Como Fazer um Aquário de Corais

Montar um aquário de recife marinho pode parecer uma tarefa intimidante, mas é razoavelmente fácil visto que você siga alguns passos.

Passos

  1. Seleciona uma parte da casa onde você quer que o tanque fique. Não o coloque numa área onde não tenha muita corrente de ar, ou que seja perto de um aquecedor ou janela, sob luz solar direta ou onde houver flutuações de temperatura, por exemplo, na cozinha. Também evite áreas muito quentes ou muito frias. Não o ponha num lugar muito ocupado, mas certifique-se de que você possa vê-lo o bastante para se divertir.
  2. Compre o maior aquário que couber no seu espaço, ou o maior que seu orçamento permitir. Aquários maiores proporcionam um ambiente muito mais estável, porque a química da agua fica mais fácil de manter ao longo do tempo.
  3. Escolha entre acrílico ou vidro. Acrílico arranha fácil mas é mais fácil de furar e muito mais leve. Você também pode comprar um aquário com furos, ou se você for habilidoso(a) faça você mesmo (usando uma furadeira com serra copo diamante). Alguns petshops e lojas de vidro também fornecem esse serviço. Um tanque com overflow é uma grande vantagem. É melhor escolher um tanque não tão fundo (por exemplo, de 60 a 80 cm) para você alcançar o fundo com facilidade. Um tanque mais largo proporciona uma visibilidade mais profunda e uma maior penetração de luz. Um segundo tanque menor (um filtro sump) é colocado embaixo do aquário próprio para recifes, mantendo todo o equipamento fora de vista. O filtro sump não é uma necessidade, mas é bom poder manter todo o equipamento escondido além de aumentar o volume de agua no seu sistema.
  4. Escolha sua iluminação. Lâmpadas de iodetos metálicos fornecem uma iluminação melhor para a maioria dos corais normalmente usados, outras formas de iluminação também são obteníveis e com eficiência variada. Bulbos de 250 watts servem para a maioria dos aquários exceto para os mais fundos, onde bulbos de 400 w conferem maior penetração de luz. A cor dos espectros dos bulbos (expressados em temperatura de cor em Kelvins) é uma questão de preferência pessoal. Bulbos entre 10000 Kelvins e 20000 Kelvins são os mais populares, e quanto maior o número de Kelvins, mais azul é a cor. Alguns dizem que o crescimento do coral é afetado pela cor, mas corais crescem rápido e bem com qualquer ponta do espectro. Uma lâmpada de iodeto para cara 60-90 cm de comprimento do tanque é normalmente o recomendado.
  5. Outros tipos de luz para se considerar são as luzes florescentes, especialmente as de alta intensidade. Dois tipos populares são as compactas e a T5. Elas podem ser achadas em várias das mesmas classificações de cor que os bulbos de iodeto metálico, sendo muitas vezes mais baratas e produzindo menos calor que o bulbo de iodeto. Uma escolha popular é usar ambos os tipos de lâmpada. A principal coisa a se ter em mente antes de escolher uma fluorescente T5 é certificar-se de comprar uma com refletores individuais. Muitas pessoas escolhem usar apenas uma cor da de iodeto, como a 10000k, e usam algumas azuis florescentes para tornar a cor mais agradável.
  6. Construa o sistema de filtragem: num tanque menor (menos que 40 galões) mudanças regulares semanais podem ser feitas, ao invés de comprar um skimmer limpador. Se o seu tanque tem mais de 40 galões um skimmer de proteína é um apetrecho muito importante de adquirir. Compre um skimmer limpador de qualidade, e coloque no tanque menor ou atrás do seu aquário, se ele for projetado para isso. Não economize nisso. Muitas vezes, eles são subestimados pelo tamanho do tanque, então na prática um skimmer avaliado para um tanque de 100 galões mal se adequa para um tanque para recifes de 50 galões (especialmente um com vários peixes comilões). Rodas de agulha para skimmer são escolhas populares, e podem ter preços vantajosos por bons tamanhos. Não confie em skimmers venturi, a não ser que sejam modelos de ponta e com bombas muito fortes. Não se incomode em comprar filtro canister para aquário, normalmente usados em aquários de agua doce. Não só eles são um pouco inúteis como podem acumular nitratos em seu meio interno que podem afetar negativamente o aquário. Dito isso, um filtro canister pode ser usado para carvão e outros meios químicos, contando que seja limpo regularmente.
