Como Regular uma Guitarra

É sensacional conhecer bem sua guitarra, e isso o ajudará em longo prazo. Este artigo mostra, passo-a-passo, como você mesmo pode regular sua guitarra facilmente. Assim como em qualquer projeto, a primeira coisa de que você precisa é um bom conjunto de ferramentas.

Ajustando o Braço

  1. Verifique se o braço está reto. Olhe o braço em busca de deformidades ou curvas. Para verificar de forma mais precisa, coloque uma régua ao longo do braço, apoiando ela sobre os trastes. Faça isso com ambos os lados para ver se o braço não está torcido.
    • O braço tem que ter uma curva côncava bem suave, de modo que a mão se curve ligeiramente em direção à ponte. Os luthiers dizem que essa curva “alivia” um pouco o braço. Tem que haver um espacinho bem pequeno entre o braço e a ponta. Se a curva do braço se distanciar das cordas, para trás, você poderá ter problemas que afetarão a ação da guitarra; caso isso aconteça, você deverá levá-la a um luthier.
  2. Faça uma medição mais precisa se você achar que o braço está empenado. Use a corda ré para verificar a linearidade do braço, verificando a altura da corda. Depois de colocar as cordas, coloque um dedo na corda ré no primeiro e no último traste e, em seguida, cheque a distância entre a corda e o braço da guitarra no 12º traste. O ideal é que o espaço permita passar um cartão de visita. Você pode verificar a linearidade de todo o braço tocando em lugares diferentes trastes e utilizando a corda como referência.
    • Se você tiver um calibrador, coloque um capo sobre o primeiro traste. Mantenha o último traste da corda mais grave pressionado. Com seu medidor, cheque a distância entre a corda e o oitavo traste. A medida deve ser de aproximadamente 0,010 polegadas (0,254 milímetro). Se a medida for maior do que essa, você terá que apertar o tensor. Gire a chave Allen no sentido horário.
  3. Ajuste o tensor do braço. Se você precisar fazer ajustes no braço, retire a tampa do tensor. Na maioria das guitarras, ele fica geralmente localizado na parte superior do braço, mas também pode focar na parte inferior, mais perto da ponte. Ajuste delicadamente, girando uma chave allen do tamanho adequado.
    • Se o braço estiver muito convexo, gire a chave Allen no sentido anti-horário, levantando as cordas. Faça esse ajuste devagar, girando apenas um quarto de volta de cada vez. Então, espere a guitarra acomodar um pouco e afine-a antes de testar ou tocar novamente. Deixe-a descansando durante a noite.
  4. Verifique o ângulo entre o braço e o corpo da guitarra. Se o tensor estiver regulado, mas as cordas após o 12º traste estiverem muito distantes do braço da guitarra, pode haver um empeno do braço em relação ao corpo. Repouse a guitarra em uma superfície plana, e remova as cordas antes de desaparafusar o braço. Braços parafusados podem ser removidos do corpo retirando os quatro parafusos localizados na parte de trás da guitarra, para garantir que o encaixe esteja nivelado.
    • O braço da sua guitarra deve estar paralelo ao corpo, mas muitas vezes há serragem da vindo fábrica, o que significa que o braço está torto. Se assim for, limpe a área e parafuse o braço novamente.
    • Se o braço ainda estiver empenado, coloque um "calço” entre os dois parafusos inferiores (para inclinar o braço para trás) ou entre os dois parafusos superiores (para inclinar o braço para frente). Qualquer coisa bem fina, como um post-it, funcionará bem. Esse calço precisa grudar na superfície e não se mover quando você parafusar o braço novamente. Se você precisar de um calço mais grosso, basta dobrar o post-it.

