Como Ajudar os Mendigos

Ver mendigos na rua é algo muito triste, não acha? Talvez você até queira ajudá-los, mas não sabe por onde começar. Este é o seu caso? Se for, não se preocupe! Com um pouco do nosso auxílio, você conseguirá encontrar a sua própria forma de causar um imenso impacto positivo na vida de uma dessas pessoas e, quem sabe, motivar as outras a fazer o mesmo. Vai que consegue? Se der certo, você terá causado uma grande mudança na sua comunidade! Continue lendo para poder ver o que consegue extrair de útil. Boa sorte!

Coisas que Você Pode Fazer

  1. Doe dinheiro. A forma mais fácil de ajudar um mendigo é doando uma parte do seu dinheiro. Isso ajuda os profissionais que entendem à respeito do assunto a possuírem recursos necessários para poderem ajudar a essas pessoas.
    • Quando for doar dinheiro, foque-se nas organizações locais. Organizações nacionais com mais nome geralmente gastam uma grande parte do dinheiro em determinados tipos o de apoio (o que é até bom), mas relativamente pouco no que diz respeito a ajudar os outros.
    • Se preferir, você também poderá doar o dinheiro para igrejas locais, templos, mesquitas e outras organizações religiosas, mesmo que não faça parte de nenhuma delas. Essas organizações possuem outras fontes de renda que servem para poder lidar com os custos de operação. Dessa forma, o seu dinheiro será utilizado inteiramente para ajudar pessoas.
    • Antes de ir entregando o seu dinheiro para alguma organização local, é recomendado que você faça uma pesquisa um pouco mais acurada à respeito dela para poder ter certeza de que é real e confiável.
    • Se puder (e quiser), especifique a forma que deseja que o seu dinheiro seja utilizado. Muitas instituições de caridade fornecem essa opção. Contudo, tenha em mente que são elas que conhecem os locais que precisam de mais ajuda.
  2. Doe itens. Doar itens novos ou usados é outra forma de ajudar. Doe-os para organizações locais que ajudam os mendigos ou para aqueles sem teto que você geralmente vê com bastante frequência. As melhores coisas para doar são:
    • Roupas de inverno, como toucas, luvas, casacos e botas.
    • Cuecas e calcinhas
    • Itens de higiene pequenos, como mini tubos de pasta de dente, por exemplo.
    • Roupas profissionais, pois podem ajudá-los a se vestir bem para uma entrevista de emprego, por exemplo.
    • Itens de primeiros socorros, como bandaids, loções para as mãos e cremes antibacterianos.
    • Passes de ônibus, pois irão ajudá-los a se locomover na cidade e a tentar conseguir um emprego.
  3. Forneça comida. Todo mundo precisa comer todos os dias, não é? Se você estiver com fome, a sua habilidade de tomar decisões corretas poderá ser potencialmente prejudicada. Há várias formas de ajudá-los a conseguir comida.
    • Você pode doar desde comida enlatada, frutas frescas e vegetais, até alimentos para cozinhas públicas.
    • Você também pode doar bananas, maçãs, sanduíches ou qualquer outro tipo de comida barata que você conseguir encontrar no supermercado e que dê para ser comprada em uma grande quantidade.
  4. Forneça empregos. Caso você esteja em posição de oferecer um emprego a alguém, faça isso. Seja dando uma chance para a pessoa ser treinada e contratada para poder trabalhar como sua secretária ou como a sua funcionária, ou seja apenas um emprego um pouco menor, como remover o gramado, por exemplo, não importa. Isso pode fazer uma grande diferença na vida da pessoa!
    • Só não tente se aproveitar da situação dos coitados para poder explorá-los! Permita que exerçam a função em um expediente justo, e pague um salário condizente à ela.
    • Colete os seus materiais recicláveis. Caso você viva em uma área que ofereça dinheiro por uma coleção de recicláveis (como latinhas de refrigerante e de cerveja, por exemplo), colete os seus e doe-os para os mendigos. Essa pessoa poderá ganhar um dinheiro em cima disso. Pode não parecer muito, mas isso poderá ajudar bastante gente!
    • Compre os jornaizinhos que eles estiverem vendendo. Eles fazem isso para poder tentar atingir certa independência financeira. Você irá encontrar esse tipo de serviço na maioria das cidades grandes e em algumas cidades do interior.
  5. Entre em contato com a ajuda local. Caso veja algum mendigo na rua, a melhor coisa a se fazer é entrar em contato com as instituições e organizações que acolhem esses tipos de pessoa. Tenha em mente que muitos mendigos nem se quer sabem que esses tipos de serviço existem, e por essa razão nunca conseguirão obter a ajuda deles. Faça isso por eles então!
  6. Ligue para serviços de emergência. Caso algum esteja passando por algum problema muito sério, ligue para serviços de emergência. Se perceber que alguém está claramente entrando em um estado psicopático, colocando a si mesmo ou à outros em perigo, ligue para o 190. Se perceber que o tempo está ficando ruim e que essa pessoa pode ficar em perigo, também ligue para o 190 e peça que tomem providências.
    • O 190 é o número utilizado para poder contatar a emergência no Brasil. Caso more em algum outro local, pesquise à respeito para ver qual é o número correto.

