Como Criar Angus Preto

Angus preto ou Angus é um gado que pode ser criado em diferentes condições, de uma fazenda onde o gado tem que se virar para comer, ao cocho. Cada produtor tem seu jeito de criar Angus e nenhum deles é o mesmo. Então apenas o básico é ensinado para um rebanho de vacas/novilhas Angus, não para gado de engorda e recria. Os detalhes mais específicos que você vai escolher para criar seu rebanho ficam a seu critério.

Passos

  1. Compre e inicie seu rebanho de Angus e escolha os que você vai precisar para a operação que você está gerindo.
  2. A partir do seu plano de negócios criado antes de você começar seu negócio, você vai decidir quando realizar suas temporadas de parto, criação e desmame. Dependendo da operação, você pode querer cronometrar suas estações reprodutivas a partir de como a natureza funciona, ou trabalhar contra ela para ficar em tempo com outros mercados, como a venda de touros e novilhas quando eles completam um ano, ou parear com os mercados de primavera.
    • Faça a sua temporada de parto durante uma época em que você possa lidar com partos e cuidar de vacas prenhas e bezerros, tudo ao mesmo tempo quando houver riscos de condições climáticas adversas.
    • O gerenciamento do parto é crucial para garantir uma alta taxa de sobrevivência do bezerro desde o nascimento até quando você vendê-lo. Durante a temporada de parto, as vacas e novilhas devem ser monitoradas para ver se há quaisquer sinais de distócia ou complicações de parto, e em bezerros, quaisquer sinais de estresse causado pelo frio, diarreia, ferimentos, pneumonia ou qualquer outro problema de saúde. Parto em pastagem irá minimizar quaisquer diarreias, no entanto, parir na primavera pode ser um problema por causa do risco das tempestades de neve de abril que podem ocorrer, principalmente se você mora perto das Montanhas Rochosas ou em áreas onde as tempestades de neve quase sempre vão ocorrer na primavera. Ter um abrigo adequado, boa forração e muita comida é importante durante esta época atarefada do ano.
      • Saiba quando uma vaca ou novilha está pronta para dar à luz. É importante saber quando e se uma fêmea vai precisar de assistência ou não.
      • Esteja preparado com o equipamento necessário para lidar com distócia, ferimentos ou problemas de saúde. O número do seu veterinário para animais de grande porte deve estar à mão.
      • Separe vacas em estado avançado de gestação de vacas que acabaram de ser emprenhadas. É mais fácil separar as vacas em estado mais avançado de gravidez para uma nova pastagem do que vice versa. Isto é para que aquelas vacas que estão para parir não roubem o bezerro de outra vaca. Isto ocorre ocasionalmente quando os hormônios estão furiosos durante esta época do ano.
    • A temporada de monta deve se seguir alguns meses (80 a 90 dias) depois do parto e dura 45 a 60 dias para garantir a fertilidade no rebanho. Deve coincidir com o cronograma do parto, para que assim você esteja parindo suas vacas e novilhas no mesmo período todos os anos sem quaisquer discrepâncias.
      • O gerenciamento da reprodução necessita consideração. Você vai fazer a reprodução usando inseminação artificial (IA) nas vacas, naturalmente, ou ambos?
        • Se for fazer a reprodução naturalmente, escolha um bom rebanho de Angus que melhorará o mérito genético do seu rebanho.
        • Se quiser reproduzir suas vacas usando IA, escolha reprodutores Angus comprovadamente superiores com DEPs (Diferença Esperada de Progênie), que vão melhorar seu rebanho de vacas. É bom ter um touro bem ajeitado para garantir que todas as vacas sejam cobertas em tempo para a temporada de parto.
          • É altamente recomendado que você examine o sêmen de todos os seus touros antes da temporada de monta. Nada é pior do que descobrir que a principal razão que você teve para ter mais vacas não prenhas do que o normal, era porque o touro ou os touros que você estava usando estava ou estavam ejaculando esperma estéril, ou tinham uma lesão reprodutiva (fratura peniana) ou anormalidade (desvio traumático peniano ou produção anormal de esperma) que não foi visto no dia da compra.
    • O desmame deve ocorrer quando os bezerros atingirem de 6 a 8 meses de idade.
      • Pré-condicionar os bezerros antes do desmame vai minimizar o estresse causado aos filhotes na época do desmame.
      • Também é recomendado desmamar e vender os bezerros quando o preço de mercado estiver alto, não quando estiver baixo.
  3. Gerenciamento de saúde. A menos que você tenha um rebanho extremamente recluso (ninguém e nada que venham de outros rebanhos entrando no seu rebanho, biossegurança, etc.), o gerenciamento da saúde do rebanho é importante para a saúde de suas vacas e bezerros. É preciso implementar um programa de vacinação anual ou bianual para manter seus bezerros, touros e vacas saudáveis. Converse com seu veterinário sobre a implementação de um programa de saúde preciso para o seu rebanho.
