Como Grelhar um Bife

O bife grelhado pode ser uma refeição ocasional deliciosa, ou poderia ser reservada para ocasiões especiais (afinal, todos nós sabemos que a porta do coração de nossos entes queridos é aberta com um estômago cheio de um delicioso bife). O preparo na grelha é um ótimo método para conseguir o pedaço perfeito de carne, especialmente quando não se há acesso a um grill. Diferente do grill, a grelha fornece controle de temperatura consistente e a conveniência do preparo dentro de casa. Siga esses passos simples para se tornar um mestre do bife grelhado.

Selecionando e Temperando o Bife

  1. Selecione o bife. No açougue ou no supermercado, escolha um bife que tenha um aspecto marmóreo (ou seja, que tenha diversas veias de gordura percorrendo a carne) e cuja cor seja um vermelho rico (o bife estragado ganha uma cor escurecida quando está começando a envelhecer ou quando possui queimaduras de congelamento).
    • O procedimento funcionará melhor em cortes de grossura média. Portanto, escolha um bife que tenha entre 2.5 e 0.6 centímetros. Se seu bife for muito grosso, o exterior queimará antes que o interior se aqueça suficientemente.
    • Um corte bom e barato que lhe renderá uma carne macia e suculenta (especialmente se marinada) é o bife de fraldinha. Se você não vir nenhum desses na vitrine do supermercado, sinta-se à vontade para perguntar ao açougueiro se ele possui um desses guardado. O lombo também renderá ótimos resultados se você estiver disposto a gastar um pouco mais, sendo mais fácil encontrá-lo com descontos em alguns supermercados.
    • Se você puder fazê-lo, tente selecionar um corte que não contenha hormônios e antibióticos. Esse tipo de carne não apenas é mais saudável para você, como também grelha mais rapidamente. É claro, é muito mais cara que essas carnes menos eco-amigáveis.
  2. Prepare seu bife para cozinhar. A forma com que você prepara seu bife depende do tipo de corte selecionado, além de sua preferência pessoal. Você poderia simplesmente temperar o bife com sal e pimenta ou investir pesadamente no sabor com uma marinada rica.
    • Se seu bife for de um corte de altíssima qualidade (ex.: lombo (filé) ou picanha), uma camada de sal grosso e de pimenta é tudo o que você precisa. O bife terá seu próprio sabor incrível, sendo que não será necessária a ajuda de outros temperos. Porém, se você gosta de temperar, tente passar um pouco de alho ou de alecrim na carne.
    • Para cortes mais duros, como um bife de fraldinha ou de lagarto, uma marinada pode ajudar a dar sabor e maciez à carne. Ensope o bife por uma hora ou mais em um molho que contenha uma combinação de ácidos (ex.: vinagre) e sal (ou molho de soja). Isso ajudará a quebrar as fibras da carne dura e infundirá a carne com sabor. Coloque o bife em uma tigela profunda, cubra-o com marinada e tampe o recipiente com uma tampa ou com plástico.
    • Se você escolher marinar sua carne, faça-o na geladeira (40°F (4.5°C) ou abaixo disso) para evitar intoxicação alimentar caso marine por mais de 30 minutos. Permita que o bife descanse no balcão por 20-30 minutos para obter temperatura ambiente antes de cozinhar para obter os melhores resultados.
  3. Prepare seu forno e sua frigideira. Assim que o bife estiver pronto para cozinhar, separe-o. Ajuste a grelha de seu forno de maneira que a carne fique a 10 centímetros de distância do aquecedor do mesmo. Em seguida, ligue seu forno na opção “grelhar” e o pré-aqueça em 350°F (176°C).
    • Se você não souber onde está o elemento aquecedor, verifique o topo e o fundo de seu forno. A maioria dos fornos elétricos possui um aquecedor no “teto” – porém, modelos a gás antigos possuem unidades separadas sob a parte principal do equipamento.
    • Se você preferir seu bife minimamente passado, um bom truque é permitir que a carne permaneça em temperatura ambiente, levando-a ao freezer enquanto o forno pré-aquece. O período de 5-10 minutos no freezer antes do preparo permite que o exterior da carne cozinhe um pouco mais lentamente. Assim, você cozinhará bem o interior sem exagerar no exterior do corte.
  4. Unte suavemente a grelha/suporte de seu forno com spray de cozinha. Esses suportes parecem mais uma assadeira com uma grelha em cima. Os sucos da carne passam pela grelha e acabam caindo na “assadeira”. Coloque a carne no suporte, permitindo que a marinada excessiva coe. Não use um Pirex ou outro utensílio de vidro. Tais equipamentos não podem suportar o alto calor e irão quebrar.
    • Note que essa grelha é ideal – porém, você pode usar uma assadeira profunda (untada com alumínio para facilitar a limpeza) ou uma panela de ferro fundido caso não a tenha. A desvantagem de usar uma superfície não-coadora é que as gorduras que sairão da carne irão ficar nas extremidades dela e poderão queimar o alimento. Para evitar isso, tente mover a carne para uma área diferente, que tenha menos gordura, enquanto ela cozinha. Tome cuidado – a gordura é “QUENTE”!

