Como Como Fazer um Cavalo Parar de Dar Pinote

Alguns cavalos não gostam de ter cavaleiros e alguns não gostam da aderência ou seus arredores. E, alguns, precisam apenas perder um pouco de energia. Seja qual for o motivo, eles realmente não se importam; um pinote não é seguro para você como cavaleiro e para aqueles que estão em torno do cavalo. Felizmente, existem maneiras de ajudar o seu cavalo a relaxar ou impedir que ele fique fora de controle.

Manuseando um meio-pinote do cavalo

  1. Quando um cavalo pula, solte imediatamente os quartos traseiros do cavalo. Isso é feito puxando suas rédeas bruscamente para a esquerda ou direita, e fazendo com que o seu cavalo toque o nariz na sua perna. Um cavalo não pode pular quando está nesta posição; ele só pode mover-se em um círculo incrivelmente apertado. Além disso, isso mostra a ele que você é o líder e relaxa os músculos do cavalo de modo que fica mais fácil para o cavalo se mover.
    • Não solte o cavalo até que ele pare de se mover completamente, e então segure por três segundos. Repita do outro lado, apenas para reforçar seu ponto para o cavalo. Toda vez que o cavalo está prestes a pular, ou começar a empinar, repita o processo. Se um cavalo está propenso a pular, faça isso toda vez que montar o cavalo; tanto quando está em pé ao lado do cavalo, quanto quando você montar.
  2. Faça o "scrunch". Usando uma mão, reúna suas rédeas, e deslize a outra mão para baixo das rédeas, criando um "scrunch" apertado no pescoço do cavalo. Isso provoca um estrangulamento em suas vértebras, fazendo com que seja incapaz de pular. Lembre-se também de usar as pernas, e o cavalo deve voltar a posição. Uma vez que o cavalo começou a se acalmar, libere a pressão de ambas as pernas e das rédeas.
    • Um cavalo não pode empinar, sem colocar sua cabeça para baixo. Mantenha uma rédea curta para que você possa puxar para trás quando você sente o cavalo tentando abaixar sua cabeça, evitando assim que o cavalo seja capaz de pular.
  3. Se o seu cavalo faz um pinote, sente-se no fundo da sela. Mantenha os calcanhares para baixo e os ombros para trás, e de puxões fortes nas rédeas para desencorajar o cavalo de colocar a cabeça para baixo. Lembre-se; um cavalo com a cabeça erguida não pode pular.
    • Além disso, certifique-se de manter a sua perna próxima. Muitas vezes um cavaleiro vai tentar fazer o cavalo parar. É muito mais correto para reforçar o movimento para a frente. Não deixe que o cavalo pare. Muitas vezes, os cavalos vão aprender que contrariar o dono pode tirá-los do trabalho.
  4. Se você estiver desconfortável, desça do cavalo, mas não saia correndo. A primeira coisa a fazer é se inclinar para trás; isso vai diminuir muito as chances de você cair para a frente e bater a cabeça. No entanto, se você não é um cavaleiro forte, você pode achar que é mais fácil simplesmente sair do seu cavalo. E isto pode soar como uma má ideia, mas pense nisso: se você realmente acha que você é incapaz de permanecer em seu cavalo, você preferiria sair dele sozinho ou ser jogado para fora?
    • A direção mais segura para desmontar do cavalo é pelo lado. Afrouxar rapidamente os pés dos estribos e deslizar em qualquer direção parece mais seguro. É uma boa ideia escolher o lado em que não há outro cavalo nas proximidades.
    • Se há outras pessoas perto de você, elas já estarão provavelmente tentando te ajudar com a situação. Se você estiver sozinho, chame ajuda. Muito provavelmente haverá pelo menos uma pessoa no estábulo que pode ajudá-lo a assumir o controle da situação.
    • Uma vez que você desceu do cavalo, não corra para longe. Isso pode fazer com que seu cavalo pense que é uma situação perigosa e correr com você ou “sobre” você. Ande para longe do seu cavalo enquanto ainda está de olho nele. Uma vez que ele se acalmou, se você não estiver machucado, fique livre para montar novamente. Nem sempre a culpa é dele e é cruel julgar um cavalo por algo que ele fez uma vez. Deixe ele/ela provar para você que é um bom cavalo e que vale a pena confiar nele apesar de tudo.
  5. Se você tem uma relação estreita com o cavalo, deixe-o sentir seu cheiro. O primeiro passo para parar um cavalo que está empinando é remover a ameaça percebida. A segunda etapa é sinalizar para o cavalo o seu cheiro (identidade), soprando em direção das narinas dele. Eles têm grandes glândulas olfativas que podem distinguir muitos cheiros e usam isso para identificar diferentes pessoas/animais/outros cavalos/etc. Uma vez que os cavalos têm isso, se você for familiar a eles, eles costumam se acalmar.
    • Se ele ainda não se acalmou um pouco, você vai ter que esperar. Uma vez que ele se acalmar um pouco, o terceiro passo é colocar a mão na parte superior do nariz do seu amigo eqüino e falar com o seu cavalo, chamando a atenção do seu cavalo para você. Continue a fazer isto puxando seu cavalo para perto de você e acariciando-o no pescoço. Após isso, é bom pegá-lo para uma caminhada pelas redondezas de modo a reconstruir a confiança em você e em seus arredores para mostrar que não há nada para se preocupar.

