Como Tratar Sinusite

Os seios paranasais são cavidades na testa e no rosto que cumprem diversas funções, como umedecer o ar que respiramos e produzir muco para ajudar a expelir os agentes patógenos do nosso corpo. Às vezes, eles não conseguem combater tais agentes, provocando então os sintomas conhecidos como infecção sinusal, que incluem: inflamação e inchaço dos seios paranasais, aumento da mucosidade, dor de cabeça, tosse, congestão e às vezes febre. Dependendo da causa da infecção, existem diferentes formas de tratá-la. A sinusite (inflamação dos seios paranasais) é curada por conta própria, mas você pode acelerar o processo e reduzir os sintomas com alguns cuidados caseiros.

Determinando o tipo da infecção

  1. Reconheça os sintomas básicos. A sinusite geralmente se apresenta com os mesmos sintomas básicos. Os sintomas de uma infecção mais aguda costumam piorar após um período de cinco a sete dias. Os sintomas de uma infecção crônica podem ser mais amenos, mas duram mais.
    • Dor de cabeça.
    • Pressão ou sensibilidade em torno dos olhos.
    • Congestão nasal.
    • Secreção nasal.
    • Dor de garganta e gotejamento pós‐nasal (sensação de gotejo ou mucosidade que flui na parte posterior da garganta).
    • Fadiga.
    • Tosse.
    • Mau hálito.
    • Febre.
  2. Determine há quanto tempo os sintomas apareceram. A sinusite pode ser aguda (durar menos de quatro semanas) ou crônica (durar mais de 12 semanas). Apresentar os sintomas por mais tempo não significa necessariamente que a sinusite seja mais grave ou perigosa.
    • Uma sinusite aguda pode ser causada por diversos fatores, porém, na maioria dos casos, uma infecção viral é a causa mais comum (90% a 98% dos casos). Ela ocorre muitas vezes após um resfriado. Devido à infecção viral, o caso agudo dessa doença geralmente melhora dentro de uma ou duas semanas.
    • No caso da sinusite crônica, uma alergia pode ser a causa mais comum. Pessoas com asma, pólipos nasais ou fumantes são mais suscetíveis a essa variação da infecção.
  3. Veja se você está com febre. Uma sinusite alérgica geralmente não está associada com uma febre. A sinusite causada pela infecção, como um resfriado comum, pode se apresentar com uma febre.
    • Uma febre alta (acima de 39 ºC) geralmente indica uma infecção sinusal. Se tiver febre acima de 39 ºC, consulte um médico.
  4. Veja se você tem muco amarelo escuro ou verde. A mucosidade de cor amarela ou verde com um cheiro ou gosto ruim pode ser um sinal de uma sinusite. Se você acredita ter uma infecção bacteriana, consulte um médico. Ele pode prescrever um antibiótico, como amoxicilina, Augmentin, cefalosporina (como Cefdinir) ou azitromicina.
    • Geralmente, os médicos esperam para observar melhor o caso antes de prescrever um antibiótico. Muitos dos casos de uma sinusite bacteriana melhora sem a necessidade de tratamento com esse medicamento. Os médicos tentam evitar a prescrição de antibióticos, a menos que seja realmente necessário, pois o uso em excesso desse medicamento pode aumentar os riscos de desenvolvimento de uma infecção resistente a antibiótico.
    • Os antibióticos somente ajudam a tratar uma sinusite bacteriana. Eles não servem para combater os outros tipos dessa doença.
    • Somente cerca de 2% a 10% dos casos de uma sinusite aguda são causados por uma infecção bacteriana.
  5. Saiba quando consultar um médico. Além de uma febre alta e de muco amarelo escuro e verde, existem outros sintomas que indicam quando é hora de consultar um médico. Um médico vai avaliar a situação e decidir a probabilidade de ser uma infecção bacteriana e se há a necessidade de tomar um antibiótico. Ao apresentar qualquer um dos sintomas abaixo, consulte um médico para saber quais tratamentos são recomendados:
    • Sintomas que duram mais de sete a dez dias.
    • Sintomas, como dor de cabeça, que não respondem a medicamentos de venda livre.
    • Tosse com secreções (muco amarelo escuro, verde ou sangue).
    • Dificuldade para respirar, sensação de peso ou dor no peito.
    • Torcicolo ou dor no pescoço.
    • Dor no ouvido.
    • Mudanças na visão, vermelhidão ou inchaço em torno dos olhos
    • Desenvolvimento de reação alérgica a qualquer medicamento. Os sintomas podem incluir urticária, inchaço dos lábios ou rosto ou dificuldade de respiração.
    • Agravamento dos sintomas da asma em pessoas asmáticas.
    • Se você já teve sinusite crônica, é recomendado a consulta com um médico. Ele pode ajudar a tratar uma sinusite com sintomas duradouros e também indicar um alergista ou otorrinolaringologista (médico especialista em ouvido, nariz e garganta) para ajudar na identificação das possíveis causas.

