Como Saber se Você tem um Nervo Comprimido

Hoje em dia, imparidade nas costas e coluna vertebral são problemas de saúde que afetam quase todos. Uma condição dolorosa comum que envolve as costas e a coluna cervical é chamada compressão de um nervo ou nervo comprimido, seja na lombar (parte inferior das costas), torácica (costas média) ou cervical (pescoço e ombros). A medida que uma pessoa envelhece, a fibrocartilagem torna-se densa e irregular, resultando na compressão das raízes nervosas. No entanto, existem outras causas, também. Para descobrir se você tem este problema, comece com o passo 1 abaixo.

Reconhecendo os sintomas

  1. Note se você tem dificuldade para respirar. Algumas pessoas com um nervo comprimido têm distúrbios do sono, porque sua dor piora durante a noite. Pessoas com nervos comprimidos têm dificuldades em encontrar uma boa posição de dormir, pois a dor aparece independentemente da posição.
    • Dormindo de costas ou de lado coloca a pressão sobre a coluna e pescoço, comprimindo os nervos localizados nessa área e, como resultado, agravando a compressão do nervo. A maioria das pessoas dorme em uma ou ambas essas posições.
  2. Preste atenção a fraqueza muscular. Este sintoma ocorre porque os nervos servem como um portador de comandos vindos do nosso cérebro para os músculos. Se eles são compactados e danificados, isso altera sua função. A medida que o nervo se comprime, seus músculos se enfraquecem.
    • Este sintoma é especialmente irritante se você tem um nervo comprimido no pulso, o que afete a função do dedo médio, polegar e indicador e provoca alteração em nossa força de preensão ou capacidade de aderência de objetos.
  3. Procure por uma sensação de "alfinetes e agulhas". Isso é tecnicamente chamado de "parestesia". É normalmente descrito como uma sensação aguda ou coceira na pele na área afetada. Este sintoma ocorre porque quando os nervos são comprimidos, sua função é afetada, o que leva à sensação de formigamento, dor e fraqueza na área debilitada.
  4. Dor aguda. Este será um sintoma que você simplesmente não poderá ignorar. Isso pode piorar quando tossir, sentar ou espirrar porque a área afetada do nervo pinçado é agravada. Essas ações aumentam a pressão intra-espinhal do fluido, mas podem ser aliviadas pelo repouso na cama (especialmente para a parte inferior das costas).
    • Dor aguda na região lombar pode irradiar para as nádegas e pernas. Por outro lado, a presença de dor na parte superior das costas pode irradiar através dos ombros e até mesmo para os braços. Abaixar-se, esticar-se e levantar irá piorar a dor.
  5. Preste atenção a qualquer dormência. Uma sensação de formigamento pode ser sentida em qualquer parte do corpo que é afetado por um nervo comprimido. Quando nossos nervos são comprimidos, sua capacidade de enviar mensagens de volta para o nosso cérebro é interrompida, o que também afeta o nosso sentido do tato, causando dormência na área afetada. O nervo não está funcionando. Não consegue funcionar.
    • Dormência na pele onde a raiz do nervo é comprimida é geralmente nas pernas ou pés. Devido a isso, sua marcha (a maneira de andar), mobilidade da coluna vertebral, reflexos, comprimento da perna, força motora do pé e percepção sensorial podem ser afetados, também.
  6. Descubra se está se sentindo desequilibrado. Seu equilíbrio pode ser afetado quando você tem um nervo comprimido porque você perdeu o seu sentido do tato em determinadas áreas. Isso ocorre porque os sinais que devem ser enviados para o nosso corpo para comandar os músculos e executar tarefas foram interrompidos. Como eles nunca chegaram onde deviam, você não sente. Quando você não se sente, fica impossível sentir outras coisas, portanto, causando-lhe desequilíbrio.

