Como Segurar um Hamster

Os hamsters são criaturinhas frágeis e que podem ser facilmente machucadas caso segure-as da maneira errada. É importante estar com as mãos limpas, pois eles "enxergam" com seus focinhos. Pegue-o com segurança e segure-o com firmeza, mas sem apertá-lo. Lembre-se de nunca incomodar um hamster adormecido!

Aproximando-se do hamster

  1. Lave suas mãos antes de segurar o animalzinho. Hamsters usam o focinho para se orientarem e odores fortes podem deixá-los nervosos. Ao lavar as mãos antes de segurá-lo, você irá ajudar a fazer com que ele sinta-se mais confortável, usando um sabão sem cheiro ou com uma fragrância bem leve e enxaguando-o totalmente de suas mãos. Seque-as, pois hamsters não gostam de se molhar.
    • Isto é mais importante ainda ao ter mais de um hamster ou se outros pets vivem na mesma casa. Os hamsters são animais que marcam território, logo, se ele sentir o cheiro de outro animal em suas mãos, poderá ficar agitado e estressado.
  2. Dê tempo para que o bichinho adapte-se a você. Se acabou de trazê-lo para casa, muito provavelmente ele precisará de um pouco de tempo para se acostumar a lhe ver antes de ser pego e seguro por suas mãos. Ao invés de apenas pegá-lo, agache perto da gaiola e fale com ele utilizando uma voz baixa e amistosa, certificando-se de que o hamster está lhe vendo e aprendendo que você não é um predador e sim um amigo.
    • Diariamente, converse da mesma forma com o hamster, pelo menos por alguns dias antes de tentar pegá-lo no colo.
    • Abra a gaiola e veja se ele vem em sua direção por conta própria; alguns hamsters estão dispostos a serem pegos logo de inicio, enquanto outros precisam de mais tempo para acostumarem-se com o dono.
  3. Permita que o animal cheire sua mão. Quando o hamster der sinais de que já está acostumado com sua voz, coloque sua mão perto dele, oferecendo uma sementinha ou um petisco para atrai-lo. Não faça nenhum movimento brusco; apenas deixe sua mão próxima e espere que a curiosidade dele tenha sido atiçada.
    • Quando o hamster aproximar-se, acaricie cuidadosamente suas costas para que ele acostume-se com a sensação de ser tocado.
    • Não passe sua mão muito bruscamente por cima da gaiola, pois isto pode simular a experiência de um ataque de pássaros. Certifique-se de que o hamster saiba de onde sua mão está vindo e não sinta-se assustado.
  4. Nunca incomode um hamster adormecido. Sim, é difícil resistir à tentação de acariciar o bichinho quando ele está dormindo enrolado no ninho, mas isto deve ser evitado. Espere até que ele acorde e esteja pronto para brincar; tentar pegá-lo durante o sono irá assustá-lo, podendo deixá-lo com muito medo de você.
    • Em ambientes naturais, os hamsters cavam suas tocas no subterrâneo. Por isto não estão acostumados a serem incomodados enquanto dormem. Se acordá-lo, ele poderá lhe considerar um predador.

Pegando o hamster

  1. Agache-se e fique no campo de visão do animalzinho. Certifique-se de que ele está lhe vendo antes de pegá-lo no colo. Abaixe-se perto da gaiola e converse um pouquinho com o hamster para que ele saiba que você está ali. Se desejar, acaricie-o um pouco antes para que ele sinta-se mais calmo e pronto para ser pego.
  2. Utilize as duas mãos para pegar o hamster. Coloque uma delas embaixo do corpo e a outra horizontalmente sobre as costas. Pegá-lo com as duas mãos irá evitar que ele sinta-se "espremido" com uma só. Desta maneira, seu controle sobre ele será maior e o hamster ficará mais confortável.
    • Lembre-se: não agarre o bichinho, pegue-o com muito cuidado. Empurre-o carinhosamente até a palma de sua mão inferior e segure as costas dele com a outra. Todo este processo deve ser feito de forma delicada, sem movimentos bruscos que possam assustá-lo.
    • Se o hamster resistir à sua tentativa de pegá-lo, não force. Espere até um outro momento, quando ele estiver mais a fim.
  3. Coloque suas mãos em forma de concha para segurar o animal, mas não aperte demais. Quando ele estiver em suas mãos, feche-as como se fosse uma concha para que o hamster não saia de seu controle. Geralmente, esta espécie não tenta pular e fugir quando estão sendo seguros e por isso não é necessário apertá-lo muito, apenas com segurança suficiente para que ele não caia por acidente. Não esprema-o - os órgãos internos e ossos do bichinho são frágeis e poderão ser quebrados sem querer.
  4. Segure o hamster bem perto de seu peito. Com as mãos em concha, segure-o perto de seu peito caso precise carregá-lo ou se estiver em pé. Esta posição é a mais confortável e segura para ambos; não segure-o muito longe de seu corpo, sobre sua cabeça ou perto da sua barriga pois ele poderá cair acidentalmente. Deixe-o em segurança perto de seu peito.
    • Não fique balançando ou brinque de avião com o hamster. Estes animais se assustam com muita facilidade e não vão gostar da sensação de passearem pelo ar!
  5. Abaixe-se e coloque o hamster cuidadosamente de volta na gaiola. Depois de segurá-lo, abaixe-se e ponha o bichinho de volta na gaiola, observando se as patinhas dele já estão em contato com o chão antes de soltá-lo. Você pode abrir a mão e permitir que ele pule para fora dela. Não o solte, nem a 4 ou 5 centímetros de altura ou ele pode acabar se machucando.

