Como Brincar com um Hamster

Por causa de sua curiosidade e vivacidade, hamsters são excelentes animais de estimação. Reservar um tempo do seu dia para brincar e exercitar seu hamster é essencial para a saúde dele. Além das atividades físicas e das brincadeiras, esse pequeno roedor também precisa desenvolver um forte vínculo afetivo com seu dono para ter uma vida longa.

Manuseando seu hamster

  1. Dê ao hamster tempo para se ajustar ao novo lar. Mexer com o hamster é uma ótima maneira de desenvolver um vínculo com ele, mas, antes disso, permita que ele se acostume à nova casa. Durante as primeiras 12 a 24 horas, permita que ele explore e se habitue com a gaiola e com o ambiente. Se você quiser interagir com ele nesse período, converse com ele usando um tom de voz suave. Não ponha as mãos na gaiola.
    • Um hamster precisa de uma gaiola grande, com espaço para ele correr e brincar. Considere um tamanho mínimo de 59 x 36 x 25 cm. Um viveiro ideal deve possuir escadas e tubos.
  2. Lave as mãos. Por terem uma visão ruim, hamsters dependem muito do olfato para perceber o ambiente. Por exemplo: se você manusear o hamster logo após comer alguma coisa, ele pode farejar vestígios da comida e morder sua mão. Além disso, se ele sentir o cheiro de outro hamster na sua mão, pode se sentir ameaçado.
    • Lave as mãos com sabonete inodoro.
    • Caso você possua vários hamsters, lave as mãos antes e depois de manusear cada um deles.
  3. Coloque a mão na gaiola. Antes do hamster permitir que você o apanhe, ele precisa se acostumar com a sua mão. Coloque-a no interior do viveiro e deixe que o animalzinho a fareje e explore. Se ele tentar mordê-la, afaste a mão lentamente e assopre o rosto dele para desestimular esse comportamento.
    • Hamster são caçados na natureza. Isso significa que, para ele, sua mão pode parecer um pássaro mergulhando para pegá-lo. Quanto mais familiaridade ele tiver com ela, menos medo ele terá de ser apanhado.
    • O tempo que um hamster leva para se acostumar à mão do dono pode variar bastante — de poucas horas até alguns dias.
    • Oferecer petiscos ajuda o seu bichinho a ter menos medo da sua mão.
  4. Apanhe-o. Quando seu roedor deixar de vê-lo como uma ameaça, você poderá apanhá-lo. Aproxime-se da gaiola lentamente e, antes de qualquer coisa, deixe-o farejar sua mão. Coloque uma das mãos com a palma virada para cima sob o peito do animal. Com a outra, apoie as costas dele e suspenda-o delicadamente, sempre tomando cuidado para não apertá-lo com muita força. Durante todo o processo, fale com ele usando um tom de voz amigável.
    • Apenas apanhe seu hamster perto de uma bancada ou sentado no chão. Essa precaução é necessária porque ele pode pular, o que pode resultar em ferimentos sérios se ele cair de uma altura muito grande.
    • Depois de apanhá-lo, você pode se deitar no chão e deixar que o hamster ande no seu peito.
    • Se você tem dificuldade para apanhá-lo com as mãos, tente retirá-lo da gaiola colocando-o num copo ou numa tigela pequena.
    • Lembre-se de que hamsters não gostam de ser manuseados por muito tempo. Segure-o apenas por alguns segundos e aumente gradativamente o tempo que você passa com ele. Se ele começar a se contorcer, devolva-o à gaiola devagar e com delicadeza, mas imediatamente.
    • Uma vez que são presas na natureza, hamsters ficam desconfiados de quaisquer mudanças súbitas no ambiente. Aproxime-se dele lentamente e apanhe-o com delicadeza para que ele não tenha a sensação de que foi pego por um predador.
  5. Não castigue o hamster se ele morder você. Punições são ineficientes porque esses animais não conseguem estabelecer uma associação clara entre seu comportamento e as consequências. Em vez de gritar ou bater em seu bicho de estimação, assopre seu rosto levemente e diga "não" com uma voz firme. A sensação do ar contra o rosto vai fazê-lo recuar e se contrair, o que deve ser suficiente para desencorajá-lo a morder sua mão outra vez.

