Como Se Tornar um Tratador de Zoológico

Os tratadores são profissionais que trabalham para educar as pessoas e cuidar dos animais de um zoológico, aquário ou parque ecológico. Pessoas de uma ampla gama de históricos são empregadas, portanto não há uma maneira única de garantir um trabalho no campo. Uma boa educação, experiência extensiva e determinação ajudarão você a se tornar tratador.

Educando-se

  1. Aprenda sobre a carreira de tratador. Antes de começar a seguir o caminho para se tornar um tratador de zoológico, você deverá saber como é a carreira. O trabalho é exigente física e emocionalmente, e você deve ter certeza de que é adequado.
    • O cargo exige bastante trabalho físico. Ele não é glamouroso, e você ficará sujo, suado e cansado. Também exigirá força e flexibilidade. Você precisará ser capaz de erguer pelo menos 23 kg.
    • A rotina de trabalho do tratador é um tanto errática. Seus turnos variarão de semana a semana, e você provavelmente precisará trabalhar vários feriados.
    • Se você tiver paixão por animais, o trabalho pode ser recompensante. No entanto, ele não paga tanto quanto muitas outras profissões que envolvem trabalhar com os bichos. Em média, os tratadores de zoológico ganham cerca de R$ 16.800,00 por ano, mas o pagamento varia dependendo do seu nível de experiência e do custo de morar no local onde o zoo se encontra.
    • O tratador realiza uma ampla variedade de tarefas por dia. Além de alimentar os animais, limpar as gaiolas e outros espaços de exibição, e de treinar e observar, há o trabalho administrativo geral exigido. Esses profissionais precisam escrever notas de campo e propostas e conversar com os convidados e com outros funcionários do zoológico.
  2. Conheça as alternativas a essa profissão. Muitas pessoas adoram a ideia de trabalhar no zoológico, porém a quantidade de trabalho físico e a rotina imprevisível do cargo de tratador as afasta. No entanto, há uma grande diversidade de posições necessárias para manter um zoológico funcionando.
    • Os cargos administrativos incluem diretores, gerentes e coordenadores. Nessas posições, você supervisiona projetos realizados pelo zoo, planeja e executa políticas, recruta e mantém o pessoal e os voluntários e ajuda a tomar decisões sobre o futuro do local.
    • Os curadores são responsáveis pela criação e pela coleção. Os gerais e de animais cuidam da coleção animal do zoo. Já os de exibição e educacionais criam gráficos e exibições, planejam e implementam programas educacionais por todo o local.
    • As posições de marketing e arrecadação de fundos concentram-se em conseguir dinheiro para o zoológico, gerenciar as vendas, promover a instituição e criar campanhas de marketing e anúncios de serviços públicos em nome do local.
    • Os zoólogos e biólogos costumam ser contratados pelo espaço para fornecer assistência técnica e científica em relação à manutenção do ambiente dos animais. Você também conduziria pesquisas sobre certas espécies.
    • Os veterinários e os técnicos geralmente trabalham nos zoológicos para lidar com as necessidades médicas dos animais.
  3. Procure por educação formal. Não existem qualificações específicas ou diplomas para se tornar um tratador de animais, e as exigências variam dependendo do zoológico. No entanto, quanto mais educação relacionada a animais, vida selvagem e biologia você adquirir, melhor.
    • Se estiver no ensino médio, há programas em todo o país nos quais os zoológicos locais permitem que os estudantes se inscrevam em educação cooperativa. Verifique no seu próprio sistema escolar ou em listas on-line. A Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil é uma boa fonte de recursos.
    • Os diplomas de cursos técnicos e graduações tecnológicas voltados para gerenciamento e treinamento de animais, bem como ciências zoológicas, são boas opções se você estiver procurando aprofundar sua educação além do ensino médio. Esses programas costumam durar de um ano e meio a dois anos.
    • Existem programas de graduação de quatro anos que ajudam você a se preparar para uma carreira em zoológicos. É possível obter um diploma em Ciências Biológicas, Veterinária, Zootecnia e outros.
    • No Brasil, não há programas específicos relacionados ao gerenciamento de zoológicos, mas as opções acima são ótimas escolhas que aumentam suas chances de ser contratado por uma instituição desse tipo.

