Como Sobreviver Sendo Uma Jovem Mãe Solteira

Ser uma mãe solteira já é difícil o suficiente... mas ser jovem, solteira e sem dinheiro muitas vezes pode ser uma experiência esmagadora. Este artigo oferece algumas ideias para ajudar você a se manter no controle da situação.

Passos

  1. Planeje. Você deve acordar toda manhã já com um planejamento definido de tudo o que fará durante aquele determinado dia. Por exemplo, um dia você pode ter que organizar uma reunião entre pais e mestres, fazer compras e visitar o pai das crianças.
  2. Analise suas prioridades para tornar este planejamento uma realidade (por exemplo, levar as crianças à escola, ir trabalhar, decidir o que fazer para o jantar, fazer compras no mercado, ajudar as crianças com a lição de casa, etc.).
  3. Uma vez por semana, defina um dia específico para planejar as ações para a semana seguinte. Anote sua agenda de trabalho, os eventos da escola, datas de contas a pagar, entre outros.
  4. Mantenha esse planejamento com os horários em um lugar que seja de fácil acesso para que possa ser consultado com frequência durante o dia e a semana por completo.

Dicas

  • Não desista! A vida não será sempre tão ruim como pode parecer. Faça um plano financeiro e siga – o até o fim, vivendo um dia de cada vez. Pensar muito à frente pode fazer com que se sinta incapaz de atingir seus objetivos, o que acabará desmotivando você.
  • Não pense que está acima de qualquer ajuda ou de receber alguma caridade. Quando se está em uma situação melhor de vida, tudo bem ser exigente, mas, do contrário, aceite toda a ajuda que puder conseguir. Lembre – se de retribuir tudo quando tiver condições para isso.
  • Desenvolva seus conhecimentos a cada oportunidade que tiver.
  • Poupe cada centavo. Saiba reconhecer a diferença entre necessidade e desejo. Este é um período de tempo para se concentrar em você e nas necessidades de seus filhos. Qualquer dinheiro que sobre deve ser guardado.
  • Expanda o círculo de pessoas produtivas e positivas em sua vida e reduza o número de pessoas negativas e improdutivas.
  • Minimize a sensação de se sentir arrasada ao compartimentar seus problemas. Isso significa olhar para cada problema individualmente, ao invés de encarar a todos de uma só vez.
  • Tente não deixar seus filhos perceberem que está passando por necessidades. Eles ficarão sabendo de seus problemas e não é preciso que eles se sintam inseguros também.
  • Não saía de um emprego até que encontre outro, independentemente de quanto detesta aquela função.
  • Quando sentir a necessidade de tirar um tempo só para você, pergunte a seus familiares ou amigos de confiança se podem ficar com as crianças uma ou duas vezes por mês para que possa sair com amigos para almoçar ou realizar qualquer outra atividade que a faça relaxar. Hoje é possível encontrar uma variedade de atividades que não custam absolutamente nada.
  • Utilize a internet e agências locais de serviços sociais (se você não tiver acesso à internet em casa, vá até uma biblioteca) para encontrar informações sobre benefícios que você tem direto a receber. Mesmo a menor quantia já é de grande ajuda.
  • Faça o possível para assegurar o pagamento da pensão alimentícia pelo pai das crianças. Este não é o momento de se ter uma postura de falso orgulho.

Avisos

  • Não se apaixone por homens que não gostem de crianças. Você não pode fazê-los mudar de ideia, ao que algumas pessoas sabem quando se sentem desconfortáveis em relação à crianças e você não irá querer tê-las por perto. Seus filhos não merecem ser infelizes e muito menos você.
  • Se você se sentir desanimada com a pressão de ser uma mãe solteira e sem dinheiro, não desconte nas crianças, pois elas sentem o mesmo peso que você.
  • Se você encontrar um homem que goste de crianças, não se torne dependente dele. Ele pode sofrer um acidente ou qualquer outra coisa pode acontecer, e aí o que será de você? Dependa apenas de si mesma mesmo que as coisas pareçam seguras.
  • Não seja sempre tão dura consigo mesma, ao que ser a melhor mãe possível para garantir o futuro de seus filhos deve ser sua primeira preocupação. Você não ficará sozinha e sem dinheiro para sempre se continuar motivada e pensando positivo.
  • Não tenha outro filho até que tenha condições para criá-lo. Se você sempre quis ter quatro filhos mas só tem condições de criar um, provavelmente terá que fazer uma mudança de planos para sustentar seu único filho.

Materiais Necessários

  • Lenços de papel
  • Amigos e família para conversar e desabafar
  • O máximo de educação possível
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.