Segurando um hamster medroso

  1. Tente oferecer um pouco de comida. Alguns hamsters demoram a se acostumar com a sensação de serem seguros no colo. Caso o seu seja um destes medrosos, tente oferecer um pouco de alimento para que ele se aproxime. Um pequeno petisco já será suficiente, como um pedacinho de cenoura ou outro alimento nutritivo para hamsters, colocando-o na palma de sua mão e deixando-a perto do bichinho para que ele venha e pegue-o.
  2. Use o método da garrafa plástica. Uma ótima maneira de fazer com que o hamster acostume-se com a sensação de ser tocado é usando uma garrafa plástica ou copo para pegá-lo. Coloque uma garrafa plástica ou copo largo o suficiente para que o hamster possa entrar na gaiola e depois no recipiente. Com cuidado, levante-o e segure o copo/garrafa em forma de concha para que o calor do seu corpo possa ser sentido pelo plástico. O hamster irá acostumar-se com a sensação do contato de seu calor corporal e logo terá menos medo de ficar em seu controle.
    • Certifique-se de que o recipiente possui uma boca larga o suficiente para o hamster conseguir sair e não ficar preso.
    • Não use vidro pois é uma material escorregadio e que pode fazer com que o animalzinho caia.
  3. Assopre cuidadosamente o rosto do hamster se ele lhe morder. Geralmente, estes animais não mordem como forma de ataque e sim porque estão confusos. Caso ele comece a mordiscar sua mão, abaixe seu rosto e assopre bem de leve na direção do rosto do pequeno e ele deverá dar um passo para trás e piscar, tentando descobrir o que acabou de cheirar. Isto dará a chance de você tirar a mão do controle dele.
    • Não assopre o hamster com muita força ou arremesse-o para longe. Ele ficará assustadíssimo e com medo de você.
  4. Nunca puna um hamster. Esta espécie não aprende através de castigos, logo, puni-los física ou mentalmente irá simplesmente fazer com que o hamster sinta medo quando você chegar perto. Ao entrar no quarto e lhe avistar, por exemplo, ele se esconderá, ao invés de sair da gaiola para brincar. Sempre seja gentil e dócil com o animal, realizando as necessidades básicas dele para mantê-lo feliz. Caso o hamster apresente comportamento agressivo ou indesejado, converse com seu veterinário.

Dicas

  • Dê muita atenção e amor ao hamster para que vocês criem um vínculo de confiança!
  • Limpe a gaiola dele todas as semanas, sem exceções. Ao ficar encardida, germes aparecem na gaiola e podem até levar o hamster à morte.
  • Estabeleça uma rotina e se atenha a ela! Se você alimenta o seu hamster todos os dias e no mesmo horário, ele irá esperar ansiosamente pela hora da refeição. A mesma coisa acontece com os horários de socialização.
  • Certifique-se de que seu hamster sempre possui água fresca. Troque-a quando for necessário ou ao perceber que ela está suja.
  • A socialização pode demorar bastante tempo, dependendo do hamster. Vá com calma, mas seja consistente!
  • Alimente-o com a quantidade certa de comida todos os dias para manter a boa saúde do hamster.
  • Caso sinta-se bem confiante, você pode dar o café da manhã/comida ao hamster em sua mão, desde que não a deixe cair enquanto ele come.
  • As sessões de treino devem ser curtas mas divertidas.

Avisos

  • Não acorde o seu hamster para segurá-lo. Este animal precisa dormir e ele pode ficar mal humorado e estressado se for acordado. A melhor hora para interagir com ele é durante a noite, já que é uma espécie noturna.
  • É melhor deixar o seu hamster subir na sua mão do que pegá-lo por cima. Se ele já confiar em você, tente pegá-lo gentilmente.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.