Como Curar uma Infecção de Levedura nos Pulmões

Embora existam muitos fungos (ou leveduras) conhecidos, apenas alguns atacam os pulmões humanos. A mais comum dessas leveduras é a Candida albicans. Se houver uma infecção por fungos nos pulmões, você pode ser capaz de combatê-los mudando a dieta, tomando suplementos e medicamentos.

Tomando medicamentos e suplementos

  1. Tome probióticos antifúngicos para matar a colônia de levedura. Esses probióticos são medicamentos projetados para matar colônias de leveduras no corpo. Marque uma consulta com um médico para determinar qual medicação e dosagem funcionam melhor para sua situação específica.
    • O acidófilo é um medicamento que atua sobre o revestimento dos pulmões.
  2. Obtenha uma prescrição de corticosteroides ou medicamentos antifúngicos. Um dos tratamentos mais comuns de infecções pulmonares é um corticoide inalável. Os corticosteroides são medicamentos que se assemelham a um químico que o corpo produz, chamado cortisol.
  3. Converse com o médico sobre a medicação antifúngica. Outra opção de tratamento é tomar uma medicação antifúngica que vai ajudar a prevenir a formação de ergosterol. As células de levedura precisam de ergosterol para manter a força das membranas celulares. Os medicamentos antifúngicos incluem:
    • Os triazóis e fluconazol.
  4. Use molibdênio para impedir que a levedura produza álcool. O molibdênio é um mineral que pode ajudar a interromper a produção de álcool no corpo. Quando a produção de álcool é diminuída, você provavelmente vai se sentir menos tonto e seu estado de alerta e de apetite podem aumentar.
    • Comprimidos de 150 mg de molibdênio podem ser tomados duas vezes por dia.
  5. Tome suplementos de chlorella. Chlorella é um alimento saudável que tem uma combinação de minerais, vitaminas e enzimas. Ela ajuda a impulsionar as funções imunológicas, neutralizar pesticidas no corpo e eliminar toxinas.
    • Dosagem: recomenda-se de uma a duas cápsulas, três vezes por dia.
  6. Tome comprimidos de vitamina B. A vitamina do complexo B pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, que, por sua vez, pode acabar com a levedura nos pulmões. Ao comprar pílulas de vitamina B, certifique-se de que elas não possuem leveduras na composição.
    • Você também pode comer alimentos ricos em vitamina B, incluindo vegetais de folhas verdes, ovos, leguminosas, cereais, legumes e peixes.
  7. Tome 500 miligramas (mg) de vitamina C por dia. Assim como a vitamina B, a vitamina C também ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Ter um sistema imunológico forte é uma parte importante de lutar contra qualquer infecção fúngica. Você pode tomar suplementos de vitamina C ou ingerir alimentos ricos dessa vitamina, como:
    • Frutas cítricas (como limão, lima e laranjas), morangos, groselha, espinafre e brócolis.