Avaliando seu risco

  1. Saiba que você corre um maior risco se estiver acima do peso ou obeso. Isto pode predispor as pessoas a desenvolver um nervo comprimido, porque o excesso de peso pode adicionar pressão aos nervos. Ele adiciona pressão a tudo, na verdade.
    • Doenças da tireoide, como hipotireoidismo, causam ganho de peso, também. Se você tiver qualquer distúrbio da tireoide, corre um risco maior pela mesma razão. O mesmo vale para a diabetes e outros problemas relacionados ao peso.
  2. Esteja ciente de que seu sexo desempenha um papel, também. As mulheres estão em maior risco de ter um nervo comprimido porque elas são mais propensas a desenvolver uma síndrome chamada ' túnel carpal ', um estado de dormência e formigamento no polegar, dedo indicador e médio.
    • Isto não afeta as costas, mas causa estragos nas mãos e nos braços.
    • Quando as mulheres ficam grávidas e ganham uma grande quantidade de peso, são mais propensas a obter um nervo comprimido, também.
  3. Artrite reumatoide também é um fator. Na artrite reumatoide, ocorre inchaço das articulações, o que comprime os nervos encontrados em nossas articulações. Uma vez que os nervos se compactam, é ladeira abaixo.
  4. * Se há casos de artrite em sua família ou a sua está piorando, é altamente aconselhável começar o tratamento agora para que não se transforme em um nervo comprimido. Artrite não precisa ser debilitante, mas definitivamente pode ser se não tratada.
  5. Se um membro da família tiver o problema, saiba que você está em risco. Algumas pessoas estão predispostas a ter um nervo comprimido, porque um de seus membros da família ou parentes histórico desta condição. Converse com sua família—mais alguém sofre de nervo comprimido? Eles conhecem alguém, possivelmente um parente distante, que passa por isso?
    • Se as condições levarem a casos de obesidade em sua família—e artrite, também—você tem mais probabilidades de ter um nervo pinçado, como um sintoma desses problemas de saúde.
  6. Leve em conta também algum osteófito. Essa condição enriquece a nossa coluna vertebral, perdendo sua flexibilidade. Isto, por sua vez, estreita o espaço para nossos nervos na medula espinhal, eventualmente causando um nervo comprimido na parte de trás.
    • Esporões geralmente se formam onde os ossos se encontram —ou seja, suas articulações. Mas eles podem se formar onde os ossos se encontram em sua coluna, também. Tecnicamente, são chamados de osteófitos e são projeções ósseas que furam ao longo das bordas dos ossos. Nada bom para os seus nervos!
  7. Saiba que pode ter a ver com sua postura. A má postura torna a pessoa predisposta a ter um nervo comprimido. Isto porque ele pode irritar os nervos periféricos, devido à pressão nos nervos, encontrados em nossa medula espinhal. Quando nós não sentamos corretamente, nossas costas ficam fora de alinhamento e os nervos, também.
    • Se você acha que sua postura pode ser o culpado da dor nas costas, considere ler Como Melhorar a sua Postura ou Como Melhorar a Postura ao Dormir.

Usando remédios caseiros

  1. Use calor úmido. Pegue uma toalha e molhe-a com água morna. Aplique na área afetada por 15-20 minutos, 3 - 4 vezes por dia. Quando a toalha começar a ficar fria, substitua.
    • Certifique-se de usar água morna—você não quer se queimar com água quente, especialmente se a área está paralisada e não pode verdadeiramente sentir a temperatura.
  2. Receba uma massagem. Aplicar pressão no nervo comprimido através da massagem pode reduzir a dor ou pode aliviar a tensão. Faça uma massagem suave no nervo comprimido ('não' pressionando muito forte). Não precisa dizer duas vezes, hein?
    • Por exemplo, se o nervo comprimido está no pulso, faça uma massagem suave perto do pulso; se está localizado na coluna vertebral, faça uma massagem suave perto da espinha, e não diretamente nela. Movimentos circulares é o melhor.
  3. Consuma alimentos ricos em potássio. Falta de potássio pode às vezes causar nervos comprimidos. Para combater a deficiência de potássio, certifique-se de incluir muito potássio em sua dieta.
    • Banana e abacate são conhecidos por ser grandes fontes de potássio. Você também pode tomar suplementos de potássio regularmente, mas pergunte ao seu médico sobre isso primeiro. Suplementos não são para todos.
  4. Aumente sua ingestão de cálcio. Aumentar sua ingestão de cálcio pode ajudar a tratar seu nervo comprimido. Você pode obter suplementos de cálcio de uma farmácia local ou prescrito pelo seu médico. Pergunte ao seu médico se isto pode ajudar a sua situação.
    • Laticínios, como queijo e leite, também são grandes fontes de cálcio. Você também pode comer vegetais verdes folhosos, como espinafre e couve (ótimo para vegans).
  5. Certifique-se de descansar o suficiente. Tensão e excesso de trabalho podem agravar seu nervo comprimido. Descansar o suficiente pode ajudar a aliviar a tensão e a dor causada pelo nervo. A maioria das pessoas se recupera de um nervo comprimido em alguns dias ou semanas, se descansarem adequadamente.
    • Evite muito esforço no trabalho, para evitar o agravamento da dor. Quando levantar ou puxar objetos, faça de maneira certa, para evitar colocar muita tensão e esforço. Se não tem certeza de como mover seu corpo com segurança, converse com seu fisioterapeuta.
    • Se seu caso é grave, você pode precisar ter um breve período de descanso na cama. Indivíduos que sofrem de dor severa podem limitar as suas atividades durante 1 a 2 dias. Longos períodos de inatividade não são eficazes, no entanto e podem resultar em descondicionamento.
  6. Faça exercícios regularmente. Inicialmente, exercícios aeróbicos, como caminhadas curtas ou natação são sugeridos. É recomendável que você se exercite 30 minutos diariamente, usando atividades de baixo impacto, que podem incluir caminhar, andar de bicicleta ou fazer ioga.
    • Após 2 semanas, exercícios de condicionamento para os músculos abdominais e o tronco devem ser iniciados. Você pode consultar seu fisioterapeuta, como eles têm um programa de exercícios que aumentam a flexibilidade e reduzem a tensão nas costas.
  7. Tenha uma boa postura. Isso é essencial para evitar recorrências de dor. Existem maneiras corretas de ficar de pé, sentar, deitar e levantar. Aqui estão os detalhes:
    • Em pé : quando em pé por qualquer quantidade de tempo, descanse um pé sobre um banquinho ou uma caixa para aliviar a dor lombar.
    • Sentado: sente em uma cadeira com recosto, com as costas bem apoiadas no encosto e o quadril no assento. É importante manter o suporte para as costas; Utilize um suporte macio para o fundo das costas.
    • Deitado: quando deitado de lado, coloque um travesseiro sob a cabeça e outro entre as pernas, com os braços, quadris e os joelhos fexionados. Quando deitado de costas, use um travesseiro sob os joelhos para diminuir a lordose
    • Levantando: quando levantar, mantenha as costas retas e segure a carga mais perto do corpo quanto possível. Agache, mantendo as costas retas, quando precisar pegar algo do chão. Evite torcer o tronco, erguendo-se acima da cintura e alcançando por qualquer comprimento de tempo.

