Como Acrescentar um Puxadinho a um Galpão

Quando seu galpão ou qualquer outra construção que sirva para armazenamento não tiver mais espaço suficiente, você pode acrescentar uma área adicional de armazenamento fazendo um puxadinho em seu galpão. Se o galpão existente estiver com a estrutura em boas condições e possuir uma parede externa à qual você possa anexar seu puxadinho, esse projeto pode ser algo relativamente simples de se realizar.

Método 1 de 6: Monte o seu projeto

  1. Procure conhecer as leis locais de zoneamento. Consulte as autoridades locais de construção para aprender sobre os requisitos, permissões necessárias e regras de ocupação de solo para edifícios de armazenamento.
  2. Desenhe uma planta de seu projeto. Leve em conta o seguinte:
    • Defina o comprimento e a largura de seu puxadinho.
    • Decida onde e como você quer anexar o puxadinho a seu galpão. Além disso, decida como o telhado do puxadinho vai interagir com o telhado do galpão.
    • Escolha os materiais da fundação. Você pode usar pallets preparados para receber pressão, pois a adição de espaço será pequena.
    • Defina o ângulo do telhado. O telhado precisa ser inclinado apenas em uma direção para o escoamento de água.
  3. Escolha os materiais que irá usar. Madeira é um material bastante forte e barato para a estrutura e folhas de flandres funcionam bem como telhado e paredes.
    • Outras opções são telhas, cobertura à base de asfalto, barras de metal para fazer a estrutura, placas de cimento e tapumes de madeira compensada para formar as paredes.
    • Escolha os materiais que melhor combinem com o local e o clima, assim como materiais que combinem com a parte já construída.
    • Certifique-se de usar um revestimento de madeira compensada na parede que fica colada à estrutura, pois ele vai proteger contra umidade indireta.
  4. Calcule a quantidade de cada material que você vai precisar, faça um orçamento e compre-os. Alguns itens básicos que a construção de um puxadinho em um galpão de folha de flandres vai exigir são:
    • Postes para apoiar a estrutura dos beirais.
      • Vigas de madeira de pinho, com cerca de 10 cm por 10 cm e tratadas contra pressão, podem suportar um telhado leve de tábuas de madeira de cerca de 5 cm por 10 cm que cubra uma área menor que algo em torno de 4,5 m.
      • Para uma abrangência de telhado maior e mais pesada, vigas de madeira com pelo menos 15 cm por 15 cm, ou mesmo colunas de aço, são mais apropriadas.
    • Os caibros para montar a estrutura de suporte do telhado deverão ser fortes o suficiente para aguentar o peso das ripas, do deck e dos trabalhadores que irão andar sobre o telhado ao instalá-lo.
      • Uma extensão padrão com menos de 3 m pode ser estruturada com madeira de pinho se os caibros não tiverem nós grandes ou soltos e possuírem uma estrutura sólida.
      • Para extensões de telhado de 3 m ou maiores, deve-se usar uma estrutura com tábuas de 5 cm por 15 cm ou maior.
    • Os suportes de caibros que abrangem os postes no lado do beiral de seu puxadinho devem ser fortes o suficiente para aguentar a carga de vários caibros.
      • Use um tamanho mínimo de tábuas de pinho de 5 cm por 15 cm.
      • Os suportes anexados diretamente à parede da construção na qual o puxadinho será feito podem ser do mesmo tamanho que os próprios caibros, contanto que sejam anexados com segurança à parede de seu galpão.
    • As ripas de madeira, ou o material usado para fazer a estrutura entre os caibros onde o telhado de metal está preso, devem ser de madeira de pinho em ótimo estado.
      • Ripas de madeira de 2,5 cm por 10 cm são suficientes para suportar uma carga normal em vãos onde os caibros têm espaçamento de 60 cm ou menos.
      • Tábuas de 5 cm por 10 cm são mais fáceis de serem fixadas (pois balançam menos quando as pregamos com pregos) e não são muito mais caras que tábuas de 2,5 cm por 10 cm.
    • Pregos ou parafusos para serem usados como fixadores.
      • Pregos devem ser grandes o suficiente para penetrarem no material anexado e no material de suporte com profundidade suficiente para fixarem com firmeza as duas partes.
      • Pode-se usar parafusos para anexar materiais diferentes como uma estrutura, telhado ou paredes de metal a estruturas de madeira, ou mesmo para unir diferentes partes de madeira.

