Como Usar uma Dremel

Há mais de 70 anos atrás, a Companhia Dremel criou uma ferramenta rotativa chamada Dremel, que agora tem diversas versões, acoplamentos e acessórios. Essa ferramenta giratória é um componente básico em muitas marcenaria e lojas de ferragens e é geralmente encontrada nas prateleiras de muitos artesãos. Se você pretende usar uma ferramenta Dremel em madeira, metal, vidro ou eletrônicos, você precisa saber como montar corretamente sua Dremel e quais acoplamentos usar para seu projeto específico. Aqui você pode aprender o uso básico de uma ferramenta Dremel, como escolher a ponta correta para o trabalho e instruções específicas para vários objetivos.

Aprendendo o Básico

  1. Use os equipamentos de segurança corretos ao usar uma ferramenta Dremel. Coloque luvas de trabalho ou luvas de borracha cada vez que usar a Dremel, para manter suas mãos a salvo de detritos soltos e bordas afiadas. Também é importante usar óculos de proteção ao cortar, polir ou esmerilhar com uma Dremel, já que fragmentos de madeira, metal, plástico ou vidro podem causar sérios estragos em olhos desprotegidos. Utilize-a com segurança e use equipamentos de proteção todas as vezes.
  2. Selecione a variedade de Dremel apropriada para suas necessidades. Há muitos modelos diferentes de retíficas Dremel, assim dependendoe de para quer você quer usá-la, uma pode ser mais apropriada que outra. A faixa de preços também varia bastante, mas estar informado sobre as opções disponíveis te ajudará a fazer a escolha mais informada.
    • Dremels vem em variedades com cabo e sem cabo. Os modelos sem cabo são leves e portáteis, fáceis de encaixar e funcionam em espaços apertados, mas lhes faltam a força de desbaste das retíficas com cabo e geralmente têm baterias com pouca vida útil.
    • Dremels também vem em modelos de velocidade fixa e variável. Retíficas de velocidade fixa são fáceis de usar e geralmente são baratas, mas as de velocidade variável permitem controle máximo para projetos intricados de esmerilhar e outros trabalhos.
  3. Familiarize-se com os controles. Carregue sua retífica ou ligue-a e passe algum tempo se acostumando com o funcionamento. Encontre os controles de velocidade, os quais são usados para ligar, aumentar e diminuir a rotação da ponta e pratique o uso deles.
    • Se sua Dremel tem mais de uma velocidade, haverá um botão que controla a velocidade. Mova o botão para diferentes níveis de velocidade para que você possa ver o quão rápido ou devagar a Dremel gira. Em geral, Dremels de velocidade variável te darão mais controle, tornando-as mais apropriadas para uma larga variedade de trabalhos.
  4. Pratique colocando pontas na retífica e prendendo-as. Quando quiser começar, você precisará colocar uma ponta no buraco na extremidade da Dremel, empurrá-la levemente e apertar o parafuso até que a ponta esteja firme na extremidade da Dremel. Sempre troque a ponta quando a retífica está desligada e desplugada.
    • Use o mandril. Essa ponta tem uma rosca na extremidade e um par de arruelas para conectá-la. Retire o parafuso e coloque o disco de corte que deseja. Coloque o disco entre as arruelas e use o parafuso para ancorá-lo no lugar. Coloque a ponta com a haste na frente. Segure a trava do eixo e use a chave para aparafusar a ponta no sentido horário.
    • Você não precisa empurrar a ponta até o fundo, pois fazê-lo pode não te dar o controle e o espaço que você precisará para trabalhar corretamente. Em vez disso, você pode empurrá-la até o fim e depois puxá-la de novo o bastante para que fique firme e gire sem nenhuma oscilação. Pratique um pouco para sentir o quanto cada ponta precisa entrar.
  5. Aprenda sobre as diferentes pontas disponíveis para a Dremel. O tipo da ponta que você usa dependerá do tipo do material com o qual você está trabalhando e se você está planejando ou não cortar, polir ou fazer outros trabalhos.
    • Trabalhos de entalhe e gravação usam fresas de alta velocidade, escariadores para gravação, escariador de carbureto de tungstênio, pontas montadas de carbureto de tungstênio, pontas diamantadas.
    • Trabalhos de limpeza e polimento usam pontas montadas de borracha para polir, discos de polir e escovas de polir. Essas pontas são boas para tirar tinta antiga de móveis de metal ou limpar ferramentas e grelhas.
    • Trabalhos de corte usam discos de corte e discos de corte de carboneto, disco de corte e modelagem diamantado, discos de diamante, brocas cortadoras e discos para mini-serra. Essas pontas são boas para corte em madeira, metal, cerâmica e outros.
    • Trabalhos para esmerilhar e afiar usam pedras de esmerilhar, pedras afiadoras, discos abrasivos e pontas abrasivas. Pontas de carbureto de silício tendem a funcionar melhor em metal.
    • Trabalhos de contornar e fresar usam pontas de contornar. Há pontas para fresa reta, ranhura para chave, fresa para borda arredondada, fresa ponta V e outras.
    • Trabalhos de lixar usam tubos de lixa, discos de lixa, discos de lamelas, discos de lixa para formar e discos abrasivos para acabamentos e detalhes. Trabalhos em madeira geralmente requerem esses tipos de pontas.
    • Pequenos trabalhos de perfuração podem usar uma Dremel com brocas perfuradoras. Você tanto pode comprar brocas perfuradoras individuais quanto comprá-las em conjuntos.
  6. Experimente com os conjuntos para se acostumar com a retífica. Assegure-se que a retífica está na posição desligado antes de colocá-la na tomada, depois plugue-a e gire para a menor velocidade. Pratique trocando entre as diferentes velocidades. Pratique usando a ponta de Dremel da sua escolha em um pedaço descartável de madeira, metal ou qualquer material com o qual esteja trabalhando. Comece na menor velocidade e aumente à medida que se sinta confiante.
    • Também é uma boa ideia experimentar com diferentes pegadas na retífica. Se a retífica for pequena o bastante, você pode segurá-la entre seu polegar e o dedo indicador, como um lápis, para o máximo de controle. Quando estiver cortando, às vezes é mais apropriado segurá-la como uma espada. Use a outra mão para apoiar o material ou apoiar a ferramenta. Sempre que possível, é uma boa ideia prender o material que você está cortando, para uma máxima segurança.
  7. Limpe a Dremel depois de cada uso. Remova a ponta e coloque-as dentro da caixa, gaste um tempo para limpar a retífica depois de cada uso. Manter a Dremel limpa ampliará significativamente a vida da ferramenta. Consulte o manual do usuário antes de desmontar a ferramenta para limpezas maiores.