Grelhando Bife

  1. Grelhe o bife. Coloque a carne no forno, deixando-a próxima da fonte de calor. Os tempos de preparo variarão muito de acordo com o corte do bife, a altitude da carne, o tipo de forno utilizado e a temperatura do mesmo. O tempo de preparo pode variar de 3 a 18 minutos. Uma boa regra geral a se seguir é observar a carne! Se ela parecer “pronta” de um lado, vire-a com pinças. Lembre-se de usar as luvas de forno ao inserir a mão no equipamento.
    • Em geral, o tempo de prepare mais comum é de quatro minutos para cada lado. É claro, já que cada corte de bife é diferente, é sempre melhor determinar simplesmente o tempo de preparo para si.
  2. Determine se o bife está preparado ou não. Há diversos exames que podem ser executados para determinar o quão “pronta” está a carne. É claro, sua definição de “pronta” pode ser “muito mal passada”, enquanto que alguém pode preferir um corte muito bem passado. O jeito mais fácil de indicar se a carne está pronta é cortar sua porção mais grossa e verificar a cor. A carne mal passada ainda será vermelha e terá sucos vermelhos; uma carne meio-passada terá uma coloração rosada e seus sucos serão claros; uma carne bem passada terá uma coloração marrom-acinzentado e terá sucos marrons. Outros métodos incluem: :
    • Verifique as pontas. Se você possuir um bife mais grosso, a cor das pontas normalmente é uma boa maneira de indicar como está o meio. Ainda que as pontas mudem de vermelho à rosa e de rosa à marrom, o interior provavelmente estará mudando de vermelho para rosa, de rosa para marrom.
    • Verifique a “carnosidade”. Belisque a carne com o dedão e o indicador – a parte musculosa da carne, e não apenas a pele. Você pode sentir se ela está firme e elástica? Como ela cede à pressão? Ela pula pra trás? É assim que uma carne meio passada parece. Para testar isso, pegue o bife com as pinças ou com a parte plana de uma faca (não a pique com um garfo). Teste para ver se ela se mexe ou não. Se ela ainda parecer muito “carnosa”, dê a ela mais um ou dois minutos no forno.
    • Escute a carne. Quando o exterior do bife passa de cozinhado para excessivamente cozinhado, os chiados se tornarão mais altos e mais agudos.
  3. Remova o bife do forno e deixe-o descansar. Remova a assadeira do forno e teste o bife mais uma vez para identificar se ele está pronto. Se ele estiver ao seu gosto, não se sinta tentado a cortá-lo imediatamente! Permita que um pedaço de carne “descanse” por alguns minutos antes de fatiá-lo para garantir que ela permaneça suculenta. Espere maior parte do vapor ter se dissipado. O suco já não deve mais estar escorrendo. Isso deve durar algo entre 4 e 5 minutos. Após isso, mande ver!
    • É claro, algumas pessoas simplesmente não conseguem esperar – o que também é aceitável! Comer imediatamente não arruinará a carne – mas pode queimar sua boca! Exerça cautela.
  4. Sirva e deguste!

Dicas

  • Vire a carne apenas uma vez. Permita que ela cozinhe em um lado. Em seguida, finalize-o do outro.
  • Se seu elemento de aquecimento do forno ficar se desligando por causa da “temperatura elevada”, é possível enganar o equipamento ao permitir que a porta dele fique ligeiramente aberta. Muitas portas de forno possuem uma configuração para fazer isso: simplesmente abra a porta do equipamento e veja se ele permanece no lugar. Se ela não ficar, passe um pouco de alumínio num cilindro e insira-o no espaço entre a porta e o forno – lembre-se apenas de tocar tal cilindro com uma luva, pois ele ficará bastante quente!

Avisos

  • Descarte qualquer marinada remanescente imediatamente. Não se sinta tentado a usar uma marinada “crua” como molho (lembre-se de que os sucos da carne crua podem deixá-lo doente).
  • Sempre lave as mãos e desinfete superfícies de cozinha após lidar com carne crua.
  • Sempre use uma luva de forno quando manusear a grelha.

Materiais Necessários

  • Bife
  • Ingredientes para a marinada
  • Recipiente para a marinada
  • Geladeira
  • Forno com configuração “Grelhar”
  • Assadeira para grelhar (ou assadeira profunda)
  • Pinças (ou garfo)
  • Faca
  • Temperos
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.