Método 2 de 6: Monte os Postes

  1. Prepare a área onde ficará o puxadinho. Remova quaisquer detritos ou vegetação que possam causar problemas durante a construção ou futuramente e nivele o solo, deixando-o com uma elevação adequada. Se você for fazer o chão do puxadinho de terra mesmo, provavelmente não será necessário compactá-lo.
  2. Cave os buracos para colocar os postes de suporte.
    • Meça a distância entre a parede onde você vai anexar o puxadinho e o primeiro dos cantos.
    • No caso de um puxadinho que vai abranger o comprimento total da estrutura já existente, você pode simplesmente esticar um barbante seguindo uma das extremidades de sua construção, ou mesmo calcular com os olhos o local para instalar o primeiro poste.
  3. Instale o poste da extremidade oposta usando uma marreta para fixá-lo com segurança no buraco.
    • Estique um barbante entre as duas extremidades para alinhar a posição dos postes intermediários. Apesar de ser possível medir o espaço entre a construção e cada um dos postes individuais e entre os próprios postes para instalar os intermediários, o uso de um barbante facilita muito essa tarefa.
    • Faça buracos e instale os postes intermediários.
  4. Use um nível de barbante ou um nível topográfico para marcar um sinal de referência em cada poste.
    • Essa linha vai determinar a altura de sustentação dos caibros.
    • Comece marcando os postes das extremidades e use uma linha reta ou um giz para marcar os postes intermediários.
  5. Faça um entalhe na parte superior dos postes de modo que o suporte dos caibros se apoie nesse entalhe.
    • Desenhe um entalhe com cerca de 4 cm de profundidade no poste.
    • Use uma serra circular regulada para fazer um corte de 4 cm de profundidade no poste, na base do entalhe.
    • Regule a serra circular para cortar com profundidade máxima. Meça 4 cm no lado superior do poste e corte-o a partir do topo no mesmo lado em que você fez o primeiro corte. Quando a lâmina da serra atingir o primeiro corte, o bloco de madeira deve cair, criando o entalhe para os suportes.
    • Repita o processo em cada poste
    • Caso prefira, você pode pregar diretamente na lateral do poste, mas isso vai colocar todo o peso sobre os fixadores.
  6. Instale o suporte nos entalhes.
    • Se o suporte não for longo o suficiente para abranger o comprimento total de seu galpão, certifique-se de que nenhuma articulação esteja apoiada sobre um poste para garantir o potencial máximo de sustentação do suporte.
    • Pregue o suporte no lugar, certificando-se de que o espaço entre os postes esteja correto.
  7. Nivele a parede externa e preencha os buracos onde estão os postes para fixá-los no lugar.
    • Em áreas com ventos fortes ou tempestades severas, preencha os buracos dos postes com um mistura pré-pronta de concreto.
    • De outro modo, apenas jogue terra nos buracos para fixar os postes.
  8. Prenda quaisquer vigas que você deseje usar na parede externa de seu puxadinho. Lembre-se de pregar tudo com firmeza ao concluir a instalação para não esquecer alguma conexão importante antes de passar para o passo seguinte do projeto.

