Como Escapar de um Campo Minado

Campos carregados de minas mortais na Coreia do Norte, no Paquistão, no Vietnã, no Iraque e em muitos outros lugares são responsáveis por milhares de mortes todo ano. Mesmo aquelas com décadas de idade são perigosas quando colocadas, capazes de explodir com o mínimo de pressão. Leia mais para descobrir como escapar com segurança de um campo minado e como evitar entrar em um, em primeiro lugar.

Esquadrinhando a situação

  1. Procure por sinais de que as minas estejam próximas. A maioria fica escondida, mas, se souber o que procurar, terá mais chance de evitá-las. Não baixe a guarda, nem por um momento, se estiver em uma área minada. Procure constantemente pelos sinais a seguir:
    • Armadilhas de tropeço. Normalmente, elas não ficam visíveis, então, é preciso olhar mais perto para o chão. Os fios costumam ser finos o suficiente para serem quase impossíveis de ver.
    • Sinais de reparos na estrada. Estes incluem áreas pavimentadas, remendos novos nas ruas, valetas, etc. Pode ser um sinal de que minas foram instaladas nas redondezas.
    • Sinais ou marcadores em árvores, estacas ou postes. As forças que instalaram as minas podem marcar os campos para proteger seus próprios soldados.
    • Animais mortos. Gado ou outros animais frequentemente detonam minas.
    • Veículos danificados. Carros, caminhões ou outros veículos abandonados podem ter detonado uma mina, e mais podem estar por perto.
    • Objetos suspeitos nas árvores ou nos arbustos. Nem todas as minas são enterradas e nem todos os UXOs (engenhos não explodidos, sigla em inglês) pousam no chão.
    • Perturbações em marcas de pneus ou trilhas que param sem explicação.
    • Fios levando para fora da estrada. Podem ser detonadores parcialmente enterrados.
    • Formatos estranhos no chão ou padrões que não estejam presentes na natureza. Plantas em crescimento podem murchar ou mudar de cor, a chuva pode levar parte da cobertura, essa cobertura pode afundar ou trincar nas extremidades, ou o material que a compõe pode parecer um monte de sujeira.
    • Civis se distanciando de certos lugares ou de certos prédios. Os moradores locais, muitas vezes, sabem onde as minas ou UXOs estão. Questione-os para determinar as localizações exatas.
  2. Pare imediatamente. No momento em que perceber que pode estar em perigo, pare. Passe um tempo avaliando sua situação e formule um plano para escapar. Seus movimentos de agora em diante precisam ser lentos, cuidadosos e bem pensados.
  3. Envie um aviso a seus companheiros. Assim que pensar estar em perigo, certifique-se de que todos saibam, para que possam parar de se mover antes que alguém detone um explosivo. Grite "Parem!" e diga-lhes para não movimentarem os pés. Se for o líder nessa situação, precisa instrui-los a deixar o campo em segurança; certifique-se de que todos lhe obedeçam, porque um movimento errado pode matar todo mundo.
  4. Não pegue nada do chão. Muitas minas são disfarçadas. Você acha que está pegando um capacete, um rádio ou até um artigo militar e, olha a surpresa, há uma mina dentro. Até brinquedos e comida são usados como isca. Se não derrubou no chão, não pegue.

