Como Escolher um Anel de Platina

A platina é um metal nobre, e tem um fascínio especial por sua raridade, durabilidade e pureza. Porém, nem toda a platina e nem todo artesão são iguais. Este artigo dá algumas dicas de como escolher um anel de platina com qualidade superior.

Passos

  1. Saiba o grau de pureza do anel de platina. Como todos os metais preciosos, a platina é misturada com outros metais para atingir a consistência necessária para a fazer uma joia. Um anel feito com uma liga de 80% de platina e 20% de outros metais vale bem menos do que um anel com 95% de platina pura.
  2. Verifique a marcação dentro do anel. Se disser "IridPlat" (irídio e platina) ou "0,9Plat/Ir" o anel é apenas 90% platina e deve ser mais barato do que um que seja 95% platina. Se a marcação disser "Plat" ou "0,95 Plat", o anel é considerado platina pura e terá um preço diferenciado.
  3. Pergunte ao joalheiro sobre a liga utilizada no anel. Se estiver comprando um anel de platina pura (95% de platina), ela deve ser misturada com cobalto ou rutênio. Estas ligas produzem uma platina mais dura, que brilha tanto como um espelho e é capaz de resistir a anos de uso diário. Muitos anéis puros são misturados com o irídio, um metal mais barato, mas estes se tornam mais maleáveis e podem ficar opacos ou arranhar dentro de um ano de uso diário.
  4. Procure por um joalheiro mestre em platina. Encontre um especialista em design e fabricação de joias de platina. Trabalhar com este metal é bastante difícil. A platina não derrete até atingir 1772 ºC, ao contrário do ouro que derrete a 926 ºC. Além disso, as ferramentas necessárias para se trabalhar com a platina são bastante diferenciadas. Dados esses desafios, há poucos joalheiros mestres que possuem o necessário para fazer anéis de platina de ótima qualidade. Ainda que algumas empresas de fabricação em massa terceirizem sua produção para os "artesãos" chineses para diminuir os gastos, a maioria dos mestres treinados na arte da platina encontra-se nos Estados Unidos e Europa.
  5. Procure por artesões de qualidade para gravação, filigrana ou outros detalhes pequenos. Hoje em dia, existem milhares de designs de anéis de platina com detalhes diferenciados para se adequar ao seu gosto pessoal. Esses detalhes podem incluir gravação ou cortes profundos para formar um desenho. Alguns fabricantes imitam a manufatura embutindo um design pronto na moldagem do anel. A gravação pré-fabricada geralmente se desfaz e perde o brilho. Assim, procure gravações profundas e feitas à mão, que geralmente duram por gerações. A filigrana é outro elemento do design reminiscente do período de Art Deco. Novamente, para cortar custos, muitos joalheiros pré-fabricam a filigrana no processo de moldagem. O resultado é uma filigrana corpulenta, carente de elegância e finesse. O verdadeiro artesanato Art Deco é criado com fios desenhados à mão e então esculpidos e soldados na peça. Para ter mais qualidade, a filigrana deve ser feita à mão. Uma opção de anel de platina extremamente popular é o modelo Bezel adornado de maneira pavé. O Bezel tem uma borda de metal, geralmente adornada com pequenos diamantes que acentuam a pedra central, fazendo-a parecer maior. Para fazer este trabalho, são necessárias habilidades muito específicas. Uma cravação adequada assegura que o foco fique no brilho dos diamantes e não nas armações de platina que seguram as pedras. Se conseguir perceber esses detalhes, você fará a escolha certa, que durará por anos.
  6. Considere customizar um anel para criar uma peça única que sirva como herança de família. Para quem deseja expressar o seu individualismo e criar uma peça com personalidade que se torne uma herança de família, uma boa escolha é customizar um anel. Muitas joalherias famosas desprezam o trabalho customizado. Se você não gostar de nenhum dos limitados designs disponíveis, é uma pessoa mais imaginativa. Você pode trabalhar com um artesão para criar um anel customizado que reflita os seus desejos fielmente. Há ferramentas online divertidas que permitem que você crie o seu próprio anel, porém estão longes da realidade do artesanato necessário para criar um anel de qualidade. Trabalhe com um joalheiro pessoal e entendido, que possa guiar o processo de criação.
