Como Lidar com a Morte de seu Irmão ou Irmã

A perda de um membro da família é provavelmente uma das mais difíceis experiências emocionais pelas quais precisamos passar. A morte de um irmão ou irmã é acompanhada de pensamentos e sentimentos únicos, podendo ser uma situação complicada e confusa, seja qual for sua idade. Qual a melhor maneira de lidar com um acontecimento deste?

Passos

  1. Aceite que não existe um modo certo ou errado de lidar com isto. Você poderá sentir-se insensível ou descrente em vários momentos, e até de que deveria sentir-se mais triste apesar de não conseguir. Em outras ocasiões, a vontade pode ser de gritar e berrar, fugir e ficar isolado, sumir. São todas sensações normais e não há nenhum problema em experienciá-las. Não coloque pressão em si mesma para sentir-se de uma certa maneira.
  2. Continue conversando sobre como está sentido-se o mais que puder. Pode nem sempre ser fácil transmitir em palavras o que está acontecendo em seu interior, mas tente explicar aos outros. Amigos próximos e a família sempre irão querer lhe ajudar o máximo possível, mas nem sempre saberão como, logo, ao dizer como está sentindo-se e como precisa que ajam em sua volta, você irá auxiliá-los a encontrar a melhor maneira de lhe apoiar.
  3. Saiba que você também pode precisar de um tempo sozinho. Apesar de ser bom continuar conversando com outras pessoas o máximo possível, talvez seja necessário também arranjar um período em que possa ficar sozinho para processar seus próprios pensamentos e sentimentos. Esse comportamento é perfeitamente normal. Às vezes, você poderá perceber que ao ir a um certo lugar, seus pensamentos são reordenados - pode ser um local que era especial a sua(seu) irmã(o), o lugar onde descansam, um parque silencioso ou até seu próprio quarto. Outra atividade que pode lhe ajudar é passar ao papel tudo que está pensando e sentindo, se lhe ajudar a organizar melhor sua mente.
  4. Crie recordações ou objetos para celebrar e relembrar sua(seu) irmã(o). Nisto, poderão estar incluídos os preparativos para o funeral da pessoa, ajudando a escolher músicas ou textos para leitura (às vezes, até você mesmo quer ler algo). Talvez você não sinta-se à vontade para contribuir demais à cerimônia e pode ser que só depois que as lembranças relacionadas a ela parem de ser muito doloridas. Existem várias ideias relacionadas a itens que você pode criar para manter a memória dela viva; álbuns de recortes, caixas com objetos do indivíduo, álbuns de fotos, poesias, músicas que ela gostava e mais. Quanto mais pessoais forem, melhor serão para você quando quiser passar um tempo relembrando de sua(seu) irmã(o) e todos os momentos felizes que passaram juntos. Talvez também seja legal dedicar um tempo para realizar projetos com outros membros de sua família, lhe ajudando a lidar com isto - podem ser tarefas sem qualquer relação ao seu irmão ou irmã, mas que podem lhe ocupar e distrair enquanto estiver num ambiente cercado por outras pessoas que sabem pelo que está passando.
  5. Lembre que você não é a única pessoa em luto e as ações das outras pessoas também serão influenciadas por isto. Outros irmãos, parentes, primos, avós, amigos e tios também ficarão tocados pela morte de sua(seu) irmã(o) de diferentes maneiras. Não esqueça este detalhe e trate os desejos e emoções deles com o mesmo respeito que gostaria de ser tratado. Em muitos casos, outros indivíduos irão lhe perguntar como seus pais estão lidando com esta perda, o que pode parecer um pouco desrespeitoso e ofensivo, pois dá a impressão que as pessoas estão ignorando seus sentimentos. Porém, elas estão apenas tentando ajudar e podem não estar à vontade para perguntar diretamente como você está. Mas lembre que suas emoções e suas formas de lidar e ficar de luto pela morte da pessoa são tão válidas quanto as dos outros.
  6. Procure por um grupo de apoio ou outro tipo de ajuda profissional. Este é um acontecimento impactante em sua vida e não há vergonha nenhum em procurar ajuda externa. Muitos grupos de apoio e suporte existem pois várias pessoas encontram conforto em falar com indivíduos fora do círculo familiar e de amizade. Desde encontros em grupos a sessões particulares, números telefônicos especializados e fóruns de internet sobre o assunto, não faltam locais para ir caso sinta esta vontade. Seu médico poderá lhe guiar à melhor direção.
  7. Peça, especificamente, para não sentirem pena. Olhares simpáticos de vez em quando são legais, mas a maioria das pessoas que já passaram por tamanha tragédia não apreciam a pena como grande parte da população pensa. Se esclarecer isto logo de cara, as pessoas irão evitar de fazer algo que não lhe agrade, especialmente nesta hora de sofrimento.
  8. Sempre que conversar com alguém, não aja de maneira anormal ou aborde o assunto. Isto resulta em pena por parte da outra pessoa, que é algo sem dúvida indesejável.
  9. Fique de luto, mas não muito. Nisto também está incluído não ficar chafurdando em sua autopiedade.
  10. Se alguém lhe der um presente que lembre a(o) irmã/irmão falecido, não jogue-o fora. Guarde-o pois mais tarde, quando a dor tiver passado um pouco mais, você irá querer relembrar a pessoa, e um presente que lhe traz lembranças dela será algo perfeito para se ver neste momento.
  11. Crie sua própria "lembrança". Álbuns de fotos e recortes, sites dedicatórios e muitas outras opções são ótimas para manter aquela querida pessoa constantemente em seu coração.

Dicas

  • Não tenha medo de chorar.
  • Saiba que você nunca irá superar a morte da pessoa, pois provavelmente sempre irá querer lembrar-se dela, sentindo-se triste por ela ter partido. Entretanto, com o tempo, você encontrará um jeito certo de continuar mantendo-a em suas lembranças, mas também seguirá em frente. Dias felizes virão novamente.
  • Converse com a pessoa que perdeu como se ela estivesse no quarto com você. Diga como se sente e como está encarando sua morte. É um jeito de falar tudo que você não teve a chance de dizer antes da morte dela.
  • As pessoas querem te ajudar; peça auxílio se precisar.
  • Existem muitos sites que oferecem conselhos e apoio. Eles podem ser sobre o luto em geral, endereços específicos de apoio a irmãos ou até especificamente para a causa da morte de seu irmão/irmã.
  • Cuidado com as coisas que o lembrem da pessoa. Nos primeiros dias, você precisa ficar "sozinho", sem objetos, músicas, fotos, enfim, tudo que traga lembranças do(a) irmão/irmã. Assim, depois de um tempo, quando começar a sentir falta dele(a), desenterre aquele velho álbum de fotos que você nunca olhou e comece a folheá-las.
  • Tente seguir sua vida. Não existe muito o que dizer sobre isso - é autoexplicativo. Você precisa parar de se esconder nas sombras do luto e mostrar ao mundo que você é capaz de lidar com a morte!
  • Cerque-se de pessoas próximas e apoie um ao outro quanto mais puder.
  • Tente não colocar mais pressão ainda em si mesmo, pois este evento é traumático, devastador e extenuante. Não há nenhum problema em chorar e sentir a dor, mas relembrar os bons tempos também lhe ajudará muito.
  • Encontre maneiras de compartilhar as lembranças da pessoa e celebrar sua vida.

Avisos

  • Uma morte impactante como esta pode levar a pensamentos depressivos e de suicídio. Isso não é anormal, mas procure ajuda profissional com seus médico logo, caso perceba que está sofrendo disso.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.