Recebendo tratamento médico

  1. Faça o teste. Seu médico tem algumas opções, quando se trata de ver os detalhes do seu nervo comprimido. Eis o que ele ou ela pode fazer:
    • Estudo da condução nervosa. Isso envia impulsos eléctricos aos nervos e músculos, e diz se você tem um nervo danificado.
    • Eletromiografia. Durante este teste, seu médico insere um eletrodo de agulha através de sua pele para vários músculos. O teste avalia a atividade elétrica dos músculos, quando se contraem e quando estão em repouso. O resultado é positivo se há danos nos nervos, levando ao músculo
    • Ressonância magnética "RM". Este teste pode ser usado se seu médico suspeitar que você tem compressão de raiz nervosa.
  2. Se você tem um nervo comprimido, comece a fisioterapia. Um fisioterapeuta ensina os exercícios que fortalecem e alongam os músculos na área afetada, para aliviar a pressão sobre o nervo. É a maneira mais rápida de reabilitação.
    • É importante fazer estes exercícios com a ajuda de um profissional. Se você não trabalhar suas costas sob a supervisão de alguém que sabe o que está fazendo, você pode se machucar ainda mais.
  3. Considere tomar medicação. Mais especificamente, analgésicos. Anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs), tais como o ibuprofeno (Advil, Motrin, outros) e o naproxeno (Aleve, Anaprox, outros), podem ajudar a aliviar a dor e aliviar a inflamação ao redor do nervo.
    • Geralmente, para dor aguda, AINEs são tomados em 200-400 mg a cada 6-8 horas, conforme necessário, para não exceder as doses totais diárias de 1200 mg; para pacientes com peso de 60 kg ou menos, o total diário não deve exceder 20/mg/dia.
  4. Considere receber uma injeção de esteroides epidural. Este tratamento é utilizado principalmente no tratamento de uma compressão de um nervo ciático (pernas). Isto irá aliviar a dor e ajudar a curar o nervo. O procedimento é bastante simples..—você entra no escritório do seu médico e recebe uma injeção de esteroides na coluna.
  5. Aprenda técnicas de conservação das costas com seu terapêuta. Um colchão firme é recomendado para qualquer pessoa com uma compressão de um nervo em suas costas. Aqui estão algumas técnica que seu fisioterapeuta pode ensinar para minimizar a dor:
    • Você pode fazer flexão lombar, elevando a cabeça à 30 graus, usando almofadas ou uma cunha de espuma, e flexionando ligeiramente os joelhos apoiados sobre um travesseiro.
    • Como alternativa, você pode deitar com os joelhos e pernas flexionadas, com um travesseiro entre as pernas e outro travesseiro para apoiar a cabeça.
    • Deitar de barriga para baixo deve ser evitado, porque acentua a lordose (curvatura para dentro de uma porção da coluna vertebral cervical e lombar).
  6. Saiba que a cirurgia é uma opção, se necessário. Em casos crônicos, um nervo comprimido não aliviado por medicação e terapia e agravado por um longo período de tempo, pode levar seu médico a sugerir que você se submeta a uma cirurgia. Isto normalmente é sugerido após 6-12 semanas de tratamento conservador.
    • Isto também é feito quando vários nervos estão sendo afetados, ou quando várias áreas afetadas diminuem a função nervosa.
    • A cirurgia é chamada "discectomia." Este procedimento cirúrgico envolve a remoção dos esporões ou da parte afetada por uma hérnia de disco lombar, e provavelmente uma seção das vértebras será removida ou fundida.

Dicas

Limite o descanso na cama. Mas enquanto estiver na cama, mantenha os joelhos flexionados, para diminuir a tensão nas suas costas.
  • Tente abordagens, como a aplicação de almofadas de calor superficial, ou Quiropraxia.
  • Empregue a redução de peso, quando necessário. Modifique sua dieta para alcançar um peso corporal ideal.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.