Como Se Tornar um Lobista

Há várias maneiras de tornar-se um lobista, já que há vários tipos de lobistas. Quem deseja ser lobista tem que saber ser persuasivo e ser agradável. Apesar de cada lobista ter uma origem diferente, todos eles têm um denominador comum: sua habilidade de conseguir com que legisladores e pessoas com poder de decisão aceitem certas mudanças que, quando tudo sai bem, deixam satisfeitos todos os lados envolvidos. Continue lendo para saber como se tornar um lobista.

Ser Lobista Combina com Você?

  1. Descubra se você é naturalmente sociável e influente. Lobistas tentam influenciar as votações de leis de várias formas, mas, no final das contas, seu trabalho se resume a ser sociável e influente. Você é:
    • Alguém que não perde o foco, mesmo à frente de desafios importantes?
    • Bom em conhecer gente, manter e aumentar sua rede de contatos?
    • Alguém que sabe fazer favores aos outros?
    • Alguém que tem experiência em explicar assuntos complexos de maneira simples e direta?
  2. Saiba que não se exige diploma para ser lobista. Você não precisa ser formado nem passar em nenhuma prova para tornar-se lobista. Tudo o que você precisa é a habilidade de fazer contatos políticos em posições importantes e a capacidade de influenciá-los. Mesmo assim, a maioria das pessoas que se tornam lobistas fez faculdade. As únicas coisas que importam em termos de conhecimento para ser lobista são:
    • A sua habilidade de analisar informações e desenvolver estratégias políticas coerentes.
    • A sua habilidade de manter-se informado e atualizado sobre política e assuntos do Mundo.
    • A sua habilidade de antever quais questões continuarão sendo, deixarão de ser ou passarão a ser importantes no futuro.
  3. Aprimore sua capacidade de reagir rapidamente e de gerar resultados. Você tem um ritmo acelerado e que gosta de ação? Seu sucesso como lobista pode depender justamente dessas qualidades. Lobistas recebem para gerar resultados, ou seja, se fatores externos estiverem impedindo-o de alcançar os resultados esperados, você terá de reagir rapidamente e achar outra maneira de atingir seu objetivo.

Tornando-se Lobista

  1. Decida, o mais rápido possível, que tipo de lobby você gostaria de fazer. As tarefas de um lobista podem variar enormemente de uma para a outra, mas lobistas trabalham sempre lado a lado com os legisladores para atingir certos objetivos políticos.
    • Lobby pago ou de graça. Na maioria das vezes, o lobby se faz quando uma empresa ou uma organização contrata alguém para representar seus interesses em Brasília. No entanto, também há aqueles lobistas que decidem trabalhar „pela causa“, geralmente para ONGs, por seu interesse pessoal ou porque já se saíram do ramo. Optar por representações de graça pode ajudá-lo a convencer os outros de que você não se guia somente pelo dinheiro.
    • Lobby para uma ou mais questões. Decida se você quer fazer lobby para uma só questão ou causa, ou se quer abraçar uma causa mais abrangente, com várias questões especícas a serem representadas. Quem trabalha para o interesse de grandes corporações, geralmente são lobistas de uma causa só, enquanto quem trabalha para sindicatos costuma ser lobista para várias questões diferentes.
    • Lobby direto ou indireto. O lobby direto é quando um representante tenta influenciar uma decisão política contactando os legisladores diretamente. O lobby indireto é quando a tentativa de mudança política se dá através de mobilização de comunidades fora de Brasília, geralmente com movimentos sociais, relações públicas ou propaganda.
  2. Forme-se em ciências políticas, direito, economia ou uma área afim. Lobistas precisam ser especialistas nas questões com as quais trabalham, por isso é importante começar a aprender sobre leis e questões políticas o mais cedo possível. Apesar de não haver pré-requisito para ser lobista, estar informado e juntar conhecimento sobre política em geral não faz mal a ninguém. Principalmente sobre questões com as quais vocês esteja trabalhando.
  3. Procure estágios a ver com lobismo durante a faculdade. Estágios em Assembleias Legislativas ou em gabinetes parlamentares servem para ganhar uma experiência importante e para melhorar seu currículo como lobista.
    • O que estagiários fazem, basicamente, é pesquisar, assistir e fazer anotações em sessões parlamentares, atender o telefone, ler e enviar e-mails, e aprender sobre questões que são importantes para o eleitorado. Esse tipo de estágio normalmente não é pago e pode ser feito tanto nas férias quanto durante o ano.
  4. Tente conhecer o maior número de lobistas ou profissionais de áreas afins durante seu estágio. Muitas vezes, as pessoas que você conhece são tão importantes quanto suas qualificações para conseguir seu primeiro emprego. Boa parte do seu trabalho como lobista é justamente fazer contato com pessoas-chaves que podem ajudá-lo a atingir seus objetivos. É essencial aprender a fazer lobby com outros lobistas.
  5. Aprenda a arte da persuasão. Como lobista, a sua tarefa mais básica é persuadir um congressista ou um grupo de pessoas de que uma ideia específica tem futuro ou que uma política específica merece atenção especial. Para isso, você precisa de charme, persistência e poder de persuasão.
    • Comece se relacionando com os legisladores certos. Lobistas podem se sentar com um legislador e ajudá-lo a elaborar uma lei ou emenda que sirva aos interesses do eleitorado do congressista e que atinja os objetivos do lobista ao mesmo tempo. Para isso, vocês precisa ser agradável e persuasivo ao mesmo tempo.
    • Aprenda a angariar fundos. Apesar de ser inapropriado, ilegal e mal-visto, saber angariar fundos para um político afim de fazer as coisas andarem é essencial.
    • Seja sociável. Lobistas podem fazer e fazem festas e jantares para entrarem em contato com outros lobistas e legisladores num clima menos tenso e desgastante. Esses eventos são excelentes oportunidades para você ganhar novas informações, vender ideias e fazer novos contatos. Não subestime esse tipo de evento.
  6. Envolva-se em questões locais. Frequentemente, você pode construir uma boa base fazendo lobby em nível local. Lobistas de base costumam concentrar-se em motivar uma comunidade a fazer ligações ou escrever cartas para legisladores a fim de aprovar ou rejeitar uma lei. Fazer lobby de base pode ser um belo descanso em ralação às negociações intrincadas e a portas fechadas do lobby direto.
  7. Acostume-se a dias longos. Ser lobista não é moleza. De acordo com algumas fontes, lobistas trabalham geralmente entre 40 e 80 horas por semana, sendo normal entrar a madrugada trabalhando às vésperas de uma votação. A boa notícia é que uma boa parte do trabalho exaustivo será de networking – fazer contatos – ou seja, você não precisará estar toda manhã cedo nem de madrugada em uma mesa de escritório.

Dicas

  • Direito e Relações Públicas são ótimas escolhas para ganhar mais experiência
  • Sua função principal como lobista será conduzir aprovação ou rejeição de legislação. Charme e carisma são necessários para este trabalho. Lobistas organizam festas e jantares para políticos frequentemente.
  • Experiência de trabalho e vastos conhecimentos são os aspectos mais importantes quando alguém se candidata a uma posição de lobista.

Avisos

  • Lobistas têm uma relação delicada com a opinião pública. Você vai encontrar muita gente que pensa que você é corrupto só por ser lobista.
  • Como lobista, você estará trabalhando sempre pelos interesses de outras organizações. Sempre haverá a possibilidade de trabalhar para uma causa em que você não acredite.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.