Como Publicar um Livro

Publicar um livro parece ser mais complicado do que escrever um. Para publicar o seu livro, você tem que ter certeza de que ele está na melhor forma possível antes de você levá-lo aos agentes ou editores. Para publicar o seu livro será necessário muita pesquisa, perseverança e paciência, mas valerá a pena para ver o seu livro impresso. Se você quer saber como publicar o seu livro, apenas siga estes passos simples.

Preparando Seu Livro Para Publicação

  1. Saiba quando você deve preparar um manuscrito ou uma proposta. Escritores de ficção devem preparar um manuscrito completo, enquanto escritores de não-ficção deverão escrever uma proposta muito bem embasada. Sabendo o que você precisa ter escrito irá lhe salvar tempo e fazer com que você pareça mais profissional quando enviar o seu trabalho por aí.
    • Muitos escritores de ficção tentam publicar seus livros antes deles terem terminado um manuscrito completo - sem sucesso. Se você é um escritor de temporadas trabalhando com um agente literário, então apenas alguns capítulos ou mesmo uma proposta pode ser suficiente para que você consiga um contrato, mas para a maioria das pessoas começando nos negócios de ficção, o livro deve estar 100% completo antes dele avançar no estágio de publicação.
    • Se você está escrevendo não-ficção, então você precisa ter terminado um livro de proposta primeiramente. Se você está escrevendo um livro de exercícios físicos ou um livro de receitas, então você deve focar na proposta. Se você está trabalhando em uma não-ficção mais literária, então você deve trabalhar em mais amostras de capítulos ou mesmo um manuscrito completo, em alguns casos.
    • Se você já determinou que só precisa de uma proposta para o tipo de não-ficção que você está escrevendo, então pule para o Passo 6 e decida se você deseja contratar um agente literário ou ir diretamente à uma editora.
    • Se você está escrevendo um livro-texto acadêmico, então pule para a última seção e aprenda como publicar o seu livro contratando um editor diretamente.
  2. Revise seu livro. Revisar seu livro pode ser até mais complicado do que terminá-lo. Assim que você tiver escrito um esboço bem sólido do seu livro, seja uma novela histórica ou um suspense, você precisará revisá-lo para que ele fique na melhor forma possível antes de você levá-lo para um agente ou editora. Aqui estão algumas coisas para se fazer ao revisar seu livro:
    • Certifique-se de que seu livro seja o mais atraente possível. Embora nem todos os livros sejam novelas de espião ou um virador de páginas, certifique-se de que os seus leitores sejam fisgados desde o começo, e que eles sempre tenham uma razão para continuar virando estas páginas.
    • Livre-se de quaisquer excessos de palavras. Muitos agentes dizem que raramente aceitam o livro de um novelista debutante se ele tiver mais de 100.000 palavras.
    • Esteja certo de que você expôs o seu ponto de vista. Seja uma novela romântica ou uma ficção científica, você deve ter atingido o seu objetivo e passado a sua mensagem ao final do livro.
    • Certifique-se de que as suas ideias sejam as mais claras possíveis. Suas ideias podem ser límpidas para você, mas elas confundiriam o leitor padrão? É claro, seu livro pode ser direcionado para um certo público, mas membros daquele público (tais como estudantes de faculdade ou enfermeiros) devem ser capazes de seguir claramente seus pensamentos.
  3. Consiga uma crítica do seu livro. Assim que você achar que realmente terminou, é importante conseguir alguma crítica sobre o seu livro para saber se ele está pronto para publicação. Você pode achar que ele está absolutamente perfeito, mas sempre existe espaço para melhoras. É melhor conseguir uma crítica de um colega escritor ou um profissional de confiança do que ser rejeitado por um agente ou editor. Se você pedir uma crítica muito cedo, durante a preparação do manuscrito, você pode se sentir sufocado, então certifique-se de que o seu livro esteja realmente pronto antes de você pedir por ajuda. Aqui estão alguns modos de se pedir por críticas ao seu livro:
    • Peça a um colega escritor. Um amigo que sabe como escrever terá algumas ideias sobre o que pode funcionar ou não em um livro.
    • Peça um leitor voraz. Alguém que lê muito será capaz de lhe dizer se o seu livro foi viciante, ou se ele dormiu no primeiro capítulo.