Sendo um Voluntário

  1. Seja voluntário em alguma organização. Encontre organizações que ajudam os mendigos de sua área. Elas normalmente são organizações que dão suporte à pessoa para que ela consiga educação, emprego e moradia. Veja se há alguma disponível em sua área e voluntarie-se para poder ajudar.
  2. Seja voluntário em uma cozinha pública. As cozinhas públicas se focam em resolver um dos problemas principais que os mendigos enfrentam em suas vidas diárias: aqueles relacionados à obtenção de comida para a sobrevivência. Ajudas de mão de obra são mais do que bem vindas, pois geralmente são muitas pessoas para atender. Caso esteja se perguntando como conseguem manter tudo isso, saiba que há igrejas e outras instituições que as ajudam financeiramente.
  3. Seja voluntário em um abrigo. Os abrigos fornecem um local seguro para que o mendigo possa dormir. Eles estão sempre precisando de voluntários para poder limpar e monitorar o local. Se quiser, você poderá até ajudá-los a encontrar uma solução permanente para o problema.
  4. Seja voluntário na Habitat for Humanity. Essa é uma organização que constrói casas para mendigos e para famílias que foram despejadas por falta de recursos. Ao mesmo tempo em que você estará desenvolvendo novas atividades e adquirindo um aprendizado e uma experiência diferentes, você também estará ajudando as pessoas a terem um local onde possam viver.
  5. Disponibilize a sua propriedade. Proprietários de terras são muito úteis nessa hora. Na maioria das vezes, os mendigos custam a conseguir um emprego, e quando conseguem tem que esperar por um período entre 2 semanas a 1 mês para que possam receber o seu primeiro pagamento. Já parou para pensar onde eles vão ficar até lá? Pois é... É exatamente aí que você entra! Eles precisam de um lugar para poder dormir e para se arrumarem para o trabalho. Manter um apartamento disponível para pessoas que se encontram nessa situação pode ser um grande serviço prestado à sua comunidade. E se você divulgá-lo, pode até fazer com que outro abrigo lhe forneça ajuda para poder manter o local. Quem sabe?

Fazendo Mudanças Políticas

  1. Suporte serviços de saúde mental. Uma das melhores formas que existem para poder fazer a diferença na vida dos mendigos é mudando a forma como a sociedade enxerga os problemas que eles passam e o que fazem para poder ajudá-los. Ajude esses tipos de serviço ao enviar uma carta ou uma mensagem eletrônica para os políticos de sua região, para que possam tomar ciência da causa.
  2. Apoie as iniciativas de projetos que visam uma moradia que seja mais acessível. Um dos principais problemas nas cidades é a falta de moradia barata. Apoie todas as iniciativas que encontrar à respeito do assunto, e escreva para os proprietários de casas para que eles possam entender um pouco sobre a situação. Permaneça firme contra qualquer tentativa que surja para aumentar os preços ainda mais.
  3. Apoie o serviço de saúde gratuita. Até os cuidados médicos mais básicos são privados dessas pessoas. Elas se encontram em uma situação tão preocupante, que nem esses tipos de serviço eles podem pagar. Esse é um problema MUITO sério! Ajude as clínicas gratuitas de sua cidade, e incentive o povo a solicitar a criação de mais algumas.
  4. Ajude os abrigos. Vale mencionar mais uma vez, que abrigos são outro tipo de serviço que ajudam os mendigos a se restabelecerem. Eles fornecem um local seguro à essas pessoas, e também as ajudam a conseguir um emprego. Caso a sua cidade não possua um, tente entrar em contato com a prefeitura local para poder ver o que pode ser feito para ajudar a essas pessoas.
  5. Ajude as bibliotecas locais. Essas bibliotecas são uma enorme fonte de ajuda para essas pessoas, pois elas podem utilizá-las para poder encontrar vagas de emprego na internet. Sem contar que também são uma grande fonte de informação que pode fornecer certa instrução que poderá ser útil no momento da obtenção de um emprego futuro.