  7. Combine o anel com o seu estilo de vida. Se estilo e glamour são prioridades na sua vida, procure um anel de parar o trânsito, com excelente trabalho artesanal e uma pedra central enorme. Se sua prioridade, porém, for escalar o Monte Kilimanjaro, prefira um modelo com pavé delicado e um design baixo, isto é, um desenho que não tenha uma pedra central alta que possa se chocar contra as rochas. Ou então procure por anéis de platina com gravações únicas, que pareçam estilosas além de práticas. Ainda que a maioria das mulheres encontrem-se no meio-termo, a questão é que o anel precisa ser adequado à sua vida. Uns se sentem mais confortáveis usando um belo anel de platina com design floral, enquanto outros preferem uma peça clássica, com uma pedra central e filigrana, ou o modelo popular com três pedras e gravação. Entretanto, como esta peça provavelmente será usada durante muitos anos, evite os designs ultra-modernos e tendências que possivelmente parecerão fora de moda em alguns anos.
  8. Escolha o estilo que combine melhor com a sua mão. Depois de eliminar alguns designs com base no seu estilo de vida, descubra qual fica melhor na sua mão. a) Combine o tamanho do anel com o tamanho da sua mão. Se você tiver uma estrutura grande e mãos grandes e angulares, não escolha um modelo meigo que vai simplesmente desaparecer. Procure por designs mais ousados e grossos ou empilhe vários anéis. Se você for pequena, escolha peças mais delicadas e cheias de detalhes. b) Não se preocupe demais com o tamanho da pedra central. O fato de que sua amiga tem um de três quilates é irrelevante. Se a pedra estiver encrustada em ouro branco ou platina de má qualidade, o anel não tiver estilo e o diamante tiver falhas visíveis, este não é um anel que você deva cobiçar. Pense na qualidade e substância do design, no trabalho artesanal, na liga de platina e nas pedras preciosas que escolher. c) Experimente vários modelos para ter certeza. Algumas mulheres têm certeza que querem determinado modelo até a hora de experimentar. O que fica perfeito na sua prima pode não ficar em você. É a mesma situação ao comprar roupas. É essencial experimentar a peça para ter certeza que é adequada aos seus dedos e tamanho da mão, que o anel não gira ou descentraliza facilmente e que ele não vai parecer ruim como um anel de casamento.
  9. Peça um modelo de cera ou uma réplica em prata do anel ao seu joalheiro. Se você escolheu um anel customizado, pode pedir um molde de cera do anel para ter certeza que é isso que você quer antes de fazer o de platina. Hoje, as melhores lojas usam programas de computadores para criar uma imagem tridimensional do anel. Então, o joalheiro cria um molde de cera e os artesãos fazem o acabamento da peça com grande precisão. Descubra se a sua joalheria oferece esse serviço, que pode eliminar qualquer decepção com o anel. Alguns joalheiros criam uma versão do anel em prata esterlina ou zircônia cúbica para assegurar que o anel seja exatamente como o cliente quer.

Dicas

  • Verifique vários designers de anéis de platina online.
  • Vale apena aprender sobre os detalhes de escolher um anel de noivado de platina para assegurar que o seu testamento de amor — e investimento em uma peça de herança familiar importante — seja a escolha correta.
  • Se a platina for 95% pura, o segredo para um maior brilho é a liga.

Avisos

  • Se você estiver interessado em um anel de platina antigo, provavelmente verá a marcação "IridPlat" ou "0,90Plat/Ir" dentro do anel. O anel de platina pura só se tornou popular nos últimos 15 anos.
  • Se o anel precisar de reparos, leve-o a um joalheiro mestre. Muitos não têm capacidade para consertar o anel de forma adequada, e a peça pode ser danificada se forem usadas ferramentas inadequadas ou se a liga de platina for errada.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.