Como Fazer um Viveiro para Tartarugas de Hermann

As primeiras tartarugas surgiram na Terra na época dos dinossauros, e as tartarugas modernas ainda conservam muitos aspectos das originais — habitam regiões tropicais e subtropicais, onde há muita incidência da luz solar. Portanto, quando são adotadas como bichos de estimação, é essencial sejam mantidas num ambiente que imite o seu habitat de origem para que tenham uma vida longa e saudável. A tartaruga de Hermann, se bem tratada, pode passar dos 75 anos.

Passos

  1. Cativeiro Interno - A tartaruga de Hermann pode ser mantida em cativeiros internos ou externos (se o clima permitir). O cativeiro pode ser um cercado feito de madeira compensada (não use cedro nem pinho) ou um recipiente de plástico (veja a imagem). Ele deve ter PELO MENOS oito vezes o comprimento da tartaruga e quatro vezes a largura. Se houver mais de um animal, a largura deve ser aumentada proporcionalmente.
  2. Cativeiro Externo - Se você tem um jardim, escolha uma área ensolarada de cerca de 30 m² para o cercado da tartaruga. Coloque em volta dele uma grade que não permita que ela escape e que, ao mesmo tempo, a proteja de predadores. Estes répteis possuem talento para a escavação, então faça uma pequena trincheira onde a grade deverá ser colocada e assente sua base um pouco abaixo do nível do solo.
  3. Substrato - Recomenda-se uma mistura de solo ou areia. Pedaços de casca de árvore ou papel de jornal NÃO são apropriados. Estes sites oferecem mais informações a respeito de que substrato usar: http://www.chelonia.org/Articles/march_2001.htm e http://www.tortoisetrust.org/articles/substrates.html (ambos em inglês).
  4. Temperatura - Dentro do cercado, é ideal que a temperatura fique próxima de 26 ºC durante o dia e de 18 ºC, à noite. Se o viveiro da sua tartaruga for interno, providencie luz artificial e um ponto aquecido (conhecido como "basking spot").
  5. Basking Spot - As tartarugas precisam de um ponto no viveiro com temperatura ligeiramente mais alta para onde possam ir para fazer a digestão. Em pet shops, é possível encontrar luzes específicas para este fim. A temperatura do foco de calor deve ficar entre os 35 ºC e os 37 ºC. Há uma variação diferente dessas lâmpadas para uso noturno; elas são revestidas de cerâmica e não emitem luz.
  6. Iluminação - Se a tartaruga vive num lugar coberto e não recebe luz solar direta, é importante adquirir uma lâmpada UVB de pelo menos 5 W. Ela deve iluminar todo o viveiro e permanecer ligada por 12 a 14 horas por dia.
  7. Umidade - Mantenha a umidade do ar entre 50% e 65% — um umidificador pode te ajudar a manter esse nível. Se você vive numa região de clima frio e sua casa possui aquecimento interno, esse item é extramente importante.
  8. Esconderijos - A tartaruga de Hermann gosta de um lugar para se esconder, portanto o viveiro deve ter algum abrigo, que pode ser uma casinha para tartarugas (veja a imagem) ou uma caixa de papelão com um buraco para que ela consiga entrar e sair. É comum que as tartarugas durmam dentro do seu esconderijo.
  9. Água e Comida - A tartaruga de Hermann é vegetariana. Você pode oferecer a ela vegetais (chicória, escarola, pepino etc.), ervas e flores. Nunca a alimente com ração de gato ou de cachorro; frutas devem ser evitadas. Ração para tartaruga também não é uma opção saudável. Dê preferência a vegetais frescos e bem lavados. No viveiro, deixe uma vasilha rasa para água, que deverá ser trocada todos os dias.
  10. Limpeza - Limpe os recipientes de água e comida diariamente. Troque o substrato uma vez ao mês.
  11. Mantendo vários animais juntos - Colocar várias tartarugas no mesmo ambiente pode causar alguns problemas, especialmente se o viveiro for pequeno. Geralmente, as brigas são entre dois machos, mas podem ocorrer entre um macho e uma fêmea muito pequena — que, dependendo do comportamento do macho, pode achar sua presença assustadora e estressante. Diante dessas dificuldades, os animais devem ser colocados em viveiros separados.

Avisos

  • 1. Leve em conta que o objeto que vai servir de esconderijo para a tartaruga não deve ser algo que ela pode escalar, já que ela pode cair com o casco para baixo. Ficar tempo demais de cabeça para baixo pode levar esses répteis à morte.
  • 2. Tenha cautela se escolher grama para o substrato do viveiro. A água que a grama retém pode causar doenças respiratórias ou fazer com que fungos se desenvolvam no casco da tartaruga. Deixe alguma área não coberta pela grama.
  • 3. Se plantar grama ou qualquer tipo de planta no viveiro da tartaruga, certifique-se de que elas não têm agrotóxicos, pesticidas ou fertilizantes químicos. Estes bichinhos adoram comer grama e tais produtos podem matá-los.
  • 4. Se o viveiro da tartaruga for construído numa área externa, deixe uma parte coberta (ainda que seja apenas um esconderijo) para que haja alguma sombra em todas as horas do dia. Permanecer muito tempo no sol pode fazer com que a temperatura da tartaruga se eleve demais.
  • 5. Ao escolher um recipiente para a água, observe se ele é raso e se a linha da água fica abaixo da cabeça do animal. Tartarugas de Hermann são terrestres e se afogam com facilidade.
  • 6. Se o viveiro for externo, cubra a parte superior com uma grade ou rede de plástico. Ela vai evitar que pássaros, cães, gatos ou animais selvagens (guaxinins, ratos, gambás etc.) invadam a área cercada e devorem sua tartaruga.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.