Como Ser Uma Babá Exemplar

Cuidar de uma criança, seja ela um irmão ou o vizinho, requer um pouco de treino, paciência e compreensão. Frequentemente um rito de passagem para jovens adolescentes, ser babá pode parecer assustador sem a preparação correta. Porém, com um pouco de planejamento e coordenação, também pode ser divertido e lucrativo. Comece com o passo 1 abaixo ou procure conselhos mais específicos checando as seções listadas acima.

Criando um plano de negócios

  1. Monte uma agenda. Como babá, você provavelmente trabalhará por conta própria (em vez de para uma empresa) e portanto terá de fazer e manter sua própria agenda. Mesmo que possa parecer antiquado, preencha um calendário com todos os seus dias e horários livres para que, quando alguém ligar para chamá-la, saberá exatamente quando estará disponível.
    • Criar um sistema de classificação por cores pode ajudar a organizar os dias cheios no calendário.
    • Atualize sua agenda com frequência para que não acabe marcando duas coisas no mesmo horário acidentalmente.
  2. Decida seu preço. Embora alguns pais tenham um preço específico em mente ao contratar uma babá, muitos confiam na profissional para fornecê-lo. Há duas opções: ser paga por hora ou por criança. A primeira é melhor para famílias pequenas, enquanto a segunda pode ser mais adequada se planejar cuidar de duas ou mais crianças de uma vez só.
    • Os preços por hora geralmente variam de R$7 a 12 por hora, mas podem ser maiores ou menores dependendo da casa.
    • Os preços por criança variam de R$4 a R$6 por criança e por hora.
  3. Frequente uma aula específica. Embora não seja necessário ser licenciada ou certificada de qualquer forma para ser babá, saber as responsabilidades e técnicas básicas para cuidar de crianças pode ajudar. Procure por aulas de cuidados com crianças, ressuscitação e primeiros socorros em sua região para que esteja bem preparada e qualificada para seu primeiro trabalho. Você também pode ler livros que cubram o assunto e respondam a muitas perguntas comuns sobre como lidar com crianças em várias situações rotineiras.
  4. Crie uma lista com contatos de saúde/segurança para cada criança. Embora seja necessário ter informações personalizadas de saúde para cada criança, é importante ter contatos gerais à mão para quando estiver trabalhando. Faça uma lista com os telefones do centro de controle de intoxicações, da polícia, dos bombeiros e de outros locais úteis na sua área. Esses são para os piores casos, mas é muito importante tê-los por perto.

Preparando-se para o trabalho

  1. Obtenha as informações dos pais. Quando chegar ao local de trabalho, comece pegando todas as informações necessárias sobre os pais para quando eles saírem. Anote os nomes completos e celulares, o(s) endereço(s) do(s) lugar(es) para onde vão e o horário em que estimam voltar para casa.
  2. Colete informações de emergência. Peça para os pais lhe darem pelo menos dois contatos de emergência. Faça uma lista de qualquer informação de saúde pertinente para cada criança, especificamente em relação a alergias. Se necessário, peça o contato do pediatra/médico da criança.
    • Peça aos pais para lhe mostrarem a localização das medicações e suprimentos de primeiros socorros.
    • Faça uma lista de medicamentos que cada criança pode precisar tomar ou que pode tomar em caso de acidente (como Tylenol para dor).
  3. Anote a agenda da criança. A maioria das famílias tem uma agenda geral (ou às vezes mais específica) de eventos no dia de uma criança que geralmente inclui horários para as refeições, para certas tarefas ou para a lição de casa, além da hora de dormir. Anotar esses horários antes significará que a criança (se ela for mais velha) não será capaz de enganar você depois que os pais saírem.
  4. Descubra quais atividades são permitidas. Cada casa em que trabalhar será um pouco diferente, e é importante descobrir que atividades são permitidas em cada uma. Pergunte sobre os horários para televisão/videogame/computador, quando e onde a criança pode brincar, se os amigos dela podem vir e se alguma área da casa é proibida para ela. Essas regras podem variar de criança para criança na mesma casa, dependendo da idade, por isso seja específico.
  5. Faça um menu para seu tempo lá. Dependendo de quanto tempo ficará cuidando da criança, você pode precisar alimentá-la uma ou duas vezes. Pergunte aos pais que alimentos eles preferem que você sirva e quais são apropriados para a hora do lanche. Esclareça quais alimentos não são permitidos; esses geralmente são guloseimas que as crianças podem pedir quando os pais não estiverem por perto.
  6. Descubra quais punições são utilizadas quando a criança não se comporta. É bem provável que, em algum momento, uma das crianças se comporte mal. Em vez de tentar adivinhar e puni-la demais ou de menos, pergunte aos pais o que eles costumam fazer com comportamentos ruins não muito graves. Muitas vezes, isso inclui ter privilégios cortados ou ser colocado de castigo.

