Como Parecer Inteligente

Quer esteja tentando impressionar o patrão ou amigos novos, chamar a atenção de uma garota ou mudar uma reputação ruim, não é tão complicado assim parecer inteligente (mesmo que você não seja!).

Usando as palavras certas

  1. Fale com clareza. Para princípio de conversa, mantenha o tom e o volume da voz o mais nivelados possível. Você pode soar menos inteligente caso se sinta compelido a gritar ou sussurrar. Para aumentar a clareza da fala, não fale muito rápido. Além disso, não fique murmurando. Articular as palavras vai fazê-lo soar significativamente mais inteligente.
    • "Articular" é falar claramente, sem gaguejar ou comer sílabas. Por exemplo, tome cuidado para não omitir os plurais das palavras.
    • É possível usar trava-línguas para exercitar a velocidade e a clareza da fala. Tente dizer: "O rato roeu a roupa do Rei de roma, e a rainha com raiva resolveu remendar" ou "Bagre branco, branco bagre."
  2. Use a gramática corretamente. Quando estiver falando, faça uso da gramática sempre que possível. Não se preocupe com coloquialismos e clichês, mas se certifique de falar corretamente. Do contrário, as pessoas vão pensar que você não entende a língua falada, e isso não vai ajudá-lo em nada a soar mais inteligente.
    • Se não souber muito de gramática, escute a fala de pessoas inteligentes e leia muitos livros de qualidade. Com um pouco de esforço, você logo vai aprender.
    • Um exemplo de gramática inadequada seria: "Ele tocou uma música pra mim dançar", ao invés de "Ele tocou uma música pra eu dançar". Comer sílabas também é outro exemplo ("pera", ao invés de "espera" etc).
  3. Pronuncie as palavras corretamente. Não há nada mais constrangedor do que pronunciar as palavras equivocadamente. Isso tende a acontecer com palavras mais complexas, principalmente se estiver fingindo ser mais inteligente e usar um vocabulário que não entende. Fale apenas o que você conhece!
    • Um exemplo clássico de erro na pronúncia é "rubrica" no lugar de "rubrica".
    • "Ratificar" e "retificar" costumam causar muita confusão quanto ao significado.
    • Se quiser utilizar determinada palavra, mas não estiver 100% certo da pronúncia ou do significado, anote e procure sanar a dúvida mais tarde.
  4. Evite muletas linguísticas, pois elas são típicas de pessoas que estão pensando no que dizer. Todo mundo se utiliza dessas muletas, mesmo sem perceber. Alguns exemplos são: "hum", "ah", "é", "né", "tipo" etc. Cada região tem uma muleta típica, mas o efeito é o mesmo: você fica parecendo lerdo, e é mais complicado entendê-lo.
    • Fale mais devagar e, se for necessário parar para pensar, fique em silêncio ou redirecione a conversa momentaneamente.

Escolhendo o que dizer

  1. Procure por mais informações. Seja durante uma conversa ou reunião, faça perguntas. Parece estranho, não é? Mas quando você faz as perguntas certas, mostra que refletiu de maneira inteligente sobre a situação. Pense em questões que demonstrem o raciocínio por trás das ações, além de comprovarem que você está procurando um entendimento mais profundo sobre a situação. Assim, você vai soar mais inteligente.
    • Alguns exemplos incluem: "Você está disposto a fazer isso com mais eficiência?", "Qual você acha ser a real causa desse conflito?" ou "O que esse fracasso nos ensinou, e o que podemos tirar de lição para o futuro?"
  2. Use e abuse de detalhes ao se comunicar. Como algo aconteceu? Quando? Quem fez? Por quê? Isso demonstra que você entende mais do que a apresentação superficial do problema.
    • Por exemplo, não diga que a "reunião não foi boa". Prefira: "A reunião não foi produtiva. Apresentamos nossa proposta, mas eles não estão dispostos a chegar num acordo. Acho que estão pensando que não estamos falando sério. Vamos ver o que podemos fazer para melhorar isso."
  3. Demonstre o raciocínio. Não se prenda apenas à conclusão, mostre como chegou a ela. As pessoas inteligentes sempre têm motivos para pensar do jeito que pensam e geralmente explanam quais. Se você não tiver uma lógica por trás de sua opinião, é preciso refletir mais sobre o problema.
    • Por exemplo, não diga: "Não gosto daquele filme 'Loucademia de Polícia'." Prefira: "Aquele filme 'Loucademia de Polícia' forçou a barra para ser engraçado. As piadas eram constantes, o que deixou o ritmo muito estranho. Foi como assistir a um espetáculo de stand-up."
  4. Encontre soluções para os problemas. As pessoas inteligentes adoram resolvê-los. Os problemas são como quebra-cabeças, e os cérebros dessas pessoas procuram naturalmente esse estímulo. Se alguma coisa estiver causando problemas para você ou outra pessoa, pare e tente encontrar uma solução, ao invés de apenas ignorá-la. Isso demonstra que você sabe usar a cabeça.
    • Por exemplo, se alguém disser: "Não gosto de meu emprego", responda algo como: "Do que você não gosta? O que poderia mudar? Como você poderia mudar isso? O que precisaria acontecer?"
  5. Articule os conceitos com simplicidade. Qualquer pessoa pode aprender muitas palavras complicadas, mas de repente falar algo que ela mesma não entende direito. A linguagem técnica é uma boa forma de encobrir a falta de conhecimento. Uma pessoa realmente inteligente pode falar de qualquer coisa utilizando palavras tão simples que até mesmo uma criança entenderia. Não se esconda por trás de palavras complexas: explique as coisas o mais simples possível para demonstrar que realmente entende do assunto.
    • Um exemplo não muito legal de como a internet funciona (retirado da Wikipedia): "A internet é um sistema global de redes de computadores interligadas que utilizam o conjunto de protocolos padrão da internet (TCP/IP) para servir vários bilhões de usuários no mundo inteiro."
    • Um exemplo bem bacana de como a internet funciona: "A informação que você vê no computador é enviada em vários pacotes e vem com algumas explicações: para onde vai, de onde veio e como as peças devem se encaixar. Essa informação é enviada por meio de várias retransmissões, assim como uma carta, até chegar ao destino."

