Como Cultivar Parreiras

Uvas são frutas muito versáteis, podendo ser consumidas na forma de vinhos, bolos e tortas, geleias ou in natura diretamente do pé. Com a capacidade de se desenvolver em diversos lugares ao redor do mundo, dão um toque especial em qualquer jardim.

Preparando para o Plantio

  1. Escolha um tipo de uva. Como com qualquer outra planta, alguns tipos de uva crescem melhor em áreas específicas e oferecem uma variedade de aromas e aspectos. Existem basicamente três tipos de uva, genericamente falando: americanas, europeias e uvas moscatel. Uvas do tipo americano crescem melhor em climas quentes e ensolarados como o da Califórnia central. Uvas europeias são comuns na Europa e no norte dos EUA, enquanto as uvas moscatel são normalmente encontradas no sul dos EUA.
    • Dentro de cada tipo genérico, existem diversas variedades de parreiras para escolher, cada uma com um sabor, coloração, textura e tamanhos diferentes. Vá até uma floricultura ou loja de plantas para encontrar um tipo que seja adequado às suas necessidades e ao ambiente local.
    • Escolha plantas fortes e com aparência saudável, e que tenham em média um ano de vida. Sempre que possível, peça algum tipo de garantia de que a planta não contenha vírus para ter certeza de que ela crescerá saudável.
    • Procure por plantas que tenham uma distribuição simétrica de raízes e também de troncos.
  2. Prepare as suas próprias mudas de parreira. Se você ou um(a) amigo(a) tem outra parreira da qual gostaria de fazer uma muda, pode cortar um ramo e plantar em outro lugar. Para usar as suas próprias mudas: Corte as seções diretamente da parreira ou de um arbusto que tenha sido podado recentemente. Certifique-se de que o corte tenha 3 nós (os nós são pequenas protuberâncias no caule). Na base do talo, faça o corte com uma angulação de 45 graus e entre 0,6cm e 2,5cm acima do nó.
    • Quando fizer as mudas, plante a maior quantidade possível, em diversos locais, para aumentar as chances de sucesso. As plantas em excesso podem ser doadas.
  3. Selecione um local adequado. Parreiras são plantas de vida longa e podem durar entre 50 e 100 anos. Por isso, escolha um local permanente onde tem certeza de que haverá espaço o suficiente para outras parreiras no futuro. As parreiras crescem bem em áreas montanhosas e colinas que ofereçam uma boa drenagem e muita luz solar. Quando possível, plante as suas parreiras na descida de uma colina em direção ao norte (mais exposição solar), em uma área sem árvores e outras plantas grandes.
    • Em regiões mais frias, plante as parreiras em um local ensolarado, de preferência com exposição em direção ao norte, o que pode diminuir os danos causados por geadas.
  4. Prepare o solo. Parreiras são exigentes em relação ao solo; certifique-se de haver as condições ideais antes de plantar. Use um solo arenoso ou até com um pouco de cascalho com um pH pouco acima de 7. Se necessário, melhore o solo para possibilitar uma boa drenagem, pois raízes encharcadas não proporcionam um crescimento saudável das parreiras.
    • Teste o pH do solo com um kit caseiro para determinar se alguma coisa precisa ser adicionada ou retirada da composição do solo antes do plantio.
    • Ao contrário do que se possa pensar, parreiras não gostam de solos ricos demais em nutrientes. Se puder evite solos muito fertilizados e peça a alguém na floricultura por conselhos mirados para o seu caso.
  5. Prepare uma espaldeira para as suas parreiras. Parreiras são plantas trepadeiras que crescem para cima com o suporte de alguma estrutura. Se não estiver plantando os pés de uva perto de uma cerca ou outra estrutura, construa ou compre uma espaldeira onde elas possam se apoiar. Normalmente é uma estrutura de madeira feita de varas entrelaçadas que consentem às plantas de se enroscar nelas, proporcionando um sistema de suporte robusto.
    • Se não tiver recursos para comprar uma espaldeira ou não souber como fazer uma, pode comprar treliças de madeira e arame e prender em postes ou cercas; é uma forma fácil de fazer a sua espaldeira caseira.
    • Não use uma só vara (como se faz com pés de tomate), porque desta forma não proporciona suporte o suficiente às parreiras quando elas começarem a crescer.
  6. Saiba quando plantar. Espere para plantar em um dia ameno no fim do inverno ou no começo da primavera. A poda deve ocorrer mais ou menos nesta época nos anos seguintes. Pergunte à loja de plantas qual é exatamente a melhor época para plantar.