Brincando com o hamster fora da gaiola

  1. Deixe o cômodo "à prova de hamsters". Todo hamster precisa brincar fora da gaiola uma vez por dia. Para que a experiência seja ainda mais agradável, o local em que ele vai brincar precisa ser o mais seguro possível. Por exemplo, todos os fios elétricos (que o hamster pode mastigar) devem ser removidos. Além disso, bloqueie o acesso a lugares em que ele poderia se esconder ou por que poderia fugir (os vãos sob os móveis, as almofadas do sofá etc.).
    • Se você tem outros animais de estimação, não permita que eles entrem no cômodo em que você o deixa solto.
    • Um banheiro limpo é um bom ambiente para soltar um hamster. Lembre-se de abaixar a tampa da privada, uma vez que ele poderia cair na água.
  2. Coloque-o numa bola de exercícios. Elas podem ser compradas em qualquer pet shop e são um ótimo recurso para exercitar e divertir hamsters. Já que esses animaizinhos não enxergam muito bem, dê preferência a bolas de exercício fabricadas com plástico transparente.
    • Depois de colocá-lo no interior da bola, prenda a tampa com um pouco de fita adesiva, a fim de que ela não abra por acidente.
    • Coloque a bola de exercícios num tapete ou numa superfície acarpetada para que o hamster consiga se mover com facilidade.
    • Não o deixe brincar na bola de exercícios sem supervisão para que ele não fique preso em algum objeto ou caia da escada.
    • Não o deixe por mais de 20 minutos dentro da bola. Quando devolvê-lo à gaiola, ofereça água e comida.
  3. Coloque-o num cercadinho. Essa é uma alternativa segura a uma área totalmente aberta. Um cercadinho ideal é maior do que a gaiola em que o hamster vive. Para deixar o ambiente mais divertido, espalhe alguns brinquedos nele. Porque o hamster pode escalar a cerca e fugir, observe-o sempre que ele estiver brincando no cercadinho.
    • O cercadinho pode ser comprado numa pet shop da sua região.
  4. Solte-o num lugar aberto. Também é possível deixar o hamster explorar uma área sem prendê-lo na bola de exercícios ou no cercadinho. Se você vai soltá-lo num banheiro, por exemplo, pode colocá-lo na banheira. Espalhe brinquedos e crie uma pista de obstáculos para deixar a brincadeira mais divertida.
    • Uma pista de obstáculos pode ser criada com objetos cotidianos: uma caixa de papelão vazia, o miolo de um rolo de papel toalha etc.
  5. Se o hamster fugir, procure-o. Apesar de todos os seus esforços para livrá-lo de acidentes e impedir que ele fuja, existe a possibilidade de seu animalzinho escapar ou se esconder. Se ele desaparecer de vista, cheque os lugares onde um hamster provavelmente se esconderia: atrás ou sob os móveis, entre as almofadas do sofá, dentro de gavetas e caixas etc.
    • Caso você não o encontre, deixe a porta da gaiola aberta e coloque comida perto ou dentro dela para estimulá-lo a voltar.

Brincando com o hamster sem tirá-lo da gaiola

  1. Instale uma roda de exercícios na gaiola. A roda de exercícios é a parte mais importante da rotina de um hamster. Compre um modelo de plástico sólido ou de malha — a roda de barras pode ferir as patas do hamster — e que possa ser acoplado à lateral da gaiola.
    • A roda de exercícios deve ser grande o suficiente (30 cm de diâmetro, no mínimo) para que o hamster possa correr sem curvar a coluna.
    • Ouça o barulho que a roda faz quando o hamster a usa. Se for muito barulhenta, não deixe a gaiola no seu quarto — isso porque esses roedores têm hábitos noturnos, o que significa que seu hamster provavelmente usará a roda de exercícios enquanto você estiver dormindo.
  2. Coloque brinquedos dentro da gaiola. Seu hamster precisa de mais do que apenas uma gaiola de exercícios — ele também vai gostar muito de percorrer túneis e de brinquedos que possa mastigar. Brinquedos mordedores ajudam a manter os dentes do seu animalzinho no tamanho ideal. Em vez de comprar todos os brinquedos de uma pet shop, você pode produzi-los em casa.
  3. Supervisione o hamster. Embora uma fuga seja improvável, é preciso ter certeza de que ele está brincando em segurança. Por exemplo, alguns hamsters tentam escalar as paredes de gaiolas feitas de grade — o que é duplamente arriscado, porque ele pode sofrer uma queda grande ou machucar as patinhas.
    • Se você perceber que ele está tentando escalar a grade, tire-o de lá com cuidado e devolva-o à base da gaiola.

Dicas

  • Nunca tente apanhar um hamster que está de costas para você! Ele teria a impressão de que foi pego por uma ave de rapina.
  • Se você mora com crianças, não as deixe brincar com o hamster sem a supervisão de um adulto.
  • Procure aprender a linguagem corporal do seu animal de estimação. Quando ele parecer letárgico ou desinteressado na brincadeira, devolva-o à gaiola, já que ele pode estar cansado. Tente brincar com ele outra hora.
  • Não dê banho num hamster! Se for necessário limpá-lo, compre pó de banho para hamster numa pet shop local. A água pode remover da pele do roedor a oleosidade natural de que ele precisa.
  • Não esprema ou aperte o hamster.
  • Hamsters são solitários — ou seja, não têm a necessidade de viver acompanhados de outro animal da mesma espécie — e muito territorialistas. Portanto, não coloque mais do que um hamster na mesma gaiola.
  • Brinque com seu animal de estimação todos os dias. Interação diária com os donos dá aos hamsters mais conforto e felicidade.
  • Hamsters têm hábitos noturnos. Isso significa que eles tendem a passar o dia dormindo e fazer a maioria de suas atividades à noite. Em vez de forçá-lo a acordar durante o dia, brinque com seu hamster à noite.
  • Hamsters sírios podem ser manuseados mais facilmente do que hamsters anões-russos.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.