Como Reagir ao Bullying Praticado Por um Adulto

Muitas vezes as pessoas têm a ideia de que "bullying" é algo que só ocorre entre algumas crianças, até que finalmente elas cresçam e parem com este comportamento. Mas - infelizmente - isso nem sempre é verdade. Adultos podem ser tão capazes de empregar táticas de intimidação, quanto qualquer criança ou adolescente. Se você suspeitar que você ou qualquer outra pessoa que você conhece está sendo vítima de bullying por parte de um adulto, aqui estão algumas sugestões sobre como responder a elas.

Passos

  1. Lembre-se que isso não é sua culpa. Se você já foi vítima de bullying de um adulto por algum tempo, é possível que você se culpe pela forma como essa pessoa reagiu a você. No entanto isso não é verdade. Todo mundo é responsável pela forma que escolhe como tratar os outros. Isso pode ser muito mais fácil de falar do que de fazer. Especialmente se o valentão tem despertado fortes sentimentos de raiva em você. No entanto, uma reação como esta só vai provar que ele conseguiu atingir você - que é o que eles querem. Essas pessoas alimentam emoções negativas, porque no fundo, de alguma forma eles se sentem inferiores/inseguros sobre si mesmos e somente fazendo os outros se sentirem mal é que conseguem aumentar a sua auto-estima. Reagir dessa forma provavelmente vai incentivar e, possivelmente, piorar esse comportamento indesejado com relação a você. Um adulto que faz esse tipo de coisa é um covarde.
  2. Veja se revidar com bondade ajuda. Isso nem sempre funciona, mas, em circunstâncias em que não conhecemos há muito tempo o valentão, (como se, por exemplo, você acabou de ser apresentado a ele no trabalho) pode ser que funcione. Muitas vezes, o que inspira um valentão a ser desagradável com os outros é uma suposição de que a sua meta é uma ameaça para eles, de alguma forma, bem como uma experiência de uma falta de bondade dos outros ao longo de suas vidas. Ao demonstrar que você não pretende fazer mal para eles e está disposto a ser amigável, isso pode encorajar respostas mais positivas da parte deles. Isso pode ser qualquer coisa desde um amistoso “Oi” de bom dia a uma oferta de ajuda com alguma coisa. No entanto, se depois de tentar isso 2-3 vezes, eles continuarem com o mau comportamento, cesse essa abordagem. Isso não vai funcionar em todos os casos e ser bom com eles a cada vez que eles intimidarem você provavelmente irá enviar uma mensagem de que você os está premiando / considerando aceitável esse mau comportamento.
  3. Experimente respostas assertivas. Exemplos disto podem incluir a linguagem corporal assertiva (olhar firmemente no olho mantendo-se firme), um tom de voz firme (claro e firme, sem soar ameaçador) e escolha palavras assertivas como "Eu tenho observado recentemente sinais de que você está tentando me intimidar e quero que este comportamento pare”. Dito isto, a escolha de um comportamento assertivo adequado irá - até certo ponto - ser dependente da situação específica do bullying. O que poderia ser eficaz em uma situação de bullying no trabalho pode não funcionar tão bem em uma situação de bullying familiar ou de cyber bullying.
  4. Se tudo mais falhar, considere pedir ajuda de alguém. Pode ser um colega de sua confiança ou supervisor (se for uma situação de bullying no trabalho), um familiar ou amigo (se for bullying familiar). Conversar com seu médico também é uma opção se você sentir que a situação tem muito impacto sobre a sua saúde física e / ou mental.

Dicas

  • Antes de tentar estes passos faça alguma pesquisa sobre bullying. Nem sempre é fácil dizer a diferença entre o que é bullying e o que pode ser apenas o resultado de mau humor temporário de alguém. Isso também ajudará a dar-lhe informações valiosas sobre razões pelas quais adultos decidem comportar-se desta maneira e várias formas de lidar com eles. Bullying Não É Brincadeira e Wikipedia são bons lugares para começar suas pesquisas.
  • Se você for uma criança ou adolescente, conte a um adulto de sua confiança. Faça isso assim que você suspeitar que algum adulto está regularmente se comportando de forma cruel / desagradável com você. Isto pode incluir seus pais, pais de amigos, um parente da família, como uma tia / tio ou um professor.
  • Confie em alguém que esteja perto, quer se trate de um membro da família, parceiro ou amigo. Não tenha vergonha de dizer-lhes sobre o que está acontecendo. Afinal, todos os amigos, familiares e parceiros estão lá para apoiar um ao outro nos maus momentos.
  • Considere aconselhamento. Provavelmente, você está experimentando fortes sentimentos negativos como vergonha, raiva, ansiedade e depressão como resultado do bullying. O aconselhamento pode ser de valor inestimável para ajudar-lhe a lidar com esses sentimentos.
  • Experimente algumas técnicas de relaxamento. Você pode considerar isto como uma ajuda para gerir sentimentos estressantes ao longo deste tempo.

Avisos

  • O comportamento assertivo pode ser muito eficaz se usado nos primeiros estágios de bullying. No entanto, se o bullying já vem acontecendo há muito tempo, pode não ter os efeitos desejados.
  • Às vezes, a única coisa a se fazer em uma situação de bullying é sair de perto.
  • Um valentão pode ser qualquer um, desde alguém que você pode facilmente evitar a um criminoso de verdade, alguém com uma grande quantidade de poder político ou qualquer outra pessoa. Você pode não ser capaz de sair de perto e pode ser forçado a se envolver com essa pessoa. Sempre pergunte a si mesmo se existe uma maneira de flanquear o valentão, ou seja, há uma maneira pela qual você pode forçá-los a recuar pela aplicação de pressão em outro lugar, sem confrontá-los de frente? Tenha em mente possíveis consequências adversas no caminho. Por exemplo, você pode usar métodos alternativos para fazer o seu adversário recuar agora, mas a consequência pode ser transformar um simples valentão em um inimigo permanente, com a possibilidade de que eles vão vingar-se quando chegar o momento, vingança é um prato que se come frio. Ao lidar com uma pessoa, que tem algum poder sobre você, a cautela é a palavra chave e, às vezes você pode não ter escolha, mas aparente concordar com as demandas deles agora, conforme você construir a força, conexões, poder, etc, você pode ser capaz de virar o jogo.

Materiais Necessários

  • Um adulto que pratique bullying para ser sua cobaia quando você praticar essas dicas
  • Uma rede de apoio de adultos
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.