Método 3 de 6: Construa os Suportes do Telhado

  1. Fixe o suporte na lateral da construção já existente, no lugar onde você vai anexar a parte superior de seus caibros.
    • Para prender um suporte de madeira a um galpão com laterais de metal, use um parafuso autorroscante com rosca suficiente para prender o suporte com firmeza. Se possível, pregue o suporte através das paredes laterais e sobre o material da estrutura do galpão.
    • Independentemente do método que você escolher para anexar essa peça, certifique-se de que esteja presa com segurança. Isso é essencial pois o suporte vai sustentar o peso do telhado, da estrutura e da pessoa que fará a instalação.
  2. Marque o espaçamento dos caibros nos suportes superior e inferior.
    • A partir de uma das extremidades, meça a extensão determinada para ser usada quando projetou a construção e marque cada espaço.
    • Marcar a borda do caibro em vez de seu centro facilita sua visualização quando o caibro for posicionado.
  3. Determine a inclinação do telhado esticando um barbante do suporte superior até o suporte inferior.
    • Apoie um esquadro nivelado contra o suporte superior onde o barbante estiver preso.
    • Leia o ângulo na escala do esquadro.
  4. Corte uma extremidade dos caibros no ângulo medido pelo esquadro nivelado.
    • Teste o formato do corte segurando o caibro na posição certa. Se o corte não se encaixar corretamente, ajuste-o. Um encaixe adequado aumenta a preensão dos pregos quando você anexar os caibros.
    • Quando você definir o melhor ângulo para o corte da parte superior de seus caibros, corte cada um deles usando essa medida.
    • A menos que você tenha certeza que ambos os suportes estejam paralelos, não corte a parte inferior do caibro. Isso pode ser feito depois que os caibros estiverem instalados, caso seja necessário cortá-los.
  5. Pregue os caibros no suporte superior com pregos batidos obliquamente.
    • Use um lápis para marcar a posição onde você quer que as tábuas se encontrem em um ângulo reto.
    • Coloque o caibro a cerca de 6 mm em frente ao suporte.
    • Coloque o prego a cerca de 1,5 cm do ponto de conexão e pregue-o reto no caibro. O segredo desse método obliquo é inserir primeiro o prego reto e depois em ângulo. Martele o prego na madeira por cerca de 6 mm.
    • Puxe o prego de modo que fique em um ângulo de cerca de 50 graus. Martele-o até que fique levemente saliente no caibro.
    • Reposicione a tábua para garantir que o ângulo esteja certo. Termine de martelar o prego no caibro através do suporte.
    • Evite inserir os pregos muito próximos à extremidade da tábua, pois ela pode rachar e impossibilitar uma conexão firme.
  6. Posicione a extremidade inferior de seus caibros nas marcas desenhadas e pregue-os obliquamente no lugar. Use o máximo de pregos possível sem rachar o caibro.

Método 4 de 6: Acrescentando o material do telhado

  1. Esquematize o espaçamento de suas ripas. Essas são as faixas que ficarão perpendiculares aos caibros onde ficará presa a folha de flandres ou outro material para fazer o telhado.
    • Para telhados de metal de 0,3 mm, o espaço entre centros pode ser de até 75 cm.
    • Pregue as ripas com firmeza com um mínimo de dois pregos em cada caibro, tomando cuidado para mantê-los alinhados.
  2. Reduza o tamanho da cobertura da construção existente caso necessário, de modo que o novo telhado se encaixe corretamente debaixo dela.
    • Normalmente, o telhado de um puxadinho vai ter um declive diferente do telhado já existente.
    • A cobertura do puxadinho deve se encaixar confortavelmente debaixo do telhado existente para evitar que caixa chuva dentro do novo espaço.
  3. Coloque a cobertura de metal sobre as ripas, começando por uma extremidade. Alguns telhados de metal possuem uma direção certa de instalação, de modo que as junções se encaixem corretamente para garantir um sistema de cobertura à prova d'água.
  4. Prenda a cobertura de metal com um fixador apropriado. Parafusos sextavados para madeira com arruelas de neoprene são ideais.
  5. Instale o acabamento de sua escolha para o telhado de seu puxadinho.
    • O ângulo do metal vai tapar quaisquer vãos entre as ripas e o telhado, de modo que a água não passe entre eles.
    • Use um pedaço de chapa de metal dobrada com o tamanho correto para dar um acabamento agradável a essas áreas. O acabamento vai, desse modo, ter duas funções.