    • As vacinas mais importantes para o seu rebanho incluem a vacina clostridial de 8 ou 9 vias, vacinas para BRSV, BRD, PI3, IBR, e leptospirose. Algumas áreas podem exigir uma vacina para carbúnculo também, se você está numa região que historicamente tem tido problemas com surtos de carbúnculo.
    • É melhor vacinar as vacas pelo menos 3 semanas antes de os bezerros nascerem, para minimizar a necessidade de vacinar bezerros quando for marcar e castrar eles.
  4. Gerenciamento de alimentação. Isto é muito importante para o seu rebanho. Você não pode ter vacas sem alguma coisa disponível para elas comer. Use o período da primavera ao outono para fazer silagem, feno e/ou grãos para o seu gado. Certifique-se de ter terra suficiente para alimentar todos os animais, e de que você sabe a taxa média de ingestão das suas vacas e touros. Às vezes você pode ter que comprar comida, mas a maioria dos produtores preferem evitar isso e se esforçar para produzir sua própria forragem.
    • Alimente suas vacas de acordo com as necessidades nutricionais delas durante os estágios reprodutivos. Por exemplo, uma vaca come 50% a mais quando está lactando do que quando não tem leite. O alimento que é rico em cálcio é importante para manter uma boa produção de leite. Quando estiver seca (sem o bezerro), uma ingestão e nutrição menor está ótimo para ela, desde que seja suficiente para ela não perder peso nem passar fome com um alimento que encha mas não nutre.
      • Todo o gado normalmente come 2,5% do seu peso corporal em ração de matéria seca. Vacas lactantes vão comer cerca de 3,5% a 4% do seu peso corporal em ração de matéria seca. O quanto o gado come de alimentação total vai depender em última análise, do teor de umidade no alimento.
  5. Gerenciamento de pastagem. Saiba quando é a melhor época para deixar as vacas no pasto e quando é a época certa para trocar de pasto, de acordo com o lugar onde você está e o tipo de operação que tem. A menos que você esteja usando SPI ou pastejo rotacionado, é melhor pastejar suas vacas de forma que você possa rotacioná-las uma vez a cada três semanas, permitindo que o pasto descanse por pelo menos 30 dias.
    • Não deixe suas pastagens serem muito pastejadas. Quanto mais um rebanho de vacas pasteja um ponto em específico, menos produtivo ele vai ser. Pastejo rotacional (ou Sistema de Pastejo Intensivo) é uma boa prática de gerenciamento para se considerar se você quiser manter seu capim e pastagens o mais uniforme e saudável possível.
      • Saber suas taxas de lotação, densidade animal e capacidade de carga para a sua área vão definitivamente te ajudar a determinar quantas vacas por hectare (ou hectare por vaca) são precisos para lotar suas pastagens.
        • UA significa Unidades Animais, onde uma vaca de cerca de 454 quilos (com ou sem bezerro) vai consumir cerca de 11 quilos de capim por dia. UAD é a quantidade de forragem que uma unidade animal consumirá em um dia; UAM é a quantidade de forragem que uma unidade animal consumirá em um mês.
          • Visite seu escritório local de extensão agrícola (EUA) ou o escritório de agricultura do governo (Canadá) para obter informação sobre a taxa de lotação, densidade animal e capacidade de carga da sua área.
    • Combine a qualidade do capim com os animais que você tem, ou com os níveis nutritivos em que eles estão. Pastagens de alta qualidade devem ser reservadas para vacas lactantes e bezerros de recria/engorda e até touros que precisam melhorar sua condição. Pastagens de baixa qualidade são para vacas prenhas mas sem leite, vacas que tenham acabado de desmamar seus bezerros, ou vacas que tem bezerros de 3 meses de idade ou mais velhos.
    • Fique de olho em fatores de antiqualidade como síndrome da dilatação vólvulo-gástrica, toxicidade de nitrato, tetania das pastagens e toxicidade festuca. Gerencia suas pastagens e seu gado Angus para evitar que tais fatores de antiqualidade ocorram no seu rebanho.
  6. Manutenção de registros. Mantenha os registros de tudo, do parto a reprodução, da saúde ao gerenciamento de alimentação/pastagem. Nunca se sabe quando você pode precisar deles. Manter o registro das suas finanças também vai te ajudar imensamente a longo prazo.
  7. Descarte aquelas vacas e touros que estão jogando seu rebanho para baixo. Descarte por temperamento, saúde, conformação, capacidade de criar um bezerro, fertilidade e convertibilidade de forragem.
    • Verificar se suas fêmeas estão prenhas vai ajudar a determinar se algumas das suas vacas estão grávidas ou não. Palpação retal é a forma mais rápida e barata de testar a gravidez de suas vacas e novilhas.
    • Fazer o escore de condição corporal do gado também vai ajudar a determinar quais vacas devem ser mantidas ou não. Ele também te diz que vacas estão muito magras para parir ou invernar, e quais precisam mais de um alimento de maior qualidade no inverno do que outras.
  8. Venda seus bezerros quando vier o outono ou primavera em qualquer mercado que você escolher como alvo.