Obtendo experiência

  1. Seja voluntário em um zoológico. A experiência é importante em qualquer profissão, mas é especialmente vital em um campo que exige um conjunto de habilidades específico, como esse. O voluntariado pode ser um ótimo começo e levar a estágios e empregos no futuro.
    • Os zoológicos costumam ter treinamento para voluntários. A segurança é importante ao trabalhar com animais selvagens, portanto espere que a orientação seja mais detalhada nesses locais do que em muitas outras experiências de voluntariado.
    • As rotinas geralmente são flexíveis. Você pode ser voluntário em uma escala definida, como duas vezes por semana ou por mês, ou se voluntariar apenas para eventos especiais, como vigílias durante a gravidez e apresentações animais.
    • Aproveite ao máximo sua experiência como voluntário. Faça perguntas e fale com os cuidadores sobre como conseguiram seus cargos. Procure fazer networking e conexões que possa usar para obter outros cargos mais tarde.
  2. Faça um estágio em um zoológico. Os estágios ficam ótimos nos currículos e fornecem experiência prática e sólida. Embora sejam muito bons em qualquer área, como o tratamento de animais exige um conjunto de habilidades bastante específico, é vital ganhar experiência durante o caminho para se tornar tratador.
    • A Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil lista oportunidades em zoológicos. A base de dados dela é um ponto de partida para se procurar cargos.
    • Os estágios em zoológicos são exigentes. Espera-se que o estagiário trabalhe nos fins de semana.
    • Os cargos nem sempre são pagos, mas você pode obter uma bolsa para suas despesas.
    • Existem também estágios de férias, que podem ser feitos durante o verão.
  3. Obtenha certificações e habilidades técnicas. O tratamento de animais exige uma combinação de habilidades técnicas e práticas. Melhore seu currículo certificando-se em práticas como ressuscitação e primeiros socorros, além de informática.
    • Você pode se inscrever em aulas para obter uma certificação em primeiros socorros ou ressuscitação. Como os tratadores precisam estar prontos para emergências, você ficará à frente dos concorrentes ao se candidatar para um emprego. Caso haja a possibilidade de realizar esse curso como uma matéria universitária e obter créditos, faça isso.
    • Como tratador, você precisará escrever relatórios diários, anotar o comportamento animal e às vezes fazer apresentações para outros membros da equipe ou convidados. A proficiência em programas do Microsoft Office, como Word, Excel e PowerPoint, é ótima para o currículo. Você pode se inscrever em um curso de computação ou tentar aprender por conta própria.

Encontrando um emprego

  1. Escreva seu currículo. Um ótimo currículo é o primeiro passo para encontrar o cargo perfeito, e um currículo de tratador deve destacar sua experiência, suas referências e sua educação.
    • Os currículos devem ser escritos em uma fonte legível e moderna. Evite escolhas cursivas e floreadas e escreva em tamanho 10 ou 12.
    • Embora esses documentos devam ser relativamente simples, cores, imagens e bordas de bom gosto podem ajudar a destacar você na pilha. Experimente um monograma das suas iniciais no canto superior ou fontes de cores diferentes para os subtítulos. Não use cores muito chamativas; atenha-se aos azuis e roxos escuros, cores fáceis de ler.
    • Inclua somente informações relevantes para o cargo. O zoológico não precisa saber que você trabalhou como bartender para pagar o aluguel na faculdade, mas vai querer saber sobre seu voluntariado em uma fazenda local durante os fins de semana do seu último ano.
    • Escreva em ordem cronológica reversa. Comece com as experiências mais recentes e volte. Uma boa regra geral é que sua melhor experiência deve ficar acima da metade da página. Em outras palavras, empilhe o trabalho mais relevante em direção ao topo.
    • Peça a outra pessoa, como um professor, um ex-empregador, um amigo ou um familiar, para dar uma olhada em seu currículo. Eles podem não só oferecer sugestões para ajustar o formato e a ordem, mas também revisar o documento para você. Muitas pessoas tornam-se cegas a seus próprios erros depois de trabalhar no documento por um bom tempo.
  2. Saiba onde encontrar empregos. A busca por trabalho pode ser opressiva, e muitas pessoas não sabem por onde procurar. Faça um plano estratégico para encontrar cargos.
    • A Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil provavelmente é sua melhor opção para começar. Ela tem uma lista abrangente de oportunidades. Dê uma olhada para ver o que está disponível e candidatar-se para posições relevantes de acordo com suas habilidades.
    • Fale com os empregadores anteriores. Se você tiver feito um estágio ou sido voluntário em um zoológico, deve entrar em contato com o local e perguntar sobre vagas. Mesmo que eles não tenham nada no momento, se souberem que você está procurando por algo, podem procurá-lo se alguma coisa aparecer no futuro.
    • Ligue para os zoológicos próximos e veja se eles estão contratando. Envie seu currículo e diga que está procurando emprego. Embora eles possam não ter cargos naquele momento, caso tenham suas informações arquivadas, eles talvez em contato caso surjam vagas.
  3. Seja flexível na sua escolha. Você pode não encontrar o cargo ideal logo de cara. Prepare-se para lidar com a mudança e com circunstâncias menos favoráveis. Qualquer trabalho é bom, pois ele melhora seu currículo e aprofunda sua experiência no campo.
    • Os tratadores trabalham longas horas e feriados. Caso receba uma vaga, prepare-se para se comprometer bastante.
    • Existem zoológicos em todo o país, portanto você deve aumentar sua busca para vários locais. Talvez seja necessário mudar-se para conseguir um emprego. Esteja pronto, financeira e emocionalmente, para uma possível mudança.
    • Prepare-se para um salário inicial baixo. O salário dos empregos de tratador é relativamente baixo, especialmente para quem está começando. Saiba que seu orçamento será apertado e esteja disposto a trabalhar por menos.

Dicas

  • Os tratadores precisam ser fortes para trabalhar com animais. Você se comprometer a se exercitar e manter-se em forma se quiser entrar nessa carreira.
  • Muita gente trabalha com animais por causa da timidez e do desconforto perto das pessoas, mas o networking é tão vital nessa área quanto em qualquer outra. Você precisará manter contato com outros trabalhadores do mesmo ramo para ajudar sua carreira, portanto saia da sua zona de conforto em termos de interação social.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.