Como Casar às Escondidas

Antigamente, o termo “fugir para casar” conjurava imagens de um jovem ajudando a sua amada a escapar através da janela usando uma escada para ir casar às escondidas. Com os custos exorbitantes de casamentos formais, muitos casais passaram a ver a ideia de casar às escondidas sob um novo ângulo. Fugir para casar pode ter diferentes motivos; talvez os seus pais estejam dispostos a pagar os custos da “fuga” em vez de usar as economias da família para um grande casamento, ou o casal já ter passado por um casamento antes e desejar para este novo casamento um evento mais intimo e simples. Use os passos abaixo para planejar uma fuga em tempo muito menor do que uma cerimônia de casamento leva para ser elaborada.

Considerando a ideia

  1. Tenha certeza de que isso é o que você deseja fazer. Se você considera fazer isso porque está sob pressão do seu noivo ou noiva ou de qualquer outra pessoa, então a decisão que você tomar pode não ser a que realmente quer. Se as questões de dinheiro estão causando problemas, é importante para sentar e rever o que é acessível para um casamento tradicional em vez de simplesmente a ideia de ter um. No entanto, há muitas boas razões para fugir, como não querer uma grande festa, não querem lidar com difíceis encontros familiares ou simplesmente não gostar muito da ideia de casamentos tradicionais em geral. O que realmente importa é que vocês dois sejam honestos com vocês mesmos e com um ao outro e concordarem que isso é o que ambos realmente desejam.
    • Em alguns casos, certos membros da família podem se sentirem insultados por sua decisão de fugir em vez de incluí-los no que eles consideram ser um evento familiar importante (você provavelmente saberá quais são as pessoas que irão se sentir assim, mas você também pode se surpreender). Não tome suas decisões baseando-se nas opiniões de seus parentes - é você quem vai se casar, não um membro da família.
  2. Defina a data. Não a compartilhe com parentes e amigos, se necessário. Alternativamente, dê alguma pista sobre a data se você não pretende mantê-la em segredo como e sabe que seus parentes não ficarão zangados por não participar do "grande evento".

Cumpra as exigências legais

  1. Reúna os documentos legais exigidos para obter sua licença de casamento. Dependendo da situação os documentos incluirão certidões de nascimento, carteira de identidade, papéis de divórcio, certidão de óbito original do cônjuge falecido.
  2. Obtenha a licença de casamento com bastante antecedência, em caso de um período de espera ser necessário. Em alguns casos, esta parte não será necessária se você estiver fugindo para um lugar já bem definido que realiza casamentos rápidos, como Las Vegas (consulte Como Fugir com o Namorado e Casar em Las Vegas).

Defina o seu orçamento

  1. Defina o seu orçamento. Avalie os fundos disponíveis para itens como flores, roupas especiais, custos de viagens e fotógrafo.
  2. Decidia sobre o local da cerimônia. Decida se o local da cerimônia e da lua de mel será perto ou distante.
    • Reúna duas testemunhas (ou tantos quanto forem necessários) e um juiz de paz uma breve cerimônia no cartório civil ou em uma pequena capela. Você pode estar de volta ao trabalho no dia seguinte se decidir por uma cerimônia tranquila e discreta que melhor se adequada ao seu estilo de vida.
    • Escolha um local que tenha um significado sentimental para ambos os noivos, como o parque onde ambos brincaram quando eram crianças, na praia onde vocês se conheceram, etc. Locais baratos e de fácil acesso fornecem um casamento rápido, porém especial.
    • A famosa Las Vegas oferece muitas capelas de casamento e todos os tipos de trajes e veículos para alugar para o seu dia ou noite especial.
    • Fuja para casar de uma forma grandiosa, levando sua família e amigos mais íntimos para um destino secreto onde você deixou um planejador de casamento para lidar com os detalhes. Embora casamentos oficiais também sejam feitos desta forma, a espontaneidade como você trata o seu o classifica como um casamento secreto que você envolve varias testemunhas para uma festa improvisada.