Cortando

  1. Pratique usando as diferentes pontas de corte. A lâmina que escolher depende do que você está cortando, e praticar com as diferentes pontas te ajudará a ficar mais familiarizado com os seus usos. Se você está tentando cortar madeira ou metal fino com a Dremel, os discos de fibra reforçada geralmente são a melhor aposta.
    • Discos de fibra reforçada sempre duram mais, porque eles são mais duráveis e quebram com menos frequência. Discos de material cerâmico ou similar não são reforçados e podem quebrar, tornando-os menos ideais para fazer cortes mais pesados.
  2. Ajuste a velocidade da retífica para cerca de metade da velocidade. Mesmo se quiser fazer um corte rapidamente, você precisa manter a retífica funcionando a cerca de metade da velocidade – entre 40 a 60% da velocidade da retífica. Tentar cortar na velocidade errada desgastará as pontas e pode arruinar o objeto que está tentando cortar. Geralmente, algo próximo de 50% é uma velocidade de corte efetiva.
    • Descoloração e fumaça são um sinal de que você está indo rápido demais, então diminua, embora cortar a uma velocidade lenta demais irá cegar suas pontas.
    • Você também pode aprender a ouvir bem o som do motor para ter uma noção do estresse que está sendo posto sobre a ferramenta. Se você estiver cortando algo e ouvir a velocidade do motor caindo, então você está pressionando demais. Diminua a pressão sobre o que estiver cortando e então experimente e ajuste a velocidade.
  3. Use a Dremel para pequenos cortes e detalhes. A maior vantagem da Dremel é sua manuseabilidade e sua leveza, o que a torna ideal para pequenos detalhes e cortes. É muito difícil fazer cortes longos ou usar a Dremel para serrar através de um material grande de 5 x 10 cm, trabalhos esses que seriam mais adequados para algum tipo de serra de mesa.
    • Pode ser difícil fazer cortes curvos e mesmo contornar com essa ferramenta, porque você estará trabalhando mais a mão livre, mas você pode fazer vários cortes retos para conseguir o tipo da borda que você está procurando, depois nivele a borda com a ponta lixadora para deixá-la lisa. Experimente cortes de cerca de 30-40 graus assim a ferramenta não bate na superfície de trabalho.
    • Dremels geralmente são usadas à mão livre e não serão usadas em conjunto com calibradores e outros guias, mas também é uma ferramenta versátil que você pode integrar no seu projeto facilmente. Se você tiver uma guia de corte, experimente-a com a Dremel.
  4. Sempre segure os objetos a serem cortados com um torno. Você terá mais controle e segurança ao cortar se não estiver segurando a Dremel em uma mão e o objeto na outra. Prenda qualquer coisa que for cortar em um torno, prendendo-o firmemente para que assim você possa trabalhar seu corte segurando a Dremel com ambas as mãos , controlando-a cuidadosamente. É mais fácil fazer cortes mais retos e certeiro dessa forma.