Cuidando das crianças

  1. Passe um tempo conhecendo as crianças. Ser babá é tanto um trabalho quanto uma oportunidade de passar um tempo com elas. Elas serão mais receptivas se gostarem de você, e podem gostar de você mais rápido se tentar desenvolver um relacionamento com elas. Converse com elas, faça perguntas e brinque um pouco.
  2. Entre nas atividades da hora de brincadeira. Embora seu trabalho seja supervisionar as crianças, você deve interagir com elas o máximo possível brincando. As brincadeiras vão variar dependendo da idade: se for uma criança pequena, você pode apenas fazer caretas e segurar brinquedos. Seja criativo para manter as crianças interessadas e longe de encrencas.
    • Brinquedos, jogos de tabuleiro e outros são todas boas opções para as maiores. Pergunte às crianças o que elas mais gostam de fazer para criar um plano de brincadeiras.
  3. Pense em projetos divertidos. Se for passar um longo tempo cuidando das crianças, vocês podem fazer projetos juntos que sejam divertidos para todos. Considere fazer artesanato ou cozinhar uma receita nova juntos. Ter um produto acabado dará uma sensação de produtividade, fará com que o tempo passe e dará às crianças algo para se orgulharem.
  4. Cheque com frequência. As crianças não são tão boas em regular o tempo quanto os adultos e muitas vezes se esquecem das necessidades básicas do corpo. Verifique mais ou menos uma vez a cada hora para ver se elas precisam ir ao banheiro, beber água ou se estão cansadas ou com fome. Na maior parte das vezes, elas não pensarão em lhe dizer essas coisas sozinhas, por isso pergunte.
  5. Siga os horários. Se os pais lhe derem um esquema básico de atividades diárias, você deve segui-lo. Alimente as crianças nos horários corretos, ponha-as para dormir na hora certa, coloque-as para fazerem a lição de casa conforme o programado, etc.

Evitando erros

  1. Nunca deixe as crianças sozinhas. Não importa quais sejam as circunstâncias, seu trabalho como babá é observá-las na casa delas. Por isso, não deve deixá-las. Nunca as deixe sozinhas na casa. Não tem problema ficar em outro cômodo, mas sair para buscar ingredientes numa loja ou para caminhar sem elas está fora de questão. Isso se aplica mesmo para as mais velhas, a não ser que os pais tenham lhe dado instruções explícitas dizendo que elas podem ficar sozinhas em casa por um curto período de tempo.
  2. Não leve pessoas para a casa. A não ser que alguns amigos da criança já estejam planejados, ninguém deve entrar na casa em nenhum momento durante a sua estadia. Não traga pessoas - amigos ou família - para passar o tempo enquanto você deveria estar trabalhando. Pode ser tentador convidar um amigo tarde da noite, quando as crianças estiverem dormindo, mas até isso é proibido.
  3. Não abuse do uso de eletrônicos. Com celulares, tablets e notebooks mais prevalentes do que nunca, pode ser fácil se distrair mandando mensagens para amigos ou passando pelo Facebook. Assim como em muitos empregos, seus eletrônicos devem ficar desligados ou serem usados apenas em caso de emergência. Você está sendo paga para cuidar das crianças, não para falar com os amigos.
  4. Não fique apenas assistindo a filmes ou programas de TV. As crianças muitas vezes pedirão para ficar assistindo a filmes ou à televisão, e embora eles possam ser apropriados em períodos curtos, várias horas deles são só preguiça. Mesmo se os pais não tiverem estabelecido um limite para os eletrônicos, tente limitá-los em duas horas ou menos. As crianças gostarão de ter com quem brincar, e os pais não pensarão que você é preguiçosa ou que está sendo paga para não fazer nada.
  5. Nunca atenda à porta, a não ser que esteja esperando alguém e apenas quando tiver certeza de que é a pessoa. Olhe pelo olho mágico ou pela janela (não abra a porta) primeiro, pois a pessoa à porta pode ser um estranho. Peça também aos pais uma lista de quem eles conhecem e para que descrevam essas pessoas em um pedaço de papel.
  6. Arrume tudo antes dos pais chegarem. Embora seja muito esquecida, uma parte importante de ser babá é arrumar a bagunça das crianças. Você pode não precisar lidar com muita coisa, mas se tiver cozinhado ou feito um projeto, coloque tudo de volta no lugar. Os pais gostarão de voltar para uma casa limpa e podem chamar você de novo no futuro.

