Como Diagnosticar e Remover Manchas da Piscina

Pular para uma piscina fresca é um ótimo alívio para o calor do verão. No entanto, nadar em uma suja pode acabar com a diversão e manter as pessoas afastadas. As manchas surgem naturalmente em uma piscina, e é preciso manutenção regular para prevenir o surgimento delas. Às vezes, pode ser bem fácil removê-las, mas em outros momentos, esses pontos difíceis de retirar podem precisar de mais do que uma simples esfregada. As nódoas na parede ou no chão de uma piscina podem ser causadas por metais na água ou por um material orgânico deixado no local. A primeira pista para diagnosticá-las é verificar sua cor.

Diagnosticando a mancha

  1. Observe a cor para classificar a causa. Há várias colorações que costumam aparecer nas piscinas, e identificar a sua colocará você na direção certa para o tratamento. Dependendo da causa da mancha, você vai precisar de um plano de remoção único.
    • As duas principais categorias das manchas são as de base metálica e orgânica, que vêm em uma variedade de cores.
    • Essas combinações incluem verde e marrom; vermelho e azul; azul, verde e preto; verde, marrom e vermelho; vermelho rosado e preto, azul e roxo. Procure distinguir que combinação de cores sua mancha tem.
  2. Preste atenção nas manchas orgânicas no piso da sua piscina. Estas são provavelmente causadas por folhas, frutos, algas, vermes, animais mortos ou outros detritos orgânicos que deixarão nódoas se puderem assentar na superfície. Caso não sejam removidos imediatamente, eles afundarão e começarão a se decompor no piso da piscina. Por sorte, as manchas orgânicas podem ser fáceis de se remover.
    • Elas costumam ser verdes, marrons, ou azul-arroxeadas. Pode ser fácil diagnosticar as manchas orgânicas se você puder ver detritos dessa natureza, como folhas, acumulados no fundo da piscina.
    • Caso você suspeite de uma nódoa orgânica, experimente aplicar uma pequena quantidade de cloro diretamente sobre ela. Uma mancha orgânica se dissolverá facilmente com um pincel de cerdas macias, enquanto uma de metal ficará como está.
  3. Fique de olho nas nódoas inorgânicas ou metálicas. Elas podem ser causadas pela água de poço ou pela corrosão dos canos de cobre. Basta um pedaço de cobre do tamanho de uma moeda para a oxidação ocorrer na sua piscina e causar manchas grandes. Os tipos de metais que podem entrar na sua piscina incluem ferro, manganês e cobre. Se houver manchas cor de ferrugem na parede abaixo de uma escada, a fonte provavelmente é um metal, e você deverá analisar a escada em busca de corrosão também. Verifique perto dela, ao redor do ralo e embaixo da borda da piscina para ver se há descoloração. As manchas que parecem marrom-avermelhadas ou muito escuras costumam estar relacionadas a metais na água da sua piscina.
    • Os metais que costumam causar nódoas na piscina são ferro, manganês e cobre. O cobre vem de ionizadores e da corrosão de canos feitos desse metal e de latão. Ele resultará em manchas azuis, verdes, azul-petróleo ou roxo escuro. O ferro é trazido pela água de poço e pela corrosão de canos e de acessórios de ferro, e resultará em nódoas cor de ferrugem, cinzas ou verde-amarronzadas. O manganês vem da água de poço e resultará em manchas rosa, marrom-escuro ou pretas e roxas. O cálcio vem do gesso, do rejunte, da argamassa ou do tratamento de choque com hipoclorito de sódio, e aparece como cristais brancos.
    • Se a mancha tiver base metálica, é importante saber exatamente que metal está causando problemas para tratá-la de modo adequado.