Esmerilhar, Lixar e Polir

  1. Use pedras de esmerilhar. Para esmerilhar, as melhores pontas são as pedras de esmerilhar, as quais são sempre fixadas ao mandril/eixo. Coloque a ponta desejada na frente da ferramenta, insira-a completamente e depois aperte. Você vai querer um pouco mais de espaço do que quando você está cortando ou polindo.
  2. Assegure-se de que as pontas de lixar estejam em boas condições. Pontas de lixar e esmerilhar devem ficar bem encaixadas na retífica e devem ter a superfície de esmerilhar em boas condições. Quando quiser trocá-la, coloque a nova cuidadosamente. Pontas de lixar precisam ser trocadas quando começarem a travar ou ficarem gastas.
    • É sempre melhor comprar algumas pontas a mais do que você precisa. Se você usar uma ponta gasta, ela pode queimar ou arranhar o material com o qual está trabalhando.
  3. Esmerilhe lentamente. Como você não quer superaquecer o material que está esmerilhando, é importante desacelerar a retífica e ir lentamente. Essas pedras são melhores para materiais duros, então em materiais mais macios como alumínio elas não funcionarão tão bem.
  4. Use pontas cilíndricas ou triangulares para esmerilhar em curvas. Para fazer um entalhe em algo, ou esmerilhar um canto interno, use um disco de lixa para formar. Quanto menor o trabalho, menor o esmerilhador que você deve usar.
    • Para esmerilhar objetos planos, você não deve trabalhar no centro por que esse irá entupir mais rápido. Use mais vezes os discos de lixar que os de esmerilhar.
    • Para metal e madeira, as pontas de lixar são as melhores. Comece com uma velocidade menor e aumente se o material o permitir. Metal, geralmente, é um pouco mais durável, o que significa que você pode ir um pouco mais rápido.
  5. Vá das pontas mais grossas para as mais macias. Se tiver um trabalho grande, você facilitará o trabalho das pontas de esmerilhar se começar com as mais grossas e for trocando para as mais finas. Isso te ajudará a retirar as rebarbas o mais rápido possível, depois vá trocando progressivamente as pontas. Se você pular o disco grosso, levará mais tempo e você terminará gastando uma folha fina de lixa. Pare periodicamente enquanto você está esmerilhando ou lixando, verificando a cada um ou dois minutos o desgaste da ponta.
  6. Use uma velocidade baixa para polir metais e plásticos. Comece esfregando a pasta de polimento e ligue sua retífica em baixa rotação, 20-30%. Passe sobre a pasta de polimento, trabalhando o disco em círculos. Se necessário, você pode trocar para um disco mais macio ou mais grosso depois.

Dicas

  • Ligue a ferramenta para que opere em velocidade total antes de tocar o material.
  • Lembre-se de não usar pressão demais quando estiver cortando (e também lixando). Deixe a lixa ou o cortador fazer todo o trabalho.
  • Assegure-se de que qualquer coisa com a qual esteja trabalhando esteja firme. Se estiver solto, prenda-o firmemente com um grampo.
  • Há carvões no motor da Dremel. Se a ferramenta parecer pegar muita velocidade ou não funcionar corretamente, então você deve guardar a ferramenta e trocar os carvões. Confira se há cerca de 0,5 cm de material. Assegure-se de que ele não está quebrado e que está reto.

Avisos

  • Certifique-se de que sua área de trabalho está limpa e de que você está em uma área externa ou em um cômodo com boa ventilação. Furar, lixar, cortar e esmerilhar deixará aparas sobre você, sobre o piso e no ar na sua área de trabalho.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.