Como Tirar Boas Fotos de si Mesmo

Quer impressionar seus seguidores nas redes sociais com uma selfie de arrasar? Nunca foi tão fácil tirar fotos boas. Hoje, basta ter um smartphone comum para começar a capturar cada momento. Para dar os cliques mais atraentes possíveis, preste atenção à sua aparência e ao ambiente e aprenda a usar algumas estratégias simples de fotografia.

Apronte-se para a foto

  1. Vista roupas interessantes e limpe o rosto. Dedicar alguns minutos à sua "preparação" pode transformar uma selfie boa em espetacular. Escolha um visual que o favoreça. Pode ser algo que combine com o ambiente à sua volta (como uma flanela, se estiver em um ambiente natural) ou suas peças favoritas. Encontre um espelho e veja se seu cabelo está bem, seus dentes estão escovados e seus olhos estão limpos e "bem abertos". Se necessário, arrume-se mais ou tome banho.
    • Você pode até usar uma camada discreta de maquiagem, mas esse detalhe não é tão importante. Uma boa foto não depende de produtos de beleza. Às vezes, as melhores imagens são aquelas que destacam a beleza natural das pessoas.
    • Se quiser uma foto para o perfil do Facebook, um site de relacionamentos ou algo do gênero, dedique-se ainda mais à selfie.
  2. Escolha um plano de fundo interessante. Você pode tirar a foto com close no seu rosto, mas incluir outros detalhes na imagem a deixará mais profunda e variada, além de diferenciá-la de outras fotos. Não há uma opção "certa" ou "errada", mas eis algumas ideias:
    • Tente tirar a foto em ambientes fechados e abertos.
    • Tente tirar a foto diante de paredes com texturas diferentes (madeira, tijolos, tinta, vidro, papel de parede etc.).
    • Tente incluir objetos interessantes (como flores, corpos d'água, animais ou estátuas) na foto.
  3. Atente-se à iluminação. As fontes de luz à sua volta podem afetar drasticamente o resultado. Locais escuros podem deixar a foto pixelada e sombria enquanto lugares muito claros, podem ofuscar os detalhes do seu rosto (fazendo, por exemplo, seu nariz desaparecer). Tente encontrar um equilíbrio: um local cuja iluminação exiba todos os aspectos do rosto, mas não a ponto de deixá-los imperceptíveis ou fazê-lo parecer um espelho.
    • Se estiver em um local fechado, tente não ficar de costas para as janelas, pois a luz externa pode deixar seu rosto escuro e sombrio. Fique de frente a esses objetos, de modo que a iluminação acerte e acentue seu rosto.
  4. Após resolver a iluminação, escolha uma pose interessante. Há inúmeras opções e possibilidades: biquinho, sinal de paz ou um simples sorriso! Você pode olhar para a lente da câmera ou para outro ponto. Escolha o que mais agradar!
    • Se estiver tirando fotos para postar nas redes sociais, adote poses variadas. Não dê às pessoas a impressão de que só sabe fazer uma coisa.
    • Se estiver usando o telefone para tirar as fotos e quiser encarar a câmera, mire a pequena lente, não a tela do aparelho em si.
  5. Anime-se! Se tiver uma atitude positiva e feliz, ela ficará visível na foto. Tirar selfies não é nada demais. Não se preocupe; divirta-se e não tenha medo de experimentar. Você poderá apagar as imagens ruins depois.
    • Se não conseguir se animar para a foto, use seu corpo! Tire algumas fotos pulando, equilibrando-se em um pé ou fazendo algo atlético. Esses movimentos farão seu sangue ferver e o deixarão mais energizado.