Método 5 de 6: Complete as partes interna e externa

  1. Instale quaisquer partições que você irá usar para dividir o espaço do puxadinho em áreas diferentes.
    • O galpão das fotos tem 3 m de largura e 6,3 m de comprimento, portanto, uma partição foi instalada para deixar um espaço de 2,1 m por 3 m de um lado e 4,2 m por 3 m do outro.
    • Essa partição foi criada instalando espigões de parafuso de aço entre um dos postes de apoio da parede externa e um suporte preso verticalmente na parede do galpão existente.
  2. Acrescente portas conforme necessário. Escolha uma porta externa com batente para facilitar o trabalho.
  3. Acrescente o piso. Caso você queira um chão de terra, é só pular este passo. Se você preferir um piso de madeira, coloque o material sobre os pallets que serviram como fundação.
  4. Acrescente as paredes externas. Você pode pregar tábuas largas aos postes para fazer suas paredes externas. Você também pode usar tapumes, caso prefira.

Método 6 de 6: Conclua o serviço

  1. Verifique todos os fixadores para garantir que não faltou nenhum durante a construção.
    • Preste bastante atenção nos parafusos ou pregos que fixam os componentes do telhado. Verifique também os tapumes, caso sejam usados, e os acabamentos instalados nos cantos ou bordas.
    • Certifique-se de que todos os cantos de metal (se você fizer as laterais do puxadinho com folhas de flandres) estejam dobrados ou instalados de modo que nenhuma borda cortante fique exposta.
  2. Limpe a área de trabalho e guarde suas ferramentas.

Dicas

  • Se você desenhar uma pequena planta e levar a um depósito de madeira ou loja de material de construção, eles podem te ajudar a separar os materiais necessários.
  • Use fixadores fortes em todas as conexões estruturais. Ao pregar duas partes onde os pregos vão suportar a carga sobre elas, tente usar pregos adesivos e certifique-se de que os pregos tenham penetrado o suficiente.
  • Muitos departamentos de construção não fazem o regulamento de pequenos projetos como puxadinhos contanto que seu espaço seja menor que uma área mínima definida e você não tenha intenção de instalar equipamentos elétricos ou encanamento. Ainda assim, é bom verificar com os responsáveis locais para ter certeza.
  • Verifique com um esquadro, um nível e um prumo todos os cantos para que você possa anexar os materiais das laterais e do telhado com mais facilidade.
  • Use fixadores feitos para o material escolhido para o telhado. Para coberturas de metal (folha de flandres), use parafusos com arruelas de neoprene ou pregos com cabeça de chumbo feitos para esse propósito.

Avisos

  • Tome cuidado e use métodos de trabalho apropriados ao usar escadas e andaimes.
  • Use equipamentos de segurança apropriados durante todo o trabalho envolvendo esse projeto. Óculos de segurança são recomendados ao usar um martelo e pregos. Além disso, deve-se usar luvas o tempo todo ao manusear vigas ou placas de metal com bordas cortantes.

Materiais Necessários

  • Permissões necessárias
  • Material para a estrutura e o telhado
  • Compensado
  • Postes
  • Caibros
  • Suportes para caibros
  • Ripas
  • Fixadores apropriados para cada parte da construção, incluindo pregos adesivos
  • Escada e/ou andaimes
  • Escavadeira para os buracos dos postes
  • Martelo ou pistola de pregos
  • Esquadro
  • Barbante
  • Nível
  • Serra circular
  • Mistura pré-pronta de concreto
  • Furadeira
  • Tapumes, caso necessário
  • Porta externa com batente
  • Tábuas para o piso, caso necessário
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.