Saindo de lá com segurança

  1. Recue da área minada. Se suspeitar ter entrado em uma, seja porque viu avisos, porque viu uma mina ou uma mina potencial, ou porque ocorreu uma detonação, mantenha-se calmo e, com cuidado, recue do perigo andando sobre suas próprias pegadas. Se possível, não se vire.
    • Olhe para trás enquanto anda e, lentamente, coloque seus pés no lugar exato onde estavam antes.
    • Continue até ter certeza de que está fora de perigo, como, por exemplo, quando chegar a uma estrada ou a outra área com circulação frequente.
  2. Teste o chão. Se tiver se movido para frente por algum motivo ou não conseguir ver suas pegadas para recuar, precisará testar se há minas no chão para avançar de pouquinho em pouquinho. Faça isso com cuidado com as mãos ou os pés; você também pode usar uma faca ou outro objeto para gentilmente testar a área de centímetro em centímetro.
    • Faça o teste de um ângulo, em vez de direto de cima, uma vez que minas normalmente detonam por conta de pressão de cima para baixo.
    • Depois de verificar uma área pequena, vá em frente e continue testando. É mais seguro se mover pelo campo lentamente e se arrastando em vez de andando por ele.
  3. Consiga ajuda se for demais para você. Se não tiver certeza absoluta de onde pisou antes e não se sentir confortável fazendo testes, não se arrisque se movendo. Alguns centímetros podem ser a diferença entre a vida e a morte. Chame ajuda ou peça às pessoas próximas.
    • Se estiver sozinho e puder usar um celular, ligue para alguém.
    • Não use comunicadores de rádio a não ser que seja absolutamente necessário. O sinal de rádio pode detonar minas ou UXOs por acidente.
    • Se você não tiver como pedir a ajuda de ninguém, espere. Não tente "sair correndo" e não faça testes até conseguir deixar o campo, a não ser que saiba o que está fazendo.
  4. Preste atenção a sinais de que uma detonação possa ocorrer. Quando estiver saindo de um campo minado, pode haver algum. Atente-se para sons estranhos. Pode ser que você note um "click" fraco se um prato de pressão tiver sido pressionado ou se uma haste de inclinação tiver sido movida ou, mais provavelmente, ouvirá um estouro do detonador. Preste atenção ao que sente também. Se estiver muito alerta e avançar lentamente, pode sentir a tensão de uma armadilha de tropeço, por exemplo.
  5. Jogue-se no chão imediatamente se uma detonação for iniciada. Soldados chamam isso de "preparar-se para a ação". Se você notar quaisquer sinais do último Passo, ou se alguém por perto gritar em aviso que acionou uma mina, jogue-se no chão o mais rápido que puder. Você pode ter um mero segundo antes que ela exploda, mas, se usá-lo com sabedoria, pode evitar ferimentos sérios ou morte. Minas explodem para cima, e é mais seguro ficar perto do chão.
    • Se possível, caia para trás para proteger a parte de cima do corpo de tantos estilhaços quanto possível. Embora certamente seja possível cair em outra mina, a área logo atrás de você é a mais segura para fazer isso, porque você veio dela.
    • Não tente correr da explosão; projéteis voarão da mina a milhares de metros por segundo, e o raio de danos — a distância da mina na qual você provavelmente vai se machucar — pode ser de mais de 30 metros.
  6. Marque a área de risco e reporte essa localização para as autoridades competentes. Se encontrar uma mina, ajude a garantir que outras pessoas a evitem marcando-a. Use símbolos ou sinais reconhecíveis internacionalmente, se possível, ou use um sinal de aviso comum no local. Certifique-se de estar em lugar seguro antes de colocar um aviso. Anote a localização do perigo e reporte-a à polícia, ao exército ou aos desmontadores de minas locais.

Evitando campos minados

  1. Aprenda sobre minas terrestres. "Engenhos não explodidos" (UXO, na sigla em inglês) é o termo usado para denotar qualquer tipo de arma explosiva, como bombas, granadas ou artilharia aérea, que tenha sido usada, mas que ainda não explodiu — "defeituosa", em outras palavras — e que retenha o potencial para detonar. Minas terrestres, às vezes, são consideradas um tipo de UXO e, embora minas recebam maior atenção da mídia, todos os UXOs são perigosos. Em algumas partes do mundo, são eles que apresentam o maior risco.
  2. Aprenda sobre o histórico da área. Sempre que estiver viajando por uma área desconhecida, é bom aprender sobre isso para determinar se há risco de haver minas terrestres. Áreas experimentando conflito armado são claramente de alto risco, mas minas terrestres e UXOs continuam perigosos bem depois do cessar-fogo.
    • No Vietnã, no Camboja e em Laos, por exemplo, milhões de minas e bombas defeituosas ainda existem, e, mesmo na Bélgica, há muito sem combates, multidões já removeram centenas de toneladas de UXOs remanescentes da Primeira e da Segunda Guerra nos últimos anos.
  3. Considere os avisos de perigo. Embora nem sempre dê para contar com marcações em campos minados, você definitivamente deve ficar longe dos que as têm. Símbolos internacionalmente reconhecidos para campos minados incluem uma caveira com ossos cruzados e um triângulo vermelho. Os avisos são, muitas vezes, mas nem sempre, vermelhos, e costumam dizer "MINAS" ("MINES", em inglês) ou "PERIGO" ("DANGER").
    • Onde os sinais não estiverem presentes, avisos improvisados costumam ser feitos, como pedras pintadas (vermelho normalmente indica o limite do campo minado, enquanto branco indica um caminho seguro a se seguir), pilhas de pedras, bandeiras no chão, grama amarrada ou cordões de isolamento rodeando a área.
    • Muitos campos minados não têm avisos, então, não assuma que isso seja um indicativo de que a área é segura.
  4. Questione as pessoas do local. Avisos sobre minas não costumam durar muito. Com o tempo, plantas, o clima, animais e pessoas destroem ou escondem os sinais. Em algumas áreas, sinais de metal são materiais valiosos de construção, e não é incomum ver um aviso de mina, por exemplo, remendando um teto de metal. Aliás, em muitos lugares, esses sinais sequer são instalados. Os habitantes locais, no entanto, costumam saber a localização geral de minas e UXOs, então, o melhor a se fazer quando estiver viajando por um território potencialmente perigoso é perguntar a eles se uma área é segura ou, melhor ainda, arrumar um guia.
  5. Não vague para longe de caminhos estabelecidos. Exceto em situações de combate ativo, se as pessoas normalmente usarem um caminho, você pode ter certeza de que ele não possui minas. Fora dele, porém, o perigo pode estar perscrutando.