Obtenha resultados espetaculares

  1. Considere comprar uma câmera melhor. Quando se trata de tirar fotos de qualidade, o mais importante é o equipamento. Câmeras baratas e "vagabundas" podem deixar as fotos borradas e indistintas, em vez de translúcidas e belas. Não que você tenha de gastar todo o seu dinheiro em um telefone ou câmera novo — basta saber que, quanto melhor o equipamento, melhores serão os resultados. Se fotografia for um de seus hobbies, invista em algo profissional (ou peça a um amigo).
    • Se tiver de usar um telefone, a qualidade da sua câmera será medida pelos seus megapixels. De forma geral, quanto maior for esse número, maior será a nitidez das fotos. Se não souber o valor exato do aparelho, use os dados do telefone para fazer uma pesquisa no Google. Em alguns casos, eles são informados no menu de configurações do próprio equipamento.
    • Telefones nem sempre são uma má escolha. Smartphones também têm opções de filtros e iluminação, que podem ser usadas para editar fotos para fins específicos.
  2. Experimente com vários ângulos. Quando se trata de tirar selfies, há inúmeros ângulos possíveis. Tente tirar fotos próximas e distantes do seu rosto, de pontos altos ou baixos, de cada lado dos seus arredores etc. Se tiver um amigo (ou tripé) próximo, use-o.
    • Se seu telefone tiver uma câmera frontal, use-a e experimente várias direções antes de tirar a foto para ver qual ângulo mais parece interessante.
    • Para selfies, tente sempre tirar a foto no nível dos olhos ou acima deles. Tirá-la em pontos mais baixos deixará seu rosto mais redondo e fará com que determinadas características (como a parte inferior do queixo) pareçam maiores.
  3. Se necessário, ajuste a câmera. Caso não goste dos resultados, o problema pode estar na câmera em si. Detalhes como brilho, contraste, foco e modos de captura (retrato, ação etc.) podem afetar a qualidade das fotos. Acesse o menu de opções do aparelho ou use os devidos botões para fazer as alterações.
    • Se estiver tirando a foto em um ambiente escuro, desligue o flash da câmera. Essa função pode deixar superfícies refletivas muito claras. No entanto, lembre-se que a velocidade do obturador de muitas câmeras profissionais fica automaticamente lenta quando a iluminação é baixa — ou seja, você pode ter de usar um tripé para deixá-la estável.
    • Alguns telefones e câmeras digitais têm a opção "salvar imagem invertida". Isso impede que a imagem final seja virada.
  4. Tire várias fotos e escolha suas favoritas; ter várias opções deixa o processo muito mais fácil. Tente fazer capturas de diversos ângulo. Quando terminar, escolha as melhores.
    • Edite as fotos à exaustão. Não tenha medo de apagar as imagens desagradáveis. Você não precisa enviar toda fotografia que tira à internet; mostre ao mundo somente as melhores.
  5. Considere recortar ou editar a foto. Após encontrar sua imagem favorita, faça um leve "retoque" nela (embora isso não seja necessário). Se estiver usando uma câmera digital, use um photoshop como o do Adobe (ou o GIMP, que é gratuito). Se estiver usando um telefone, baixe um dos inúmeros aplicativos de edição gratuitos na loja virtual do aparelho.
    • Faça edições sutis. As pessoas poderão notar se houver algo fora do comum. Por exemplo: se você usar ferramentas de edição para diminuir suas medidas e parecer mais magro, a alteração ficará óbvia se houver algo reto próximo ao seu corpo (como uma porta), já que a extremidade desse objeto também ficará curvada.
  6. Use filtros. Hoje, é muito comum tirar fotos com telefones. O Instagram é o aplicativo de fotografias mais famoso do mundo, mas há outros programas com as mesmas funções. Alguns exemplos incluem o Retrica, o Filterloop e o Vintago. Escolha os efeitos que deem o melhor resultado possível. Por exemplo: se estiver na praia, experimente algo claro e ensolarado para dar à imagem um aspecto "descolorido".
    • Filtros em preto e branco são excelentes para disfarçar imperfeições faciais.
  7. Peça a opinião de outras pessoas. Não sabe se a foto está boa? Pergunte a um amigo ou parente. Essas pessoas poderão enxergar imperfeições que tenham passado despercebidas por você, além de darem seus "votos" quando for hora de escolher entre duas imagens diferentes.
    • Você pode até postar a foto na internet e pedir a opinião das pessoas. No entanto, não exagere nessa prática; ela pode fazê-lo parecer desesperado.

Dicas

  • Se você usar óculos e a tela do telefone ficar refletida nas lentes, tente diminuir o brilho da imagem.
  • Geralmente, é bom encarar a direção da qual a luz irradia. Isso destaca as características do seu rosto e cabelo.
  • Seja confiante quanto às suas fotos — se achar que está bonito, todos os outros também acharão.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.