Como Curar a Queilite Esfoliativa

A queilite esfoliativa é uma doença rara que resulta no espessamento, ressecamento e descamação da pele dos lábios inferiores e/ou superiores.. Na presença da queilite esfoliativa, a descamação contínua da pele labial revela um tecido sensível e em carne viva por baixo. Como essa doença deixa os lábios sensíveis e doloridos, a vida do paciente pode ser negativamente afetada ao ponto de ser impossível falar ou comer sem sentir dor. Embora a causa exata desta condição seja desconhecida, há algumas coisas que você pode fazer para controlar seus sintomas. Este artigo ensina como tratar a queilite esfoliativa cuidando dos seus lábios e da sua saúde.

Avaliando a sua condição

  1. Reconheça os sintomas. Embora algumas pessoas confundam a doença com lábios extremamente secos e rachados, a queilite esfoliativa, na verdade, é uma condição extremamente rara da qual poucas pessoas realmente sofrem. Ela é caracterizada pelos seguintes sintomas:
    • Rachaduras, descamação, coceira e/ou queimação dos lábios.
    • Descoloração, especialmente ao redor da borda externa dos lábios (em outras palavras, do contorno dos lábios). .
    • Descamação repetida da camada excessiva de queratina que se forma na superfície dos lábios..
    • Inchaço dos lábios.
  2. Entenda as causas. A causa exata da doença é desconhecida, mas os pesquisadores sugerem diversos fatores como causa, incluindo uma reação a implantes dentários,, desequilíbrios hormonais, desequilíbrio nutricional ou mau funcionamento do fígado. Também já foi sugerido que esta forma de queilite pode se desenvolver a partir de outras formas menos graves. A queilite esfoliativa também pode ser causada por uma infecção fúngica oral chamada popularmente de "sapinho" (candidíase oral).
  3. A primeira coisa a se fazer é um teste de saliva para eliminar a suspeita de candidíase oral. A melhor hora de fazer isso é de manhã, assim que acordar e antes mesmo de escovar os dentes ou beber qualquer coisa. Para começar, encha a boca de saliva e cuspa em um vidro cheio de água filtrada ou destilada. Depois de 15 minutos, volte e verifique: a saliva normal deve apenas flutuar por em cima da água. Qualquer uma das seguintes ocorrências são sinais positivos de que você tem candidíase oral e que deve procurar um médico em busca de tratamento:
    • A saliva formou linhas pendentes na água.
    • Há glóbulos turvos que afundam lentamente ou ficam suspensos abaixo da superfície da água.

Tratando a sua queilite esfoliativa

  1. Evite lamber, descascar ou tocar em seus lábios. Alguns profissionais de saúde acreditam que a queilite esfoliativa seja, na verdade, causada pelo contato excessivo com a saliva através de lambidas, algo muitas vezes feito inconscientemente. Lamber os lábios para umedecê-los cria um depósito de saliva, o que, por sua vez, os resseca ainda mais. Pode ser preciso bastante autocontrole da sua parte, mas a melhor maneira de curar seus lábios é deixando-os em paz e permitindo que seu próprio sistema imunológico faça o trabalho dele.
  2. Aplique tratamentos diretamente nos lábios. Os sintomas da queilite esfoliativa podem ser temporariamente atenuados aplicando os seguinte itens aos seus lábios:
    • Manteiga de cacau e hidratantes labiais
    • Compressa fria com água e vinagre (por 30 minutos)
    • Creme de hidrocortisona
    • Loção com ácido láctico
  3. Tenha uma dieta saudável. Já se sugeriu que essa condição é causada por uma má alimentação, por isso é importante reduzir a ingestão de alimentos processados e conservantes.
    • Coma frutas, verduras e legumes orgânicos sempre que possível. Além disso, lave todas as hortaliças para garantir a remoção de agrotóxicos e de qualquer substância que possa causar irritação.
    • Tome probióticos e enzimas digestivas. Embora haja controvérsias sobre o uso de enzimas sem prescrição para auxílio da digestão, muitas pessoas insistem na eficácia delas e no fato de que elas ajudam na absorção de nutrientes essenciais que são fundamentais para a saúde geral.
    • Aumente a sua ingestão de vitamina B, zinco e ferro.
    • Adicione ácidos graxos ômega 3 à sua dieta, seja através de um suplemento ou de alimentos. Os ácidos graxos ômega 3 são encontrados em peixes e em alguns vegetais, tais como espinafre e couve..
  4. Elimine as toxinas existentes em seu corpo. Encontre um programa de desintoxicação completamente natural para ajudar a eliminar as toxinas do seu fígado e dos seus rins. Este tratamento não serve para todas as pessoas que sofrem de queilite esfoliativa, pois se trata de um processo extremo, que consiste basicamente em jejum. Esteja ciente dos riscos associados com as dietas detox e o jejum. É melhor consultar um médico antes de se submeter a uma opção tão extrema.

Buscando tratamento profissional

  1. Se os sintomas persistirem, consulte seu médico. A queilite esfoliativa pode estar ligada a graves condições médicas, tais como uma deficiência de vitaminas, imunossupressão ou a incapacidade do seu corpo para processar eficientemente as toxinas. Portanto, se minimizar sua exposição às toxinas e manter uma dieta saudável não reduzir seus sintomas, então pode ser necessário consultar um médico para descartar outras causas.
    • Os médicos utilizam diversos medicamentos para tratar esta condição. Lembre-se de que a causa da queilite esfoliativa ainda é desconhecida; portanto, os tratamentos podem variar de acordo com o médico. Os corticosteroides são usados para tratar diversas condições cutâneas. Um estudo comprovou que o uso da calêndula em formulações tópicas é muito eficaz..
  2. Procure um dermatologista. Os dermatologistas têm conhecimento especializado na área e podem conseguir manter os seus sintomas sob controle, pois provavelmente estudaram mais sobre o tema e trataram de mais doenças de pele do que um clínico geral.
    • Se você não tiver melhoras significativa sob a orientação de um médico, procure uma segunda opinião.
  3. Recorra à medicina alternativa. Como a causa da queilite esfoliativa ainda é desconhecida para a medicina ocidental, é possível encontrar um pouco de alívio para os seus sintomas por meio de tratamentos alternativos, como a acupuntura ou a medicina chinesa. No entanto, sempre informe ao seu médico sobre qualquer outro tratamento ao qual esteja se submetendo, para que um não interfira no outro e não haja interações medicamentosas.

Dicas

  • Lembre-se de que a queilite esfoliativa é uma condição crônica que pode levar algum tempo para responder a qualquer tratamento ou mudança no estilo de vida. Atenha-se a um só tratamento por uma boa quantidade de tempo antes de concluir que ele que não é eficaz.

Avisos

  • Sempre consulte seu médico antes de tomar qualquer medicação nova ou em vez de tentar autodiagnosticar seus problemas de saúde.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.