Como Melhorar seus Desenhos com Contraste de Tons

Os seus desenhos são legais, mas algo está faltando? Você gostaria de torná-los poderosos, dinâmicos e incríveis? Os desenhos de iniciantes geralmente não possuem "força" e "energia". Isto poder facilmente ser contornado ao compreender sobre... CONTRASTE DE TONS. Continue lendo para conhecer um exercício rápido e simples que elevará os seus desenhos do nível "iniciante" e estimulará sua confiança em relação ao que você é capaz de alcançar.

Como fazer uma Escala de Tons

  1. Pegue lápis e papel (de preferência um lápis 2B ou 3B, e um bom papel de cartucho, porém qualquer coisa servirá no momento - não adie para quando você puder ir a uma loja de materiais de arte, comece agora!).
  2. Segure o lápis da maneira mais frouxa que puder e, começando a partir da borda esquerda do papel - aproximadamente 3 cm para dentro - faça uma pequena marca no papel, o mais gentilmente e suavemente possível - apenas aproveite o próprio peso do lápis. A marca pode ser do tamanho que desejar, mas algo entre 2 ou 3 cm é o ideal.
  3. Próxima a esta marca, faça outra - mas desta vez faça mais pressão para deixar uma marca ligeiramente mais escura.
  4. Continue fazendo estas marcações, uma do lado da outra, cada uma ligeiramente mais escura que a anterior - você pode retornar se necessário. Você precisará pressionar o lápis um pouco mais, e provavelmente acabará segurando-o de maneira diferente em cada marca - eventualmente você descobrirá que não tem como pressionar mais e terá a marca mais escura no final da fileira. Pare neste ponto.
  5. Olhe para o que você tem até aqui - uma fileira de marcas de lápis, cada uma mais escura do que a anterior. Quantas você conseguiu? Provavelmente 8 ou 10.
  6. Numere as marcações, chamando a primeira marca, a mais suave, de N°2 (sim, 2 - você descobrirá o porque em um instante) e a última, a mais escura, do número mais alto que você alcançar - provavelmente 8 ou 10 (talvez 9, mas isto não importa contanto que você termine uma fileira que vá do tom mais claro ao mais escuro).
  7. Retorne ao começo da escala, e apenas desenhe um círculo ou um quadrado, para que você tenha um pedaço de papel totalmente branco dentro dele. Por isto você começou pelo número 2! Este é o seu tom Número 1.
  8. A fileira deve ficar mais ou menos assim:
  9. Parabéns! Você acabou de criar uma Escala de Tons! Então, o que isto tem a ver com os seus desenhos?

Como usar uma Escala de Tons

  1. Pegue alguns desenhos feitos por você e compare-os à escala. Tente ver quais tons no desenho correspondem aos tons na escala. Importante: Use a sua escala, não a que está sendo mostrada aqui! Se você acha que seus desenhos carecem de algo, provavelmente os únicos tons que você conseguirá relacionar serão os que ficam no meio da escala, digamos de 4 a 6. O que isto te diz? Para dar dinamismo aos desenhos, você deve ser capaz de ver os tons "escuros" - seja 8, 9 ou 10 na sua escala, o seu desenho precisa ter, em algum ponto, o tom mais escuro e forte que você pode fazer. Normalmente só é necessária uma pequena área com este tom, mas ela fará toda a diferença no resultado.
  2. Igualmente importante é o tom número 1, puramente branco. Este e o tom mais escuro te dão a completa variação tonal a ser usada nos desenhos.
  3. Importante: Você não precisa de todos estes tons - 1 a 10 - em um desenho, porém precisa do mais claro, N°1, do mais escuro, N°10 (ou o número que corresponder à sua escala) e de um ou dois intermediários - talvez 4 e 6. Não se preocupe demais com os tons intermediários, eles normalmente aparecem sem esforço. É o mais claro e o mais escuro que causam problemas, e este é o propósito desde exercício - te deixar "ciente" deles.
  4. Observe o tom totalmente branco do N°1 por um minuto. Embora seja vital, ele não provoca nem de perto a mesma ansiedade nos iniciantes que os tons mais escuros fazem!
  5. Os iniciantes frequentemente fazem uma escala de tons excelente, mas por alguma razão ficam com medo de recriar aquele tom mais escuro nos desenhos de verdade. "Eu tenho medo!" é um resmungo comum. Bem, é apenas uma folha de papel - você não vai matar ninguém, nem se afogar ou causar um acidente - então, apenas desenhe!
  6. Lápis e papel de boa qualidade definitivamente irão ajudar - o próximo artigo te mostrará as variações entre os lápis e como tirar o melhor proveito deles.
  7. Desenhe e seja feliz!

Dicas

  • Enquanto desenhava as marcações, você reparou que conforme elas vão ficando mais escuras, elas também vão ficando menores? Isto acontece às vezes - talvez as pessoas estão tão preocupadas em fazer uma marcação bem escura, que inconscientemente acabam deixando-a menor. Se isto acontecer com você, se obrigue a fazer todas as marcas do mesmo tamanho!
  • Dê uma olhada nos objetos ao seu redor - qualquer coisa. Tente avaliar onde o objeto se localiza na escala de tons. Ele é muito pálido? Então ele deve estar entre 1 ou 3. É bem escuro? Neste caso deve ser um 9 ou 10.
  • Quando você estiver desenhando, pergunte constantemente a si mesmo de que tom é a parte na qual você está trabalhando.
  • Ah, você está se perguntando o que fazer se o objeto for colorido? Isto é assunto para um artigo futuro! O próximo te dará maiores dicas em como dar aos seus desenhos aquele ar impressionante.....

Materiais Necessários

  • Um lápis (de preferência um 2B ou 3B, mas qualquer um servirá no começo)
  • Uma folha de papel branco (de preferência um bom papel de cartucho)
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.