    • Uma causa comum de nódoas azul-esverdeadas de cobre na piscina é a má manutenção química. O pH baixo e os altos níveis de cloro também podem corroer o permutador de calor de cobre em um aquecedor de piscina. Manter o equilíbrio adequado da água faz com que seja mais fácil prevenir o desenvolvimento de manchas metálicas.
  4. Procure por ajuda profissional. Caso queira deixar a remoção da mancha para os especialistas, use os classificados para encontrar especialistas em piscina ou revendedores na sua região. Você precisará levar uma amostra da água até eles, para que possam testá-la e determinar exatamente que tipos e níveis de metal estão causando problemas. O profissional poderá então recomendar um aditivo especial projetado para remover as manchas.
  5. Leve uma amostra adequada da água para o diagnóstico. Use um copo ou uma garrafa limpos e segure-os de cabeça para baixo, de modo que a abertura fique voltada para o piso da piscina. Empurre-o completamente para debaixo da água e vire-o para cima para coletar a amostra. Não colha a água de perto de nenhum jato ou abertura de skimmer. É melhor recolhê-la do meio da piscina. Caso não seja possível, chegue o mais perto do meio que puder para obter os resultados mais precisos.
  6. Use tiras de teste para testar a água em casa. Recolha uma amostra de água do meio da piscina. Em seguida, mergulhe rapidamente uma tira de teste seca nela. Sem sacudir o excesso de água, deixe a tira parada no ar por cerca de 15 segundos. Ela então mudará de cor, e você precisará combinar as cores dela à parte de trás da garrafa para obter o resultado. Vários tipos diferentes de tiras podem ser comprados para verificar diversos aspectos, mas você só precisa mesmo checar o pH, a alcalinidade e o cloro livre.
    • Utilize as tiras de teste pelo menos uma vez por semana. Leve uma amostra para sua loja de piscinas local uma vez por mês para que ela seja checada por um profissional, especialmente ao abrir e fechar sua piscina.
  7. Experimente um kit de teste líquido. Existem kits para teste líquido muito avançados, mas para uma piscina em casa, você pode se ater aos materiais para teste de cloro e pH ou aos do método OTO e vermelho de fenol. Os kits de teste líquidos podem ser bastante precisos, porém você precisará ser capaz de traduzir bem a cor do resultado. Por exemplo, depois que os produtos químicos forem colocados na amostra de água, eles mudarão de cor, e dependendo do tom dela, será necessário combiná-la adequadamente às instruções na embalagem para obter um plano de tratamento adequado. Cuidado, pois pode ser difícil decifrar as diferentes cores e tons.
    • O OTO é o produto químico que testa para saber a quantidade de cloro total. Trata-se de um líquido amarelo que você adiciona a sua amostra. Quanto mais amarelo, mais cloro existe na água da sua piscina.
    • O vermelho de fenol é um produto químico adicionado a uma pequena amostra de água para verificar o pH. Quanto mais vermelha a água, maior está o pH.
    • Com um kit de teste líquido, é difícil ver as cores na faixa inferior.Use um fundo branco para analisar os tons com precisão.
  8. Veja se o problema está na água fornecida. Se você enche a piscina usando um poço, teste aquela água diretamente antes de usá-la. Caso descubra que há grandes quantidades de metal nela, esvazie a piscina até um quarto ou metade da capacidade e encha-a novamente com água purificada. Você precisará então circular a água por pelo menos 48 horas e testá-la de novo. Se ainda houver uma alta concentração de metais, repita o processo.
    • Se a água fornecida estiver aceitável, os metais provavelmente estão entrando na piscina por meio da corrosão. Verifique todo o equipamento em busca de desgaste para ver se ele não está deixando o metal cair na água.