Dicas

  • Preste atenção na sua linguagem! Você não quer que as crianças ouçam algo, pensem que está tudo bem e repitam para os pais.
  • Se os pais permitirem, faça alguma coisa como biscoitos, brownies ou cupcakes para que eles comam quando voltarem. Eles vão apreciar o gesto.
  • Se for dar banho na criança, não a deixe sozinha nem por dois segundos. Leve todo o equipamento de banho necessário para o banheiro antes de colocar a criança na banheira.
  • Quando estiver trocando a fralda de uma criança numa mesa ou bancada, deixe tudo (lenços umedecidos, fraldas, talco etc) à mão para que não tenha que sair para pegar nada. Não saia de perto nem por um segundo, pois nesse segundo a criança pode rolar para fora da superfície.
  • As crianças gostam de histórias e ficarão impressionadas até com os piores contadores. Venha equipada com contos de fada mais desconhecidos que elas provavelmente não terão ouvido. Quando não conseguir fazer com que elas comam ou vão dormir, faça um trato: se elas fizerem o que devem fazer, você vai contar uma história a elas. Edite qualquer coisa que possa ser assustadora ou perturbadora, pois os contos de Grimm podem dar medo às vezes.
  • Se as crianças não dormirem nos mesmos horários, chame as que ficarem acordadas para colorirem um livro com você (ou participarem de outra atividade silenciosa).
  • Sempre se sinta à vontade para ligar para os pais se achar que precisa. É melhor prevenir do que remediar, e é bem provável que eles apreciem sua preocupação.
  • Tenha paciência. As crianças podem nem sempre obedecer da primeira vez, mas lembre-se de permanecer calma!
  • Perceba que você, como babá, pode ter que cuidar de bebês e crianças do gênero oposto.
  • Se seus pais tiverem outros filhos com os quais possa praticar, faça com que sejam seus "clientes de prática". Se "fizer besteira" com esses clientes, não vai ser tão ruim para sua imagem. Além disso, deixe seus pais ajudarem; pergunte a eles sobre dúvidas que possam aparecer enquanto cuida das crianças. Você não precisa dizer a eles que quer praticar com seus irmãos: é só começar a se oferecer para fazer as tarefas mais comuns, como alimentar com mamadeiras ou comidas sólidas, trocar fraldas descartáveis ou de pano, vestir (desde camisetas até pijamas e qualquer peça de roupa que a criança use abaixo da cintura) e até ajudar a dar banho às vezes.
  • Garanta que consegue fazer o que precisa ser feito sem ter problemas de estômago. Algumas tarefas precisarão de um estômago forte, e problemas de estômago podem fazer com que você vomite, o que não parecerá bom para nenhum cliente.

Avisos

  • Ao colocar um bebê para dormir, não o deite de bruços. Ele pode sofrer de Síndrome de Morte Súbita Infantil se você fizer isso. Não encha um bebê com almofadas ou ele pode sufocar.
  • Se estiver cuidando de uma criança pequena, dê a ela apenas coisas do tamanho do punho dela ou menores para comer.
  • Nunca pegue no sono enquanto estiver trabalhando. Nunca é uma boa ideia dormir enquanto está trabalhando, especialmente se estiver cuidando de crianças que podem se envolver em problemas.
  • Torne as áreas em que ficará à prova de crianças: cubra todas as tomadas e guarde os objetos afiados longe do alcance; não deixe as crianças chegarem perto de produtos de limpeza e deixe todos os remédios longe, pois eles podem ser confundidos com doces e engolidos. Feche todas as janelas e, se estiver cuidando de uma criança pequena, deixe as portas fechadas.
  • Nunca deixe as crianças com estranhos, mesmo que elas pareçam conhecê-los.
  • Siga as regras passadas pelos pais, pois se desobedecê-los, eles provavelmente não a chamarão novamente.
  • Não dê às crianças nada cheio de açúcar, mesmo se elas chorarem, a não ser que seja permitido pelos pais.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.