Como Passar Três Dias em Roma

Experimente a magia de Roma! Nossas dicas lhe ajudarão a visitar os principais pontos turísticos e curtir melhor da cidade em três dias e três noites!

Passos

  1. Chegue cedo à cidade na primeira manhã, de avião, ônibus, etc.
  2. Visite os marcos históricos romanos: o Coliseu, o Fórum Romano, o Panteão e o Circo Máximo.
    • Um dos maiores marcos históricos de Roma é o Coliseu (70–80 a.C.), o maior anfiteatro construído durante o Império Romano. Ele reflete a beleza arquitetônica da engenharia romana.
    • A mais antiga e mais importante estrutura – o Fórum Romano – está localizada entre os montes Palatino e Capitolino, na cidade de Roma. O Fórum Romano era também conhecido como Forum Magnum, ou apenas Forum.
    • O Panteão - uma das estruturas abobadas mais antigas de Roma que permanecem em perfeito estado de conservação, foi construído para ser um templo dedicado a todos os deuses da Roma Antiga. Acredita-se que foi erguido originalmente há mais de 2 mil anos.
  3. Passe a primeira tarde em um restaurante local e depois visite as Escadarias da Praça da Espanha à noite.
  4. Visite a cidade do Vaticano durante todo o segundo dia. Suba até o topo da cúpula; veja as criptas, os monumentos, as pinturas e estátuas ao longo do caminho. Você pode decidir até mesmo visitar os museus do vaticano: os ingressos custam em torno de 14 €. Vale a pena se você for um admirador de arte. O único problema é que a fila poderá ser muito comprida e você levaria horas para conseguir entrar. Se tiver interesse em visitar os museus, vá de manhã bem cedo (em torno das 7:00-7:30) para evitar filas muito longas.
  5. Passe a segunda noite na Fonte de Trevos (Fontana di Trevi). Aprecie o jantar em um café local.
  6. O terceiro dia é para compensar. Caminhe pelos locais históricos que deixou de fora nos dois primeiros dias e faça algumas compras para sua família e para aquela pessoa especial.
  7. Tenha um jantar de despedida especial antes de deixar a Cidade Eterna.

Dicas

  • Você precisará de um dia inteiro para visitar o Vaticano. Vista-se apropriadamente para ter acesso à cidade. Homens precisam ter as pernas completamente cobertas (somente calças). As mulheres podem usar saias ou bermudas que vão até o joelho. Mas ambos devem ter os ombros cobertos. Essas regras não se aplicam às crianças.
  • Fuja das filas matinais dos museus do Vaticano indo na Basílica de São Pedro pela manhã, e visite o Vaticano após o almoço. Quase não haverá filas à uma da tarde. A Capela Sistina fica no interior do Palácio Apostólico, residência oficial do Papa.
  • Garanta seu ingresso no Coliseu. Alguns guias apenas caminharão pelo lado de fora.
  • Pesquise sobre toda a cidade antes de viajar - assim, você pode ter certeza de que verá todas as coisas que deseja. Alguns bons websites são Turismo em Roma, o blog Guia de Roma e o site oficial de turismo em Roma, o Romaturismo. Nesse site, existem até mesmo bons roteiros para quem não ficará muito tempo em Roma.
  • Se quiser economizar dinheiro ou sentir muita preguiça para andar pela cidade, utilize o metrô para se locomover. Existem 2 linhas, A e B, pelas quais você poderá chegar em quase qualquer esquina de Roma. O passe custa 1 € por passeio.
  • Compre ingressos para o Coliseu no monte Palatino. Você fugirá da fila no Coliseu e os ingressos valem para ambos os pontos turísticos.
  • Você verá as letras "SPQR" muitas vezes enquanto estiver lá. Elas são as iniciais de "Senātus Populusque Rōmānus", ou "O Senado e o Povo de Roma". Essa era uma das marcas de Roma.
  • Revise as frases básicas da língua italiana.
  • Embora você tenha que pagar para entrar no Coliseu, nos museus do Vaticano e algumas outras atrações, a maioria dos monumentos de Roma podem ser vistos de graça. Incluídos nesta lista estão o Panteão, as Escadarias da Praça da Espanha, a Fonte de Trevos, a praça Navona, o Campo Di Fiori, o Fórum Romano e a Basílica de São Pedro.

Avisos

  • Se você quiser fazer um passeio em uma charrete puxada por cavalos, tenha certeza de concordar com o preço antes de se aventurar.
  • Utilize apenas os táxis oficiais.
  • Tenha em mente que se quiser viajar para outros países do espaço Schengen após visitar a Itália, um visto de entrada italiano indica a permissão que você tem de visitar por 90 dias, dentro de um período de 6 meses, toda a área de livre circulação europeia, independentemente de qualquer acordo bilateral. Assim, se você passar os 90 dias na Itália e depois viajar para outro país de livre circulação, provavelmente acabará tendo que pagar severas multas e sofrer uma possível deportação do espaço Schengen inteiro de até 6 meses. Isso significa que essa infração será adicionada em sua ficha criminal (tornando mais difícil qualquer futura viagem para outros países europeus, entre outras coisas).
  • Cuidado com batedores de carteiras, especialmente em pontos subterrâneos do metrô e ao redor de áreas e monumentos turísticos. A maioria dos viajantes utilizam um cinto para guardar dinheiro, que é vestido por baixo das roupas.

Materiais Necessários

  • Dicionário de frases de bolso
  • Euros (muitos)
  • Mapa (tenha também um mapa em miniatura para consultas rápidas em ruas lotadas)
  • Guia da cidade
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.