    • Um skimmer rapidamente fica mais barato que mudanças de agua salgada.
    • Se o aquário não tiver peixes demais ou muito delicados, tente colocar o skimmer ou filtro num timer - apesar da necessidade constante de circulação como de motores - para permitir que todos se alimentes durante o dia e tudo seja limpo durante a noite.
  7. Ajuste o fluxo. Agora é hora de comprar uma bomba de agua salgada para devolver a agua do tanque menor para o principal. Adicione bombas motorizadas no tanque, ou bomba(s) externa(s) devem ser instaladas para fornecer um fluxo vigoroso a áreas de outro modo estagnadas, o que é crucial para a sobrevivência dos seus futuros corais.
  8. Coloque um ou mais aquecedores no tanque menor, ou nas câmaras traseiras do tanque.
  9. Considere usar um resfriador para o aquário. A iluminação de alta intensidade usada nas propagandas de aquários para recifes aquece consideravelmente a água, tornando mais difícil manter a temperatura ideal. Apesar dos problemas de calor não serem tão problemáticos em países como o Canadá, você ficaria surpreso em saber quanto calor se acumula no seu tanque. Isso mostra a importância de minimizar a variação de temperatura. Quanto menos a temperatura variar pelo dia e noite, mais estável seu ambiente marinho será.
  10. Encha o tanque com agua da bica para testar vazamentos. Ligue todas as suas bombas. Desligue a bomba do tanque menor para ver quanta agua é drenada para dentro. Use um pedaço de fita para marcar o limite de agua. Essa é a quantidade máxima de agua que pode haver no tanque menor antes que ele transborde. Você também pode usar uma fita para marcar o mínimo de agua, ou seja, a menor quantidade de agua necessária no tanque menor para manter a bomba funcionando e não sugar ar para o seu dispositivo. Mantenha o nível de agua em algum lugar entre essas linhas. Você pode notar uma queda no nível de agua na câmara onde fica a bomba devido a evaporação. Há kits automáticos que substituem sua agua diariamente por agua declorificada fresca (sem sal). Você também pode substituí-la manualmente marcando o nível de agua desejado e mantendo o tanque cheio àquela linha com agua decodificada fresca (de preferência RO/DI).
  11. Prepare o volume de agua marinha artificial necessário. Use apenas boas marcas de sal marinho para aquário e água purificada com uma Osmose Reversa e R0/Filtro de Deionização. Outra opção é encher o tanque com agua RO/DI e então sal marinho. A importância do RO/DI não é pouca. Água de bica pode ser usada, mas se a água está à mercê de qualquer química malévola dissolvidas nela. Um bom sistema de RO/DI não é muito caro, e deve ser considerado uma necessidade. Um modelo de 100 galões por dia é uma boa escolha, porque você não vai precisar esperar tempo demais para fazer água purificada, o que é uma boa conveniência. Se seu tanque for menor você pode comprar água RO engarrafada. Usar água destilada não é recomendado pois a maioria das unidades de destilamento usam tubos de cobre. Cobre é tóxico à maioria dos invertebrados, incluindo corais, camarões decorativos, etc.
  12. Uma vez que você misturar sua água salgada e encher seu aquário, ligue todas as bombas e deixe a água “descansar” por um dia. Leva algum tempo para o sal dissolver e a química da agua estabilizar, e a ação das bombas removem o excesso de dióxido de carbono (que inicialmente deixa o pH baixo). Você pode colocar areia se quiser, antes ou depois de colocar a agua, se não preferir plantas. Se for colocar plantas na areia, a adicione depois de ter colocado a agua salgada no tanque. Deixe o skimmer desligado até a areia assentar. A profundidade da areia de 10 a 12 cm é recomendada para um máximo processamento de detritos biológicos (nessa profundidade apenas amadores experientes podem fazer, pois muitas coisas repulsivas podem crescer - pesquise leitos de areia aeróbios e anaeróbios para aquários de coral). Alguns preferem o visual do leito de areia, mas não querem a velha “síndrome do aquário velho” que pode vir com um leito muito profundo (a “síndrome” acontece quando o leito acumulou mais detritos que quanto podia ter e pode resultar no fim do tanque se H2S estiver misturado na areia). Um leito de 2.5 a 5 cm também pode ser usado, contanto que os detritos sejam aspirados regularmente (essa é, na verdade, a profundidade ideal, especialmente para iniciantes).