Tratando as manchas orgânicas

  1. Remova os materiais orgânicos da superfície da piscina. Geralmente, as manchas de cor verde-amarronzada estão relacionadas a resíduos naturais, como algas ou folhas deixadas no piso da piscina. Essas substâncias precisam ser removidas como parte do tratamento. As nódoas orgânicas não costumam ser difíceis de remover, mas com o tempo, sua piscina começará a ter uma cor marrom-claro opaca que não poderá ser removida. A descoloração marrom ocorre muito lentamente e pode ser difícil de notar no começo.
    • Se você tiver árvores que pendem sobre sua piscina, preste atenção nas folhas, nos galhos, ou nos frutos que podem cair na água. Você pode usar uma peneira de piscina para limpar os detritos de forma rotineira.
    • Quaisquer detritos naturais que flutuarem até o fundo da piscina precisam ser removidos com um aspirador. Pode-se usar um aparelho portátil ou um automático que tenha um sensor.
  2. Lave a piscina com ácido. Caso surjam manchas permanentes, você pode esvaziar a piscina e lavá-la com ácido, se ela tiver um forro de gesso. Não é algo que possa ser feito com frequência, pois envolve remover de propósito uma camada fina do gesso da piscina. Para restaurar a superfície branca brilhante, você precisará fazer uma lavagem ácida a cada cinco anos.
  3. Experimente um tratamento de choque de enzimas e uma escova dura para remover as manchas. Esse processo pode retirar rapidamente as nódoas de cor verde-amarronzada que se formam nas manchas orgânicas.Você também pode tentar um produto químico baseado em enzimas. As enzimas naturais vão corroer o material orgânico para remover a mancha sem a necessidade de esfregar muito e sem o uso de substâncias fortes que danificam os forros das piscinas. Se a mancha estiver em toda a linha d'água da piscina por causa de materiais flutuando no topo, um limpador de enzimas ajudará a quebrar compostos orgânicos e óleos acelerando as reações químicas que contribuem para tornar as manchas praticamente invisiveis por conta própria. Prossiga com uma escovação completa para ter a certeza de retirar todos os detritos e os óleos deixados para trás.
  4. Dê um choque de cloro na sua piscina. As nódoas orgânicas são melhor tratadas clorando bastante a água e depois dando à piscina um pouco de amor e carinho com uma boa escovação. Você pode usar uma escova dura de cabo longo para alcançar todo o espaço. Procure despejar uma pequena quantidade do choque de cloro diretamente sobre uma mancha orgânica para fazê-la desaparecer na mesma hora. Cuidado: essa medida funciona muito bem nas piscinas de gesso, mas não tente usá-la para remover as manchas em uma piscina de vinil, pois ela pode remover o padrão do forro.
    • Teste a água para garantir que os níveis de pH e alcalinidade estão onde deveriam.O nível de pH deve ficar entre 7,4 e 7,6, enquanto a alcalinidade deve estar entre 100 e 150 ppm (partes por milhão).
  5. Remova as manchas localizadas com ácido muriático e uma escova. Com cuidado, despeje o ácido em um pedaço de cano de PVC e jogue-o sobre uma mancha na parede da piscina. Seja cuidadoso, pois se toda a piscina estiver um pouco manchada, você poderá acabar com um ponto branco brilhante cercado por uma cor mais escura.
    • Depois de usar o produto para a remoção, choque a piscina para ficar com cloro suficiente antes que a água se torne verde devido a um surto de algas.
  6. Pule as substâncias fortes com uma escova abrasiva. Experimente uma escova limpadora de rejunte para alcançar as fendas estreitas. Existem dois tipos diferentes que você pode comprar: um é para piscinas de concreto, e o outro é para as de vinil, portanto veja de qual precisa antes de comprar. Depois, você pode prendê-la a um cabo telescópico para remover as nódoas difíceis de alcançar.

Tratando as manchas metálicas

  1. Tome os passos adequados para se livrar de qualquer metal na sua piscina. Uma opção é comprar um removedor para ser colocado na cesta do skimmer por vários dias. Este é o primeiro passo da maioria dos processos de remoção de manchas e ajudará em seus esforços globais para a limpeza. Existem muitas marcas para se escolher e que oferecem vários níveis de força. Portanto, se possível, pergunte a um profissional qual o melhor tipo para sua situação.
  2. Desligue todas máquinas e o equipamento da piscina perto da água, o que inclui cloradores, ionizadores de metal, geradores, sistemas de UV e geradores de ozônio. É melhor evitar o contato da água com aquecedores de piscina, geradores de cloro e outros sistemas não filtradores que estejam perto da piscina durante o processo de remoção de manchas e tratamentos químicos pesados.
  3. Diminua o nível de cloro na piscina para algo entre zero a duas partes por milhão. Quanto mais baixo o nível de cloro, menos ácido ascórbico será necessário para a limpeza.Você pode esperar o nível cair naturalmente com a chuva e o tempo, mas se o tempo for um fator, você pode adicionar tiosulfato de sódio à água de acordo com as instruções do fabricante.
    • Adicione um algicida à água da piscina. Siga as instruções da caixa do produto para saber sobre o método de aplicação e quanto é necessário para uma piscina do tamanho da sua. Assim, você evitará que as algas cresçam com os níveis reduzidos de cloro.
  4. Remova as manchas metálicas com ácido ascórbico. Os minerais respondem melhor a produtos químicos, e se você acreditar que a mancha está relacionada a metais ou se as sugestões acima para nódoas orgânicas não melhorarem o problema, experimente os produtos para piscina baseados em ácido ascórbico. Este é o citrino encontrado em alguns sucos e, quando está concentrado, pode ser muito poderoso. Caso queira tentar um método fácil e eficaz em casa, esmague tabletes de vitamina C e esfregue-os contra a mancha. Depois de alguns minutos, veja se ela começou a clarear.
    • Trate as nódoas grandes adicionando ácido ascórbico à água da piscina polvilhando-o de modo uniforme por sobre a superfície da água. Comece usando 225 g de ácido ascórbico para cada 10.000 litros de água.
    • Configure o filtro para "circular" e ligue-o.Deixe o ácido ascórbico trabalhar por meia hora.
    • Verifique a piscina para ver se as manchas desapareceram. Caso elas ainda estejam lá, adicione mais ácido e deixe o filtro circular o tratamento por mais meia hora. Repita esse processo até que a piscina esteja limpa.
  5. Restaure um equilíbrio químico saudável na água da piscina. É importante monitorar os níveis de pH, alcalinidade e dureza para a faixa adequada, que é determinada pelo tamanho da piscina. Você deve ligar quaisquer cloradores automáticos, geradores de cloro, sistemas de UV, geradores de ozônio e ionizadores de metal. Coloque um novo pacote de eliminador de metais na cesta do skimmer para manter os níveis de metal baixos e ajudar a deixar a piscina sem manchas durante toda a estação.

