Como Fazer um Arranjo com Uma Dúzia de Rosas

Você não precisa comprar rosas caras de floristas especializados para ter um lindo vaso de rosas. Uma dúzia de rosas compradas no supermercado, com um gasto apenas de tempo, podem ser arrumadas em casa por você.

Passos

  1. Encha ¾ do seu vaso com água em temperatura ambiente. Para aumentar a longevidade das rosas, misture um aditivo para flores podadas na água. Quanto mais quente a água, mais rapidamente as rosas irão abrir. Rosas coloridas abrem com muito mais rapidez do que rosas vermelhas, que foram cultivadas para abrir mais lentamente.
  2. Arrume as folhas usando a maior no meio e trabalhando com as outras em volta dela, construindo um leque com elas. Pode a base das folhas e as coloque em um vaso. Elas devem estar colocadas na borda do vaso com segurança; se as folhas ficarem desarrumadas o arranjo não irá funcionar. Se você precisar adicionar algumas folhas a mais, faça isso nesse momento. Um punhado de folhas de samambaia deve ser suficiente para um arranjo de uma dúzia de rosas.
  3. Escolha a rosa mais alta, reta e com o botão mais fechado para ser a primeira a ser colocada. Ela deve ser 1 ou 1 ½ vez mais alta que seu vaso. Isso irá definir a altura e a largura do seu arranjo, mantenha isso em mente. Submerja a haste da rosa na água em temperatura ambiente e então a corte em um ângulo para que ela tenha a altura perfeita, então posicione-a no centro do arranjo feito anteriormente com as folhas.
  4. Selecione as próximas 5 rosas a serem usadas baseando-se na altura da haste. Remova das rosas todos os espinhos grandes antes de inseri-las entre as folhas. Segure as rosas juntas até que elas atinjam o fundo do vaso junto com a primeira rosa que foi colocada. Corte todas as cinco com a mesma altura, mesmo ângulo, para que elas tenham altura suficiente. Arrume-as baseando-se na rosa central e certifique-se que elas estejam dispostas igualmente.
  5. Meça as 6 rosas restantes para que elas estejam 10 ou 15 centímetros mais baixas que a rosa mais alta, para que elas todas tenham a mesma altura, corte-as iguais, em ângulo.
  6. Coloque-as entre as 5 rosas apontando para o fundo do vaso, assim as rosas poderão ser vistas em qualquer ângulo ao redor do vaso, uma vez que o arranjo estiver pronto. Cada rosa pode não ficar no exato lugar que você queira nessa etapa, não há problemas se isso acontecer.
  7. Escolha a mais bonita e mais aberta rosa para estar na parte central-frontal do seu arranjo. Mesmo que o arranjo seja disposto por todos os lados, haverá uma frente. Você pode podar essa rosa um pouco mais curta, assim ela será seu ponto focal, e deverá ser a menor rosa do vaso.
  8. Preencha os buracos com flores menores. Divida suas flores menores e certifique-se de preencher tudo ao redor do vaso igualmente. Não coloque flores em todos os espaços, isso deixará o arranjo muito cheio e redondo. Você quer algum espaço vazio, as flores menores são para que haja cor distribuída igualmente pelo buquê. Preste uma atenção extra na flor que você usou como ponto focal. Essa flor irá emoldurar e acentuar as outras flores, e deve sempre ser menor e mais profunda em seu arranjo.
  9. Mantenha uma distância do arranjo e observe se não existem “buracos” que necessitem de um pouco de cor. Observe seu arranjo no nível que ele será colocado. Se ele será colocado em uma mesa de 1 metro, você verá mais o topo do que a parte de baixo, então o foco deve estar nessa altura. Se você vai estar sentado ao seu redor, então observe-o sentado, de todos os ângulos possíveis, se ele vai ficar em um lugar alto, certifique-se que olhando de baixo ele terá uma boa aparência.
  10. Preencha com mais folhas pra certificar-se que nenhum cabo de rosa fique aparente, porém não se esquecendo de deixar buracos vazios.
  11. Aproveite seu arranjo!