Dicas

  • O gado Angus é muito popular nos Estados Unidos e Canadá, e há mais chance de você adquirir um estoque porcaria do que um estoque bom. Use sua discrição e conhecimento de conformação para julgar se o gado Angus que você quer criar são aqueles que você quer comprar.
    • Descarte, descarte, descarte! Aqueles que acabam não sendo o que você queria não devem ser mantidos.
  • O Angus é uma raça muito versátil, e pode ser criada praticamente em qualquer ambiente. No entanto, ambientes quentes e úmidos não são o tipo de ambiente que o gado Angus deve ser criado. Se quer criar Angus em ambiente subtropical, você tem que geri-los de forma que eles vinguem naquele ambiente.

Avisos

  • Tenha cuidado perto de touros. Nunca confie neles e nunca fique de costas para eles, mas nunca mostre medo, pois isto é muitas vezes um sinal de fraqueza e vai resultar no touro muitas vezes ficar um pouco irritadiço perto de você.
    • Isto pode ser mais fácil falado do que feito!
  • O gado Angus é muito popular na América do Norte, e há uma grande probabilidade de que o gado que você está procurando não seja melhor para você. Com isso em mente, você precisa ser muito seletivo para adquirir os animais que você quer para o seu rebanho de Angus.
  • O Angus pode ser muito "divertido" de se trabalhar. Existem certas linhagens de Angus que são muito ariscas e selvagens (a linhagem EXT é uma que você definitivamente deve se manter longe!!), e outras linhagens de fazendas e sítios com Angus que são bastante dóceis. Evite aqueles que são selvagens e geniosos se possível.
    • Se comprar vacas que acabam ficando irritadiças o tempo todo, descarte ou abata-as. Não vale a pena manter vacas loucas por perto, mesmo se elas dão cria a um bezerro muito bom.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.