Ajustando a Ação e a Afinação

  1. Ajuste a ação das cordas da guitarra. A "ação" de uma guitarra se refere à altura das cordas em relação ao braço. Guitarristas com mão leve geralmente se dão bem com uma ação mais baixa, enquanto aqueles com mão pesada podem precisar de mais altura para evitar que as cordas trastejem. O mais importante é que a altura das cordas esteja confortável para você, e que não haja nenhum trastejo. Se você tiver mais de uma guitarra, teste esses procedimentos primeiro com a mais barata, e depois com as mais caras.
    • Comece medindo a distância entre a parte de baixo da corda e o primeiro traste. Isso ajuda a determinar se as ranhuras da pestana têm a profundidade correta. Se as medidas não corresponderem ao especificado, leve sua guitarra a um luthier para regulagem. A altura corda na décima segunda casa determina se os saddlers da ponte devem ser levantadas ou abaixadas. Aqui vão algumas especificações-padrão para a parte elétrica:
      • Primeiro traste do lado agudo - 1/64” ou 0,0156 (0,397 milímetros)
      • Primeiro traste lado grave - 2/64” ou 0,0313 (0,794 milímetros)
      • 12° traste do lado agudo - 3/64” ou 0,0156 (1,191 milímetros)
      • 12° traste lado grave - 5/64” ou 0,0781 (1,984 milímetros)
  2. Faça um ajuste rápido e sujo. Pressupondo que o tensor esteja corretamente ajustado e que o ângulo do braço está correto, ajuste a altura da corda mi aguda de forma que a distância entre ela e o 12 º traste seja de apenas uma moeda. A grossura da moeda deve ser um pouco menos do que 2/32“ (1,6 mm). É possível baixar ligeiramente mais a ação se você conseguir tocar bem leve.
    • As cordas sol e si são ajustados da mesma forma, mas o mi grave e as cordas lá e ré, que são enroladas, podem ficar mais distantes do braço.
  3. Ajuste a afinação. Sua guitarra pode estar afinada nos primeiros 12 trastes, mas quando você tocar após o 12º traste, pode ser que ouça um som terrível. Se isso ocorrer, precisará ajustar a afinação. Para isso, sua guitarra precisa ter uma ponte com saddlers ajustáveis. Geralmente há parafusos na parte inferior da ponte que movem os saddlers para a frente ou para trás, afastando-se da guitarra. Sempre deixe a afinação por último, pois todos os outros ajustes que você fizer mudarão a afinação do instrumento.
    • Para fazer ajustes, pegue um afinador e inicie com o mi grave, verificando o harmônico do 12° traste (a nota um pouco acima do traste) e a nota mi real do 12° traste. Elas devem ser as mesmas. Se não forem, você precisará ajustar a distância do saddler.
      • Se o tom do 12° traste for maior do que o da oitava natural, então estique a corda distanciando o saddler do braço.
      • Se o tom do 12° traste for menor do que o da oitava natural, então diminua o comprimento da corda aproximando o saddler do braço.
    • Repita o processo em todas as cordas para ter uma guitarra muito bem afinada. Se você for perfeccionista, leve a guitarra a um luthier com afinador estroboscópico para mais precisão.
  4. mande arrumar os trastes, se necessário. Se alguns trastes específicos trastejarem enquanto você toca, é possível que estejam tortos. Se você for corajoso, tente arrumar os trastes nivelando-os. Primeiro, certifique-se de que o tensor, a ação e o ângulo do braço estejam ajustados corretamente; um braço muita curvado pode causar trastejamento. Então, se houver algum traste torto, nivele-o com um martelo de plástico.
    • Se isso não funcionar, lixe os trastes. Certifique-se de que o braço esteja o mais reto possível (sem quebrar o tensor) e de que a guitarra esteja repousando em uma superfície plana. Em seguida, cubra o braço e demais superfícies polidas próximas com fita para protegê-los, deixando expostos apenas os trastes. Arranje uma lixa de grau 100. Então, lixe todos os trastes simultaneamente. Ao lixar os trastes, todo traste mais alto será nivelado para baixo, ficando da mesma altura que os outros.
    • Se os trastes estiverem muito danificados, nivelá-los será muito difícil, e você poderá ter que trocar todos os trastes do braço. É um processo difícil e caro; por isso, procure um luthier para fazer esse trabalho.
  5. Ajuste a ponte. O ajuste mais importante, exclusivo para as pontes Floyd Rose, é ter certeza de que elas estejam devidamente balanceada. Primeiro, verifique o tensor e o ângulo entre o braço e o corpo. Com a guitarra afinadas, olhe atentamente para a ponte. Ela deve estar paralela ao corpo. Se não for o caso, você deve ajustar as molas na parte de trás da guitarra.
    • Afine a guitarra novamente e verifique a ponte. Repita o procedimento até que a ponte fique paralela ao corpo. Ao terminar essa etapa, afine a guitarra, reajuste a ação e, finalmente, a afinação. Como você ajustar a afinação, é possível que a ponte se mova e que as molas tenham que ser reajustadas. Nesse caso, você terá que rearrumar a afinação.
  6. Terminado.

Dicas

  • Mude as cordas regularmente. Utilize sempre as mesmas medidas das cordas. Essa medida é uma preferência pessoal. A maioria das guitarras de corpo sólido vem com cordas leves de fábrica (009-042). A maioria dos guitarristas de jazz prefere cordas um pouco mais grossas (010-046). Bom, o Stevie Ray usava (013-056), então é bom tocar com diferentes medidas até encontrar a a que você mais gosta. Além disso, cordas mais grossas são ideais para slides. Porém, mas se você gostar de fazer bends, use 009 ou mesmo 008.
  • Se as cordas da guitarra estiverem muito longe do braço perto do tensor (por exemplo, no primeiro traste), abaixe as cordas na altura da pestana. No entanto, isso é difícil de fazer.

Materiais Necessários

  • Conjunto de cordas novo (que você pretende usar regularmente)
  • Alicate
  • Afinador eletrônico
  • Chave de fenda (dependendo da guitarra)
  • Chave allen (1/4" ou 5/16" ou outras, dependendo da guitarra) ou chave de porca
  • Régua de metal ou de borda longa reta
  • Capotraste
  • Régua pequena de 1/16”
  • Calibradores automotivos (002-025)
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.