Plantando as Parreiras

  1. Plante as suas parreiras. Dependendo da espécie de uva que está plantando, o espaçamento entre as plantas será diferente. Para uvas americanas e europeias, plante cada pé com uma distância de 2 a 3m. Já a moscatel precisa de muito mais espaço, até 5m entre uma planta e outra. Plante as mudas enterrando os brotos da base e do centro. O nó do topo do talo deve estar logo acima da superfície do solo. Pressione firmemente a terra em volta da nova muda.
    • A profundidade de plantio dos pés dependerá da idade e do tamanho de cada planta. Não enterre os talos acima do primeiro nó, mas assegure-se que as raízes estejam completamente cobertas com a terra.
  2. Regue bem as plantas. As parreiras não gostam muito de chuva forte ou muita água, então depois de regar a primeira vez, dê só um mínimo de água. Mantenha a água perto das raízes para que a maior parte seja absorvida em vez de evaporar com o sol. Se a sua região é mais seca, instale um sistema de irrigação no qual as plantas recebam regularmente uma quantidade pequena de água perto das raízes, ou regue-as desta maneira.
  3. Pode as parreiras. Durante o primeiro ano, a parreira não deve produzir frutos maduros, pois eles podem prejudicar a planta jovem com o peso. Corte toda a fruta e todos os galhos exceto os mais fortes que derivam diretamente do tronco. Nos anos seguintes, pode conforme necessário de acordo com os costumes locais e nos pés mais antigos faça uma poda reduzindo os galhos em até 90%.
  4. Pode as parreiras quando estão dormentes. Sempre, sempre pode as parreiras quando estão dormentes. Do contrário elas perderão seiva e consequentemente o vigor. Tipicamente isso acontece no fim do inverno, quando o clima é mais ameno e o risco de geadas é praticamente zero.
  5. Utilize pesticidas se precisar. As parreiras quase não precisam de pesticidas por serem muito resistentes. Mantenha as pragas sob controle retirando-as manualmente com frequência e se precisar cubra a parreira com uma rede para manter os pássaros longe. Procure ajuda na floricultura ou em uma associação de agricultores sobre como combater a borboleta da baga da uva. É uma das únicas pragas que podem dizimar as parreiras.
    • Certifique-se de plantar as parreiras em um local arejado para prevenir o oídio, um tipo de fungo.
    • Pulgões podem ser um problema para as parreiras; joaninhas são predadoras naturais de pulgões e não prejudicam a planta.
  6. Faça a colheita das uvas quando apropriado. Frutas fortes e boas para se comer provavelmente não aparecerão nos primeiros 1-3 anos. Quando começar a dar frutas, teste se estão maduras pegando alguns grãos de partes diferentes da planta e experimentando. Se as uvas estiverem doces, comece a colher à medida que estiverem maduras.
    • As uvas não continuam a amadurecer depois de colhidas (como acontece com outras frutas) então não pegue se ainda estiverem verdes.
    • Cor e tamanho não são necessariamente indicativos de uma fruta madura. Retire os cachos do pé só depois de ter experimentado e ter certeza de que estão bons.

Dicas

  • Algumas uvas populares para vinho:
    • Merlot
    • Cabernet sauvignon
    • Chardonnay
  • Algumas uvas populares para alimentação:
    • Thompson (ou sultanina, sem sementes)
    • Niágara rosada
    • Itália
  • Se tiver qualquer pergunta a respeito do cultivo das parreiras, contate uma floricultura ou cooperativa de agricultores.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.