Prevenindo um pinote

  1. Mantenha a cabeça dele erguida, pescoço macio e flexionados. Você pode fazer isso com algumas e ter certeza que você sempre tem uma conexão "ao vivo" entre a boca e as mãos. Não deixe que ele morda um pouco e puxe suas mãos e não deixe que suas rédeas fiquem folgadas ou descanse as mãos no pescoço dele.
    • A maioria dos cavalos só faz uma "base de porco", que é uma versão menor de um salto como pinote pois pinotes mesmo acontecem quando a cabeça do cavalo está entre as pernas dianteiras com as pernas para trás estendidas muito acima de sua anca.
    • Um cavalo pode pular, pois isso o ajuda a se equilibrar. Alguns ex-cavalos de corrida tendem a fazer isso quando estão galopando em um campo aberto ou arena.
  2. Mantenha o seu peso na região central; não passe para a frente. Comunique as suas intenções; o peso do corpo é uma ferramenta de comunicação muito eficaz. Esteja relaxado com o seu peso na região central do seu cavalo. Visualize onde você está indo e deixe a sua cabeça na direção que você está indo; isso vai deslocar o seu peso e indicar, por sua vez, a direção sem muita necessidade de auxílios com a mão.
    • Você precisa firmar o comando sobre o seu cavalo, mas não tão firme. Se ele perceber que você é um cavaleiro com medo, isso pode ser uma razão para que ele te jogue para fora.
  3. Mantenha o impulso para a frente. Se você hesitar seu cavalo vai saber imediatamente e pode tomar isso como uma oportunidade de jogá-lo para fora. Mantenha contato sólido com pernas e se você começar a perceber que ele vai empinar, tente fazer um impulso para frente; um cavalo não pode empinar sem cravar as patas dianteiras.
    • Não deixe ele parar. Um cavalo pode reverter e depois parar; a única razão pela qual ele iria reverter era porque ele sabia que o seu cavaleiro iria impedi-lo por mau comportamento. Apenas continue se for esse o caso, e ele vai aprender que não há nenhuma recompensa envolvida.
  4. Ao saltar, evite "cortar" mesmo antes de um salto. Se um cavalo está propenso a empinar, eles vão usar isso como uma oportunidade para cravar essas patas dianteiras e mandar você pro espaço. Certifique-se de ter espaço para os passos largos dele após saltar para obter uma distância confortável para esse último passo. Quando você começa a direita, mantenha esse impulso para a frente!
    • Incentive o seu cavalo com ajuda das pernas e dê-lhe um amplo espaço para esticar o pescoço, deslizando as mãos para a frente e deixando o seu centro de gravidade agir em um movimento para frente também.
    • Se um cavalo está empinando, isso significa que ele está levantando as patas traseiras. Isso pode ser muito perigoso para você se você está no topo do cavalo e também pode ser perigoso para os cavaleiros em torno de você. Se um outro cavalo está empinando, tente montar o seu longe dele, ficando à distância.
  5. Mantenha a calma para que você possa acalmar seu cavalo, por sua vez. Você não deve compartilhar seu medo ou pânico com o seu cavalo pois ele vai sentir através da sua voz e do cheiro. Se você está sobre o cavalo nesta hora, em seguida, abaixe-se sobre o cavalo, pegue-o com firmeza, e mantenha sua cabeça ao lado do pescoço dele e longe de sua cabeça batida. Fale o mais suavemente o possível, enquanto repete o seu nome.
    • Não fale com ele como um bebê, mas como se ele fosse uma criança assustada. Depois de alguns segundos, você pode tentar um comando firme e alto (mas não com raiva) para tentar acabar com as suas respostas aprendidas. Isso é desesperadamente um gasto de energia nervosa, então canalizar isso em movimento é uma boa ideia; no entanto, não incentive um galope nesse estado a não ser que você queira estar em um trem desgovernado.
    • Acalmar o seu medo ou raiva é tudo que você pode fazer. Se você está no chão, então, mantenha a calma, vire um pouco de lado e olhe para baixo evitando olhar nos olhos dele. Fale suavemente e com calma. Considerando-se que ele está em pânico, tente sorrir, bocejar, suspirar, ou rir. Você irá desenvolver um estímulo para relaxar quando o seu cavalo fica fora de controle.
  6. Conheça o seu cavalo. Muitas vezes os cavalos jogam para fora os cavaleiros inexperientes ou cavaleiros com os quais eles não estão familiarizados. Nestes casos, isso só vai levar tempo. Conhecer o seu cavalo e desenvolva um relacionamento com ele. Dessa forma, quando você montá-lo, ele vai saber que ele pode confiar em você.
    • Uma sugestão para ajudar você e seu cavalo ganharem o respeito um do outro é sair da sela e apenas caminhar com ele. Converse e acalme-o primeiro. Faça com que ele te siga ao redor do cercado ou traga-o algumas recompensas e ensine-o alguns truques! Desenvolver um bom vínculo com um cavalo é a chave para o respeito e um vínculo real não vem apenas com a montaria.