    • Peça alguém que conheça o assunto. Se você está escrevendo uma não-ficção sobre algo em um campo como negócios, ciência ou culinária, peça a alguém que seja um expert nesta área para ver se você realmente entende das coisas.
    • Envie seu material para um workshop de escritores. Seja um workshop de escritores informal com alguns amigos da sua área, ou mesmo uma conferência, submeter um capítulo do seu trabalho a um workshop pode lhe dar ideias de diferentes perspectivas de uma vez só.
    • Se você estiver num curso de escrita criativa, você terá várias fontes para críticas, sejam seus colegas de classe ou professores.
    • Encontre um editor de reputação e peça por uma avaliação do manuscrito. Isso pode custar caro, mas se pedir à pessoa certa pode lhe ajudar a ver se o seu livro está pronto.
    • Lembre-se de ser tolerante com as críticas. Nem todos cairão de amores pelo seu livro, e isso é normal. É importante conseguir críticas construtivas de pessoas que você confia, mas reconhecer que você não vai se beneficiar de todas as opiniões. Conseguir boas críticas significa saber a quem pedir.
  4. Revise seu livro ainda mais se for necessário. Revise o seu livro baseado nas críticas que você recebeu. Você não irá se arrepender. Leve um tempo para absorver as críticas que você recebeu, e aí volte ao trabalho.
    • Embora a sua revisão deva te guiar na direção certo, você deve pedir por mais opiniões para garantir que você tornou o manuscrito mais conciso.
    • Quando você revisar o manuscrito novamente, deixe-o de lado por algumas semanas, ou mesmo um mês. Então pegue-o e leia com novos olhos para ver se ele está na melhor forma possível.
    • Por último, revise o seu texto. Após ter resolvido todos os pontos maiores, certifique-se de que o seu manuscrito está livre de erros gramaticais e de pontuação. Estes erros fazem com que o seu trabalho pareça amador e impedirá os seus leitores de apreciarem o seu duro trabalho.
  5. Prepare seu manuscrito. Assim que você achar que seu manuscrito está completamente pronto, você deverá formatá-lo para que ele satisfaça os requisitos que dos agentes ou editores que você está procurando. Existem algumas regras que você pode seguir, mas você também pode procurar por websites dos editores ou as diretrizes dos agentes para garantir que o seu manuscrito está de acordo com os padrões. Aqui estão algumas coisas que você pode fazer:
    • Sempre use um espaçamento duplo no seu manuscrito.
    • Tenha margens de uma polegada à esquerda e à direita do manuscrito.
    • Sem fontes extravagantes. Times New Roman é a melhor fonte para se usar. Courier, ou fontes que se pareçam com máquinas de escrever, podem ser mais proeminentes, mas TNR servirá bem.
    • Numere as suas páginas. Numere as páginas do manuscrito na parte superior direita, junto do seu nome e título antes do número da página.
      • Ex: "Smith/WHITE SKY/1"
    • Tenha uma página de capa. A página de capa deve incluir o seguinte:
      • Seu nome, endereço de e-mail, número de telefone e endereço devem aparecer no lado direito da página.
      • O título da sua novela deve ser escrito em maiúsculas no centro da página, junto do seu sobrenome. Exemplo:"WHITE SKY" em uma linha e "uma novela por John Smith" escrito logo embaixo.
      • Sua contagem de palavras deve aparecer centralizada na parte de baixo da página. Você pode arredondar para as 5.000 palavras mais próximas. Você pode escrever "cerca de 75.000" palavras.
  6. Decida se você quer a ajuda de um agente literário ou quer ir diretamente para um editor. Embora assinar com um agente literário seja incrivelmente desafiador, contactar uma editora diretamente para conseguir publicar o seu livro é ainda mais difícil.
    • O benefício de trabalhar diretamente com o editor é que você não precisará usar (ou pagar) um agente como intermediário. A desvantagem é que as editoras possuem agentes confiáveis para enviar as submissões, então se você não tem um agente, será mais difícil que considerem você.
    • Você pode também tentar agentes literários a princípio e seguir para os editores caso não dê certo. Contudo, se seu trabalho for rejeitado por muitos agentes literários, é ainda mais provável que ele seja rejeitado pelos editores.