Eliminando alimentos que estimulam a propagação de leveduras

  1. Entenda como sua dieta afeta a presença de uma infecção pulmonar de levedura. Quando se tem um nível elevado de açúcar, carboidrato refinado e uma dieta rica em glúten, você aumenta suas chances de desenvolver uma infecção por fungos nos pulmões. Embora seja possível tomar medicamentos (ver Método 2) para curar a infecção, você deve alterar sua dieta se quiser impedir que a infecção se desenolva novamente.
  2. Corte ou reduza a quantidade de açúcares e adoçantes artificiais que você ingere normalmente no início do tratamento. A frutose — que é encontrada na maioria das frutas e mel — e os adoçantes artificiais — como sacarina e aspartame — devem ser retirados da dieta enquanto você estiver tentando se curar. Isso acontece porque esses doces podem criar um bom ambiente de crescimento para o fungo, que combate o trabalho que você está fazendo para tentar se livrar da levedura.
    • Evite consumir frutas durante as duas primeiras semanas do tratamento. Outros alimentos, como beterraba e batata, que também são ricos em açúcar, devem ser evitados.
  3. Leia os rótulos dos alimentos embalados para evitar certos adoçantes e outros ingredientes. Devem ser evitados alimentos que contenham estes itens (que são açúcares ou substitutos do açúcar):
    • Pó de alfarroba, maltose/malte, aspartame, dextrose/dextrina cristalizada, manitol, galactose, dissacarídeos, maltitol, monossacarídeos, sorgo, xilitol, amido de milho, maltodextrina, suami, levulose e sucanat.
  4. Reduza o consumo de glúten. A maioria das pessoas que sofre de infecções fúngicas dos pulmões é naturalmente intolerante ao glúten. O glúten é uma proteína elástica que está presente no triticale, aveia, centeio, trigo e cevada. Também está presente em produtos assados.
    • Grãos de glúten são, na verdade, uma fonte de alimento para a levedura Candida, uma vez que sua estrutura é semelhante à de um açúcar e possui um alto índice glicêmico.
  5. Reduza a ingestão de álcool. Quando o fermento infecta o corpo, ele na verdade quebra os carboidratos que você consome e os transforma em uma forma de álcool etílico. Beber mais álcool enquanto esse processo está ocorrendo só vai aumentar o número de colônias de leveduras presentes no corpo.
    • Você deve interromper a ingestão de qualquer tipo de álcool pelo menos nos dois primeiros meses de tratamento. Se começar a beber novamente após esse período, deve ser em pequenas quantidades.
  6. Alterne para uma dieta de combate aos fungos. Enquanto estiver combatendo os fungos no seu corpo, você deve adaptar sua dieta para ajudar a acelerar o processo de cura. Embora a dieta em si não seja uma cura definitiva, pode ajudar a neutralizar os danos que a levedura causa ao organismo.
    • A dieta média para o controle de levedura contém pouco ou nenhum açúcar, alimentos não processados e baixíssimo consumo de carboidratos. Uma alta quantidade de proteínas (exceto as que forem derivadas do glúten e da soja) deve ser consumida.
    • Coma vegetais como repolho, alface, couve, mostarda, rábano, aipo, pimenta, brócolis, couve-flor, feijão, cebola, tomate e alho.
    • Cozinhe com óleo de coco, de peixe ou de dendê no lugar da manteiga.
    • A carne e a gordura na sua dieta devem ser provenientes de animais alimentados com capim; peixes devem estar livres de contaminação por mercúrio.

Compreendendo as infecções pulmonares causadas por fungos

  1. Entenda a principal causa de infecções fúngicas pulmonares. Elas são geralmente o subproduto de um sistema imunológico fraco. As pessoas que mantêm má higiene pessoal, fumam ou bebem em excesso são mais propensas a infecções por Candida albicans.
  2. Reconheça os sintomas de infecções fúngicas pulmonares. Aqui estão alguns sintomas que são indicativos de uma infecção por fungos nos pulmões:
    • Problemas com a respiração e congestionamento no trato respiratório.
    • Falta de ar.
    • Perda de apetite.
    • Desconforto no peito.
    • Febre.
  3. Esteja ciente dos riscos associados a infecções fúngicas pulmonares. Quando a Candida albicans afeta os pulmões, todo o corpo está em risco. A levedura pode se espalhar pelo organismo se não for tratada por um período de tempo muito longo.
    • Infecções fúngicas pulmonares devem ser tratadas o mais cedo possível para evitar futuras complicações, como insuficiência respiratória, insuficiência cardíaca e a lenta degradação de outros órgãos.

Dicas

  • Outros suplementos que podem auxiliar no tratamento desse tipo de infecção incluem cálcio e citrato de magnésio.
  • Evite consumir alimentos que contenham micotoxinas (encontradas no milho e trigo) durante as duas primeiras semanas de sua luta contra o fungo.
  • Antibióticos podem causar infecções fúngicas, portanto não os tome para tentar combater a infecção.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.