Para Profissionais

  1. Resolva os problemas imediatos que eles possuírem. Pare de se focar em objetivos de longo termo, como colocá-los de volta na escola ou tirar o vício alcoólico que possam ter adquirido. Livre-se das coisas mais urgentes primeiro, como fornecer comida e um local seguro para dormirem.
  2. Descubra o motivo que os levou a serem mendigos. Isso normalmente pode lhe ajudar a descobrir aquilo que precisa para poder revolver o problema. Isso também irá fazer com que eles criem um certo vínculo com você, pois irão perceber que está realmente disposto a ajudá-los.
  3. Descubra quem pode ajudá-los. Veja se eles possuem família ou amigos que possam ajudar. Na maioria das vezes irão possuir, mas talvez possam se sentir desconfortáveis em solicitar ajuda ou não saibam como encontrar a família.
  4. Ajude-os a encontrar recursos. Ajude-os a encontrar abrigos, programas de alimentação, programas de educação e auxílios do governo. Eles provavelmente não conseguem achar esses tipos de programa por conta própria.
  5. Faça uma lista para eles. Assim que tiver encontrado um abrigo e uma forma de alimentá-los, faça uma lista que contenha os recursos disponíveis para eles. Liste endereços, números de telefone e horários de funcionamento desses estabelecimentos. Escreva em uma linguagem de fácil compreensão. Se quiser, você poderá até incluir frases e pensamentos no rodapé para que eles se sintam mais motivados.
  6. Encontre casas de recuperação. Caso eles sejam alcoólicos, talvez tenham problemas para conseguir uma vaga em um abrigo, uma vez que um dos requisitos destes é que os internos não possuam vícios. Essas casas de recuperação são criadas exatamente para isso: para ajudar o indivíduo a se livrar de um determinado vício que possua, seja ele relacionado à drogas ou à bebidas. Veja se encontra alguma em sua cidade. Elas funcionam 99% das vezes, pode acreditar!

O que Fazer

  1. Respeite-os. Sempre respeite os mendigos. Alguns tomaram decisões erradas e acabaram dessa situação - já outros nem tiveram escolha. Independente de qual seja o caso, ninguém merece estar nessa posição. Eles são seres humanos assim como você e, por essa razão, merecem respeito! Trate-os da mesma forma que gostaria de ser tratado por alguém.
  2. Seja amigável. Sorria para eles. Converse com eles. Não fique encarando-os. Não os ignore. Esse tipo de pessoa pode ser bem emocional. Apenas o fato de serem tratados de boa forma pode fazer com que se sintam extremamente felizes.
  3. Ofereça ajuda. Ofereça ajuda a eles. Talvez o problema esteja no fato que eles não sabem com quem conversar ou o procedimento que devem utilizar para obter ajuda. Você não precisa dar dinheiro de forma direta. Basta alimentá-los ou contatar um abrigo para que tome conta deles.
  4. Utilize uma linguagem simples. Quando for conversar com eles, vá direto ao ponto. Não estamos afirmando que eles sejam burros ou incultos - apenas estamos querendo dizer que quando uma pessoa passa fome por muito tempo, sua mente pode acabar ficando bagunçada. Pode ser que eles tenham problemas em entender aquilo que você está falando e possam precisar de ajuda para poder resolver até as coisas mais simples.

O que NÃO Fazer

  1. Não ofereça carona. A menos que tenha a TOTAL certeza que ele ou ela não apresente risco nenhum, jamais ofereça uma carona. Muitos mendigos sofrem de problemas mentais e, por isso, podem significar um grande perigo - mesmo que essa não seja a real intenção deles.
  2. Não ofereça a sua casa para eles ficarem. Pelas mesmas razões mencionadas no tópico anterior, não é recomendado que você ofereça a sua casa para eles ficarem.
  3. Jamais confronte alguém que esteja passando por um momento difícil. Caso alguém esteja alterado ou aparente possuir algum problema mental, saia de perto e evite confrontos. Ao invés disso, chame a polícia.
  4. Nunca os trate como se fossem inferiores ou animais, pois eles não são. Algumas vezes, coisas inesperadas acontecem em nossas vidas. Devido a isso, algumas pessoas acabam perdendo as forças para lutar e terminam nesse tipo de situação. Para poder completar, a maioria dos países não está nem um pouco preparada para poder fornecer a ajuda que essas pessoas precisam para poderem se restabelecer. Não piore a situação delas. Seja gentil!

Dicas

  • Sempre seja simpático!

Avisos

  • Não coloque a si mesmo em perigo. Na dúvida, deixe que profissionais os ajudem.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.