Como Forjar Uma Faca

Não há nada pior do que não ter o equipamento adequado! Agora, não estamos dizendo que algum dia você estará em uma situação onde não haja escolha que não seja forjar sua própria faca, mas quem sabe? Pode acontecer, e você vai ser grato por ter lido isto!

Passos

  1. Esquente o metal e uma forja ou sua própria fornalha de metal. A temperatura ideal varia, mas um fogo de carvão com ar introduzido é suficiente.
  2. Olhe a cor quando esquentado. O metal deve estar de 1150 a 1200º C, que deve ficar com cor amarela ou de palha.
  3. Forje a lâmina a um ponto em que o lado plano será a borda da sua lâmina, e o lado curvado irá ser a espinha quando finalizado.
  4. Deixe espaço para um tang (a parte do cabo). Deixe por volta de 5 cm ou mais em uma das pontas.
  5. Estabeleça uma lâmina, dando repetidas batidinhas com uma marreta de 1,5 kg (o melhor peso irá depender do seu tamanho e força) em linhas longas através da lâmina, estreitando o metal, deixando-o mais fino. Trabalhe dos dois lados da lâmina para evitar qualquer distorção.
  6. Martele o lado plano para fazer uma curvatura. Note que fazendo isso você irá fazer com que a lâmina entorte na sua espinha.
  7. Tente não deixar a lâmina se dobrar nem criar bolhas, pois isso irá enfraquecê-la.
  8. Lembre-se, quando a lâmina está no formato bruto, você pode temperá-la levando-a a uma temperatura que a deixe vermelha, três vezes, e então deixando-a resfriar ao ar até toda a cor sair. Depois de esquentar três vezes, deixe resfriar sobre o fogo durante a noite. Resfriar muito devagar fará com que a faca fique mais macia, facilitando o processo.
  9. Lixe até o formato desejado e deixe bem uniforme.
  10. Leve a lâmina novamente à temperatura que a deixa vermelha, e mergulhe-a em uma cuba de óleo para endurecê-la (existem metais que endurecem em óleo, água e ar). Mergulhar somente a borda de corte irá dar uma dureza de corte boa, mas deixará a parte de trás flexível, assim aumentando a durabilidade da faca como um todo. Somente mergulhe o metal verticalmente; qualquer outro ângulo causará a criação de bolhas ao redor do metal, que empenará a faca, arruinando o processo.
  11. Coloque no forno por uma ou duas horas em 120 a 180 º C para temperá-la. Você também pode deixá-la coberta por com alguns carvões acesos.
  12. Faça a faca. Ou faça buracos e prenda madeira, envolva com corda ou fios, ou faça um tang pontudo, prenda a um bloco de madeira e lixe até ficar no formato desejado.
  13. Afie sua faca com uma lixa fina, depois com uma pedra de amolar. Finalmente use uma tira de couro impregnada com uma pasta de polimento para remover qualquer rebarba e deixar uma faca muito bem afiada.

Dicas

  • Trabalho igualmente nos dois lados do metal para deixar uniforme.
  • Leve o tempo que for preciso. O processo de se fazer uma faca é algo que fica melhor quanto mais tempo você põe nele.
  • Não bata com a marreta no metal com muita força. Mesmo se estiver com a face plana, você deixará uma falha bem grande onde bater.
  • Somente trabalhe com o metal quando estiver vermelho de quente, ou mais quente ainda, mas não tão quente ao ponto de projetar faíscas. Alguns tipos começam a soltar algumas ligações químicas e ficarão quebradiços quando resfriados, por exemplo o ferro e o ferro fundido.
  • Não espere que suas facas fiquem boas, a não ser que você já seja um ferreiro experiente. Leva-se meses ou anos de prática para se tornar um bom ferreiro. Para aprender, faça ferramentas simples como martelos, pregos, etc. Isso também pode ajudar a não haver constrangimentos durante uma aula de forja quando sua faca se tornar uma colher.
  • Se quiser escolher o jeito fácil, use um metal fino, não mais do que uma chave de bronze. Forje a frio (sem aquecimento) em qualquer formato e lixe até ficar afiado em uma pedra de amolar ou qualquer superfície que esmerilhe.
  • Escolha um metal que durará bastante tempo, e aço é o melhor que você pode usar para qualquer ferramenta ou produto. Porém, esse metal pode se tornar caro e difícil de forjar. Não use metais muito macios, como estanho e zinco, entre outros. Se você somente tiver pequenas porções, derreta-os juntos, mas tome cuidado para o ponto de derretimento e de fervura de cada metal, assim como quando misturá-los.
  • Não toque no metal até que ele tenha resfriado ao ponto de você poder ver a cor original novamente.
  • É mais fácil se você fizer um molde de argila e moldar o metal antes de usar a bigorna para que já fique no formato e fique mais fácil de afiar.
  • A bigorna precisa estar a certo nível, logo nos joelhos do forjador. Não ajustando a altura devidamente, você pode sofrer de dores nas costas e ainda não conseguir forjar corretamente.
  • Não use nenhum material perigoso, mesmo ácido para limpar, afiar e chapar o metal. Lingotes de chumbo derretidos são o suficiente para causar problemas de saúde seríssimos. Se você estiver inseguro com o material, retire um pedaço pequeno e derreta em temperaturas diferentes. Use máscaras para respiração e óculos apropriados enquanto testa materiais desconhecidos.

Avisos

  • Sua faca estará afiada, então não teste no seu dedão!
  • Quando apagar apenas a borda da sua faca (passo 9) existe a chance da lâmina empenar.
  • Trabalhar com metal é extremamente perigoso, seja inteligente, focado e seja precavido quando estiver ao redor da forja. Quando ver um pedaço de metal que você sabe que não resfriou, use o alicate, não suas mãos.
  • Não deixe ferramentas perto da forja por mais de 10 segundos, e não toque neles com suas mãos. Deixe-os resfriar ao ar livre.

Materiais Necessários

  • Metal
  • Uma fornalha
  • Ferramentas (ou seja, marreta)
  • Experiência trabalhando com metais.
  • Sensibilidade
  • Possivelmente um profissional médico.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.