Dicas

  • Nunca corte os cabos com uma tesoura. Dessa maneira você irá amassar o cabo no lugar onde a água é absorvida. Use uma faca afiada sem serra.
  • Adicione uma colher de chá de açúcar e 1 gota de alvejante para a água no vaso se você não possuir nenhum tipo de alimento para a flor.
  • A parte de baixo dos cabos seca quase instantaneamente e absorve bolhas de ar, então coloque suas flores na água o mais rápido possível.
  • Corte os cabos em um ângulo descendente, mais ou menos dois centímetros acima da ponta, ou onde o cabo começa a perder a cor.
  • Troque a água a cada dois dias, colocando água limpa com alimento para as flores. No quarto dia, a ponta dos cabos deve ser cortada mais um centímetro e recoloca no vaso. Você pode tirar o arranjo de uma vez só e cortar as pontas, e recolocar no vaso, evitando assim ter que refazer o arranjo.
  • Se você não precisar do seu arranjo por alguns dias, mas já comprou suas flores, então, elas devem ser refrigeradas para durarem mais tempo. Comida e frutas produzem gás etileno, o qual mata as flores, então elas não devem passar muito tempo na geladeira com comida. É melhor armazená-las em um local frio e escuro em água fria.
  • Usar mais de um tipo de folhagem para preenchimento embeleza seu arranjo.
  • Corte as rosas em um ângulo, mas não é necessário cortá-las dentro da água, como se fala popularmente. Mantenha suas rosas em um vaso separado até que você corte os cabos, a água que se fixa na parte de fora dos cabos irá manter o ar em “bolhas” que podem impedir a flor de absorver água.
  • Para forçar que flores novas desabrochem, com cuidado, use água morna. Porém, a água gelada é sempre melhor para preservar as flores.
  • Rosas de produtores, rosas embaladas para florista, diferente das rosas vendidas no varejo, terão “pétalas do transporte” ainda nelas. Essas são pétalas que serão deixadas no botão para que a rosa não se danifique durante o transporte e a arrumação. Antes de você colocar as rosas do arranjo, ou depois caso você se esqueça, remova essas pétalas exteriores pegando-as pelo centro usando o dedo indicador e o polegar, balançando-as para trás e de lado a lado para removê-las de sua base.
  • Em uma próxima vez, experimente usar flores diferentes para o preenchimento, como bagas, folhagens diversas, astromélias, lilases e qualquer flor que pode ser usada e combine com rosas, fazendo um arranjo especial com um toque a mais.
  • Se possível, arranje um número diferenciado de rosas. Isso facilita o trabalho. Se você tiver 12 rosas, tente arrumar 11 e colocar a flor que sobrou na sua penteadeira ou mesa de cabeceira. Este é um bom uso para usa rosa quebrada – colocá-la em um pequeno vaso com algumas folhas.
  • Se você tem uma hera ou outra vegetação do jardim, use-a para tornar o arranjo mais interessante do que aquele feito com a folhagem que acompanha as flores.

Avisos

  • Para que a flor tenha uma vida mais duradoura, não coloque seu arranjo em cima da TV, em um local quente; um local onde a luz do sol estará durante várias horas do dia; ou diretamente na frente de um ventilador, aquecedor ou ar-condicionado.
  • Algumas flores e plantas são venenosas, então não as deixe perto de crianças.
  • Cuidado com os espinhos nos cabos das rosas!
  • Seja cuidadoso para não pingar alvejante em suas roupas.

Materiais Necessários

  • Um vaso médio, transparente ou colorido, com tamanho entre 25 e 30 centímetros
  • Fita adesiva transparente fina (opcional)
  • Uma dúzia de rosas, com os cabos mais compridos que você encontrar
  • Uma quantidade de flores pequenas
  • Uma quantidade de folhas ou folhagem
  • A vegetação de haste flexível que possa dobrar em torno da parte inferior do vaso, e um arbusto mais firme para ficar entre as rosas. Se você usar folhagem fresca do seu próprio quintal, mergulhe-a em uma pia cheia de água fria enquanto prepara as outras flores.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.