Como Prevenir Sarna em Cães

Você já pode ter observado um cão com queda de pelos ou feridas na pele, ou teve que lidar com isso em seu próprio animal; esta condição, quando causada por um ácaro minúsculo, é conhecida como “sarna”. Há vários tipos diferentes de sarna, cada uma como resultado de diferentes tipos de ácaros, que invadem o corpo do animal e se reproduzem em grande número sobre a sua pele, causando uma reação de irritação ou alergia; essa reação provoca coceiras constantes e severas, ocasionando feridas e queda de pelo. O surto pode ser apenas em áreas específicas do corpo do animal, tais como o rosto e pés, ou por toda parte e embora não se possa prevenir a sarna completamente, ela pode ser controlada se você conhecer os sintomas e ficar atento quanto a obter e aplicar o tratamento correto.

Tratamentos Tradicionais para Prevenir Surtos

  1. Assegure que seu cão tenha uma dieta saudável.
  2. Controle todos os parasitas regularmente, tais como pulgas e vermes.
  3. Esteja sempre em dia com as vacinas.
  4. Trate seu cão diariamente com medicação contra a dirofilariose (opcional) caso o animal seja altamente suscetível a infecções provocadas por ácaros.

Tratamento Após um Surto – Sarna Sarcóptica

  1. Peça a seu veterinário que realize um teste de diagnóstico da área afetada por meio de raspagem da pele ou biópsia.
  2. Caso a raça do animal seja tolerante à Ivermectina, programe para que seu cão receba injeções a cada 4 semanas.
  3. Tose a área infectada.
  4. Aplique um xampu anticaspa conforme orientação de seu veterinário.
  5. Dê um banho de inseticida no animal de acordo com instruções do seu veterinário, especialmente para as raças que não toleram injeções de Ivermectina (raças de pastoreio).
  6. Aplique um creme de cortisona para aliviar a coceira.
  7. Consulte seu veterinário a respeito de antibióticos tópicos para as áreas infectadas.
  8. Trate todos os animais da casa com as mesmas aplicações (como indicado por seu veterinário), pois estes ácaros são transmitidos para os outros animais e para os humanos.
  9. Descarte ou lave cuidadosamente todos os materiais usados pelos animais, como por exemplo, camas, guias, coleiras.
  10. Assegure que seu cão ou outros animais de estimação tenham nutrição apropriada e atividade física para combater surtos e infecções.

Tratamento Após um Surto – Sarna Cheyletiella

  1. Peça a seu veterinário que realize um teste de diagnóstico da área afetada por meio de raspagem da pele ou biópsia.
  2. Descarte ou lave cuidadosamente todos os materiais usados pelos animais, tais como camas, guias, coleiras.
  3. Trate seu cão com um banho com inseticida, de acordo com as instruções do seu veterinário (este tipo de sarna está frequentemente associado a canis).
  4. Assegure que seu cão ou outros animais de estimação tenham nutrição apropriada e atividade física para combater surtos e infecções.

Tratamento Após um Surto – Sarna Demodécica

  1. Peça a seu veterinário que realize um teste de diagnóstico da área afetada por meio de raspagem da pele ou biópsia.
  2. Tose os pelos do seu cão ao redor da área afetada.
  3. Aplique um xampu que contenha peróxido de benzoíla, que limpará as infecções e atacará os ácaros que vivem nos folículos dos pelos.
  4. Dê banho em seu cão com inseticida a cada semana ou em semanas alternadas.
  5. Trate seu animal com injeções de Ivermectina ou medicação contra a dirofilariose como recomendado por seu veterinário.
  6. Descarte ou lave cuidadosamente todos os materiais usados pelos animais, tais como camas, guias, coleiras.
  7. Assegure que seu cão ou outros animais de estimação tenham nutrição apropriada e atividade física para combater surtos e infecções.
  8. A sarna sarcóptica pode ser transmitida a humanos, causando coceira severa em áreas específicas do corpo. Os ácaros morrerão, pois não se reproduzem sobre a pele humana, mas os sintomas permanecerão por aproximadamente 3 semanas.

Dicas

  • Aqueles que são mais propensos a usar curas naturais acreditam que as vacinas podem baixar o sistema imunológico dos cães e recomendam uma abordagem mais holística e natural ao invés de seguir os passos descritos acima. Pesquise em sites específicos na Internet e encontrará informações sobre esse tipo de tratamento.
  • Há certas raças de cães, como boxers, que são mais suscetíveis à sarna do que outras; entretanto, quando pensar em adquirir um novo filhote, pergunte ao criador sobre a incidência de qualquer tipo de sarna que ocorra na raça ou faça uma pesquisa online ou junto ao seu veterinário.

Avisos

  • Consulte seu veterinário sobre o melhor tratamento para o tipo de sarna que infectou seu cão. Nem todos os tipos de sarna reagem a todos os tratamentos e algumas raças de cães não toleram alguns tratamentos; nunca use um medicamento ou tratamento sem aprovação do seu veterinário.
  • É importante tratar qualquer tipo de sarna imediatamente, pois os ácaros se multiplicam rapidamente e o sistema imunológico e capacidade do seu cão para lutar contra eles tornam-se comprometidos, e seu cão se tornará suscetível a outras doenças ou parasitas.
  • Certifique-se de verificar todas as bulas dos remédios que você pretende administrar ao seu cão. Alguns xampus e banhos de inseticidas não podem ser usados em animais em certa idade, pois causarão doenças e possivelmente até mesmo a morte. Quando estiver em dúvida, converse com seu veterinário.

Materiais Necessários

  • Testes positivos do seu cão
  • Banho de inseticida
  • Xampu medicinal (xampu anticaspa ou qualquer um que contenha peróxido de benzoíla)
  • Injeções recomendadas pelo seu veterinário
  • Creme de cortisona (como indicado pelo seu veterinário)
  • Antibióticos (se necessário)
  • Uma bacia ou banheira grande para dar banho em seu cão.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.