Tratando os sintomas com medicamentos

  1. Consulte um médico. Se pretende tomar uma medicamento com prescrição médica, obviamente vai ser preciso consultar um médico antes. Porém, também pode ser preciso consultar um médico antes de tomar medicamentos de venda livre em alguns casos, especialmente se você tiver alguma condição médica ou se já toma outros medicamentos. Embora muitos medicamentos de venda sem receita sejam seguros para adultos saudáveis, existem circunstâncias nas quais eles podem complicar o tratamento com outros medicamentos.
    • Nunca dê remédios de adultos para crianças, já que muitos medicamentos para resfriado não são recomendados para elas.
    • Gestantes também possuem restrições para muitos medicamentos de resfriado, e muitas mães lactantes precisam consultar um médico ou consultor de lactação antes de tomar medicamentos de venda livre.
  2. Use antibiótico de acordo com as recomendações. Se um médico prescrever um antibiótico para uma sinusite bacteriana, assegure-se de tomar as doses recomendadas, mesmo depois de começar a se sentir melhor. Isso minimiza a possibilidade de retorno da infecção ou de ela se tornar resistente ao antibiótico.
    • Os antibióticos mais comuns usados para uma sinusite bacteriana incluem amoxicilina (o mais comum), Augmentin, cefalosporina (como Cefdinir) ou azitromicina (para pessoas alérgicas à amoxicilina).
    • Os efeitos colaterais incluem: náusea, vômito, diarreia e erupção cutânea. Efeitos colaterais mais graves, como desmaio, dificuldade de respiração ou urticária devem ser informados a um médico imediatamente.
  3. Tome um anti-histamínico para combater as alergias. Se seus problemas com os seios paranasais são associados a alergias sazonais ou sistêmicas, um anti-histamínico pode ajudá-lo. Eles são medicamentos que funcionam diretamente contra a reação do corpo aos alérgenos evitando que a histamina se apegue aos receptores das células. Os anti-histamínicos podem parar os sintomas de uma sinusite alérgica antes de eles começarem.
    • Esse medicamento geralmente vem em formato de comprimido, como loratadina (Claritin), difenidramina (Benadryl) e cetirizina (Zyrtec). Eles também estão disponíveis em forma líquida, mastigável e dissolúvel, principalmente para crianças.
    • Consulte um médico ou farmacêutico para decidir qual anti-histamínico é mais eficaz para seu caso específico.
    • Não o tome sem consultar um médico antes se você tiver uma sinusite aguda. Os anti-histamínicos podem complicá-la fazendo com que as secreções nasais fiquem mais espessas.
  4. Tome um analgésico de venda livre. Os analgésicos não curam a infecção sinusal, mas eles podem reduzir alguns dos sintomas desagradáveis associados a ela, como dores de cabeça e dor nos seios paranasais.
    • O acetaminofeno/paracetamol (Tylenol) ou o ibuprofeno (Advil) ajudam a aliviar a dor de cabeça, dor de garganta e reduzir a febre.
      • Esteja ciente de que o ibuprofeno não deve ser dado a crianças com menos de seis meses de idade.
  5. Use um spray nasal. Um spray nasal de venda livre fornece um alívio imediato aos seios paranasais congestionados. Existem três tipos desses sprays nasais: salino, descongestionante e esteroide.
    • Os sprays descongestionantes, como o Afrin, não devem ser usados por mais do que três a cinco dias; caso contrário, a congestão pode piorar.
    • Os sprays salinos podem ser usados de forma segura com frequência e ajudam a eliminar o muco.
    • A fluticasona (Flonase) é um esteroide nasal usado para tratar sintomas de alergias. Esse tipo de spray pode ser usado mais do que os descongestionantes nasais, mas eles podem não ajudar a melhor a infecção sinusal, pois são próprios para sintomas alérgicos.
  6. Tome um descongestionante. Esse tipo de medicamento pode ajudar a aliviar a congestão nasal e a dor sinusal. Não o tome por mais do que três dias. Usá-lo por muito tempo pode causar um efeito "rebote" na congestão.
    • As opções mais comuns de descongestionante incluem fenilefrina (Sudafed PE) e pseudoefedrina (Sudafed 12 Horas). Alguns anti-histamínicos contêm um descongestionante, como Allegra-D, Claritin-D ou Zyrtec-D.
    • Muitos medicamentos marcados com a letra "D" contêm pseudoefedrina e podem exigir uma prescrição médica.
    • Alguns descongestionantes contêm paracetamol. Não tome mais paracetamol caso esteja tomando um descongestionante que já o contenha em sua fórmula. A overdose desse medicamento pode causar complicações graves.
  7. Considere tomar um mucolítico. Um mucolítico, como a guaifenesina/Mucinex, dilui as secreções mucosas, o que pode melhorar a drenagem dos seios paranasais. Não existe evidências sólidas indicando que esses medicamentos ajudam a tratar a sinusite, mas você pode obter sucesso com eles.

