Como Fazer Respiração Circular

Se você toca algum instrumento de sopro, provavelmente já pensou que seria mais fácil tocar se não fosse preciso respirar no processo. Acredite se quiser: existe uma técnica que resolve esse problema! Ela permite que você respire enquanto sopra! Com algumas dicas e muita prática, você poderá juntar-se aos mestres dos instrumentos de sopro, como Kenny G, Jethro Tull, Ian Anderson e Wynton Marsalis.

Para iniciantes na respiração circular

  1. Encha as bochechas de ar. Faça isso até parecer um esquilo. Não se acanhe; ninguém fica bonito enquanto pratica a respiração circular, mas os resultados falam por si mesmos.
    • O nome dessa técnica pode parecer intimidante, mas executá-la é muito mais fácil do que parece. Os passos desta sessão ensinarão o básico. Na próxima sessão, você aprenderá a aprimorar sua técnica, então não se preocupe se não tiver sucesso inicialmente.
  2. Solte o ar lentamente pela boca, em um fluxo constante. A chave para a respiração circular é a consistência. O objetivo final é ser capaz controlar o fluxo de ar que sai da sua boca, sem importar com o que suas bochechas, nariz e pulmões estão fazendo. Mantenha as bochechas infladas e sopre o ar em um ritmo no qual não seja preciso respirar por um tempo.
  3. Use as bochechas para “empurrar” o ar para fora. Pare de usar os pulmões para isso. Lentamente, leve as bochechas em direção à boca. Elas devem agir como um fole, empurrando o ar para fora. Tente empurrar o ar firmemente com as bochechas, como você fez quando não estava usando os pulmões.
    • Idealmente, o intervalo entre o momento que você para de soprar com os pulmões e empurra o ar com as bochechas deve ser tão pequeno quanto possível. Músicos experientes podem fazer isso quase instantaneamente. Um ouvinte desatento não seria capaz de dizer quando o músico parou para respirar.
  4. Enquanto empurra o ar com as bochechas, respire com o nariz. Esta é a parte crucial da respiração circular. Como não está mais usando os pulmões para liberar o ar, você pode usá-los para respirar, enquanto as bochechas trabalham. Quanto mais tempo você conseguir soprar com suas bochechas, mais tempo terá para respirar.
    • Após dominar isso, você conseguirá segurar as notas por muito mais tempo, pois não ficará sem ar até finalizar a técnica.
  5. Use o ar em seus pulmões para encher suas bochechas. Neste ponto, você terá os pulmões cheios de ar, nas não terá nem um pouco dele nas bochechas. Mantenha o ritmo lento e constante. Relaxe os músculos da bochecha, permitindo que elas inflem ao soprar o ar dos seus pulmões. Manter um ritmo muito constante enquanto faz isso é complicado. Você pode precisar aumentá-lo um pouco enquanto suas bochechas se inflam.
  6. Repita o processo. Agora, você está de volta onde tudo começou: bochechas cheias de ar e soprando com os pulmões. Repita os passos desta sessão tão perfeitamente quanto possível, mantendo o ritmo durante todo o ciclo. O processo básico deverá ser da seguinte forma:
    • Sopre ar com os pulmões e infle as bochechas.
    • Quando começar a ficar sem ar, use as bochechas para empurrar o ar ainda presente em sua boca.
    • Inspire pelo nariz, enchendo os pulmões. Faça isso enquanto ainda estiver empurrando o ar com as bochechas.
    • Use os pulmões novamente. Encha suas bochechas com ar.
    • Empurre o ar com as bochechas...