Saiba por que o seu cavalo empina

  1. Confira todas as pregas e equipamentos. Verifique se o seu cavalo apresenta sinais de desconforto, como um caroço nas costas, orelhas presas, ou uma expressão pálida. Ele pode estar com dor física, empinando para você não montá-lo. Afinal, cavalos empinam por uma razão.
    • Certifique-se de todos os equipamentos que você usa realmente se encaixam em seu cavalo corretamente. Uma sela ruim não só irá causar dor nas costas e cicatrizes, mas também pode levar ao medo psicológico de ser montado, o que pode fazer o manuseio e captura muito mais difíceis.
    • Peça a um especialista para verificar se a sua sela encaixa corretamente nas costas/espinha do seu cavalo. Uma vez que esses dois foram verificados olhe o freio e o bocal. Se todos esses potenciais problemas foram verificados, em seguida, a próxima coisa a considerar é você.
  2. Saiba como o seu cavalo está se sentindo. Você precisa descobrir qual é o problema. Ele está fazendo exercícios suficientes? Você tem certeza de que ele não está com nenhuma dor? Tente checar os ouvidos dele. Se seus ouvidos estão para a frente, ele pode estar apenas descansando e guardando um pouco de sua energia. Se seus ouvidos estão presos para trás da cabeça, ele pode estar incomodado ou de alguma forma estressado.
    • Às vezes cavalos empinam ou fazem algo a fim de lhe dizer alguma coisa. É importante ouvir o seu cavalo, porque na maioria das vezes ele está apenas tentando lhe dizer que alguma coisa está errada. Outro motivo pode ser porque ele tem um monte de energia reprimida; mesmo o melhor cavalo pode empinar se ele tem muita energia para liberar. Neste cenário, solte o seu cavalo até que ele ponha suas energias para fora.
    • Cumplicidade antes de um passeio também pode ajudar. Ele pode colocar a sua frustração e energia acumulada para fora antes de você montar poder ter um passeio tranquilo. Além disso, deixe claras as linhas dos estribos e conduza o cavalo ao redor para deixa-lo acostumado a pressão das rédeas e aprenda o que se espera dele.
  3. Tente perceber se existe alguma correlação entre quaisquer fatores externos e o momento em que seus cavalos empinam. Se ele ficou assustado perto de um trilho uma vez, ele pode empinar toda vez que vai passar pelo trilho. Faça algum trabalho de treinamento para tentar acalmá-lo acerca isso. Se ele ficar cansado ao fazer certos treinos, tente limitar o tempo que você gasta com esses treinos ou dar-lhe algum bom incentivo quando ele faz bem o treino. Em seguida, passe a alguns exercícios ou atividades que ele gosta.
    • Não obrigue-o a fazer atividades frustrantes por muito tempo; ao invés disso, construa o treino gradualmente e cuide de quanto tempo você gasta com ele.
  4. Vá devagar, estudando seu comportamento a cada passo. Se você não pode montá-lo com sucesso sem que ele de um ataque de pulos, então, comece com caminhadas brandas e construa uma linha de evolução. Estude-o e descubra quando ele vai empinar, trazendo punição e recompensa, conforme necessário.
    • Por exemplo, se o seu cavalo empina quando você lhe pede para trotar, expresse respeitosamente mas firmemente que isso é incorreto e, em seguida, traga-o de volta para baixo para um trote. Peça de novo e de novo até que ele não empine quando você lhe pedir para galopar e, em seguida, dê elogios. Premiar é uma grande parte do processo de formação e deve estar claro para ele se você está ou não satisfeito.
  5. Habitue-o ao treinamento. Não subestime a possibilidade de que seu cavalo foi deliberadamente treinado para empinar. Talvez o cavalo foi usado como um cavalo de rodeio, ou, talvez, uma pessoa com um rancor contra um ex-proprietário ensinou o cavalo a empinar para se vingar. Você pode achar que uma reciclagem é necessária, ou que para a sua segurança que você deve desistir de seu cavalo que empina comprar outro.
    • Cavalos descobrem rapidamente que empinar é um método muito eficaz para fazer com que um cavaleiro inexperiente deixe de montá-lo. Se este problema é recorrente por causa da falta de treinamento, seu cavalo, provavelmente não irá respeitá-lo. Nestes casos, o melhor é enviar o seu cavalo para ser treinado e obter algumas lições para si mesmo ou considerar a obtenção de um cavalo diferente já que o atual pode ser demais para o seu nível montaria.
    • Se você decidir continuar com o seu cavalo atual, esteja ciente de que ele pode "testar" você na próxima corrida (mesmo que tenha se comportado com o treinador) por isso, se você acha que não pode lidar com mais um pinote, troque-o.