Realizando tratamentos alternativos

  1. Descanse um pouco. Se você não estiver conseguindo dormir direito ou estiver trabalhando muito, isso vai demorar mais para seu corpo se curar da infecção. Se possível, tente descansar por um período completo de 24 horas.
    • Tente dormir com a cabeça elevada. Isso pode ajudar a promover a drenagem das secreções e a reduzir a congestão.
  2. Beba bastante líquido. Manter-se hidratado ajuda a diluir o muco e a reduzir a sensação de congestão. A água é a melhor opção, mas chá sem cafeína, bebidas esportivas e caldos claro também são recomendados.
    • Os homens devem beber pelo menos 13 copos (3 litros) de líquido ao dia. Para as mulheres, a quantidade recomendada é de pelo menos 9 copos (2,2 litros) diários. Se estiver doente, beba uma quantidade ainda maior.
    • Evite bebidas alcoólicas. Ele pode piorar o inchaço dos seios paranasais. A cafeína deixar o corpo desidratado, podendo fazer com que o muco volte ainda mais espesso.
  3. Use um pote neti ou aspirador nasal. Lavar os seios paranasais (procedimento também conhecido por "irrigação") pode ajudar a eliminar o acúmulo do muco de forma natural. É possível realizar esse procedimento várias vezes ao dia com efeitos colaterais mínimos.
    • Use uma solução salina esterilizada no pote neti ou no aspirador nasal. Você pode comprar uma solução salina ou preparar uma em casa usando água esterilizada, fervida ou destilada.
    • Incline a cabeça a um ângulo de 45º. Faça isso sobre uma pia ou no chuveiro para facilitar a limpeza depois.
    • Posicione a boca do pote neti (ou a ponta do aspirador nasal) na cavidade nasal superior. Despeje a solução gentilmente na sua narina. O líquido deverá escorrer pela outra narina.
    • Repita o procedimento com o outro lado.
  4. Faça uma inalação de vapor. O vapor ajuda a manter os seios paranasais úmidos, facilitando a respiração. Tome um banho quente ou inale o vapor de uma tigela com água quente. Usar uma "bomba de banho" mentolada pode ajudar.
    • Para usar uma tigela, despeje a água fervente gentilmente em uma tigela que supere altas temperaturas; não inale vapor da água se ela ainda estiver sobre o fogão! Coloque a tigela sobre a mesa ou em um local com uma altura confortável para que você possa se inclinar sobre ela.
    • Incline a cabeça sobre a tigela. Não chegue muito perto da água, ou o vapor pode queimar seu rosto.
    • Cubra a cabeça e a tigela com uma toalha leve. Inale o valor por cerca de 10 minutos.
    • Se desejar, adicione duas ou três gotas de óleo de eucalipto ou outro óleo descongestionante.
    • Use-o de duas a quatro vezes ao dia.
    • Ao usar esse método em crianças, tome muito cuidado ao lidar com a água quente, e não deixe a criança sem supervisão.
  5. Use um umidificador a vapor. O ar seco e quente pode irritar as passagens dos seios paranasais; por isso, usar um umidificador enquanto você dorme vai ajudá-lo a respirar melhor. Um umidificador a vapor quente ou frio funcionam igualmente bem. Você também pode adicionar algumas gotas de óleos essenciais (como o eucalipto) na água do aparelho, e isso vai ajudar ainda mais a combater a congestão (mas consulte o manual de instruções antes de adicionar qualquer coisa à água).
    • Fique atento ao mofo. Se o ar estiver muito úmido, o mofo pode começar a formar em torno do umidificador. Limpe o aparelho regularmente para mantê-lo higiênico.
  6. Aplique uma compressa quente. Para aliviar a dor e a pressão facial, aplique uma compressa quente nas áreas afetadas.
    • Umedeça uma pequena toalha e coloque-a no micro-ondas por cerca de 30 segundos. Ela deverá ficar um pouco quente, mas não quente o bastante para causar incômodo.
    • Coloque a compressa sobre o nariz, as bochechas ou perto dos olhos para reduzir a dor. Mantenha a toalha no local por cerca de cinco a dez minutos.
  7. Coma alimentos apimentados. Algumas pesquisas sugerem que alimentos apimentados, como pimenta chili ou raiz-forte, podem ajudar a limpar os seios paranasais.
    • A capsaicina contida na pimenta e outros alimentos picantes pode ajudar a diluir o muco e promover sua drenagem.
    • Outras comidas "apimentadas", como o gengibre, também podem ajudá-lo a se sentir melhor.
  8. Beba chá. O chá quente não cafeinado pode ajudar a aliviar uma dor de garganta, especialmente se ele contiver gengibre e mel. Ele também pode ajudar a reduzir a tosse. Porém, evite chá com muita cafeína, pois eles causam a desidratação e a perda de sono.
    • Você pode fazer um chá de gengibre simples em casa. Rale cerca de 30 g de gengibre fresco para cada copo de água fervida e deixe em infusão por cerca de 10 minutos.
    • Foi comprovado que o Throat Coat (chá tradicional de ervas) pode aliviar consideravelmente a dor de garganta, diferente de um chá placebo.
    • O chá verde Benifuuki, quando ingerido regularmente, pode ajudar a reduzir os sintomas nasais e alérgicos.
  9. Trate a tosse. Geralmente, a sinusite vem acompanhada de tosse. Para aliviar o desconforto e a inconveniência dela, mantenha-se bem hidratado, consuma bebidas quentes, como chá de ervas, e consuma mel (para pessoas maiores de um ano de idade).
  10. Pare de fumar. Fumar cigarro, mesmo que passivamente, causa irritação nos revestimentos dos seios paranasais e promove a infecção sinusal. Cerca de 40% dos casos anuais de sinusite crônica nos Estados Unidos é parcialmente culpado pelo fumo passivo. Pare de fumar e evite o fumo passivo durante uma sinusite.
    • Para evitar a infecção dos seios paranasais e promover uma maior saúde em geral, pare de fumar definitivamente. Fumar prejudica basicamente todos os órgãos do corpo e diminui a expectativa de vida.

