Como Ajudar Sua Esposa No Trabalho de Parto

A experiência do parto de sua esposa pode ser a mais estressante da sua vida, mas compreenda que é ainda mais estressante e dolorosa para ela. Se quer atravessar esse momento da maneira mais tranquila, aprenda a ajudá-la, seguindo alguns passos comprovados.

Passos

  1. Prepare-se o quanto puder antes do grande dia. Se essa não for a sua primeira vez no trabalho de parto e na sala de parto, saberá o que esperar. Porém, se for a sua primeira vez, instrua-se sobre o protocolo. Você e sua esposa provavelmente deverão assistir a uma aula sobre o parto, então, preste atenção. No dia do parto, desejará ter uma ideia do que vai acontecer, para poder ajudar.
  2. Seja paciente durante a primeira fase do parto. A contrações costumamocorrer horas antes antes que o bebê esteja pronto para sair. Esse seria um bom momento para colocar as malas no carro e chamar quem planejou chamar para tomar conta de seus outros filhos.
  3. Aproveite esse momento para apoiar sua esposa. Se for a primeira vez dela, pode estar assustada, então mantenha-a calma e relaxada e preste muita atenção aos sinais. Embora eles possam variar, procure por pequenas dores recorrentes e um pouco de pressão na parte inferior do abdômen. Peça para que ela conte essas dores enquanto você cuida das necessidades dela. As sensações ficarão mais intensas com o tempo e mais próximas. Tipicamente, o médico pedirá para esperar até que a dor fique tão intensa que ela não consiga falar e as contrações estejam ocorrendo com intervalos de 5 minutos. Nesse ponto, precisa chamar o médico.
  4. Não fique magoado com a atitude negativa dela. O parto é realmente doloroso e é muito comum que as mulheres fiquem irritadas e com medo. Durante o processo, diga apenas o necessário. Limite o que vai dizer a palavras de encorajamento, como, "Está fazendo um ótimo trabalho" ou "tenho muito orgulho de você." Durante o estágio de transição, talvez ela prefira que você não a toque ou mesmo que não fale com ela e pode ser hostil, mas não fique bravo com ela. Você precisa compreender que ela está sentindo muita dor e muito provavelmente com medo de sentir ainda mais dor.
  5. Certifique-se de que o plano de parto dela seja executado, presumindo que ela tem um plano. Talvez não seja um pedaço de papel específico com uma relação de desejos para o parto. Ela pode ter falado certas coisas, como assistir ao bebê com um espelho. Certifique-se de que ela tenha o que quer, contanto que seja possível do ponto de vista médico e razoável. Converse com ela, se estiver com dificuldade para comunicar suas necessidades, e tenha certeza de consultá-la sobre tudo. Não assuma tudo. Tomem as decisões juntos.
  6. Assista sua esposa durante o parto, atendendo às suas necessidades. Massageie-a se precisar, ajude-a com as técnicas de respiração e encoraje-a quando mostrar sinais de medo ou aflição.
  7. Reconheça suas limitações. Não desista de apoiar sua esposa no parto, mas, se ela continuar a afastá-lo e parecer que não consegue fazer nada certo, afaste-se. Não fique bravo, respire fundo e fique por perto.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.