  13. Outro jeito é não colocar nada no fundo do aquário. É muito mais fácil manter o aquário limpo com o fundo limpo, pois você pode remover e filtrar facilmente os detritos. Talvez não seja tão atraente visualmente, mas pra muitas pessoas, a praticidade de mantê-lo limpo compensa o fato.
  14. Coloque uma “pedra viva” (pedra do oceano) e arrume-a ao gosto, aproximadamente 20% do seu volume. A pedra pode ser colocada num leito de aragonita, ou você pode colocar a pedra antes da areia. Você pode comprar uma “pedra viva” online, achá-la em lojas de animais ou pedir para algum mergulhador apanhar uma para você.
  15. Deixe o ciclo do aquário se manter: isso significa esperar os testes de amônia e nitrito ficarem negativos. Inserir bocados de comida de peixe congelada no leito de areia acelera o processo. Isso é desnecessário se você colocou a pedra viva. Há vários crustáceos vivos e vermes nela. Isso pode levar de 1 a 6 semanas. Brotos de alga podem ser uma parte natural do ciclo. Verifique se a salinidade é estável de 1.023 a 1.026. Isso não significa que pode estar a 1.023 em um dia e 1.026 no próximo. Descubra a salinidade apropriada para o seu aquário e mantenha-a nesse nível. 1.025-1.026 é a salinidade ótima para corais; uma salinidade mais baixa é inapropriada. Um aquário de um peixe só pode ser mantido a 1.021-1.026. Compense perdas por evaporação com agua RO/DI. Mantenha a temperatura, cálcio e alcalinidade estáveis. Não use suplementos comerciais além das trocas de agua a não ser que você saiba o que está fazendo. Brotos de alga são comuns por pelo menos os seis primeiros meses do aquário, então não se assuste se novas algas surgirem. Apenas mantenha tudo limpo e faça uma troca d'agua de aproximadamente 10% toda semana. Uma vez que o tanque estiver estável você pode querer diminuir as trocas de agua. Certifique-se de aquecer e misturar a agua por um tempo num recipiente separado antes de colocá-la no tanque.
  16. Adicione as criaturas como caramujos e pequenos caranguejos heremitas, e finalmente peixes de recife.
    • Se esse é o seu primeiro aquário de corais, compre apenas de um a três peixes baratos que sejam compatíveis com a variedade dos outros peixes, incluindo os exóticos, que você quiser adicionar depois. Ser barato não significa ser uma perda grande se morrerem, mas serem fortes e menos facilmente mortos. Sendo poucos (e pequenos, o que tende a vir junto com um bom preço) eles são menos prováveis de sobrecarregar a filtração biológica bem no início do seu aquário.
  17. Muitos aquaristas sentem que não é bom colocar corais e anêmonas até que o tanque tenha alguns meses de idade. Um tanque maduro é muito mais apropriado para crescer corais. Uma boa regra é observar sua pedra viva. Em algum momento você vai notar sua pedra ou vidro desenvolvendo pontos roxos. Eles são chamados de algas coralinas. As condições certas para o seu crescimento são iguais às do coral. Você vai ver novos crustáceos, vermes, espanadores, coralinas e mais. Quando você chegar nesse ponto, supondo que seus testes deram 0 para amônia e nitritos, e menos de 20 ppm para nitrato, você pode começar a colocar corais.
  18. Junte-se a uma comunidade de aquaristas e faça muitas perguntas e leia, leia, leia!
  19. Final.

Dicas

  • Leia livros, junte-se a grupos de cuidadores de coral online e faça muitas perguntas. Comprar um refratômetro e kits de testagem de qualidade são bons investimentos.
  • Invista num refratômetro para medir a salinidade corretamente. É uma despesa mínima, muito mais fácil e preciso do que testes líquidos ou hidrômetros antigos.
  • Os volumes das bombas variam pela altura que a bomba tem que superar. Verifique as especificações de qual é a pressão para a quantidade de sustentação vertical necessária. A distância horizontal é de pouco impacto, a não ser que você esteja usando um aquário maior que 3 metros.

Avisos

  • Requer compromisso a longo prazo. Alguns peixes vivem mais que 20 anos com bons cuidados. Muitos corais sobrevivem aos seus donos.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.