Publicando Seu Livro com a Ajuda de um Agente Literário

  1. Pesquise o mercado. Assim que você estiver pronto para levar o seu livro para os agentes, você precisará pesquisar o mercado para encontrar o seu nicho. Encontre livros no seu campo ou gênero para ver onde você se encaixa, e veja o quanto estes livros estão vendendo e quais são os grandes nomes na sua área. Se os seu livro não se encaixar exatamente em um gênero, pesquise vários tipos de livros que possam ser parecidos com o seu.
    • Após ter pesquisado o mercado, você deve ser capaz de encontrar um modo de descrever nitidamente o seu livro. É ficção científica, literário ou histórico? É uma ficção científica e uma novela histórica? É literário ou mais como uma novela de jovem adulto? Saber qual o seu tipo de livro lhe ajudará a contactar o agente certo.
  2. Pesquise agentes literários. Agora que você sabe quais tipos de agentes você está trabalhando, é hora de encontrar o agente perfeito para lhe representar. O agente ideal irá se conectar com o material, se entusiasmará com o seu trabalho, e trabalhará com você para revisar o seu livro e vendê-lo para uma editora. Certifique-se de que o seu agente vende livros do seu gênero, ou contactar este agente será uma perda de tempo. Aqui está como encontrar um bom agente para você:
    • Procure websites de diferentes agentes. Quando você encontrar um agente que parece ser uma boa escolha, procure seu website para conseguir mais informações sobre submissões e quais gêneros e clientes eles representam.
    • Certifique-se de que o agente está aceitando submissões que não foram solicitadas. A menos que você tenha um contato, você deverá submeter ao agente desta maneira.
    • Cuidado com vigaristas se passando por agentes. Um agente de reputação jamais irá cobrar para ver o seu manuscrito. O agente só fará dinheiro se ele puder vender o seu livro.
  3. Escreva uma carta de apresentação. Assim que você tenha encontrado o agente dos seus sonhos - ou melhor ainda, vários deles - é hora de preparar a sua carta de apresentação. Sua carta de apresentação é a sua chance de se apresentar ao agente, para deixá-lo fisgado no seu livro, e fornecer uma sinopse breve do livro. Pode demorar um pouco para ouvir a resposta de um agente, então contacte alguns de uma vez (contanto que eles aceitem submissões simultâneas) e aguarde. A carta de apresentação deve se parecer com o seguinte formato:
    • Parágrafo um: uma introdução do seu livro e o seu interesse pelo agente. Aqui está o que deve ir no primeiro parágrafo:
      • Comece com uma ou duas sentenças que dão ao agente uma ideia do que se trata o seu livro. Deve ser específico, original e chamar a atenção.
      • Então, diga ao agente em qual gênero seu livro se encaixa, se ele é multi-cultural, jovem adulto, ou histórico. Pode cair em inúmeras categorias. Você deve mencionar a contagem de palavras no primeiro parágrafo também.
      • Diga à agente porque você a escolheu. Ela representa vários livros no seu gênero, ou ela representa alguns autores cujo trabalhos são similares ao seu? Você possui um contato pessoal com a agente? Se sim, mencione logo em seguida.
    • Parágrafo dois: uma sinopse do seu livro. Aqui está como deve ser a sinopse:
      • Descreva o que acontece no seu livro e quais temas são destacados. Faça a descrição mais precisa e interessante possível.
      • Mostre quem são as personagens principais, quais os riscos e porque o livro é importante.
      • Você pode fazer isso em um ou dois parágrafos no máximo.
    • Parágrafo três: algumas informações breves sobre você. Diga ao agente se você ganhou algum prêmio e como o livro pessoalmente se conecta À sua vida.
    • Parágrafo quatro: diga ao agente que o manuscrito completo ou amostras de capítulos (se você estiver escrevendo não-ficção) estão disponíveis se desejarem e lhes dê sua informação de contato. Agradeça ao agente por ler o seu trabalho.
    • Siga as ordens cuidadosamente. Se o agente pedir também por um esboço ou amostras de capítulos, mande-as também.
  4. Se você receber uma oferta de um agente, assine um contrato - se ele parecer correto. Se o agente gostar da sua carta de apresentação, ele ou ela pedirá que você envie alguns capítulos de amostra ou mesmo o manuscrito todo. Se o agente se apaixonar pelo seu trabalho depois disso, você receberá a notícia com a qual sonhava: uma oferta de representação! Mas antes de você assinar com o agente, você deve se certificar de que este realmente é o agente que você estava realmente procurando.
    • Converse com o agente ao telefone. Se você puder, encontre-se pessoalmente com o agente. Tenha uma ideia de como é essa pessoa e o quão empolgada ela está com o seu livro.
    • Confie no seu instinto. Se algo está lhe dizendo que o agente parece estar muito ocupado, muito ansioso para desligar, ou não muito empolgado com o seu trabalho, não assine com ele. É melhor continuar sua busca por agentes do que colocar o seu livro nas mãos da pessoa errada.
    • Pergunte se você pode conversar com alguns dos clientes do agente. Um bom agente ficará feliz em lhe dar os nomes de alguns de seus clientes, então você pode conversar com eles e ter uma ideia melhor do agente.
    • Refaça a sua pesquisa. Certifique-se de que o agente já fez vendas e possui uma boa lista de clientes antes de você entrar no barco.
    • Leia o seu contrato cuidadosamente. Você verá que o contrato é bem padrão, e o agente fica com cerca de 15% das vendas domésticas e 20% das suas vendas internacionais, e você se sentir bem assinando com o agente, então assine o contrato, coloque no correio e celebre um trabalho bem feito.
  5. Revise com o agente. Mesmo que o seu agente tenha rolado pelo seu livro, você quase sempre terá que revisar o seu livro uma, duas ou até três vezes antes dele realmente ir para o mercado. Você terá que fazer coisas diminuir a contagem de palavras, tornar o seu narrador mais atraente, e responder quaisquer questões que o seu agente possa ter.
    • Lembre-se que o livro ainda é seu e você não precisa mudá-lo completamente para se adequar as necessidades do agente. Apenas faça as mudanças com as quais você se sinta confortável.
  6. Coloque o seu livro no mercado. Depois que o seu agente estiver satisfeito com o seu manuscrito, e você tenha preparado um pacote para o livro, ele o levará para as editoras. Esta é a parte mais angustiante porque o destino do seu livro estará fora das suas mãos. Seu agente enviará seu livro para uma lista de editores de confiança em várias editoras, e se você tiver sorte, você terminará com um negócio fechado com um editor nesta editora!
    • Assine o contrato que inclui você, seu agente e a editora.
  7. Trabalhe com um editor. Agora que o seu livro foi vendido, você irá assinar com uma editora e continuará a trabalhar para revisar o livro com um editor lá. Você continuará trabalhando até que a escrita esteja perfeitamente como deveria estar, e então outros aspectos da publicação serão decididos, tais como quando e como o livro será lançado, e como será a capa.
    • Mas você não pode simplesmente sentar e esperar pela data da publicação. Tem muito mais a se fazer!
  8. Promova o seu livro. Assim que o fato de que o seu livro será publicado for anunciado, você precisará promover o seu livro, seja por meio de um publicitário, seu site, Facebook, leituras informais, e mesmo boca à boca. Faça o que precisar para espalhar a notícia de modo que suas vendas sejam altas quando o livro sair.
    • Não pare de anunciar o seu livro - especialmente depois que ele for publicado. Você pode aproveitar a sua glória por algum tempo, mas lembre-se que a promoção de seu livro é tão importante quanto escrevê-lo!

