Como Fazer um Potfólio para Design de Interiores

Para designers de interiores buscando novos clientes e para estudantes de design de interiores que estão se aplicando para uma faculdade ou estágio, a importância de um portfólio não deve ser subestimada. Fazer um portfólio para design de interiores consiste em selecionar uma variedade de diferentes projetos dos quais você seja mais orgulhoso e que mostrem uma gama de diferentes projetos nos quais você tenha trabalhado, incluindo documentações visuais e gráficos em forma de fotos, CAD designs e plantas, além de prover uma breve biografia e currículo que mostrará algo sobre você e seu trabalho para seu cliente, faculdade ou empregador. Leia os passos abaixo para descobrir como fazer um portfólio para design de interiores.

Passos

  1. Escolha sua pasta de portfólio. Assegure-se de que o tamanho é apropriado para a quantidade de trabalho que você pretende apresentar. Se possível, escolha uma pasta de portfólio que represente seu estilo de design. Diários vazios, uma pasta de couro e álbum de fotos funcionam bem como pastas de portfólio.
  2. Inclua uma introdução à você e seu trabalho. Será sempre positivo para seus possíveis clientes, empregadores ou instituições de ensino se eles conhecerem um pouco de seu background e aquilo que te motiva como um designer de interiores. Escreva uma pequena introdução que reflita o que você faz e quais são seus objetivos.
    • Se for apropriado à ocasião, inclua a proposta para o trabalho ou projeto. Quando estiver disputando por um trabalho ou se aplicando para uma bolsa, é essencial ilustrar quais são suas intenções.
  3. Selecione uma variedade de projetos para incluir em seu portfolio.
    • Você não tem que incluir todos os projetos que você já fez na vida em seu portfólio, mas você deve ser capaz de demonstrar uma gama de diferentes tarefas ou projetos que você já tenha trabalhado.
    • Tente incluir projetos dos quais você tenha orgulho para mostrar seu melhor trabalho.
  4. Ilustre os processos de design dos projetos em suas totalidades.
    • Para os projetos que você selecionou, demonstre suas progressões desde o conceito inicial até o design final mostrando plantas de chão, designs, esboços e fotos. Você pode incluir outros materiais de suporte que serviram como inspiração ao longo do caminho se forem úteis para que se entenda o resultado final.
    • Junte cada processo em uma progressão lógica para que aqueles que estiverem vendo seu portfólio possam entender facilmente o progresso.
    • Se necessário, você pode adicionar descrições escritas de cada projeto. Isso pode ajudar a esclarecer quaisquer decisões de design que você tenha feito.
  5. Inclua seu currículo. Seu currículo de design de interiores deve listar toda experiência de trabalho relevante, educação, trabalho voluntário, competições, publicações e prêmios.
  6. Inclua cartões de visita com seu nome e informações de contato em seu portfólio para que qualquer pessoa que esteja interessada saiba como entrar em contato com você.

Avisos

  • Não inclua mais do que 30 páginas em seu portfólio. Você deve prover material suficiente para que os interessados tenham um bom entendimento de seu trabalho, sem serem sobrecarregados de informações e designs.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.