Como Criar Larvas da Farinha

Larvas da farinha são bastante usadas como alimento para aves, peixes, répteis e outros animais de estimação. Se você tem vários animais de estimação que se alimentam de larvas da farinha, faz todo sentido você começar a criar as suas próprias larvas. Criar a sua própria fazenda de larvas da farinha é mais barato do que você pode imaginar e você pode tê-la pronta e funcionando em bem pouco tempo.

Construção

  1. Reúna os suprimentos:
    • Aveia seca.
    • Uma fonte orgânica de umidade que não seja suscetível a mofar rapidamente. Cenouras são a melhor opção.
    • Três recipientes de plástico com buraquinhos no topo para a entrada de ar.
    • Vários pedaços de papelão na forma de caixas de ovos ou de rolo de papel higiênico usado.
    • Larvas da farinha, também conhecidas como larvas do bicho-da-farinha ou do tenébrio... comece com mil delas.
  2. Despeje uma camada de dois centímetros e meio de aveia no fundo de cada recipiente de plástico. Isto servirá de cama e comida para as larvas durante todo o seu crescimento.
  3. Coloque algumas fatias de legume dentro de cada recipiente. Você pode usar qualquer tipo de fruta ou legume, como aipo, alface, batatas ou maçãs. Cenouras são as que parecem levar mais tempo para criar mofo, mais do que qualquer outro legume ou fruta. Se você decidir usar outras fontes de umidade, reponha-as com frequência.
  4. Despeje as suas larvas da farinha vivas em um dos recipientes. Alguns “fazendeiros” também gostam de adicionar algumas fatias de pão e um pouco de cereal moído ou ração para cães seca à mistura.
  5. Coloque algumas sobras de material de papelão em cima da aveia. Essas pequeninas criaturas gostam da escuridão.
  6. Ponha rótulos nos recipientes adequadamente. Um será para as larvas, um para as pupas e outro para os besouros adultos.
  7. Lacre os recipientes e coloque-os em algum lugar quente e escuro. O calor acelera o ciclo de vida das larvas, assim elas se tornarão pupas mais rápido.

Manutenção

  1. Preserve os seus recipientes. Alguns “fazendeiros” gostam de checá-los diariamente, e alguns só o fazem uma vez por semana.
    • Remova quaisquer pedaços de legume que tenham apodrecido, insetos mortos ou amontoados de mofo do substrato de aveia.
    • Adicione mais legumes e aveia quando necessário e movimente o substrato de aveia para prevenir o mofo.
  2. Fique de olho nas pupas que vão aparecer no seu habitat de larvas. Dependendo da temperatura e da idade que elas tinham quando você as comprou, a transformação para o estágio de pupa pode levar dentre uma semana a dois meses.
    • A maturidade da larva da farinha é caracterizada pelo escurecimento gradual de sua coloração em todos os estágios de sua vida.
    • As pupas inicialmente são de um branco extremamente pálido e se parecem mais com besouros enroladinhos do que com larvas segmentadas.
    • Talvez você note que as larvas de farinha mudam de pele várias vezes antes de virarem pupas. Isto é normal.
  3. Separe as pupas assim que começar a notá-las. Você pode fazer isso com pinças se ficar com nojo.
    • As pupas não se movimentam muito e não necessitam de alimento algum. A umidade não dói, mas as pupas não irão corroer as fontes de umidade que você puser dentro do recipiente com elas.
    • É importante manter as pupas separadas das larvas e dos besouros, porque elas não conseguem se defender e por isso correm o risco de serem devoradas antes que elas tenham a chance de eclodirem.
    • O estágio de pupa dura entre uma a várias semanas, dependendo da temperatura. Você vai saber quando elas estiverem prontas para eclodirem pelo escurecimento da coloração.
  4. Continue checando os recipientes regularmente para quaisquer avanços no ciclo de vida. Isso vai se tornando mais importante na medida em que você for tendo mais insetos nos diferentes estágios de desenvolvimento.
  5. Remova besouros adultos do recipiente com pupas imediatamente. Eles começarão a se alimentar das pupas se não forem retirados rapidamente.
    • Ponha os besouros adultos em um recipiente separado com a mesma configuração do recipiente das larvas. Não seria exagero pôr um pouco a mais de aveia para que os besouros tenham um pouco mais de espaço para se aninharem.
  6. Esteja sempre procurando ovos no seu recipiente com besouros adultos. Haverá mais ovos lá dentro de acordo com o crescimento do número de besouros. Os ovos podem ser encontrados no fundo do recipiente.
    • Não é necessário remover os ovos, mas eles são um sinal de que você terá mais larvas em breve.
    • Fêmeas adultas porão em torno de 500 ovos por vez.
    • Os ovos eclodirão dentre 4 a 19 dias, dependendo da temperatura.
  7. Remova as larvas de farinha do habitat dos besouros e coloque-as no recipiente com larvas depois da eclosão dos ovos. Como as fêmeas põem tantos ovos de uma só vez, você terá bastante trabalho a fazer com cada geração de larvas.
  8. Continue com a manutenção diária ou semanal de seus habitats. Isso inclui reabastecer as fontes de alimento e de umidade, manter os insetos separados de acordo com a fase do ciclo de vida na qual estejam, remover insetos mortos e movimentar o substrato de aveia regularmente.
    • Se você notar que há mais larvas do que você pode dar de alimento aos seus animais de estimação, então pegue alguns dos adultos e solte-os em algum habitat natural remoto. Você pode também alimentar os besouros com algumas das pupas ou pôr as larvas que estiverem sobrando em um alimentador de pássaros no seu quintal.

Dicas

  • Não se esqueça de substituir comida velha e mofada por comida nova e fresca.
  • Se você tiver uma quantidade pequena de larvas da farinha, você pode mantê-las em um recipiente menor, como uma caixa de plástico.
  • Tente não colocar larvas demais em um só recipiente.
  • Se você for usar a espécie tenébrio molitor gigante em sua fazenda, para que essas larvas se tornem pupas, você deve mantê-las em recipientes separados.
  • Armazenar larvas de farinha na geladeira vai desacelerar o crescimento. Então, se você prefere alimentar o seu animal de estimação com larvas ao invés de besouros, mantenha as larvas na geladeira.
  • Você pode utilizar o que foi escrito aqui como guia para a criação de larvas de tenébrio molitor gigante também, só que não as coloque na geladeira. Por serem insetos tropicais, preferem estar em temperatura ambiente.
  • Você não precisa limpar suas caixas com frequência.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.