Praticando a técnica

  1. Encha as bochechas com água. Os exercícios contidos nesta sessão o ajudarão a controlar sua respiração circular. Comece enchendo a boca de água tanto quanto puder. Mantenha a água na boca sem engolir.
  2. Comece a respirar pelo nariz. Isso o ajudará a se acostumar com a sensação de respirar pelo nariz, enquanto suas bochechas estão cheias. Concentre-se em respirar profundamente, puxando o ar com o diafragma e expirando em um ritmo moderado.
  3. Solte a água em um fluxo contínuo, enquanto continua a respirar. Você pode preferir estar próximo a uma pia quando fizer isso. Solte a água em um fluxo constante e pequeno. Naturalmente, você deve usar seus músculos da bochecha. Enquanto fizer isso, continue a respirar pelo nariz. Concentre-se em fazer o fluxo de água ficar tão uniforme quanto possível, até que ele termine completamente.
    • Preste atenção em sua respiração. Você deve ser capaz de respirar profundamente sem interromper o fluxo.
  4. Tente a mesma técnica com ar. Após dominar o exercício com água, tente com ar. Encha as bochechas e, em seguida, empurre o ar continuamente com as bochechas enquanto inspira e expira pelo nariz. O ar fluirá da sua boca mais rápido do que a água, por isso você precisará apertar os lábios com mais firmeza.
    • Concentre-se em expirar constantemente. Se precisar, você pode usar o bocal de um instrumento de sopro. Isso fará com que o ar encontre alguma resistência, facilitando o exercício.
    • Para medir sua “constância”, você pode pedir a um amigo que segure um pedaço de papel na frente da sua boca. Tente evitar que o papel toque seu nariz com um fluxo constante de ar.
  5. Use sua língua para controlar o fluxo de ar em suas bochechas. Agora que você aprendeu a empurrar o ar com as bochechas enquanto respira pelo nariz, use esse exercício para controlar o fluxo de ar que sai pela sua boca. Continue repetindo o exercício acima, mas use a parte traseira da língua para bloquear sua garganta enquanto você usa as bochechas. Quando começar a ficar sem ar nas bochechas, desobstrua a garganta. O ar fluirá por sua garganta, enchendo as bochechas rapidamente.
    • Essencialmente, você está usando sua língua como uma "válvula". Ao dominar esse movimento, você poderá inflar suas bochechas com o ar dos pulmões muito mais rápido do que faria normalmente. No entanto, controlar tantas coisas ao mesmo tempo pode ser muito difícil, portanto, saiba que muita prática será necessária.
  6. É hora de tentar segurar uma nota em seu instrumento. O próximo passo é aplicar sua nova habilidade para tocar um instrumento de sopro. Coloque o instrumento na boca e mantenha a nota tão estável quanto possível, enquanto você infla suas bochechas. Quando elas estiverem cheias de ar, bloqueie sua garganta com a língua. Quando começar a ficar sem ar, use as bochechas para continuar a nota, enquanto respira pelo nariz.
    • Essencialmente, esta técnica é a mesma descrita acima, com a adição do instrumento. Provavelmente, você achará mais difícil manter uma nota com um tom consistente do que apenas soprar um fluxo constante de ar.
    • A embocadura adequada do instrumento é crucial aqui. Sem ela, você ouvirá seu tom vacilar. A nota a ser tocada não importa, mas os tons médios tendem a serem mais fáceis de manter do que os baixos, que geralmente pedem uma embocadura mais solta.

Habilidades avançadas de respiração

  1. Use a respiração circular enquanto estiver sugando ar. Acha que já dominou a técnica? Tente soltar um fluxo constante de ar pelo nariz, enquanto respira com as bochechas. Isso não é tão difícil como parece; é mais ou menos a técnica que você usa para respirar enquanto toma um milk-shake. Na verdade, esta é uma boa forma de praticar.
    • Esta técnica é mais útil para instrumentos musicais que produzem notas enquanto você suga o ar. A gaita é um exemplo.
  2. Use sua língua e a embocadura para controlar o fluxo de ar. Até agora, discutimos a forma mais comum de respiração circular, usada por pessoas que tocam instrumentos de sopro. Na verdade, há uma técnica alternativa (usada frequentemente por quem toca gaita), que utiliza principalmente os movimentos da língua e a embocadura para controlar o fluxo de ar. Você pode encontrar um guia que ensina isso aqui.
    • Basicamente, esta técnica usa um movimento “para trás e para baixo” feito pela língua para criar sucção e movimento, e “para frente e para cima” para expulsar o ar. Você deve ser capaz de sentir isso, caso experimente com a boca fechada. Você deve respirar pelo nariz nesse método, sem usar as bochechas ou o pulmão.
  3. Tente tocar frases usando a respiração circular, em vez de notas simples. Verdadeiros mestres conseguem usar a técnica para ajudá-los durante o movimento de passagem das notas. As técnicas de respiração usadas nessas situações são essencialmente as mesmas, mas o desafio adicional vem de coordenar os movimentos das mãos com a boca, nariz, língua e assim por diante.
    • Para chegar a tal ponto, tenha calma e pratique bastante. Comece a utilizar a respiração circular enquanto executa as escalas básicas lentamente, use-a para tocar músicas simples, mais complexas e assim por diante. Isso pode facilmente levar meses, então pratique constantemente e não desista.

Dicas

  • Caso sinta tontura, pare de treinar imediatamente! Iniciantes têm bastante dificuldade em coordenar seus pulmões, língua e bochechas, e podem literalmente esquecer-se de respirar enquanto praticam a respiração circular. Felizmente, basta uma pequena pausa para tudo voltar ao normal.
  • O conceito de "embocadura" tem a ver com a forma que sua boca assume ao tocar um instrumento de sopro. Por exemplo, trombonistas usam uma embocadura um pouco "enrugada", controlando as notas com a tensão dos músculos nos cantos de sua boca. Procure por guias específicos para cada instrumento.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.