Dicas

  • Cavalos podem sentir o nervosismo dos cavaleiros. Fique calma e não tenso.
  • Não puxe as rédeas, isso pode encorajar um cavalo a “dar ré” enquanto estiver empinando. Puxe uma rédea para o lado.
  • Fazer uma das rédeas parar também irá ajudar o cavalo a empinar. Pegue uma rédea mais perto do bocal e coloque-a de volta da sua coxa. Certifique-se que você também não puxe a outra rédea. Mantenha a mão sobre sua coxa até que o cavalo pare completamente e você volte a ter controle.
  • Um cavalo que é conhecido por empinar não deve ser montado por um cavaleiro tímido ou um novato. Verde + Verde = preto e azul! (Expressão da língua inglesa)
  • Certifique-se que o selim está extra firme, se você sabe que seu cavalo tende a empinar. Enquanto um cavalo está empinando você pode cair. Quando montar um Western há um chifre na sela. Não tenha medo de agarrá-lo. Mas não se esqueça de manter uma boa aderência nas demais rédeas.
  • Consulte um veterinário ou treinador se nada mais funcionar.
  • Não salte para fora. Tente se segurar. Incline-se para trás e pressione os calcanhares para baixo. Pulando para fora você está ensinado ao cavalo uma maneira de ele conseguir não ser montado.
  • Se você é um novato, é provavelmente melhor que você comece com uma sela tipo estoque ou ocidental pois elas têm o apoio na parte da frente e de trás.
  • Leve um longo chicote. Se o cavalo empina, toque-lhe no ombro com o chicote. Eventualmente, ele vai ver o chicote, e não empinar, porque ele está antecipando uma sensação desagradável quando ele empina.
  • Gaste muito tempo aprendendo sobre o seu cavalo isso irá criar um maior vínculo entre vocês dois e você e seu cavalo irão se sentir mais confortáveis um com o outro enquanto andam.
  • Só por que o seu cavalo nunca empina isso não quer dizer que você não será o primeiro a ser jogado para fora por ele!

Avisos

  • Se você cair, vire de lado. Deitar de costas, cabeça para cima ou frontalmente pode ser mais prejudicial e torná-lo mais vulnerável.
  • Quando e se você começar a cair, tente rolar. Vai diminuir o impacto da queda e levá-lo para longe do cavalo.
  • Se você cair, fique fora do caminho de pernas do cavalo. Enquanto os cavalos vão tentar evitar qualquer coisa no chão, não há promessas. Acidentes acontecem.
  • Não entre em pânico e puxe as rédeas, tentando impedi-lo de empinar. Isso vai confundir o cavalo e ele vai empinar ainda mais. A chave é ter calma e ser gentil.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.