Como Fornecer um Ambiente Seguro em uma Pré escola

Ao escolher uma pré-escola para as crianças, muitos pais levam em conta diversos fatores, incluindo o custo, a localização, o currículo, o horário de funcionamento e o ambiente. O ambiente deve, acima de tudo, ser seguro e, para garantir isso, é preciso algumas considerações. Siga as instruções abaixo para saber como fornecer um ambiente seguro na pré-escola.

Passos

  1. Contrate uma equipe grande e qualificada. É preciso ter um número suficiente de empregados para supervisionar todas as crianças e para garantir que todos os locais onde elas possam estar sejam sempre monitorados. Além disso, você deve exigir que a sua equipe seja treinada em reanimação cardiopulmonar (RCP) e certificada em primeiros socorros.
  2. Inspecione a área recreativa regularmente.
    • Os brinquedos devem ser limpos e desinfetados no fim do dia.
    • Veja se há algum brinquedo com peças quebradas, que podem ser afiadas e perigosas.
    • Mantenha os locais de passagem desobstruídos e sem objetos que possam causar tropeços e quedas. Por exemplo, limpe qualquer coisa derramada o quanto antes e guarde os brinquedos não utilizados em armários apropriados.
  3. Arrume a sala de aula de modo que todas as crianças possam ser vistas sempre. Não deixe pontos cegos para não perder ninguém de vista.
    • Se utilizar cabines ou biombos, disponha-os de modo a ver o ambiente de todos os ângulos, se possível. Por exemplo, é melhor colocar um biombo em um ângulo reto com uma parede divisória do que dois biombos em ângulo reto no meio da sala.
    • Monte locais de recreação no meio da sala.
    • Arrume cadeiras, carteiras e mesas em círculos.
  4. Siga as diretrizes de segurança alimentar. Ao preparar, armazenar e servir comida, há várias precauções que devem ser seguidas para garantir a segurança do local. O órgão regulatório do governo pode fornecer um manual completo com as normas de segurança alimentar.
  5. Proteja a área de convívio externa.
    • O revestimento do chão deve ser macio para amortecer quedas.
    • A altura de balanços, escorregadores e outros brinquedos deve ser segura.
    • Não deve haver parafusos, porcas, e outros itens protuberantes em equipamentos que possam machucar as crianças.
    • As aberturas devem ter um tamanho suficiente para que nenhuma parte do corpo fique presa. Uma norma padrão é que não pode haver aberturas de 8 cm a 21,5 cm de largura.
    • Dê um espaço de pelo menos 3,5 m entre cada brinquedo.
    • Retire qualquer obstáculo das passagens. Alguns exemplos são galhos, pedregulhos, desníveis repentinos no chão e tocos de árvore.
    • Inspecione os brinquedos com regularidade para ver se são fáceis de manejar e se estão íntegros.
    • Plataformas elevadas devem ter muretas de proteção.
    • Cerque o playground com uma cerca de proteção alta e certifique-se de que todos os portões estejam trancados.
  6. Mantenha os produtos químicos longe do alcance das crianças. Em ambientes como este, os produtos de limpeza, inseticidas, remédios de primeiros socorros e todas as substâncias tóxicas devem ser guardados em um armário alto, à prova de fogo e trancado.
  7. Veja se há riscos ambientais com frequência. Alguns problemas de segurança ambiental comuns são impurezas na água, tinta à base de chumbo, mercúrio, amianto, controle do lixo, poluentes internos como mofo/bolor, monóxido de carbono, fumaça de cigarro, alérgenos e poeira. Chame as autoridades apropriadas para fazer testes de riscos ambientais antes de permitir a entrada das crianças e espalhe detectores eletrônicos nas instalações.
  8. Tenha planos emergenciais. Faça treinamentos de incêndios e desastres naturais regularmente para garantir que todos saibam os procedimentos corretos em situações de emergência.
  9. Crie regras. Listas de regras podem ser usadas de vários modos para promover um ambiente seguro na pré-escola.
    • Coloque as regras em um local onde todas as crianças possam vê-las e não se esqueça de fazer referência a elas sempre, para que todos se familiarizem. Por exemplo, regras como: “não pegue o que não for seu” e “fale com a/o professor(a) se tiver problemas com o amiguinho” podem ajudar a prevenir brigas físicas, enquanto as regras sobre lavar as mãos e cobrir espirros podem prevenir a disseminação de doenças.
    • Estabeleça regras para a hora de levar e buscar as crianças. Um exemplo é pedir aos pais para que levem um documento com foto, preencham formulários para que terceiros possam buscar os seus filhos, assinem na entrada e na saída, fiquem dentro de um perímetro delimitado em um horário delimitado e/ou liguem com antecedência se não puderem seguir o estabelecido por um tempo.

Dicas

  • Contrate uma equipe para ir à escola e ensinar os empregados durante o horário de trabalho técnicas de reanimação cardiopulmonar (RCP) e primeiros socorros.
  • Use um programa integrado de controle de pragas para prevenir infestações antes que aconteçam, a fim de evitar o uso desnecessário de pesticidas no ambiente. É possível achar planos estratégicos e recursos na internet.
  • É possível adquirir dicas de segurança, ferramentas, normas e exigências regulatórias governamentais abrangentes no mesmo lugar onde recebeu a sua licença, certificação ou registro.

Avisos

  • Evite madeira tratada a pressão para equipamentos do playground, pois ela é tratada com produtos químicos tóxicos que são perigosos para as crianças.
  • Saiba que muitos fatores envolvidos na segurança da pré-escola são regulados pelo governo e, portanto, podem variar conforme a região. Não deixe de verificar os procedimentos na sua área para garantir o cumprimento legal das normas de segurança.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.