Prevenindo todas as manchas

  1. Faça da manutenção da piscina uma rotina regular. A prevenção é muito mais fácil de manter do que os tratamentos e a remoção de manchas. Teste uma amostra da água com um kit caseiro ou leve-a para ser testada por um profissional toda semana. Se você encher a piscina com outras fontes que não o abastecimento municipal, também deve testar a água fornecida, pois a de poço carrega bastante ferro e pode deixar manchas.
    • Faça pequenos tratamentos de choque toda semana para evitar surtos de algas.
    • Esfregue o fundo da piscina várias vezes por semana como uma medida preventiva.
  2. Evite o retorno das manchas metálicas. Teste regularmente a água em busca de metais, pois as nódoas voltarão se a sua piscina estiver muito metálica. Lembre-se, os metais ocorrem naturalmente e podem ser adicionados a sua piscina com água fornecida ou introduzidos à água por meio da corrosão do equipamento ou dos canos. É importante monitorar os níveis de metal toda semana.
    • Use agentes sequestrantes, também conhecidos como quelantes. Eles prendem os minerais em uma solução que os impede de flutuar livremente na água e causar manchas.
    • Os sacos absorventes descartáveis também removem os metais. Basta colocar um na cesta do skimmer e ele absorverá metais como cobre, ferro, manganês, cobalto, prata e níquel.
  3. Mantenha as manchas orgânicas longe da piscina deixando a água livre de detritos naturais. Passe uma peneira nela ou use um aspirador automático para remover folhas, frutos e galhos que caírem. Você deve ainda investir em uma capa de inverno durável que poderá colocar quando não estiver usando a piscina.
    • O escurecimento da água pode ocorrer por causa de deslizamentos de terra ou de cobertura vegetal para dentro dela. Caso não consiga evitar que esses materiais entrem na sua piscina, experimente recobri-la com um gesso ou forro escuros para ajudar a esconder esses tipos de manchas.

Dicas

  • Teste o pH e a alcalinidade da piscina uma vez por semana, e o nível de sólidos totais dissolvidos mensal ou trimensalmente.
  • Os produtos químicos, as soluções e os kits para teste podem ser adquiridos na maioria das lojas de construção e de piscinas.
  • Se você acabar usando um produto de remoção comprado na loja de piscinas, precisará abaixar o cloro para menos de 1 ppm, de modo que ele não rivalize com o produto comprado.
  • Os donos de piscinas de gesso precisam dar uma atenção especial ao pH, à alcalinidade e ao nível de sólidos dissolvidos totais para evitar danos ao forro.
  • Depois de tratar as manchas metálicas com ácido ascórbico, a piscina também deve receber um agente sequestrante de metal para atingir o equilíbrio químico adequado.
  • O ácido ascórbico pode remover as manchas. Tente usar comprimidos mastigáveis de vitamina C. Coloque-os em uma meia, esmague-os muito bem e jogue-os diretamente sobre a mancha. Você precisará esfregar alguma coisa, mas o produto removerá a maior parte da nódoa em pouco tempo.

Avisos

  • Caso tenha um aquecedor na piscina e encontre manchas de cobre ou quantidades excessivas desse metal na água ao fazer o teste, verifique imediatamente os níveis de pH e alcalinidade e faça a manutenção adequada deles. O encanamento dentro de um aquecedor de piscina, chamado de "permutador de calor", é feito de cobre. Se os níveis de pH e de alcalinidade não estiverem adequados, esse permutador será corroído rapidamente e dissolverá o cobre para dentro da água, causando manchas e destruindo o equipamento.

Materiais Necessários

  • Tiosulfato de sódio
  • Algicida
  • Comprimidos de vitamina C
  • Ácido ascórbico
  • Enzimas comerciais que previnam a ferrugem
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.