Educando-se

  1. Construa um vocabulário. Não que você deva usar palavras como "abstêmio", pois termos muito complicados ou complexos deixam bem clara a tentativa de soar inteligente. Ao invés disso, veja este artigo como um exemplo. Construa o vocabulário de maneira a usar palavras comuns, mas de alto nível. Ou seja, aqueles termos com cara de faculdade, não Ensino Médio. Dessa forma, você vai parecer muito mais inteligente.
    • Algumas palavras para se aprender são: exacerbado, anátema, meticuloso, eficiente, idiossincrásico e elaborado.
    • A leitura é a maneira mais eficaz para se construir um bom vocabulário. Prefira livros mais e mais difíceis. Vá anotando os termos que não conhecer e depois procure os significados. Memorize-os e logo, logo você terá um vocabulário bem mais rico.
  2. Pesquise em suas áreas de interesse. Você vai conhecer bem poucas pessoas que saibam tudo sobre todos os assuntos. Quando classificamos alguém como inteligente, é porque ela geralmente sabe muito sobre uma área em particular. Você também pode fazer isso! Todo mundo gosta de alguma coisa. Vai ser bem mais fácil se tornar especialista em algo do qual você goste. Pesquise bastante e vai aprender o suficiente para parecer um gênio ao falar do assunto.
    • Por exemplo, digamos que você ame videogames. Comece aprendendo sobre o ofício em si e sobre o que transforma um jogo em algo maravilhoso. Você sabia que criar um jogo exige muita teoria e muito planejamento? Leia blogs de desenvolvedores, participe de comunidades on-line e assista a vídeos no YouTube.
  3. Informe-se! As pessoas inteligentes prestam atenção nas coisas que acontecem no mundo. Talvez procurem saber mais sobre alguma área em particular, mas definitivamente são informadas sobre tudo um pouco. Óbvio que elas não assistem a matérias apenas para confirmar o que já sabem. As pessoas inteligentes procuram por outros pontos de vista para que possam entender um problema por todos os prismas possíveis. Se você se mantiver informado, poderá conversar sobre os acontecimentos, e isso vai fazê-lo parecer mais inteligente.
    • Uma dica é ler jornais impressos ou na internet.
  4. Não negligencie a escrita. As dicas para parecer inteligente não estão apenas na fala. Preste atenção ao modo de escrever também. Se escrever td errado ou abreviado, a impressão causada não vai ser nada boa. Até mesmo se a informação for muito inteligente, você vai parecer burro. Escreva corretamente e evite abreviações o máximo que puder.
    • Um exemplo de parágrafo mal escrito: "Dinheiro é importante, mais se você perseguir essa #$%^ esperando resolver todos os problemas... vai acabar esperando pro resto da vida haha... então o q realmente importa? "
    • A mesma informação editada ficaria: "O dinheiro é muito importante. Contudo, você vai acabar perdendo tempo se passar a vida toda correndo atrás dele e pensando que poderá resolver todos os seus problemas. O que é mais importante: viver ou ter dinheiro?"
    • Use editores de texto on-line para melhorar a escrita. Há muitos programas gratuitos para isso.

