Como Treinar um Pássaro

Um pássaro pode ser um bichinho de estimação fascinante. Alguns conseguem falar, subir no seu dedo, ou até cumprimentar! Se você acabou de arranjar um pássaro para si, é preciso treiná-lo, mas pode ser difícil saber por onde começar. Com paciência e treino, você fará o pássaro comer na sua mão rapidamente!

Preparando-se para treinar

  1. Reúna os materiais necessários. Você precisará de mais do que apenas uma gaiola, comida e água para o pássaro. Compre petiscos, um poleiro pequeno ou cavilha de madeira, uma toalha de cor clara, e um spray amargo de maçã.
    • Os petiscos podem ser qualquer coisa que o pássaro preferir. Experimente sementes de girassol, de abóbora, milhete, ou pedaços pequenos de frutas como maçã, laranja, cereja ou passas.
  2. Escolha o espaço onde deseja treinar. O espaço deve ser quieto e relativamente livre de distrações. Você também deve remover a gaiola, a não ser que o pássaro precise vê-la para ficar tranquilo.
  3. Deixe os objetos necessários perto da gaiola. Antes de treinar, deixe os objetos perto da gaiola para o animal se familiarizar com eles.
    • Os objetos podem incluir a cavilha de madeira, um poleiro pequeno e a toalha clara. Seu pássaro ficará curioso, o que pode deixá-lo interessado durante as sessões de treinamento.
  4. Defina objetivos realistas. Determine de antemão o que gostaria que o pássaro aprendesse a fazer. Aprenda o que ele é capaz de fazer e decida por um período de tempo para ensinar as novas habilidades. Lembre-se, é preciso tempo e paciência para que o pássaro aprenda novos truques e comportamentos.
    • Você pode fazer uma lista de acordo com suas preferências. Se seu pássaro resistir muito na hora de aprender uma habilidade, prossiga para a próxima.
  5. Deixe o pássaro em paz um pouco. Quando você o levar para a casa pela primeira vez, dê a ele algum tempo para se ajustar ao novo ambiente antes de iniciar o treinamento. Não brinque com ele imediatamente. Ele ficará bastante tímido.
    • Deixe-o se acostumar ao novo espaço por alguns dias. Durante esse tempo, fale com ele para que ele se acostume com sua voz. Não tente manipulá-lo nem fazê-lo realizar truques.
  6. Ganhe a confiança do animal. Várias vezes por dia, enfie gentilmente a mão na gaiola do pássaro por alguns segundos. Não assuste o pássaro ou tente pegá-lo, deixe-o acostumar-se com sua mão.
    • É mais fácil começar a fazer isso segurando um petisco com a palma da mão aberta. O pássaro acabará se acostumando com sua mão, fazendo com que seja mais fácil iniciar o treinamento.
    • Se o pássaro começar a respirar pesadamente, ele pode estar ansioso. Retire a mão e deixe o pássaro em paz algum tempo.