Publicando Seu Livro Diretamente com um Editor

  1. Pesquise editores. Procure websites de diferentes editoras para ver se eles aceitam cartas de apresentação ou se eles aceitam apenas solicitações de agentes. Muitas editoras só aceitam trabalhos que foram trazidos por agentes.
    • Encontre editoras que não apenas aceitam submissões sem agentes, mas que também sejam especializadas no tipo de livro que você está escrevendo.
  2. Escreva uma carta de apresentação para as editoras certas. O método de escrever uma carta de apresentação para uma editora é o mesmo que aquele para se contactar um agente. Você deverá apresentar o seu livro, assim como a você, e fornecer uma breve sinopse do trabalho.
    • Se a editora se impressionar com a sua carta, você será requisitado a enviar uma parte ou todo o seu manuscrito.
  3. Se o seu livro for aceito, assine com uma editora de reputação. Se a editora se impressionar com o seu trabalho, você receberá uma oferta. Olhe com atenção o seu contrato e o assine se estiver tudo certo.
  4. Revise com um editor. Trabalhe com um editor para revisar o seu livro até que ele esteja pronto para publicação.
  5. Promova o seu livro. Enquanto você espera o seu livro ser lançado, promova o livro para todos os que você conhece - e os que você não conhece. Assim que o seu livro for publicado, você terá que continuar anunciando o seu livro. Você pode aproveitar a publicação, mas lembre-se que a promoção não deve para nunca.
    • Promova o seu livro em blogs, entrevistas e leituras do seu livro.
    • Crie uma fanpage do Facebook e um website para anunciar o seu livro.

Dicas

  • Como um novo escritor, você será rejeitado em várias ocasiões. Nunca deixe que isso o desanime. Muitos grandes escritores foram rejeitados antes de serem aceitos. Poucos escritores atingem sucesso publicando seus primeiros livros. Um verdadeiro escritor continuará escrevendo, independentemente da publicação ou não do seu livro.
  • Sempre faça negócios com profissionais dignos de confiança da área da publicação. Qualquer agente literário que cobrar uma taxa para ler o seu livro não é de confiança.
  • Se você deseja estabelecer contato com agentes literários, se inscreva numa conferência onde você pode encontrar e se aproximar dos agentes para mostrar o seu livro. Apenas certifique-se de fazer isso quando for adequado.
  • Tente publicar um trecho do seu livro antes de você levá-lo a um agente ou editor. Isto ajudará a estabelecer a sua credibilidade como escritor e mostrará que o seu livro tem um apelo popular.
  • Esteja atento também a qualquer editora que te cobre uma taxa. Estas editoras são praticamente publicações de vaidade.
  • Se você não tiver sorte em conseguir um agente ou uma editora, você pode considerar auto-publicação.

Avisos

  • Existem vários péssimos agentes literários e editoras por aí. Cerifique-se de fazer a sua pesquisa antes de fazer negócios com qualquer um. Não assine com um agente que pedir uma taxa para ler!
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.