Celebrando mais tarde

  1. Celebre mais tarde com a família e amigos. Ainda que com um orçamento pequeno e um casamento discreto em mente, encontre uma forma adequada para atrair as pessoas que realmente importam para uma pequena celebração após o casamento ter sido realizado. Alguns exemplos do que você pode fazer incluem:
    • Programe um churrasco para celebrar as núpcias com seus entes queridos, surpreendendo-os anunciando o casamento em guardanapos, sinais ou durante um brinde especial.
    • Planeje um jantar íntimo ou um coquetel à tarde para anunciar seu casamento.
    • Peça a um amigo de confiança para planejar um “chá de panela” atrasado onde a família e os amigos possam comparecer para celebrar o seu novo casamento.
    • Programe um passeio de barco com a família e amigos mais próximos com um piquenique ou um pequeno almoço incluído.
  2. Adie a celebração se for necessário. Se você estiver convidando as pessoas que ficaram muito decepcionadas com a sua fuga, seria bom esperar antes de comemorar. Algumas possibilidades incluem:
    • Considere esperar até a chegada do bebê (se for o caso). Você pode comemorar a chegada do seu bebê e o seu casamento; até isso acontecer, grande parte do ressentimento terá desaparecido e as pessoas serão mais receptivas (elas sempre podem dar a desculpa de que estão lá para o bebê).
    • Se você não planeja ter filhos, esperar até a data do aniversário do casamento pode ser outra opção - o tempo cura mágoas, especialmente quando vocês dois ainda estão claramente muito bem casados.

Dicas

  • Você também casar às escondidas e simplesmente renovar seus votos com um casamento "real" mais tarde, e ninguém ficará sabendo.
  • Crie um site onde você possa postar fotos, oferecer um livro de visitas online e outros detalhes sobre o seu grande evento.
  • Às vezes, pode ajudar dizer às pessoas que não aprovam a sua decisão que o tamanho do casamento não determina o tamanho da felicidade de um casal. Diga-lhes, gentilmente, que não começar o seu casamento com preocupações financeiras irá colocar tanto você quanto o seu cônjuge em boa posição para uma vida longa e feliz no casamento.
  • Casar escondido significa que não haverá memórias de família ou fotos para compartilhar. Isto pode ter impacto na sua decisão, se você estiver preocupado sobre não ter essas lembranças para compartilhar com os entes queridos mais tarde. Por outro lado, não exagere ao pensar sobre essa razão - sentimentalismo não é uma razão para ter uma cerimônia de casamento que você odiaria, e muito menos considerando quantas pessoas divorciadas iriam encontrar qualquer prazer em reviver seus casamentos com membros da família - poucas!
  • Se fugir para casar é uma maneira de contornar o compromisso "tradicional", tenha muito cuidado. A ideia inicial de fugir pode estender-se a evitar uma série de coisas que você realmente quer, como companhia (o seu cônjuge ou você estar mentalmente ou fisicamente presente), ter filhos e ficar juntos por um longo tempo. Certifique-se de ter conversado sobre as coisas e confie em seus instintos, e não em suas fantasias.

Avisos

  • A ideia de casar às escondidas pode parecer muito emocionante. Certifique-se que a emoção não está encobrindo alguma incompatibilidade grave entre vocês dois, já que isso virá à tona quando a excitação do momento desaparecer, às vezes dentro de dias.
  • Dependendo da idade, deixar os filhos de fora do planejamento de fuga e apenas surpreendê-los com uma nova mãe ou novo pai poderia levar a posteriores ressentimentos. Envolva-os no planejamento e o segredo será divertido para eles e ajudará a criar bons sentimentos sobre a família misturada.
  • Conte com a possibilidade de alguns membros da família ficarem muito chateados. As pessoas têm um monte de ideias subjetivas sobre casamentos e sobre o valor de ser uma parte deles, e você precisa se ater aos fatos da razão pela qual um casamento doe estilo tradicional simplesmente não foi feito para você (mas evite justificar - não existe nenhuma razão para isso). Também será melhor se você aceitar que a reação das pessoas é a sua decisão, assim como fugir para casar é a sua.
  • Considere a possibilidade de se sentir culpado(a) por qualquer por magoar alguém com a sua decisão. Novamente, isto não é uma razão para mudar a sua decisão, mas você terá que lidar com os sentimentos de forma construtiva e não repreender a si mesmo.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.