamente gasto. Um pneu com 50% da vida útil da banda de rodagem pode aquaplanar em condições nas quais um pneu com 90% da vida útil não o faria.
  • Os pneus nunca devem raspar contra os para-choques ou qualquer outra parte do carro. Se os seus novos pneus raspam durante as curvas ou ao passar por lombadas, eles estão do tamanho errado, não importa se parecem bons. Arrume esse problema antes que uma explosão e um acidente ocorram.
  • Caso veja fios nas bandas de rodagem ou perceba desgaste nas laterais, nem se preocupe em fazer o teste da moeda: troque o pneu. O aparecimento dos fios é raro, e ainda que a moeda indique que o pneu está bom, esses fios mostram que é preciso trocá-lo imediatamente. É melhor trocar o pneu do que vê-lo explodir quando você estiver na estrada.
  • Compre pneus do tamanho e do tipo certos para seu carro e suas rodas. Mudar para pneus de perfil baixo pode exigir a troca das rodas para que a circunferência externa permaneça a mesma. Pneus de tamanho errado ou bandas de rodagem diferentes também fazem com que um aviso de baixa pressão surja, se o veículo estiver equipado com um sistema de monitoramento da pressão dos pneus.
  • Cuidado ao rotacionar pneus, especialmente ao movê-los para aros diferentes. Muitos pneus modernos têm uma direção de rotação específica e um método correspondente. Procure o vendedor ou o fabricante para obter mais detalhes. No entanto, alguns carros esportivos têm rodas de tamanhos diferentes na frente e atrás, e portanto não é possível fazer a rotação deles. As rodas devem ser do mesmo tamanho.

Materiais Necessários

  • Moeda
  • Indicador de profundidade das bandas de rodagem
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.