Dominando a conversa

  1. Não tenha medo de ficar em silêncio. Você pode achar que ficar quieto é sinônimo de burrice, mas isso está muito longe da verdade. Não sinta a necessidade de falar alguma coisa a cada poucos minutos apenas para parecer mais inteligente. Isso pode facilmente levá-lo a falar algo errado ou até mesmo estúpido. Ao invés disso, se não souber nada sobre o tema da conversa, cale-se.
    • Se a pessoa ficar quieta, vai parecer estar pensando sobre o assunto, e isso é um sinal de inteligência.
  2. Evite indicadores falsos de inteligência. Algumas coisas são associadas à inteligência, mas quem realmente for inteligente vai logo notar que você está fingindo. Nesse caso, esses indicadores não vão indicar coisa nenhuma. Concentre-se em ser você mesmo, ao invés de criar um alter ego para parecer mais inteligente.
    • O melhor exemplo está nos sotaques. Talvez falar como se tivesse nascido no Sul, no Nordeste ou em Minas Gerais lhe deixe mais confortável, mas é muito complicado soar verdadeiro. Você vai ser desmascarado e ficar parecendo um bobo.
  3. Tenha uma conversa de verdade. Você já escutou uma conversa muito boba? Pense nisso. Ela certamente não saiu do lugar. As pessoas falaram e falaram, mas ninguém tinha nada de importante a dizer. Isso é normal (as pessoas querem ser ouvidas), mas, se o assunto não evoluir, a conversa acaba sendo um monólogo. Uma conversa é caracterizada por uma troca de informações, não apenas duas pessoas falando sobre nada.
  4. Demonstre confiança. Seja autoconfiante ao falar. Assim, as pessoas vão acreditar em tudo o que você disser (mesmo sendo mentira). É possível parecer mais inteligente apenas falando com confiança.
    • Algumas dicas são: expresse suas opiniões, olhe nos olhos das pessoas, fale com firmeza e clareza e não altere o tom de voz.
    • As pessoas tendem a falar mais alto, mais rápido ou mais baixo quando estão nervosas. Evite tudo isso e você parecerá muito mais confiante.
    • Outro problema é falar tudo como se estivesse perguntando. Evite: "Eu sou autoconfiante?" Você é capaz!

Dicas

  • Pense duas vezes antes de falar para evitar fazer comentários irrelevantes ou bobos.
  • Tente se envolver ao máximo com a comunidade. Isso não apenas vai ajudar as pessoas, mas, quanto mais conhecido você for, mais as pessoas vão encará-lo como alguém inteligente, o que vai aumentar sua autoconfiança.
  • Às vezes, o melhor é ficar de boca fechada (quando estiver bêbado, cansado, irritado etc). Nesses estados, as coisas que saírem de sua boca poderão ser usadas contra você por meses ou até mesmo anos.
  • Atente-se para a linguagem corporal. Agir de maneira carismática é um dos critérios mais importantes da persuasão. Desenvolva expressões faciais amigáveis, uma postura legal e um tom de voz sóbrio. Sempre fale num tom de voz calmo, mesmo se estiver irritado.
    • Contudo, saiba quando não defender determinado argumento. Se ele for ridicularizado, o mesmo acontecerá com você. Por exemplo, se alguém disser: "Eu falei para você que a Força de Coriólis não funcionava em privadas", mas você nunca concordou com tal hipótese, responda: "Eu disse isso?". Prefira um tom de voz surpreso, não defensivo.
  • Quando estiver conversando na internet, deixe aberto um programa como o Microsoft Word para checar a ortografia. Se ainda assim continuar inseguro, outra opção é digitar a palavra num mecanismo de busca, como o Google. Ele também pode ajudá-lo a encontrar o significado das palavras.
  • Se usado corretamente, o sarcasmo é sinal de inteligência.
  • Faça perguntas sobre o que as pessoas têm a dizer. As pessoas adoram quando alguém está interessado no que elas têm a dizer e vão gostar de suas perguntas. Mas não pode ser qualquer pergunta. Quando pessoas fizerem afirmações, pergunte a elas o que essas afirmações significam... Fazer a pergunta certa é um dos traços mais essenciais de uma pessoa inteligente; então, pratique suas perguntas e perceba como as pessoas reagem a elas. Quando notar que a pergunta foi bem recebida, guarde-a mentalmente para se lembrar em conversas futuras.
  • Leia o máximo que puder, reflita muito e preste atenção nos estudos. Assim, você vai ser inteligente. Seja responsável e dedicado aos estudos. Faça perguntas interessantes aos professores. Isso dá a impressão de inteligência.
  • Se não souber utilizar expressões idiomáticas (quem não tem cão caça com gato, nunca vi mais gordo etc), aprenda ou evite-as.
  • Algo que costuma impressionar as pessoas é o conhecimento sobre política. Reserve um tempo para assistir a programas jornalísticos.
  • Quando tiver um tempinho livre, leia um dicionário. As pessoas inteligentes têm uma tendência a se interessar por palavras, e expandir seu vocabulário vai associá-lo a elas.
    • Outra ideia é ler um dicionário de sinônimos.

Avisos

  • Não soe pretensioso; essa é uma "qualidade" péssima em qualquer um.
  • Não use palavras compridas em excesso. Você pode confundir e irritar as pessoas se elas não estiverem acostumadas a você falando dessa forma.
  • Não use mais de um ponto de exclamação ou interrogação.
  • Module a voz com bastante cuidado. A rejeição geralmente é um subproduto comum nesses casos. Soe inteligente de uma forma simpática e altruísta.
  • Nunca use termos ou abreviações típicos da internet se não estiver nela! Por exemplo: "pq", "tb", "ñ" etc. Quando estiver falando com alguém, não é difícil produzir essas sílabas a mais. (Sem mencionar o fato de que você pode rir de verdade, acredite ou não!)
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.