Como Domar um Espírito Livre

Você luta pela devoção de alguém que é marcantemente independente ou que ama tudo fora do comum? O segredo para dividir uma alma selvagem é fazer com que ele ou ela se sintam mais livres com você do que com qualquer outra pessoa. Eis como ter aquele espírito livre comendo feliz na sua mão.

Passos

  1. Compreenda o que lhe atrai a essa pessoa. Espíritos livres gostam de fluir pela vida seguindo seus próprios caprichos; coisas como pontualidade, precauções, e outros detalhes menores não preocuparão uma mente independente. Isso normalmente transforma o espírito livre em um indivíduo extremamente criativo e fascinante, características que provavelmente atraem você a ele. Ao impor-lhes limites, por menores que sejam, você poderia sufocar as qualidades que tornam esse indivíduo desejável. (Isto é, se você não conseguir assustá-lo logo de cara.) Mantenha isto em mente enquanto implementa os próximos passos.
  2. Deixe a porta aberta – literalmente e figurativamente. Você não precisa se revelar e dizer sobre sua atração, mas certifique-se de deixar claro que seu espírito livre pode vir quando quiser. Isto irá aumentar a confiança dele.
  3. Não estabeleça fronteiras ao criar regras. Restrições são como correntes, e farão com que esse cavalo selvagem corra contra o horizonte. Em vez de dizer: “Jamais me engane”, pergunte: “Você realmente arriscaria perder uma pessoa incrível como eu apenas para conseguir um pouco a mais ao seu lado?”. Deixe claro que eles serão os esquecidos se saírem da linha.
  4. Consiga suas prioridades. O que você mais quer no relacionamento? Dedicação? Respeito? Honestidade? Afeição? Companheirismo? Paixão? Segurança? Estabilidade? Você pode resumir tudo em dois ou três fatos? Um espírito livre não largará mão do próprio jeito para atender a cada uma de suas necessidades. (Talvez isso aconteça mais tarde, mas apenas quando houver completa confiança.) Estabeleça objetivos realísticos ao pedir pelas coisas que você mais quer em um relacionamento – e deixando de esperar qualquer coisa que vá além do explicitado.
  5. Muitas coisas podem assustar um espírito livre. Algumas dessas coisas são o que você consideraria pequenas peculiaridades inconsequentes. Muitas delas não são culpa sua. Apenas aguente. Caso algo aconteça na vida do espírito livre que tenha a ver com você, e se isso estiver tornando a vida dele mais difícil, não desista. Eles podem se afastar por um tempo, e até ameaçar uma separação. Não tente convencê-los a não fazer isso, mas também não caia nisso. Se eles tentarem uma separação, apenas diga-lhes que você não quer. Diga o quanto é bom estarem juntos. Evite esquecer a relação se eles se separarem de você. Isso pode doer, mas o espírito livre poderia mudar de opinião. E rápido.
  6. Descubra tudo sobre essa pessoa. Estude suas tendências, manias, seus mais profundos desejos e seus maiores medos. Sempre aceite os fatos e tenha a mente aberta. Conhecimento é poder; quanto mais você conhece essa pessoa, menos você sentirá necessidade de controlá-la. Com o tempo, isto irá fazer com que você pareça ser a única pessoa que realmente compreende o espírito livre (e, consequentemente, a única pessoa que pode estar ao lado dele). Para um espírito livre, isso é muita sorte.
  7. Escolha sabiamente suas batalhas. Se um problema não ameaçar diretamente as prioridades antes estabelecidas, então deixe tudo fluir e divirta-se. Por exemplo, se estiverem 15 minutos atrasados e você acabar perdendo um filme, lide com os problemas e veja o que mais estiver disponível em cartaz; porém, discuta seriamente se chegarem 45 minutos atrasados para lhe encontrarem no meio da noite em um bairro casca-grossa.
  8. Dê a eles o benefício da dúvida. Uma pessoa que valoriza a independência jamais testará sua habilidade de confiar. Você precisa determinar antecipadamente se irá ou não irá confiar nessa pessoa; se você sentir que pode, então confie nela completamente ou não. Claro, você pode acabar se arrependendo, mas também pode acabar capturando um antes intocável coração.
  9. Entre em contato com o seu próprio espírito livre. Não fique sentado em casa imaginando o que eles estão fazendo ou quando eles vão ligar. Entre no carro e faça uma viagem. Visite um velho amigo. Assista a um novo filme. Aprecia diferentes tipos de comida. Seu espírito livre irá respeitá-lo e sentirá afinidade com você quando ambos conversarem em casa sobre suas aventuras.
  10. Ame seus espíritos livres. A coisa número um exigida por todos os espíritos livres em uma relação é a aceitação; sem isso, um espírito livre sofre um ataque à própria liberdade. O espírito livre confiará apenas em quem puder aceitá-los por aquilo que são – e a relação apenas acontecerá com essa confiança. Apenas lembre-se de que a independência é algo que deve ser apreciada, e não apenas tolerada; com amor e compreensão, você dará ao espírito livre o tipo de sustento que ele precisa.

Dicas

  • Espíritos livres não gostam de ser julgados, e eles recuarão ou desaparecerão se isso acontecer. Cuidado com as palavras e ações. Ao colocá-los no mesmo nível que o seu (aprenda a aceitá-los como são), eles podem virar os mais extraordinários indivíduos que você já conheceu.
  • Não tente mudá-lo. Isso é um erro clássico em qualquer tipo de relacionamento, mas é especialmente importante quando se está lidando com um indivíduo selvagem.
  • Dê-lhes tempo para seus próprios projetos e atitudes. Algumas vezes é necessário deixar com que percorram sozinhos o próprio caminho, lembrando-lhes sempre que você estará esperando no final.

Avisos

  • Em muitas maneiras, é impossível domar um espírito livre. O que você pode fazer é encorajá-lo a fazer com que você seja parte da liberdade dele.
  • Não assuma que um espírito livre está “disposto a tudo”. Respeite os limites deles; limites diferentes não significam limites inexistentes.
  • Não é por convidar um espírito livre a entrar em sua vida que isso significa que você tenha de passar por práticas perigosas, como fazer sexo sem segurança, usar drogas, andar de bicicleta sem capacete, etc. Nem todo espírito livre é confiável (igual a todas as pessoas “normais”); alguns não podem ser domados e outros são simplesmente egoístas.
  • Se tudo o mais falhar, tente aproveitar o que o espírito livre tem a oferecer. Apoie suas atividades e comunique-lhes o seu apoio. As vezes é difícil ser um espírito livre (nem todos lhes aceitam), então o encorajamento pode ser uma boa mudança.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.