Prevenindo uma infecção sinusal

  1. Trate os sintomas de alergias e resfriados. Uma inflamação no nariz pode ser causada por alergias e resfriados aumentam a chance do desenvolvimento de uma inflamação sinusal.
    • Vacine-se contra a gripe. Isso reduz a probabilidade de contração do vírus da gripe, uma outra causa comum de uma sinusite viral aguda.
  2. Evite a poluição. A exposição ao ar e locais poluídos e contaminados pode irritar as passagens nasais e agravar a sinusite. Produtos químicos e fumaças fortes podem irritar os revestimentos dos seios paranasais.
  3. Pratique bons hábitos de higiene. As infecções virais são as causas mais comuns da sinusite. É possível reduzir o risco de infecção lavando as mãos frequentemente com água e sabão.
    • Lave as mãos após cumprimentar uma pessoa, tocar superfícies públicas (como corrimões e maçanetas) e antes e depois de preparar as refeições.
  4. Beba muita água. A água aumenta o nível de umidade do corpo e ajuda a prevenir a congestão. Além disso, ela dilui o muco para garantir uma drenagem apropriada.
  5. Coma bastante frutas e vegetais. Esses alimentos são ricos em antioxidantes e vitaminas, e ambos ajudam a manter o corpo forte e saudável.
    • Alimentos como as frutas cítricas possuem níveis elevados de flavonoides, um composto que pode ajudar a melhorar o sistema imunológico e a combater vírus, inflamação e alergias.

Dicas

  • Ao sentir dores nos canais auditivos (atrás da parte inferior da mandíbula), você pode estar com uma infecção de ouvido. Consulte um médico, já que pode ser preciso um antibiótico para curar a infecção.
  • Não use água de torneira à solução do pote neti. Se não quiser usar água filtrada, ferva a água da torneira e deixe-a esfriar até atingir uma temperatura adequada. Na água da torneira existem amebas que podem causar complicações graves.
  • Beber um chá medicinal pode ajudá-lo a limpar a congestão e a aliviar as dores de garganta.

Avisos

  • Consulte um médico imediatamente caso você apresente um dos seguintes sintomas: dificuldade de respiração, dor no peito, torcicolo ou dor severa no pescoço, dor ou inchaço no rosto e nos olhos ou problemas de desidratação por não consumir líquido suficiente, especialmente no caso de crianças e bebês.
  • Caso tenha uma sinusite crônica, converse sobre as opções de tratamento com um médico. Em alguns casos, uma cirurgia pode ser necessária para ajudá-lo a respirar melhor.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.