Treinando o pássaro

  1. Inicie uma rotina consistente. Quando seu pássaro estiver bem ambientado, comece o treinamento. Realize sessões curtas e frequentes. Experimente fazê-las com 10-15 minutos algumas vezes ao dia.
    • Treine-o sempre nas mesmas horas do dia. Isso ajuda o pássaro a se acostumar ao treinamento.
  2. Ensine o animal a subir no seu dedo. Esse é um comando básico que fará com que o animal se familiarize com seu toque. Ponha o dedo contra a parte inferior do peito dele, acima dos pés, e mande-o “subir” ou qualquer palavra de comando desejada.
    • Continue repetindo o comando até que o pássaro o aprenda ou se entedie.
    • Quando o pássaro ficar na sua mão ou no poleiro, acaricie gentilmente suas penas e levante os dedos dele. Isso o ajudará a se acostumar ao seu toque.
  3. Ofereça uma recompensa por bom comportamento. Se o pássaro responder adequadamente ao treinamento, dê a recompensa imediatamente. Ela pode ser uma comida, elogios ou um carinho na cabeça.
    • Desenvolva o hábito de recompensar comportamentos positivos. Lembre-se de elogiá-lo.
    • Na hora de dar petiscos, segure-o com as pontas dos dedos viradas para os lados, e não para cima e para baixo. Isso evitará que o pássaro belisque seus dedos acidentalmente.
  4. Ensine o animal a descer. Quando ele estiver acostumado a subir na sua mão, ele também deve ser capaz de descer. Vire o pássaro para que ele fique virado para a gaiola ou poleiro, e deixe-o um pouco abaixo da superfície. Quando você mandar descer, o pássaro deve na realidade subir para o poleiro.
    • Novamente, dê um petisco se o pássaro seguir esse comando.
  5. Treine o pássaro para usar a toalha. Em algum momento, você pode precisar limpar, medicar ou manusear o pássaro após um ferimento. Fazer com que ele se acostume a ser segurado com uma toalha facilita as coisas. Estique uma toalha de cor clara com um petisco. Deixe o pássaro ir para cima dela, e então enrole-o pelas costas dele. Cuide para não cobrir o peito do pássaro, segure-o somente pelos lados.
    • Toalhas de cores brilhantes podem assustar o pássaro, assim como movimentos repentinos. Tenha paciência e deixe o animal andar gradualmente para cima da toalha. Não o force. Novamente, recompense comportamentos positivos.
  6. Ensine um chamado de contato ao pássaro. Eles são criaturas sociais e podem entrar em pânico quando você sai da casa. Para ajudar seu pássaro com essa inevitabilidade, ensine-o um assovio, palavra ou frase, por exemplo, “até mais” ou “espera aí” quando sair de uma sala. Repita com frequência até voltar.
    • Quando o pássaro usar esse chamado, responda ou volte para o cômodo dele. Isso é uma recompensa e o ensina a evitar o uso de comportamentos negativos, como gritos.
  7. Ensine o animal a falar. Primeiro, verifique se o seu tipo de pássaro é capaz disso. Comece a fazê-lo com o pássaro ainda jovem e seja consistente. Escolha uma frase curta, como “tchau tchau”. Repita sempre que sair. Com o tempo, o pássaro reconhecerá a frase.
    • Lembre-se que pássaros podem imitar palavras ou frases frequentemente ouvidas. Evite usar palavras que não deseja que ele repita quando estiver por perto dele.

Respondendo a comportamento negativo do pássaro

  1. Desencoraje as mordidas do pássaro. Quando ele morder, não grite nem reaja negativamente. Apenas diga “não” e estique a mão sinalizando para ele parar na frente do rosto do pássaro, sempre mantenha a calma.
    • Jamais recompense mau comportamento. Dar um petisco para que ele pare de morder sinalizará o oposto para ele.
    • Não presuma que ele lhe morderá se colocar o bico em sua mão. Ele pode apenas estar lhe reconhecendo. Se você se afastar repentinamente, pode surpreender o pássaro e deixá-lo nervoso em relação a sua mão.
  2. Desencoraje os gritos do pássaro. Mesmo que todos eles gritem, há formas eficazes de responder a esse mau hábito. O mais importante é jamais respondê-lo quando ele gritar. Isso apenas sinaliza que o grito chama sua atenção. Tente ignorá-lo.
    • Você também pode tentar tocar música para distraí-lo. Algumas pessoas dizem que cobrir a gaiola com uma toalha ou cobertor acalma o pássaro.
  3. Impeça que ele fique agressivo. Ele pode bater as asas ou se erguer para parecer maior. Ele faz isso para parecer grande e assustador, e você nunca deve ignorar isso. Tente acalmar o pássaro conversando com ele.
    • Não tente pegá-lo com a toalha quando ele estiver nervoso. Provavelmente ele lhe morderá.
    • Quando o pássaro se acalmar, dê atenção a ele. Isso mostra que comportamentos positivos chamarão sua atenção e o negativo é ignorado.
  4. Impeça que o pássaro morda os móveis. Peça ao veterinário para recomendar um spray amargo de maçã. Borrife nos objetos que o pássaro danifica. O sabor desagradável o repelirá.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.