Dicas

  • Embora a maioria das pessoas conheça as minas detonadas por pressão, que são acionadas quando alguém pisa nelas ou quando um veículo passa por cima, há muitos outros tipos de minas e detonadores. Algumas são acionadas pelo "alívio" da pressão (quando alguém pega um objeto sobre a mina); outras usam armadilhas de tropeço, a presença de vibrações ou objetos ativados por magnetismo.
  • Quando estiver em dúvida, fique perto de estradas pavimentadas, uma vez que minas não podem ser enterradas nelas. Mantenha em mente, no entanto, que (principalmente em áreas de combate ativas), elas podem ser colocadas em buracos, ou armadilhas de tropeço podem ser colocadas atravessando a estrada para acionar minas nos acostamentos.
  • Elas podem ser feitas de metal, plástico ou madeira, então, um detector de metais não necessariamente vai avisá-lo do perigo.
  • Minas terrestres são encontradas ou em campos ou em áreas minadas. Campos minados possuem cercas claras — embora nem sempre visíveis — nos lugares onde as minas foram colocadas, muitas vezes em alta densidade, em geral, para cumprir objetivos de defesa. Áreas minadas, porém, não têm isso e, portanto, costumam ser mais disfarçadas que os campos. Possuem minas em baixa densidade (uma aqui e outra ali) e, normalmente, servem a conflitos de guerrilhas.

Avisos

  • Nunca assuma que uma área recentemente "verificada" seja segura. Remoção de minas é um processo complicado e difícil e não é incomum haver minas terrestres em áreas verificadas oficialmente. Uma das principais razões para isso é que minas que ficam muito tempo enterradas podem afundar bastante. Com o processo anual de congelamento e descongelamento do solo, no entanto, áreas muito frias às vezes empurram essas minas profundas para a superfície.
  • Não jogue pedras numa tentativa de acionar uma mina ou UXO. Se houver outras presentes, a detonação de uma pode iniciar uma reação em cadeia.
  • Não use rádios de comunicação quando estiver em um campo minado. O sinal pode fazer com que certas minas ou UXOs detonem. Se houver outras pessoas no local, afaste-se pelo menos 300 metros antes de tentar pedir ajuda pelo rádio. O sinal dos celulares também pode ser capaz de acidentalmente detonar dispositivos explosivos (insurgentes e terroristas já usaram bastante celulares para ativar explosivos remotamente, mas essa detonação precisa de um sinal).
  • Lembre-se de que minas não funcionam como nos filmes — você não vai ouvir um "click" ou, em geral, ter qualquer aviso antes de ela ser ativada. Não tem como correr da explosão, em especial se a mina tiver uma detonação por partes, com a primeira erguendo-a do chão antes de detonar a segunda, que espalha bolas de metal ou estilhaços por todos os lados. Esses pedaços podem viajar mais rápido que a bala de um rifle e ir em qualquer direção.
  • Certifique-se de não derrubar nem arrastar nada no chão enquanto estiver recuando.
  • Não altere as minas ou UXOs e nem tente destruí-los, a não ser que seja propriamente treinado e tenha o equipamento adequado.
  • Nunca entre em uma área ou um campo minado de propósito, a não ser que seja um desmontador de bombas devidamente treinado e equipado.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.